Piauí buscará ajuda do governo federal para área alagada

O governador do Piauí, Wellington Dias (PT), vai a Brasília na próxima terça-feira apresentar à Secretaria Nacional da Defesa Civil um relatório parcial sobre a área ao norte do Estado atingida pelo rompimento da barragem Algodões I. O documento vai conter uma lista do que precisa ser reconstruído na região. Dias reuniu-se hoje com prefeitos dos dois municípios arrasados pelas águas e os orientou sobre como organizar documentos para que o Estado possa pedir auxílio ao governo federal.

A barragem cedeu na quinta-feira, deixando sete mortos, 2 mil desabrigados, 973 desalojados e 80 feridos. As buscas por desaparecidos continuam. Na reunião de hoje, o prefeito de Cocal da Estação, Fernando Sales, informou que há 23 comunidades atingidas, sendo 14 isoladas. A prefeita de Buriti dos Lopes, Ivana Fortes, estimou que haja 450 famílias atingidas, 250 desalojados e 150 casas destruídas.

Dias determinou a criação de um grupo de trabalho com representantes da comunidade e das três esferas de poder, para fazer uma avaliação técnica do incidente. O Instituto de Desenvolvimento do Piauí (Idepi), responsável por áreas de barragem, coordenará o trabalho e uma técnica indicada pelo governo federal prestará assessoria à equipe. “Não vamos tomar nenhuma decisão sem ouvir a comunidade”, afirmou Dias por meio de nota. O coordenador da Defesa Civil em Cocal, Alexandre Lucas, sugeriu a formação de três grupos para atuar nas áreas de soluções emergenciais, infraestrutura e suporte às famílias.

A Defesa Civil Municipal de Buriti informou há pouco que mais de 200 famílias estão abrigadas em colégios e casas de acolhida. As equipes de resgate e atendimento à população são formadas por integrantes do Corpo de Bombeiros, da Defesa Civil e por assistentes sociais. A assistência social faz ainda entrevistas com as famílias atingidas pela tragédia. As informações devem constar do formulário que será levado pelo governador do Estado a Brasília.

Fonte: Noticias Uol

Homem rouba R$ 18,4 milhões em joias de loja de Paris

Joias no valor de 6,6 milhões de euros (R$ 18,4 milhões) foram roubadas neste sábado (30) da famosa joalheria parisiense Chopard, localizada no número 1 da Praça Vendôme, na esquina da rua Saint-Honoré, em um assalto relâmpago praticado por um só homem.

A grife Chopard, que fabrica joias usadas por celebridades nas cerimônias do Oscar e do festival de cinema de Cannes, foi fundada na Suíça em 1860. A marca possui estabelecimentos nas maiores capitais do mundo.

Hoje, um homem de cerca de 50 anos, de terno e chapéu, fez-se passar por um cliente da loja, informou a polícia. Com uma pistola, ameaçou os três empregados presentes, obrigando-os a lhe entregar as peças expostas nas vitrine.

O roubo foi feito em dois minutos e o homem fugiu a pé, calmamente.

A Chopard da Praça Vendôme, umas das lojas de alto luxo mundial, possui duas portas de ferro, uma exterior e outra interior, e para uma pessoa entrar deve passar por uma câmara de segurança.

Empregados de outras lojas próximas destacaram a situação de extrema discrição em que foi praticado o roubo. Numa joalheria ao lado, os vendedores “nada viram ou ouviram”. Na chocolateria Godiva, em frente, ninguém se deu conta do episódio.

O recorde do roubo de joias na França continua sendo o da loja de luxo americana Harry Winston, na avenida Montaigne, em Paris, onde, no dia 4 de dezembro de 2008, foram levados colares, anéis e joias avaliados em 85 milhões de euros (R$ 237 milhões); a investigação sobre o caso ainda não terminou.

Há dez anos, a joalheria Chopard foi encarregada pelo Festival de Cannes de modernizar a Palma de Ouro, concedida aos melhores filmes e a atores e atrizes de cinema.

Fonte: France Press

Aprovação a Lula volta a patamar recorde

Pesquisa Datafolha publicada neste domingo na Folha informa que o índice de aprovação do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva é classificado como ótimo/bom para 69% dos entrevistados.

A avaliação positiva voltou ao patamar de novembro passado, quando a taxa de aprovação do governo chegou a 70%. Em março, devido à crise financeira, o índice caiu para 65%.

Segundo a pesquisa, Lula voltou a nota média de 7,6 alcançada em novembro do ano passado, a maior desde que assumiu a Presidência, em janeiro de 2003.

O diretor-geral do Datafolha, Mauro Paulino, disse que “a queda anterior era o efeito direto da crise”. Mas que, “com a população mais confiante quanto ao desempenho do governo frente à crise, o governo recuperou o nível de aprovação”.

Fonte: Folha Online

Distância entre Serra e Dilma cai 8 pontos

A ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff (PT), encurtou a distância nas pesquisas entre a sua pré-candidatura a presidente e a do governador de São Paulo, José Serra (PSDB), informa o repórter José Alberto Bombig, em matéria publicada na Folha.

A diferença do tucano, ainda líder, para a petista estava em 30 pontos percentuais em março deste ano e agora caiu para 22 pontos, conforme o mais recente levantamento do Datafolha –Dilma tem 16% das intenções de voto, contra 38% de Serra no principal cenário.

Em relação à pesquisa anterior, a ministra do presidente Lula subiu cinco pontos percentuais, enquanto o tucano paulista perdeu três. O crescimento levou a petista à segunda colocação, empatada tecnicamente com o deputado federal Ciro Gomes (PSB), que oscilou de 16% para 15%. É o melhor resultado de Dilma na série histórica do levantamento.

Campanha – Dilma foi uma das estrelas da propaganda eleitoral gratuita de televisão do PT na semana passada. Desde o início deste ano ela tem acompanhado Lula a uma série de eventos e sua pré-candidatura se consolidou dentro do partido.

Na segunda-feira passada (25), o PSDB questionou no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) a propaganda partidária do PT que foi ao ar no sábado (23). Segundo os tucanos, o programa teve “o inequívoco propósito de fazer propaganda eleitoral em favor de sua notória pré-candidata à Presidência da República”, a ministra Dilma Rousseff (Casa Civil).

Segundo a representação, o programa mostrou Dilma num contexto “triunfal” com pessoas felizes sugerindo “plena satisfação e progresso”, enquanto no momento que o locutor fala de governos passados mostra imagens do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e do atual governador de São Paulo, José Serra com uma música de tom “funéreo” e “pessoas em cenas de desalento e violência policial”.

Para os tucanos, o PT “utilizou seu tempo no rádio e na televisão para discorrer sobre supostas qualidades do atual governo” em vez de prestar informações sobre a legenda.

Na representação, o PSDB pede que o TSE suspenda o programa, que tem reprise prevista para amanhã, e retire o vídeo do site do PT. Além disso, os tucanos pedem aplicação de multa por propaganda eleitoral antecipada.

Fonte: Folha Online

Saiba mais sobre Natal, uma das cidades-sedes da Copa-2014

Inicialmente, Natal havia apresentado como projeto para a Copa a construção de um estádio baseado no modelo arquitetônico do Forte dos Reis Magos, um dos pontos turísticos da cidade, que teria capacidade para acomodar público máximo de 65.100 pessoas. O projeto aprovado é de levantar uma arena menor, que poderá receber até 45.000 espectadores, mas que também carrega no nome e em seu desenho uma das atrações da capital potiguar: as dunas.


Situação: será construído no lugar do Machadão
Potenciais investidores: não definidos
Capacidade final: 45.000
Estacionamento: 6.000 vagas
Orçamento: R$ 300 milhões
Previsão das obras: indefinida

Natal-RN

População: 774.230
Área territorial: 170 km 2
PIB per capita: R$ 9.506
IDH-M (2000): 0,788

Times na Série A: nenhum
Times na Série B: 2 (ABC e América)
Times na Série C: nenhum

Capacidade hoteleira atual: 26.000 leitos
Previsão para 2014: não há previsão

Bandeirada (táxi): R$ 3,56 *
Preço por km (táxi): R$ 1,85 *
Passagem de ônibus: R$ 1,85 *
Média de temperatura máxima para junho: 28ºC

Preço das passagens aéreas de São Paulo (Cumbica): R$ 699,50 (TAM) e R$ 509 (GOL) *

* Cotação realizada em 18 de maio de 2009

Fonte: Folha Online

Saiba mais sobre Salvador, uma das cidades-sedes da Copa-2014

Inaugurada em 1951, a Fonte Nova é a “casa” do Bahia, mas está fechada desde novembro de 2007, quando parte da arquibancada do anel superior cedeu. O acidente aconteceu durante a comemoração do acesso da equipe à Série B do Brasileiro e matou sete pessoas, deixando 87 torcedores feridos. Para recuperar o estádio e deixá-lo em condições de receber jogos de Copa do Mundo, a candidatura projeta um custo de R$ 400 milhões.


Situação: será reformado
Potenciais investidores: OAS, Odebrecht e Luso Arenas
Capacidade final: 55.000
Estacionamento: 5.292 vagas
Orçamento: R$ 400 milhões
Previsão das obras: Entre janeiro/2010 e dezembro/2012

Salvador-BA

População: 2.892.625
Área territorial: 707 km 2
PIB per capita: R$ 8.870
IDH-M (2000): 0,805

Times na Série A: 1 time (Vitória)
Times na Série B: 1 time (Bahia)
Times na Série C: nenhum

Capacidade hoteleira atual: 13.700 leitos
Previsão para 2014: 18.000 leitos

Bandeirada (táxi): R$ 3,56 *
Preço por km (táxi): R$ 1,85 *
Passagem de ônibus: R$ 2,20 *
Média de temperatura máxima para junho: 28º C

Preço das passagens aéreas de São Paulo (Cumbica): R$ 699,50 (TAM) e R$ 509 (GOL) *

* Cotação realizada em 18 de maio de 2009

Fonte: Folha Online

Saiba mais sobre Recife, uma das cidades-sedes da Copa-2014

Com três times grandes (Náutico, Santa Cruz e Sport) e o mesmo número de estádio particulares (Aflitos, Arruda e Ilha do Retiro), a capital pernambucana irá investir na construção de uma nova arena para o Mundial do Brasil. Os planos para levantar o estádio Maracatu ou Capibaribe são de que ele consumirá R$ 500 milhões e poderá recepcionar até 46.150 pessoas depois de pronto, em dezembro de 2012.


Situação: novo
Potenciais investidores: não definidos
Capacidade final: 46.150
Estacionamento: 6.300 vagas
Orçamento: R$ 500 milhões
Previsão das obras: Entre janeiro/2010 e dezembro/2012

Recife-PE

População: 1.533.580
Área territorial: 217 km 2
PIB per capita: R$ 12.091
IDH-M (2000): 0,797

Times na Série A: 2 (Náutico e Sport)
Times na Série B: nenhum
Times na Série C: nenhum

Capacidade hoteleira atual: 13.309 leitos
Previsão para 2014: 14.272 leitos

Bandeirada (táxi): R$ 3,00 *
Preço por km (táxi): R$ 1,55 *
Passagem de ônibus: R$ 1,85 *
Média de temperatura máxima para junho: 28º C

Preço das passagens aéreas de São Paulo (Cumbica): R$ 419,50 (TAM) e R$ 299 (GOL) *

* Cotação realizada em 18 de maio de 2009

Fonte: Folha Online

Saiba mais sobre Fortaleza, uma das cidades-sedes da Copa-2014

Um dos maiores estádios do nordeste brasileiro, o Castelão pode receber no momento até 58.300 pessoas, número bastante inferior aos 118.496 espectadores que acompanharam a partida entre Brasil e Uruguai em 1980. Para viabilizar a construção do estádio, que leva o nome do idealizador do projeto, o ex-governador cearense Plácido Castelo, foi criada em 1968 a Fadec (Federação de Assistência Desportiva do Estado do Ceará).

Situação: será reformado
Potenciais investidores: não anunciado
Capacidade final: 56.000
Estacionamento: 7.200 vagas
Orçamento: R$ 300 milhões
Previsão das obras: Entre janeiro/2010 e dezembro/2012

Fortaleza-CE

População: 2.431.415
Área territorial: 313 km 2
PIB per capita: R$ 9.325
IDH-M (2000): 0,786

Times na Série A: nenhum
Times na Série B: 2 times (Ceará e Fortaleza)
Times na Série C: nenhum

Capacidade hoteleira atual: 17.807 leitos
Previsão para 2014: não divulgada

Bandeirada (táxi): R$ 2,96 *
Preço por km (táxi): R$ 1,48 *
Passagem de ônibus: R$ 1,60 *
Média de temperatura máxima para junho: 29º C

Preço das passagens aéreas de São Paulo (Cumbica): R$ 529,50 (TAM) e R$ 559 (GOL)

* Cotação realizada em 18 de maio de 2009

Fonte: Folha Online

TV Cariri entrar no ar em fase experimental em julho

A TV Cariri, mais uma emissora do Sistema Verdes Mares de Comunicação, que está em fase de implantação em Juazeiro do Norte (Região do Cariri), já está com prédio-sede concluido.

Será a segunda emissora da regiõ – a primeira foi a TV Verde Vale, do deputado federal tucano Manuel Salviano, e deverá entrar no ar experimentalmente em julho.

O diretor técnico do Sistema Verdes Mares, Pedro Virgínio, esteve em Juazeiro do Norte conferindo tudo neste fim de semana.

Fonte: Blog do Eliomar

20 trens para o Metrô de Fortaleza em licitação

Será realizada ás 16h desta segunda-feira (01/06), na Central de Licitações do Estado, a concorrência pública para aquisição de 20 trens para o Metrô de Fortaleza.

De acordo com o edital, os trens deverão ter as seguintes características: fabricados em alumínio ou aço inox, com ar-condicionado, salão contínuo (para fluxo de passageiros), suspensão pneumática e aceleração metroviária. O edital tem valor previsto de R$ 240,35 milhões.

As unidades terão capacidade para transportar aproximadamente mil passageiros por composição. A empresa vencedora da licitação deverá entregar a primeira unidade até setembro de 2010 e as demais a cada mês subsequente.

Os trens irão servir para a Linha Sul do Metrô de Fortaleza, que compreende o trecho Vila das Flores (Maracanaú) ao Centro de Fortaleza. A previsão é que esse trecho do Metrô seja concluído em 2010.

Fonte: Antônio Viana Online

Sem alarde, Fortaleza confirma ‘favoritismo’ e abre cofres pela Copa

Diversas disputas entre as candidatas à sede movimentaram os bastidores nos últimos dias. Entre ataques recíprocos, Fortaleza se manteve neutra e, mais do que isso, sai do processo seletivo como uma cidade forte entre as participantes do Nordeste do país.

Salvador é, naturalmente, a cidade mais importante da região no plano da Fifa e do Comitê Organizador da Copa do Mundo de 2014. Natal tem um marketing mais agressivo, enquanto Recife conta com uma proposta mais abrangente. Sem alarde, a capital cearense tenta desenvolver a proposta mais realista entre as duas “concorrentes” a partidas importantes do Mundial.

Levando em conta o tão debatido legado, Fortaleza tem um desafio. A sua principal obra é a criação de um veículo leve sobre trilhos que ligue, entre alguns poucos destinos, o aeroporto ao Castelão, local que receberá R$ 400 milhões e terá sua capacidade aumentada para 65 mil pessoas.

Os gastos da capital cearense com o projeto para se adequar às exigências do Mundial serão altos. Prefeitura e governo estadual aprovaram na última semana um orçamento que prevê até R$ 9 bilhões para serem investidos em obras de infraestrutura, sendo que R$ 5 bi, de acordo com o secretário de Esportes do Ceará, Ferrucio Feitosa, “já estão garantidos”.

Além da previsão de investimentos alta, Fortaleza também gastou para viabilizar sua candidatura. Enquanto algumas cidades optaram por não criar comitês organizadores da Copa, a capital cearense mobilizou cerca de 70 pessoas para tratar dos assuntos relacionados ao Mundial.

Fonte: Esporte Uol

Fortaleza vai gastar R$ 400 milhões no estádio Castelão

FORTALEZA – Para receber a Copa do Mundo de 2014, Fortaleza optou por reformar o Castelão, o principal estádio cearense. Inaugurado em 1973, ele está em boas condições: tem camarotes climatizados, todos os 56 mil lugares numerados e bares panorâmicos, entre outras características das arenas consideradas “modernas”. Mas, mesmo assim, precisará de algumas obras, que estão orçadas em cerca de R$ 400 milhões.

Para se adequar às exigências da Fifa, o Castelão precisará ampliar o número de vagas de estacionamento e as instalações para a imprensa. A reforma deve começar no segundo semestre de 2010. E, durante o trabalho, os grandes clubes cearenses devem jogar no outro estádio da capital, o Presidente Vargas, no qual cabem cerca de 20 mil torcedores e que também passará por uma reforma, ao custo de R$ 54 milhões.

O Castelão, inclusive, foi um dos trunfos da candidatura de Fortaleza para receber a Copa de 2014. “Nosso estádio está muito próximo do aeroporto e dos hotéis. Temos dois hospitais de referência a quatro quilômetros do Castelão”, explicou o secretário estadual do Esporte, Ferruccio Feitosa.

No resto do projeto, o secretário Ferruccio Feitosa garante que 50% das obras necessárias em Fortaleza já estão em andamento. “São melhorias em transporte, trânsito, segurança, saúde, telecomunicações, energia e saneamento básico, que ocorreriam independentemente da Copa”, revelou.

Fonte: Jornal Estado de SP

Fifa confirma as 12 cidades sedes da Copa de 2014

RIO – Acabou o mistério. Sem surpresas, a Fifa anunciou neste domingo, em Nassau, nas Bahamas, as 12 cidades que vão receber a Copa do Mundo de 2014. A lista bate com a antecipada na sexta-feira pelo Ancelmo.com .

As cidades que vão receber jogos da Copa do Mundo são Belo Horizonte, Brasília, Cuiabá, Curitiba, Fortaleza, Manaus, Natal, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo. Ficaram fora da lista Belém, Campo Grande, Florianópolis, Goiânia e Rio Branco.

A decisão foi tomada pelo Comitê Executivo da Fifa, composto pelo presidente Joseph Blatter, o secretário-geral Jerome Volcke e mais 23 membros, indicados pelas confederações continentais. O anúncio foi feito por Blatter, que indicou que houve dificuldade na escolha da sede amazônica e brincou com a presença do Rio na lista.

– Temos uma surpresa na lista, vamos ao Rio – disse o presidente da Fifa, rindo.

– Não há perdedores aqui. Todas as cidades de todas as regiões do Brasil devem ficar muito felizes com essa opção. É preciso que se entenda que não é possível se jogar nas 17 cidades – completou Blatter.

De 8 a 10 de junho, representantes das cidades escolhidas participarão de um seminário no Rio de Janeiro. O trabalho começa para valer e é hora de corrigir erros nos projetos.

– Quero dizer às cidades escolhidas pela equipe técnica que hoje não é o fim, mas apenas o começo do trabalho que exige organização, cumprimento de prazos e respeito aos padrões da Fifa. Quero dar os parabéns aos brasileiros – disse Ricardo Teixeira ( leia mais aqui ).

Cerca de 20 dias após o fim do seminário, o Comitê Organizador da Copa deverá apresentar à Fifa uma proposta com datas e itinerários de uma segunda visita de inspeção, agora, às 12 cidades eleitas sedes do Mundial-2014.

Fonte: O Globo

Bradesco diz que é o banco do planeta, mas não cuida do meio ambiente

Enquanto a Semana do Meio Ambiente começa com diversas ações com foco na proteção e consciência ambiental, algumas empresas preferem só fazer de conta que se preocupam com o tema. Na quarta-feira, dia 27, data que marcou o início das atividades que se estendem até 5 de junho, cerca de 40 barcos de pescadores fizeram um mutirão para retirar o lixo das águas do Guaíba, em Porto Alegre. Enquanto isso, o Bradesco, que se intitula o banco do planeta, mais uma vez deixa o discurso longe da prática.

A constatação foi feita também na Capital dos gaúchos. Kais Ismail, diretor da Bike-Entrega, levou ao Bradesco a proposta de adotar o serviço realizado por ciclistas em função dos benefícios que a medida representa para a qualidade do ar. “A resposta foi que trabalham sistema motorizado há mais 12 anos. Ou seja: estão há mais de uma década pagando para destruir o planeta”, critica.

Para aqueles que alegam que Ismail se decepcionou por estar defendendo o próprio negócio, ele tem a resposta na ponta da língua: quer que as empresas contratem serviços que não poluam, não necessariamente o seu. “Precisamos de mais empresas que usem as bicicletas como veículo para aumentar o efeito positivo que elas trazem”, defende. A crença na necessidade de cuidar do meio ambiente veio bem antes da criação da Bike-Entrega. Ismael vendeu o carro há muito tempo, e passou a fazer tudo de bicicleta.

É um defensor do veículo como forma de diminuir os impactos da poluição. Para se ter uma idéia da força das bicicletas nesse processo, em quase um ano de atividades, os bike-boys já percorreram 30 mil quilômetros para atender aos mais de dois mil chamados recebidos. Com isso, cerca de 3,2 mil quilos de CO2 – principal gás responsável pelo fenômeno do aquecimento global – deixaram de ser lançados na atmosfera, nesse período. Segundo dados do Instituto Akatu, uma pessoa que faz um trajeto mensal de 140 quilômetros de bicicleta evita a emissão de 15 kg de CO2.

A decepção com o Bradesco foi tão grande que Ismael fechou sua conta no banco. “Eu era cliente porque acreditava na imagem da empresa associada ao meio ambiente. Mas fiquei chocado com o que vi”, relata. Entre os bancos, a Bike-Entrega tem como cliente a Superintência do Banco do Brasil em Porto Alegre. “É muito bacana a consciência dos bancários, pois, depois que ficaram sabendo da iniciativa, muitos passaram a optar pelos ciclistas para suas entregas pessoais”, diz, empolgado.

Menos poluição, mais saúde

E medidas que reduzam a poluição ambiental são urgentes para a cidade. O ar respirado atualmente pelos porto-alegrenses está fora dos padrões determinados pela Organização Mundial de Saúde (OMS). A Capital gaúcha, assim como São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba e Recife, foi reprovada por pesquisa realizada pelo Laboratório de Poluição da USP, em conjunto com seis universidades federais, sobre a qualidade do ar nessas localidades.

O mesmo estudo – divulgado pelo Jornal O Estado de São Paulo – apontou os custos da poluição para a saúde e o bolso da população. De acordo com o levantamento, são precisos R$ 14,00 por segundo para tratar sequelas respiratórias e cardiovasculares de pessoas vítimas do excesso de partícula fina (poluente da fumaça do óleo diesel). O valor é gasto por unidades de saúde públicas e privadas das seis regiões metropolitanas averiguadas.

Fonte: Imprensa/Seeb Porto Alegre

Roubos via internet crescem e bancos querem responsabilizar provedores

A Polícia Federal, em sua maior operação no ano, prendeu 76 pessoas por uma série de fraudes financeiras cometidas via internet. A ação dos criminosos evidencia o descaso dos banqueiros com a segurança virtual, que, segundo a própria federação dos bancos (Fenaban) gera desvios de até R$ 1 bilhão ao ano.

No final de 2008, a Microsoft colocou o Brasil na sexta posição no ranking mundial de ataques de “malwares” (softwares malignos), cujo principal objetivo é roubar logins e senhas de banco. No primeiro semestre daquele ano, o número de ataques cresceu 92% no país em relação a 2007, contra aumento de 43% na média do resto do mundo.

Também no fim de 2008, um levantamento realizado por especialistas em Direito na internet e divulgado pelo site Espaço Vital, mostrou que o número de decisões judiciais envolvendo problemas virtuais superaram 17 mil contra apenas 400 de 2002, aumento em mais de 4.000% em aproximadamente seis anos. Grande parte destes crimes, ainda segundo o estudo, decorre da falta de segurança bancária.

“Não é difícil relacionar esses números com a facilidade que os criminosos têm em assaltar o chamado mundo virtual. E aumento de segurança está ligado diretamente a investimentos. Portanto, se não é difícil praticar esses crimes é porque não há investimento suficiente”, diz o presidente do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Luiz Cláudio Marcolino.

Reponsabilidade – Além das evidências de falta de investimento, os bancos usam a velha técnica de empurrar a responsabilidade de um problema seu para terceiros. Para escapar das indenizações cobradas na Justiça por clientes roubados, lançaram mão recentemente de seu lobby no Congresso Nacional para apresentar, por meio do senador Eduardo Azeredo (PSDB-MG), um projeto de lei que deve favorecer o sistema financeiro no caso de fraudes online. A proposta, já aprovada no Senado, dá brechas para que os provedores de internet tenham de arcar com o ressarcimento aos clientes lesados pelas fraudes.

Segundo o projeto, empresas de todos os portes e provedores de internet terão de armazenar os registros de acesso por três anos. Quem não cumprir a obrigação pagará multa que vai de R$ 2 mil a R$ 100 mil, independentemente do ressarcimento por perdas e danos às vítimas de golpes.

Em entrevista à Folha de S.Paulo, o senador negou qualquer favorecimento aos bancos. Mas o jornal lembrou que a Scopus – empresa do Bradesco que cuida da infra-estrutura de internet banking do grupo – doou R$ 150 mil à campanha de Azeredo nas eleições de 2002.

Fonte: Seeb São Paulo

Na crise, Lula cresceu e oposição encolheu, diz Revista do Brasil

O professor e jornalista Bernardo Kucinski analisa as medidas do governo brasileiro e seus impactos na política e na economia para a edição de junho da Revista do Brasil, que chega às bancas na próxima semana

Para Kucinski, a crise internacional pegou a economia brasileira em um de seus melhores momentos. O governo brasileiro reagiu rápido e pela primeira vez atacou a voracidade dos juros. Para recuperar o crescimento que estava em ritmo de “milagre”, desta vez com democracia e distribuição de renda, o país enfrenta uma encruzilhada: ou radicaliza na ampliação do mercado interno e no combate aos juros extorsivos, ou regride.

Os primeiros efeitos da crise entre nós foram a disparada do dólar e o sumiço súbito do crédito. O governo agiu, corretamente, para estancar a disparada da moeda americana. Para segurar o dólar, o Banco Central sacou das reservas internacionais e entrou vendendo a moeda americana.

Para desarmar qualquer risco de uma corrida aos pequenos bancos, anunciou a ampliação da garantia de depósitos e aplicações para até R$ 20 milhões para instituições menores em dificuldades de liquidez. No mercado interno, tomou medidas que foram do estímulo ao crédito à redução de impostos.

Enquanto a maioria dos jornalistas “especializados” alimentava o pânico com uma visão pessimista do futuro, as medidas de reação e as análises mais sóbrias sobre elas aconteciam sem alarde. O filósofo Marcos Nobre escreveu que Lula “rompeu pela primeira vez o terrorismo econômico que se instalou desde a globalização econômica da era FHC”. E lembrou das políticas de valorização do salário mínimo e sua extensão dos benefícios da previdência. A proteção da renda dos mais pobres foi a plataforma de recuperação. Tudo o que os tucanos, demos e seus seguidores na imprensa criticavam, é o que detém os efeitos da crise.

Após a queda de 3,6% no PIB do último trimestre de 2008, Lula radicalizou. Fez da crise uma oportunidade para deflagrar mudanças estruturais há muito desejadas pelos setores mais esclarecidos da sociedade. Os bancos privados continuavam a não emprestar? Que entrem em cena os grandes bancos estatais. Mais uma vez se mostrou a importância de terem sido estancadas as privatizações promovidas pelo tucanato no setor bancário. BB, Banco do Nordeste, Caixa e BNDES ativaram o crédito que os privados negavam.

O BNDES já tinha atingido o limite de empréstimos em relação ao seu capital? Aumente-se o capital do BNDES. O presidente do BB não entendeu a situação? Troque-se o presidente do BB.

Mais importante foi o ultimato ao BC de Henrique Meirelles, que havia cometido o desatino de elevar ainda mais os juros em plena crise, de 13% para 13,75%. A partir de janeiro, foram cortados 3,5 pontos e a Selic chegou a 10,25%.

Outra frente em que Lula radicalizou foi na busca da unidade dos governos sul-americanos. Principalmente para desarmar as tentativas de guerra comercial que sempre acontecem em momentos de desespero econômico.

Enquanto isso, os governadores pouco fizeram para evitar a recessão. Poderiam reduzir o ICMS, principal imposto estadual – e mais pesado. Apenas Roberto Requião, no Paraná, reduziu o ICMS em 95 mil itens de consumo popular. Nos demais, houve algumas outras reduções isoladas, mas não para combater a recessão e sim como parte de uma eterna guerra fiscal.

José Serra, de São Paulo, onde está 35% da indústria do país, prometeu cortar impostos em materiais usados na produção para exportação, mas ficou só na retórica. E partiu para a implantação agressiva de pedágios novos nas rodovias estaduais. Na Rodovia Marechal Rondon, um trecho entre Bauru e Campinas – importante eixo de transporte de alimentos -, que antes custava R$ 7,40, agora está R$ 18,80.

A lógica: mais impostos para construir mais pontes, viadutos e estradas, não porque criam emprego, mas por que têm visibilidade, rendem votos do interior e mais apoio das empreiteiras nas finanças eleitorais. De olho em 2010, acreditam que podem tirar proveito eleitoral se a recessão derrubar a popularidade do presidente.

O plano de construção de um milhão de moradias populares fortemente subsidiadas é mais uma cartada dessa radicalização. Por isso mesmo, governadores e prefeitos demos e tucanos relutam em aderir. Lula cresceu com a crise. A oposição encolheu. O país enfrenta uma encruzilhada, ou radicaliza ou regride.

Fonte: Revista do Brasil

Banco do Brasil e Bradesco ampliam linhas de crédito

O Banco do Brasil (BB) é o que demonstra mais ousadia depois que os bancos brasileiros voltaram a brigar mais agressivamente pelo crédito. Seguindo orientações do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a instituição financeira informou, na última segunda-feira, que elevará em R$ 13 bilhões os recursos disponíveis para financiamentos às pessoas físicas.

Ao lado do BB, o Bradesco também anunciou a ampliação, de 25 para 30 anos, do prazo de pagamento dos empréstimos para a compra da casa própria. A instituição divulgou ainda a redução da taxa de juros cobrada no segmento de imóveis de até R$ 120 mil, que passou de 10% para 8,9% ao ano.

Fonte: Diário de Maringá

Câmara de Iguatu-Ce aprova Dia do Orgulho Gay Livre

A cidade é a primeira da região a aprovar a data. O Dia do Orgulho Gay e da Livre Expressão Sexual será comemorado em 28 de junho no município de Iguatu, no Centro-Sul do Ceará. A Câmara Municipal aprovou por unanimidade a proposta da data – uma luta da Associação de Homossexuais de Iguatu e Região Centro-Sul. Agora, faz parte do calendário oficial de eventos de Iguatu.

Para o presidente da Associação, Cícero Vicente da Silva, já está programada uma série de atividades culturais para o próximo dia 28. No ano que vem, a ideia é promover a 1ª Parada Gay de Iguatu e Região Centro-Sul. “Iguatu é tida ainda como uma cidade tradicional. Por isso, a aceitação dos homossexuais é difícil. Essa lei vai beneficiar não só os homossexuais, mas a comunidade em geral”, diz o presidente, que é mais conhecido como Vicente Butterfly.

Ele diz que, desde que a lei foi aprovada – na última quinta-feira -, sente que há um grupo que apoia a decisão, mas existe também resistência. “Ainda há muito a questão do machismo. Mas vamos, aos poucos, quebrar o preconceito” – é o que espera Vicente. Segundo ele, há reuniões com os associados.

Muitos deles contam que sofrem preconceito por parte dos pais (principalmente os adolescentes homossexuais) e outros afirmam terem sido agredidos verbalmente no meio da rua. “Queremos minimizar essa questão toda”, diz ele. A Associação existe desde 2005, criada por iniciativa de um grupo de habitantes.

A data, 28 de junho, é comemorada como o Dia do Orgulho Gay em todo o mundo. A razão é histórica. Vicente conta que, em Nova York, nos Estados Unidos, policiais costumavam agredir os homossexuais que se reuniam no bar Stone Wall Inn. Muitas pessoas eram extorquidas e espancadas pela Polícia.

Em 28 de junho de 1969, a situação foi pior. Homossexuais reagiram contra a atitude de policiais que tentaram prendê-los e deram início a um protesto que durou três dias.

A data ficou, então, marcada pelo movimento homossexual. Para dizer não à intolerância e ao preconceito, em todo o mundo, na mesma data, o fato é relembrado como forma de dizer não à intolerância. Iguatu já deu os primeiros passos.

Fonte: O Povo

Renda do documentário “Garapa” irá para famílias carentes do CE

SÃO PAULO (Reuters) – Toda a renda de bilheteria do documentário “Garapa”, de José Padilha, será destinada a ações sociais para famílias carentes do Ceará, Estado onde o longa foi gravado.

Os recursos serão repassados a entidades assistenciais e irão beneficiar principalmente as famílias mostradas no longa.

“Garapa”, que estreou nesta sexta-feira, mostra três famílias cearenses que driblam a fome de seus filhos com garapa, substituindo o leite praticamente inexistente.

O documentário foi filmado em 2005 mas só agora chegou aos cinemas.

“Garapa” é visto como arma para aprovação de Proposta de Emenda Constitucional para incluir a alimentação como direito garantido pela Constituição.

Fonte: O Globo

Sem recorde, safra no Ceará soma perdas de 23,29%

Com a projeção atual, estão eliminadas as expectativas de superar a maior safra da história do Estado, obtida em 2006

A estimativa para a safra do Ceará deste ano é de 1.048.710 toneladas de grãos, uma perda de 23,29% comparando-se ao previsto inicialmente (1.367.089 t), e uma redução de 7,18% em relação ao obtido no ano passado (1.129.858 t). Com a projeção atual, estão eliminadas as expectativas de superar a maior safra da história do Estado, que foi obtida em 2006 (1.145.558 t).

A análise consta no Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA), de maio, divulgado ontem pelo IBGE.

De acordo com Regina Dias, secretária do Grupo de Coordenação de Estatística Agropecuária (GCEA/IBGE) , as chuvas excessivas causaram as perdas agrícolas. Ela chama atenção para a tendência de aumento das perdas. “Os técnicos continuam em campo fazendo o levantamento, além disso a Funceme já falou que esse inverno é o de maior intensidade nos últimos anos”, diz.

Na comparação com o mês anterior, houve variação de 17 produtos, sendo uma alteração positiva e as demais negativas. O único produto que alterou positivamente foi o coco-da-baía (seco).

Cereais – No grupo de cereais, leguminosas e oleaginosas, as modificações negativas ocorreram no algodão herbáceo de sequeiro, amendoim, arroz de sequeiro, fava, feijão de arranca de 1ª safra (Phaseollus), feijão de corda de 1ª safra (Vigna), feijão de corda de 2ª safra (Vigna), girassol, milho (grão) e mamona.

Segundo o IBGE, além da perda no rendimento (kg/ha), cinco produtos já apresentam também áreas perdidas. O feijão de corda de 1ª safra (Vigna) (23.641 hectares) e o milho (grão) (21.890 hectares) foram os produtos que mais apresentaram perdas na área. Estas perdas, diz o relatório, devem-se ao fato desses dois produtos serem plantados em todos os 184 municípios cearenses e há grande contingente de cultivo associado. As perdas de área seguem-se com arroz de sequeiro (147 hectares), feijão de arranca de 1ª safra (Phaseollus) (106 hectares) e o algodão herbáceo de sequeiro (33 ha).

Todas as regiões apresentam perda no rendimento. Porém, até então, segundo o relatório, as que apresentaram perda de área são litoral de Camocim e Acaraú, Coreaú, Meruoca, Sobral, Itapipoca, Uruburetama, sertão de Quixeramobim, sertão de Senador Pompeu.

Frutas – Entre as frutas frescas, composto de 14 produtos, houve declínio na estimativa de produção da melancia e da banana em relação à projeção anterior.

Apesar dessas perdas, ainda espera-se uma produção de 994.487 toneladas de frutas frescas, um crescimento de 0,51% em relação ao primeiro prognóstico (989.400 t), efetuado em janeiro, e alta de 3,55% frente à safra obtida em 2008 (960.371 t).

No grupo dos frutos secos, a castanha-de-caju permanece apresentando uma estimativa de 149.278 t, incremento estimado em 0,14%, ante a expectativa inicial (149.074 t) e de 23,32% em relação a safra de 2008 (121.045 t).

Entre os frutos com rendimento expresso em mil, a produção esperada para o abacaxi permanece em 105.747 mil frutos, um incremento de 1,56%, comparando-se com a previsão inicial (104.127 mil frutos), e de 4,84% em relação a 2008 (100.865 mil frutos).

O coco-da-baía (seco) apresenta crescimento mensal insignificante, devido à reavaliação no rendimento no município de Apuiarés. A estimativa é de 148.169 mil frutos, redução de 1,60% ante a expectativa primeira (150.583 mil frutos) e de 0,28% em relação ao ano anterior (148.579 mil frutos).

Fonte: Tv Canal 13

Chuva no Ceará contribui para rompimento de represa no Piauí

Região de Viçosa (CE) teve mais que o dobro do volume médio de chuvas. Rio Pirangi, que nasce na região, é represado pela Barragem de Algodões.

Chegou a seis o número de mortos em consequência do estouro da Barragem de Algodões, no Piauí. Desabrigados e desalojados chegam a quase três mil pessoas. A força da enxurrada destruiu estradas e isolou parte do litoral do estado.

A água que vazou da represa chegou com força a outras áreas da Zona Rural de Buriti dos Lopes (PI).

Além de destruir casas, a enxurrada derrubou uma ponte na BR-343 e abriu duas crateras na rodovia, que liga Teresina a Parnaíba (PI) e Luís Correa (PI), no litoral. Para chegar a essas cidades por terra, só viajando pelo Maranhão ou pelo Ceará, o que aumento o percurso em 200 quilômetros.

As equipes de resgate encontram dificuldades para chegar aos locais onde antes existiam vilas e fazendas. Dois municípios estão sem luz elétrica e não há previsão para a solução do problema, pois as linhas de transmissão precisam ser reconstruídas.

Nas escolas, que servem de abrigos improvisados, as famílias sofrem com a falta de luz. Os desabrigados precisam de roupas, alimentos e remédios.
Nos abrigos, muito sofrimento. A agricultora Maria de Fátima Pereira perdeu a filha de 10 anos. Outra filha dela, de 16 anos, permanece desaparecida. “Não deu tempo de fazer nada, de ir atrás delas. As pessoas que perderam a casa, perderam o gado, perderam as coisas, com o tempo, podem conseguir de novo. Mas minhas filhas eu não consigo mais”, diz.

Chuva no Ceará –Parte do volume de água que provocou o rompimento da Barragem de Algodões teve origem no Ceará. O Rio Pirangi nasce em Viçosa, no Norte do Ceará, e até chegar ao Piauí recebe água de vários afluentes ao longo de 60 quilômetros. O Rio Pirangi é represado pela Barragem de Algodões.

A região de Viçosa recebeu mais do que o dobro do volume médio de chuvas registrado no período. Desde o início do ano, 17 pessoas morreram no estado por causa das enchentes.

Fonte: G1

A viagem que cura

Tratar o estresse, superar perdas importantes, comemorar realizações pessoais ou mesmo esquecer um fora do parceiro. Para tudo isso, a receita da jornalista americana Karen Schaler, ganhadora de três prêmios Emmy, é uma só: viajar. No livro Travel Therapy (algo como “A Terapia de Viajar”), Karen fala que tirar férias é a melhor maneira para repensar seus problemas e transformar a realidade. Mas há destinos e destinos. Para cada caso existe uma solução especial: se você sofreu alguma perda, não pense em viajar para locais em que fique muito tempo sozinho. Ou, se foi abandonada pelo namorado, não retorne a locais que visitou com o ex e nem pense em ir para um destino romântico (confira ao final do texto cinco testes indicando qual é o melhor local para visitar, dependendo do seu estado de espírito).

Karen sabe do que está falando. Em fevereiro de 2007, ela tinha acabado de terminar um relacionamento, enfrentava problemas de saúde e esgotamento profissional. Foi escalada para cobrir a guerra contra o Afeganistão, na fronteira com o Paquistão. “Não percebi que estava usando a viagem como terapia”, diz a ÉPOCA. Ela voltou completamente diferente da guerra, sentindo-se “poderosa, realizada e pronta para mudanças”. De volta ao lar, deixou de trabalhar como repórter de televisão em período integral (o que fazia havia 15 anos) e compreendeu que sempre usara suas viagens para superar momentos difíceis ou comemorar feitos especiais. Foi quando resolveu passar um ano viajando e entrevistando pessoas, atrás de histórias de “cura” como as suas. Tais experiências foram compartilhadas pela autora no site www.traveltherapytrips.com – e, mais tarde, transformadas em livro.

Travel Therapy traz depoimentos dessas personagens reais, que também conseguiram superar momentos difíceis por meio de viagens. É o caso de uma mulher que se submeteu a um mergulho com tubarões para esquecer o recente divórcio. A experiência deu a ela a confiança que precisava para levar a sua vida adiante. Ou de uma garota que, submetida a uma segunda cirurgia no cérebro, conseguiu se recuperar rapidamente durante as férias. Também há comentários de psicólogos e psiquiatras sobre o bem que a viagem certa pode fazer à mente, ao corpo e à alma.

Karen viajou para mais de 30 países, mas ainda não conhece o Brasil – daí o motivo de não ter destinos nacionais no livro. “Tenho orgulho de dizer que visitei cerca de 95% dos destinos descritos no livro, ou tive algum conhecido muito próximo que o fez, da África à Indonésia e da Europa ao México”, diz. “Em vez de gastar tempo e dinheiro com a viagem errada, o livro ajuda a escolher os destinos apropriados levando em consideração seus gostos e condições psicológicas”, afirma. Investir na viagem errada é perder dinheiro – o que pode acarretar outros problemas.

Se você está passando por algum período difícil, faça os testes abaixo de acordo com sua situação e arrume as malas: Karen sugere três destinos internacionais e ÉPOCA indica um nacional, seguindo a mesma linha da autora, para você superar o problema.

Fonte:http://revistaepoca.globo.com/

TRF suspende ordem judicial e mantém governador de Rondônia no cargo

O Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) reverteu, na noite de sexta-feira (29), a decisão judicial que havia determinado o afastamento do governador de Rondônia, Ivo Cassol (sem partido), por 90 dias. Assim, até o julgamento definitivo do processo, ele poderá permanecer no cargo.

A decisão tomada por volta das 22h pelo desembargador Tourinho Neto atende a recurso protocolado por Cassol contra ordem da Justiça Federal em Rondônia, que, na quinta (28), fixou prazo de 48 horas para que o vice-governador, João Aparecido Cahula, assumisse a função de governador.

Em seu despacho, ainda não divulgado para a imprensa, Tourinho Neto considerou os possíveis danos que o estado sofreria por uma decisão de primeira instância, ainda não definitiva, caso Cassol deixasse o cargo de imediato.

Em nota, o governo de Rondônia detalha o que motivou o desembargador a atender o recurso. “A decisão do desembargador Tourinho Neto explica que concedeu a antecipação recursal favorecendo o governador Ivo Cassol em virtude de ter sido demonstrado nos autos que o Estado de Rondônia sofreria danos políticos e sociais caso o afastamento fosse concretizado por decisão de primeira instância, além de que a Lei de Improbidade não pode ser aplicada contra agentes políticos, como determinava a sentença inicial”, destaca trecho da nota.

Denúncia – O Ministério Público acusa Ivo Cassol de usar delegados da Polícia Civil para coagir testemunhas e obstruir investigações da Polícia Federal no processo que responde por suposta compra de votos nas eleições de 2006.

“Todos os entendimentos da assessoria jurídica convergem para a concessão de liminar anulando a decisão do magistrado, uma vez que as há conflitos entre as doutrinas e não há qualquer ameaça à ordem pública ou ao andamento do processo”, destaca nota divulgada na quinta-feira pelo Departamento de Comunicação Social do governo de Rondônia.

Ivo Cassol também responde a processo criminal no Supremo Tribunal Federal (STF) pelo mesmo motivo. No ano passado, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) suspendeu em caráter provisório a decisão da Justiça Eleitoral de Rondônia que havia cassado o mandato do governador e de seu vice.

O julgamento definitivo do processo de cassação do mandato de Cassol deve ocorrer neste ano no TSE.

Fonte: G1

Concurso: 4 mil vagas para professores do Estado

Dia 30 de junho de 2009. Nesta data, a Secretaria da Educação do Ceará (Seduc) deverá lançar o edital do concurso para selecionar 4 mil professores. Fonte do órgão informa que as vagas são destinadas a atender às demandas da rede básica de ensino em todas as 22 coordenadorias regionais do Estado, principalmente as de Fortaleza, Maracanaú e Sobral.

“Uma comissão já está trabalhando na conclusão do edital e, até o próximo dia 20, vamos definir a empresa que vai organizar o concurso”, afirma o secretário executivo da Seduc, Idilvan Alencar.

As oportunidades são para quem possui ensino superior completo e a remuneração inicial prevista é R$ 1.257,34, inclusas as gratificações. A carga horária é de 40 horas/aula semanais. Esse valor pode ser modificado (para mais ou menos) após a aprovação do Plano de Cargos, Carreiras e Salários da categoria, que está em fase de elaboração.

No processo seletivo, a novidade pode ser a realização de uma prova didática, em que os candidatos terão que apresentar aula para a comissão julgadora avaliar. “Estamos estudando essa proposta, mas ainda não decidimos. O certo é que iremos realizar provas objetivas e de títulos”, garante Alencar.

SERVIÇO – Acompanhe o lançamento e as novidades sobre este concurso pelo site da Seduc: www.seduc.ce.gov.br

PREFEITURA TAMBÉM GARANTE CONCURSO

Assim como a Seduc, na Prefeitura de Fortaleza obtivemos confirmação, por meio da Secretaria Municipal da Educação (SME), de que também lançará concurso, neste ano, para professores. Embora não se tenha definido o número de vagas, a informação na SME é de que o edital da seleção está praticamente pronto e será divulgado após a finalização do processo de lotação dos profissionais nas unidades escolares da Rede Municipal de Ensino. As vagas serão destinadas a professores do Ensino Infantil, do Ensino Fundamental do 1º a 5º ano (Professor Pedagogo) e do 6º ao 9º ano (Professor Área Específica). Poderão participar da seleção candidatos com ensino superior completo em Pedagogia ou, em áreas específicas, conforme o nível de ensino e descrição das vagas.
(BB)

Fonte: O Povo

Concurso: Dnocs lança dois editais em junho

O Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs) deve divulgar, nos próximos 30 dias, dois editais de concursos. Uma para seleção de 82 vagas efetivas e outro para 15 temporárias. Quem garante é o coordenador de recursos humanos da entidade, Marley Cisne. “Estamos fechando os detalhes da contratação da empresa organizadora e até o final de junho esses editais já deverão estar divulgados”, afirmou.

Das vagas efetivas, 36 são para agente administrativo (função que exige ensino médio completo dos candidatos), 30 para administrador, cinco para contador, seis para engenheiro e seis para economista. O processo seletivo, previsto para ser realizado no mês de setembro que vem, se constituirá de três fases: prova escrita, avaliação de títulos e avaliação oral (entrevista). A remuneração inicial, sem o acréscimo dos benefícios, é de R$ 1.550 para cargos de nível médio e R$ 2.550 para cargos de nível superior.

Já as vagas temporárias são todas para Engenheiros, distribuídas entre as funções de engenharia civil, elétrica, hidráulica, mecânica e sanitária. Os vencimentos iniciais variam de R$ 3.800 a R$ 8.300. Os aprovados nesta seleção assinarão contrato de 12 meses, com possibilidade de renovação por até cinco anos.

Todas as vagas dos concursos do Dnocs são para atuar em atividades do órgão em Fortaleza e nos demais escritórios da entidade pelo País. Além das duas seleções está previsto um novo concurso para 2010, dessa vez para o preenchimento de 300 vagas efetivas. “Falta só a autorização do Ministério do Planejamento”, lembra Cisne.

Fonte: Bruno Balacó

Copa 2014: “Fortaleza está dentro”

Fortaleza é uma das cidades-sede da Copa 2014, que será realizada no Brasil. Foi o que garantiu o senador Tasso Jereissati (PSDB), ontem à tarde, em Itapipoca, a 125 quilômetros de Fortaleza, durante seminário promovido pelo partido no norte do Estado.

“Fortaleza está dentro (incluída entre as escolhidas pela Fifa). Tenho plena certeza que estamos dentro. Eu garanto”, ressaltou o senador tucano, em entrevista coletiva, ao comentar sobre a expectativa da Capital ser anunciada entre as 12 cidades-sede da Copa, em evento da Fifa que ocorre às 15h30min de amanhã, em Nassau, nas Bahamas.

Apesar da grande proximidade com o presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Ricardo Teixeira, o senador Tasso Jereissati não revelou qual o dirigente da entidade que assegurou a indicação de Fortaleza no maior evento do futebol mundial. “Eu garanto. É certeza absoluta”, insistiu Tasso.

O POVO apurou que, nos últimos meses, o senador tucano conversou com Ricardo Teixeira sobre as chances de Fortaleza ser indicada como cidade-sede. A amizade entre o político cearense e o dirigente da CBF foi exposta durante a Copa do Japão e Coréia do Sul, em 2002, quando Tasso Jereissati, então governador do Ceará, conseguiu duas partidas da seleção no estádio Castelão. Uma antes da estreia do Brasil na competição e a outra na primeira apresentação da e quipe como pentacampeã.

Alguns sites e blogs anteciparam ontem a relação completa das 12 cidades-sede da Copa 2014. Em todas, Fortaleza estava incluída. Como a do colunista esportivo Ancelmo Gois, do O Globo, que aponta ainda Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Porto Alegre, Curitiba, Brasília, Cuiabá, Manaus, Salvador, Recife e Natal. Além das 12 prováveis sedes, continuam ainda como cidades candidatas: Rio Branco (AC), Belém (PA), Maceió (AL), Goiânia (GO), Florianópolis (SC) e Campo Grande (MS).

Especula-se ainda que São Paulo sediaria a abertura da Copa, enquanto o Rio de Janeiro ficaria com a decisão.

Evento oficial – O secretário do Esporte do Estado, Ferrúccio Feitosa, disse por meio da sua assessoria de imprensa que não iria se pronunciar sobre a divulgação antecipada do senador Tasso Jereissati. De acordo ainda com a assessoria, Ferrúccio Feitosa prefere aguardar pelo anúncio oficial do presidente da Fifa, Joseph Blatter, e do presidente da CBF, Ricardo Teixeira.

Fonte: Jornal O Povo

Chega a 8 o número de mortos por conta de rompimento de barragem no Piauí

Chega a oito o número de mortes no Piauí por conta do rompimento da Barragem Algodões I, ocorrido no dia 27, no município de Cocal. A sétima morte, a adolescente Maria Alexandra Pereira, de 16 anos, foi encontrada pelo Corpo de Bombeiros. O trabalho de busca continua a ser realizado pelas equipes.

De acordo com as autoridades, equipes de médicos, enfermeiros, psicólogos e assistentes sociais prestam atendimento nos 14 povoados atingidos pelas águas.

Fonte: https://dialogospoliticos.wordpress.com/

Suposto vazamento da lista de sedes da Copa 2014 irrita presidente da CBF

O anúncio das cidades que irão sediar os jogos da Copa do Mundo de 2014 será apenas neste domingo, mas na última sexta-feira uma lista com as supostas escolhidas foi publicada em um blog. A informação agitou os bastidores e irritou o presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e do comitê organizador do Mundial, Ricardo Teixeira.

Um interlocutor do dirigente exprimiu o sentimento de Teixeira. Segundo ele, o temperamento do presidente da CBF poderia até provocar uma mudança de última hora na lista de cidades escolhidas, apesar de essa possibilidade ser encarada apenas como uma ameaça, com poucas chances de ser concretizada.

Pela suposta lista que vazou à imprensa, as cidades escolhidas seriam Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Cuiabá (MT), Curitiba (PR), Fortaleza (CE), Manaus (AM), Natal (RN), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA) e São Paulo (SP). Dessa forma, Belém (PA), Campo Grande (MS), Florianópolis (SC), Goiânia (GO) e Rio Branco (AC) ficariam fora.

Neste sábado, Ricardo Teixeira participou da reunião do conselho executivo da Fifa realizada no período da tarde, no hotel Atlantis, o mesmo em que acontecerá o anúncio das sedes. O dirigente, no entanto, não quis comentar o teor do encontro ou dar informações sobre a escolha para a Copa do Mundo de 2014.

Já neste domingo, Teixeira fará a revelação das sedes em um evento ao lado do presidente da Fifa, Joseph Blatter, e do secretário-geral da entidade, Jerome Valcke, colocando, assim, um ponto final nas especulações, pelo menos as em torno do nome das cidades escolhidas.

Fonte: Esporte Uol

Patrícia Saboya agora admite disputar reeleição ao Senado

“A senadora Patrícia Saboya anuncia: “Se o PDT me convocar, disputarei a reeleição em 2010”. Patrícia chegou a anunciar a troca desse projeto por uma cadeira de deputada federal. Ela, no entanto, avisou estar repensando. Nos bastidores, fala-se que Patrícia aposta na divisão interna da base aliada do governador Cid Gomes (PSB) no quesito vagas de senador. Ela tem dito para amigos próximos, por exemplo, não ter medo de enfrentar Eunício Oliveira (PMDB) e que não dispensaria repetir a dobradinha com Tasso Jereissati (PSDB), mesmo que o PDT sinalize o contrário. Na base aliada, as únicas certezas: Cid Gomes vai para reeleição e Eunício disputará uma vaga de senador.” 

Fonte: Coluna Vertical, do O POVO

José Dirceu diz na Época que Dilma é a candidata do PT

José Dirceu deu entrevista à revista Época desta semana. Entre vários assuntos, ele reitera o que disse em Fortaleza quando aqui esteve no fim de semana passada: Dilma Rousseff é a candidata do PT à sucessão de Lula.“Sem mandato há quase quatro anos, desde que foi cassado por causa do mensalão, José Dirceu continua operante. Num escritório na Zona Sul de São Paulo, mantém agenda e contatos de político influente. Ao receber ÉPOCA, fazia três coisas ao mesmo tempo. Estava grudado no noticiário da TV sobre o câncer da ministra Dilma Rousseff, despachava com assessores assuntos de seu blog e se preparava para uma reunião com a arquiteta Hermínia Maricato, ex-secretária do Ministério das Cidades.

Ao falar da CPI da Petrobras, disse que se informava de tudo com o presidente do Congresso, José Sarney. Atento aos bastidores de Brasília, procura mostrar entusiasmo com a candidatura

Fonte: Blog do Eliomar

Cid Gomes resistiria a nome do PT para o Senado, avaliam aliados

“Desde abril, em reunião do diretório estadual cearense, o PT oficializou intenção de ter candidato próprio ao Senado, sem cogitar perder a vaga do vice-governador, já ocupada pelo partido. Embora não haja ainda nenhum pré-candidato já lançado, nomes como Ilário Marques, atual presidente da sigla no Estado; José Pimentel, ministro da Previdência e deputado licenciado; e até a prefeita Luizianne Lins já foram cotados para o posto.

Garantir a vaga para o Senado na coligação, com o apoio de Cid Gomes (PSB), não é tão simples quanto aprovar uma resolução em um encontro. Por já ocupar a vaga de vice, o PT deverá permanecer apenas com este posto na grande aliança, segundo interlocutores do governador Cid Gomes em partidos aliados.

O POVO apurou que, em conversa com líderes do PMDB, PP e PR, o governador declarou que as suas únicas certezas seriam de manter o PT na vice e Eunício Oliveira (PMDB) como candidato ao Senado. “Ele não chegou a dizer que o PT não teria a vaga para o Senado, mas deixou isso insinuado”, declarou um dos participantes do encontro.

Não há muitas definições a respeito da segunda vaga para o Senado dentro da coligação. Fontes dentro do PSDB confiam que a tendência é que a base cidista não apresente um segundo nome. A lacuna seria, na prática, um apoio informal à reeleição do senador tucano Tasso Jereissati. Já haveria entendimentos como governador nessa direção.

Da parte de Tasso Jereissati, não haveria resistência ao acordo velado. Em 2002, o tucano já fechou aliança branca com Patrícia Saboya (PDT), mesmo impedido pela regra da verticalização, então em vigor. Na época Patrícia era candidata do PPS e não podia fazer coligação com o PSDB, pois ambos os partidos possuíam candidatos à Presidência: José Serra (PSDB) e Ciro Gomes (PPS).

Da parte do PT, porém, ter candidato ao Senado não se trata apenas de desejo, mas uma deliberação nacional de garantir uma base forte para o Senado para a próxima legislatura.

* Do Jornal O POVO deste domingo aqui.

Texto do Blog do Eliomar

Fenômeno Susan Boyle perde programa de calouros no Reino Unido

A Susan Boyle, 48, a cantora escocesa que se tornou sucesso na internet, perdeu a final do programa “Britain’s Got Talent“, neste sábado. Ela ficou em segundo lugar, enquanto o grupo de dança de rua Diversity foi o vencedor, escolhido por meio de voto popular.

O grupo de dança, de Essex, na Inglaterra, ganhou um prêmio de 100 mil libras (R$ 320 mil) e a oportunidade de se apresentar para a Rainha Elizabeth 2ª. Depois do resultado, Boyle afirmou lacônica: “Ganharam os melhores” –ela desejou a eles “tudo de bom”.

Boyle se apresentou no programa cantando “I Dreamed a Dream”, tema do musical “Os Miseráveis”, mesma música que a tornou famosa no mundo todo (veja o vídeo).

Com um visual evidentemente mais produzido que na primeira apresentação, com um vestido longo em cor prata, Boyle novamente impressionou os jurados, que a aplaudiram de pé. “Foi a melhor apresentação que eu já vi na história do “Britain’s Got Talent’. Você deveria ganhar. Eu amei”, afirmou Piers Morgan, um dos jurados.

Ele ressaltou que a candidata teve uma semana difícil, com o assédio da imprensa e do público. Apesar de especulações de que estava muito tensa, com a pressão da mídia, ela apareceu concentrada e segura em cena.

Questionada por um dos jurados se lamentava ter deixado sua cidade da Escócia para tentar uma chance no mundo do entretenimento, ela respondeu: “Valeu a pena, verdadeiramente”. “Sinto-me, em cena, como se estivesse em casa; nós estamos entre amigos, não é?”

Apesar disso, ela acabou em segundo lugar. Na terceira colocação ficou o saxofonista Julian Smith. O pequeno Shaheen Jafargholi, 12, apontado como principal competidor da cantora, não foi selecionado entre os três primeiros.

Boyle, uma escocesa que diz nunca ter beijado ninguém, enfrentou dez concorrentes, incluindo dois grupos de dança de rua (Diversity e Flawless) e crianças.

Fonte: Folha Online

Desabrigados pelas chuvas no Maranhão reverenciam Lula

Apesar de estarem há quase dois meses sem ter onde morar por causa das enchentes, os desabrigados do Vale do Mearim, no Maranhão, mantêm aparentemente intacto o seu apoio ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Quase todos os cerca de 20 entrevistados pela BBC Brasil na região disseram que votariam de novo no presidente, mas poucos já ouviram falar na ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, que está sendo preparada por Lula para concorrer à Presidência em 2010.

Expulsos de suas casas pelas chuvas e muitos deles obrigados a viver em abrigos superlotados e sem higiene, os moradores da região criticam autoridades locais por causa da situação em que vivem.

No entanto, quando o assunto é o presidente, as respostas são quase sempre de admiração e reverência.”Com o Lula, nossa vida está muito melhor, (a qualidade de vida) quadruplicou”, disse o agricultor Hermógenes Francisco da Conceição, de 76 anos.Conceição vive na localidade de Santa Rosa, no município de Bacabal, um dos mais atingidos pelas cheias no Maranhão.No local, à beira do rio Mearim, moram cinco famílias, alguns porcos, galinhas e muitos cachorros.A comunidade não tem luz elétrica, ninguém lá sabe ler e Conceição não soube dizer ao certo quantas crianças vivem no local. A mais nova, de cerca de um ano de idade, não tem nome nem idade certa, porque ainda não foi registrada.Ninguém frequenta a escola, localizada a 1h30 de bicicleta, quando as estradas estão transitáveis. As mulheres nunca ouviram falar em métodos anticoncepcionais.Apesar das dificuldades, Conceição e a família disseram que o presidente melhorou sua vida e a dos pobres do país, e que votariam nele novamente caso fosse candidato. Bolsa FamíliaQuase todos os entrevistados pela BBC Brasil citaram o programa Bolsa Família como o principal motivo para apoiarem o presidente.”Isso melhorou muito a nossa vida, a de muitas famílias. Eu recebo R$ 122 por mês”, afirmou Eliene da Silva Brito, 36 anos, que há mais de dois meses vive em um abrigo improvisado em um ginásio da cidade de Trizidela do Vale.A agricultora, o marido e os cinco filhos tiveram de deixar sua casa de barro, inundada até a metade da parede. No abrigo, dividem espaço com os poucos móveis que conseguiram salvar da água. “Votei no Lula e voto de novo”, disse Eliene.

Em outro abrigo de Trizidela do Vale, montado em um hospital abandonado, diversas famílias disseram que repetiriam o voto no presidente.De todas as pessoas ouvidas pela BBC Brasil, apenas o comerciante Edivaldo Almada de Oliveira, 54 anos, disse que não votaria de novo no presidente.”Eu votei nele, mas o Lula nunca mereceu voto de ninguém. Toma de um pra dar para os outros”, afirmou Oliveira, que teve seu bar inundado e saqueado durante as enchentes.

Fonte: BBB Brasil, colaboração de O Globo

Artigo: Dilma Rousseff, nossa candidata se consolida

Vou voltar ao tema das eleições de 2010, da tática do PT e da política de alianças, apoiado na pesquisa encomendada pelo partido, da Vox Populi, publicada essa semana. Excelente para o PT, a pesquisa nos dá o cenário atual da disputa para a presidência e para o governo dos principais Estados do país: São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Bahia, Rio Grande do Sul.

A primeira conclusão é que a candidatura Dilma Rousseff se consolidou não apenas no PT, mas no eleitorado brasileiro. Já passou de 20% e está empatada com Aécio Neves e Ciro Gomes. A segunda é que por ser do Sul, do Rio Grande, Dilma tende a crescer e tirar a vantagem que a oposição construiu naquela região do país desde nossa vitória em 2002. A terceira é que ela ainda tem muito para crescer no Nordeste e no Norte e em todo país: 54% dos eleitores ainda não sabem que Dilma é apoiada pelo presidente Lula.

Mas a eleição não é só nacional, é também estadual, e tem importância para consolidarmos nossas alianças não só com o PMDB, que hoje governa 7 Estados; mas também com o PSB, que governa 3 Estados, o que nos leva à necessidade de fazermos alianças com esse partido em Estados prioritários ou, no mínimo, construir dois palanques.

A pesquisa chama atenção para a situação de São Paulo, onde o PMDB já apóia o PSDB (que também tem apoio do DEM e do PTB-PPS-PV) e o PT ainda não tem candidato e uma aliança. Mesmo não sendo boa sua situação nas pesquisas, o PT tem uma base eleitoral de 35% dos votos. Também conta com a disputa entre os tucanos Gilberto Kassab, Geraldo Alckmin e Aloysio Nunes Ferreira na base do governo Serra e com a promessa de candidatura única ao senado à Orestes Quércia que não se sustentará.

Neste contexto, Minas Gerais passa a ser a principal questão para nossa vitória em 2010. Aécio Neves pode ser candidato ao senado, apoiando seu vice Antonio Augusto Anastasia; ser vice de José Serra; ou mesmo sair do PSDB, renunciando o mandato em setembro dentro do prazo da legislação eleitoral. Para nós, do PT, a pior hipótese é sua candidatura a vice, o que poderia inclusive nos levar a uma aliança em Minas com o PMDB, mesmo não tendo a cabeça de chapa. Vale lembrar que hoje, a situação em Minas é de disputa interna no PT, entre duas correntes lideradas por Patrus Ananias e Fernando Pimentel, respectivamente. Apesar do bom resultado nas pesquisas para nós – mas que são encabeçadas por Hélio Costa senador e ministro do PMDB, nosso aliado – unidos temos chances reais de vencer as eleições.

No Rio de Janeiro, caminhamos para a consolidação da aliança com o PMDB e Sérgio Cabral, temos grandes possibilidades de um palanque forte e com chances de reeleger o governador e eleger um senador e do PT.

Já na Bahia, a situação não é fácil. Se é fato que o governador Jaques Wagner tem todas as condições de se reeleger, a crise na aliança com o PMDB que se aproximou do DEM, o PSDB, por sua vez, pela primeira vez na história do Carlismo na Bahia, tende a uma aliança com o ex-pefelistas, o que acende uma luz de alarme.

No Rio Grande do Sul, o PMDB está à cavaleiro para construir uma aliança com o PSDB (dado o desgaste de Yeda Crusius); ou com o bloco PDT-PSB-PC do B e com apoio do PTB, que poderia apoiar ou não Dilma Rousseff. O PT fica com uma candidatura forte (mais de 30% de votos), mas isolado para o segundo turno.

Se acrescentarmos a esses cenários as dificuldades que temos com o PMDB no Pará,Tocantins e no Mato Grosso do Sul e a oposição deste partido ao governo Lula em São Paulo, Pernambuco, Acre, Santa Catarina, veremos que apesar da real possibilidade de alianças nos Estados de RJ, GO, RO, PR, AL, SE, CE, PI, MA, AP, AM, ES, PB, RN, será nos estados de Minas, Rio e Bahia que decidiremos o futuro da aliança nacional.

Junto ao PSB, sem desconsiderar a pré candidatura de Ciro Gomes, temos grandes chances de consolidar a aliança nacional com coligações nos Estados governados por esse partido: Ceará, Pernambuco e Rio Grande do Norte; e podemos montar palanques ainda na Paraíba. Agora, tanto para o PSB, como para o PDT, o PC do B, o PR e mesmo o PMDB, contará também a eleição para o Senado e a Câmara dos Deputados, o que para o PT é decisivo e fundamental para a governabilidade no próximo governo.

A preferência nacional pelo PT de 29% dos eleitores permite ao partido eleger uma grande bancada de deputados e senadores. Assim, fica clara a necessidade de priorizar a eleição nacional, a de presidente e de senadores e deputados; e de construir palanques nos Estados, possivelmente tendo o PT que abrir mão de candidaturas legítimas e naturais, em nome do projeto nacional e da maioria no Congresso Nacional.

José Dirceu é ex-ministro da Casa Civil

Fifa e CBF já escolheram as 12 sedes da Copa 2014, diz colunista

A Fifa e a CBF já têm definida a lista das 12 cidades brasileiras que vão receber os jogos da Copa de 2014. O anúncio oficial será feito no domingo, às 16h, em Nassau, nas Bahamas, em cerimônia que contará com a presença de Ricardo Teixeira e de Joseph Blatter, presidente da entidade máxima do futebol.

Os locais, segundo o jornalista Ancelmo Gois, de O Globo, são Rio de Janeiro (palco da final), São Paulo, Belo Horizonte, Porto Alegre, Curitiba, Brasília, Fortaleza, Salvador, Recife, Natal, Cuiabá e Manaus.

As cinco cidades que ficaram de fora são Campo Grande (MT), Florianópolis, Goiânia, Manaus e Rio Branco.

De acordo com a nota, Florianópolis foi preterida por Natal por “razões políticas e logísticas”. Já Cuiabá derrotou Campo Grande pelo prestígio político do magnata da soja e governador Blairo Maggi. Manaus teria superado Belém e Rio Branco por ter a sede amazônica como cartão postal.

Os estádios do Maracanã e do Morumbi prometem colocar telões na hora dos jogos Flamengo x Atlético-PR e São Paulo x Cruzeiro para acompanhar o anúncio.

Fonte: http://band.com.br/futebol/conteudo.asp?ID=146263

Política Cultural: BNB e BNDES firmam parceria

No último dia 21, foi assinado em Recife o convênio de apoio à cultura entre o Banco do Nordeste (BNB) e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) no valor de R$ 12 milhões a serem investidos ao longo de 2010 e 2011 em toda a região Nordeste, além do norte de Minas Gerais e do Espírito Santo. Serão R$ 3 milhões proveniente de cada banco em cada ano, equivalendo ao importe de R$ 6 milhões anuais. O programa de incentivo será realizado mediante seleção pública de projetos. O edital já se encontra disponível no Portal do BNB (www.bnb.gov.br). A partir do próximo dia 2 de junho, será iniciado o ciclo de oficinas de preparação de projeto que ocorrerá até o final do mês em mais 43 cidades, quando iniciam as inscrições, dia 29 de junho.

Além do edital do BNB e do BNDES, foi apresentado e discutido também no evento Editais de Cultura, que aconteceu em Recife reunindo representantes do Ministério da Cultura, empresas públicas, privadas e interessados no tema o programa de microprojetos de incentivo à cultura em regiões do semi-árido entre um e trinta salários mínimos com o investimento total de R$ 15milhões. Cada estado terá até o dia 21 de junho para redesenhar o edital apresentado no seminário, adequando à realidade local de cada região. Os estudos preliminares da pernambucana Tânia Bacelar para o desenvolvimento do Nordeste através da cultura 2009 – 2020 também foram apresentados e debatidos no Seminário. A economista se baseia nos estudos de Celso Furtado para a execução de um plano estratégico através da cultura.

O dinheiro destinado a cultura através dos editais do BNB desde 2005 dobrou com a parceria do BNDES. No ano passado, com o investimento de R$ 3 milhões, o BNB atendeu a 8% da demanda de R$ 45 milhões apresentados em projetos. De acordo com Henilton Menezes, gerente de cultura do Banco do Nordeste, esse convênio poderá suprir a demanda em até 15%. “Admitamos que 30% do valor apresentado nos projetos sejam avaliados como aptos para realização – acho um número ainda conservador – mas estaríamos suprindo metade dela”, declarou em entrevista por telefone.

Ele ainda disse que durante o Seminário a assinatura do convênio despertou o interesse de outras empresas em se tornar parceiras nos editais de incentivo à cultura junto ao BNB. O presidente da Companhia Hidro Elétrica de São Francisco (Chesf), por exemplo, colocou-se a disposição para discutir e levantou a possibilidade em aderir ao convênio para o edital de 2010. “Se nós temos estrutura para fazer um edital de R$6 milhões, porque não de R$ 9 milhões ano que vem?”, questiona otimista o gerente de cultura do BNB Henilton Menezes.

O incentivo do BNDES e estas iniciativas que abrem o diálogo com outras empresas para aumentar a verba destinada aos editais de incentivo à cultura, em especial, no Nordeste junto ao BNB vêm diminuir a diferença gritante que havia entre as regiões, especificamente dos editais do Sul e Sudeste.

Fonte: O Povo

Grupo Santander inicia inscrições para o Universidade solidária

O Grupo Santander Brasil abriu ontem (28) as inscrições de projetos para a 12ª edição do Concurso Banco Real Universidade Solidária. Destinado à participação de instituições de ensino superior em todo o País, o concurso selecionará e apoiará a implementação de projetos sociais capazes de fortalecerem o desenvolvimento e contribuírem para a geração de renda de comunidades pobres de diversas regiões.

Realizado desde seu início em parceria com a Universidade Solidária (Unisol), o concurso vem obtendo excelentes resultados ao mobilizar universidades e comunidades, engajar professores e alunos e colocar o conhecimento das instituições de ensino superior à disposição das comunidades pobres.

Entre 2004 e 2008, o concurso recebeu projetos de 344 universidades, envolvendo 221 estudantes e beneficiando diretamente 1448 pessoas. A presente edição selecionará dez projetos para receberem R$ 40 mil por ano, com a possibilidade de renovação por mais um ano. A implementação de cada projeto receberá a consultoria da Unisol e da equipe técnica do Banco Real, maximizando os resultados e promovendo o diálogo na busca das melhores soluções para enfrentar os problemas.

Fonte: Agência Envolverde

Bradesco acirra disputa com bancos públicos

SÃO PAULO – Depois de perder a posição de maior banco privado do País para a fusão entre o Itaú e Unibanco, o Bradesco se arma durante o período de crise, com o intuito de alcançar a concorrência de forma orgânica, passado o momento de turbulência econômica.

Para o diretor da InterCapital Finanças, Fábio de Carvalho Pinto, o crescimento orgânico seria a melhor opção do Bradesco. “Já não há no mercado oportunidades que justifiquem adquirir uma instituição. Não vejo um banco que possa trazer uma quantidade de contas que agregue valor às operações do Bradesco”, afirma.

Com vista nesse objetivo, a instituição está alongando prazos de financiamento com garantia, buscando relacionamento com o cliente por períodos mais longos e fidelização. O banco baixou os juros de diversas linhas de crédito imobiliário e aumentou o prazo máximo de financiamento de 25 para 30 anos. No crédito para veículos, a instituição também reduziu taxa e aumentou o prazo de 60 meses para 80 meses. “Principalmente no setor imobiliário, o banco está baixando o tíquete médio e pulverizando riscos. Assim, empresta pouco para muitos e cria uma massa de clientes.” Quando compra uma casa com financiamento de 10 ou 15 anos, completa o analista, o cliente estará com a instituição por um longo período, abrindo conta corrente, poupança e comprando outros serviços.

O vice-presidente da instituição, Norberto Barbedo, admite ser essa a intenção, além de ganhar market share no setor imobiliário, com ênfase nas classes mais baixas. “Esses clientes ainda farão negócios com o banco por 5, 15 e até 30 anos. Teremos uma política agressiva em relação a clientes com rendimento entre três e 10 salários mínimos.” Além disso, o banco projeta um crescimento na participação nesse de mercado em 18 meses, que passaria de 22% para 26%. “Vamos entrar para vencer. Queremos uma participação condizente com o tamanho do Bradesco”, garante.

Para o diretor executivo do banco, Ademir Cossielo, não se podia esperar a crise passar para posicionar-se em relação às taxas e prazos de suas linhas de financiamento. “Estamos muito atentos às condições de mercado e é preciso tomar um posicionamento imediato. O Bradesco é um banco muito ativo, com grande capilaridade. Não podíamos esperar passar esse momento econômico”, diz.

O diretor da InterCapital, Carvalho Pinto, acredita que o Bradesco, terceiro colocado no ranking por ativos nacional, com R$ 482,141 bilhões, possa levar vantagem nesse processo de crescimento. “Enquanto ele já está crescendo organicamente e de forma estruturada, seus principais concorrentes estão se integrando depois de fazerem fusões e aquisições.” O Itaú Unibanco, líder no ranking, com R$ 618,943 bilhões, planeja estar integrado em dois anos. Já o Banco do Brasil, segundo colocado, com R$ 591,925 bilhões, adquiriu recentemente o Nossa Caixa e 50% do banco Votorantim.

Fonte: http://www.dci.com.br/

BB estende prazo de inscrição de concurso público para escriturário

RIO – O Banco do Brasil S.A. estendeu o prazo de inscrição para a seleção pública de formação de cadastro de reserva para o cargo de Escriturário. Os interessados poderão se inscrever até o dia 7 de junho, no site do Cespe/UnB . Os candidatos precisam ter formação em nível médio e é para os estados do Acre, do Amapá, do Amazonas, do Maranhão, de Pernambuco, de Rondônia e de Roraima e para as cidades de Afuá/PA, Almeirim/PA e Monte Dourado/PA.

A remuneração prevista é de R$ 1.037,40 mensais e gratificação semestral de 25%, paga mensalmente. Os interessados devem pagar uma taxa de R$ 42,00, para confirmar a inscrição.

Os candidatos aprovados e convocados terão como vantagens oferecidas pelo Banco do Brasil a possibilidade de ascensão e desenvolvimento profissional; participação nos lucros ou resultados, nos termos da legislação pertinente e acordo sindical vigente; e possibilidade de participação em planos assistenciais e previdenciários complementares.

A seleção será composta de provas objetivas, aplicadas em 32 cidades, nos estados que serão contemplados com o concurso. O local e horário de realização das provas deverão ser divulgados em 15 de junho, no site do Cespe/UnB e no Diário Oficial da União.

Fonte: O Globo

Vereador de Ipaumirim-Ce é condenado por tráfico de drogas

O juiz da comarca de Ipaumirim deferiu na quinta-feira (28),  a denúncia oferecida pelo Ministério Público do Estado do Ceará, através do promotor de Justiça Adriano Perdigão Coutinho, no dia 05 de fevereiro, e condenou o vereador Vanderlan Jorge Leandro, por tráfico de drogas, em pena privativa de liberdade correspondente a 12 anos de reclusão.

O juiz declarou a perda do mandato eletivo, ao mencionar a prática delituosa incompatível com o exercício do múnus público. Além do vereador, também foram condenados mais cinco comparsas: Rilson Alves da Silva, Ronaldo José da Silva, José Róseo da Silva, Joel Euclides Maximiano dos Santos e José Evandro Alves da Silva.

Segundo o promotor de Justiça, após investigações do Ministério Público, em parceria com a Polícia Federal, no dia 26 de novembro de 2008, em cumprimento de mandado de busca e apreensão, policiais federais apreenderam no Sítio Boi, localidade Saco dos Lacerdas, distrito de Felizardo, em Ipaumirim, de propriedade do vereador Vanderlan Jorge Leandro, 637 quilos de maconha, na forma de tijolos prensados, recém colhida da roça plantada no local.

Em outra interceptação, policiais federais e militares apreenderam, em 18 de dezembro de 2008, numa outra propriedade de Vanderlan Leandro mais 1.500 quilos de maconha in natura, restante da droga remanescente da roça do vereador. O promotor de Justiça observou que se encontra provada a autoria delitiva, pelos depoimentos dos denunciados e das testemunhas tomados nos inquéritos policiais.

Fonte: Assessoria de Imprensa do Ministério Público

Governador Cid Gomes inaugura nova unidade e emergência do HGF

O governador Cid Gomes inaugura nesta sexta-feira (29), às 9 horas, a emergência e a nova unidade do Hospital Geral de Fortaleza (HGF). O novo hospital permitirá  o aumento no número de atendimentos. As consultas saltarão de 12.200 para 30 mil por mês, o que representa um aumento de 146%. Quanto as cirurgias de médio e grande porte tenha um acréscimo de 150% (dos atuais 520 para 1.300 por mês). Já as internações passarão de 920 por mês para 1.508 (64% a mais que o realizado atualmente).  No total, a reforma e modernização da emergência exigiram um investimento de R$ 94,6 milhões, sendo R$ 25 milhões para aquisição de equipamentos exclusivos do Tesouro do Estado. A nova unidade ganhará o nome do médico cardiologista Régis Jucá.

Além de ampliar o número de exames laboratoriais e atendimentos ambulatoriais. O número de leitos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) também aumentará, passando de 61 para 118. Vinte leitos serão exclusivamente para pacientes com Acidente Vascular Cerebral (AVC), a doença que mais mata no Ceará e no País. Quanto as salas de cirurgias, elas aumentam de 11 para 21, sendo quatro delas definidas inteligentes, porque todo o controle é feito através de comando de voz e controle remoto. Na tela de comandos da sala cirúrgica inteligente, com um toque, por exemplo, é possível estabelecer comunicação entre as salas cirúrgicas entre hospitais, instituições de pesquisa e de ensino de qualquer lugar do mundo. Esse intercâmbio científico, com imagens ao vivo, contribui para o avanço da medicina  e de pesquisas acadêmicas, diminuindo ainda o risco de infecções.

A ampliação do HGF irá ainda se estender para a terceira etapa, que já está em licitação. Nessa etapa serão investidos mais R$15,4 milhões, que  inclui a reforma e ampliação das áreas de hemodiálise, emergência obstétrica, farmácia e nutrição.

Assessoria de Imprensa da Sesa: Selma Oliveira ( 3101.5220)

Fonte: Antônio Viana Online

Fortaleza: Novo Beco da Poeira deve ser inaugurado em agosto

As obras para a construção do novo Beco da Poeira estão em andamento e a prefeitura da capital espera concluir a construção em breve, para liberar o espaço destinado à construção da Estação de Metrô de Fortaleza (Metrofor).

Mais de 2 mil permissionários ocupam o local que se localiza entre as praças José de Alencar e Lagoinha. O secretário executivo do Centro, José Nunes Passos conta com a aceitação dos comerciantes para uma transição rápida, tão logo as obras sejam concluídas.

Nunes Passos falou também que ninguém será prejudicado: “Ninguém vai ficar de fora. Serão, ao todo, 2.119 boxes”. Entretanto, os permissionários afirmam estarem excluídos do processo de transferência, sem qualquer informação.

Fonte: O Povo

Duas cidades lutam pela 12ª sede da Copa no Brasil

Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Porto Alegre, Curitiba, Recife, Fortaleza, Salvador, Natal, Maceió e Brasília. São as 11 cidades que garantiram vaga na disputa pelas sedes da Copa do Mundo de 2014.

A última vaga está sendo disputada centímetro a centímetro entre Campo Grande e Cuiabá. O anúncio das 12 cidades escolhidas será feito neste domingo, durante congresso da FIFA, nas Bahamas. raros esperam surpresas de última hora.

Goiânia está fora. Brasília tomou seu espaço. Florianópolis perdeu a disputa para Natal, o caminho mais curto entre a Europa e o Brasil. Depois, seria quase impossível colocar três sedes no sul do país, envolvendo Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina.

A real é que Florianópolis dá um banho de turismo em Porto Alegre e Curitiba, duas cidades nas quais os turistas se perguntam? “O que há além de shoppings, bares e restaurantes”.

Em Porto Alegre, por exemplo, a Cidade Baixa da balada nem luz decente tem e o trânsito, nas noites das baladas, é terra de ninguém.  Dois péssimos cartões de visita na vitrine do Mundial.

A futura cidade gaúcha da Copa do Mundo precisam urgentemente de um gestor, de um gerente, de um organizador. Não só a nossa Capital, quase todas as outras. Poucos conseguem ler antecipadamente todo o significado de uma cidade-sede de uma majestosa Copa do Mundo. Quem já passou por uma quando a bola é império pode ajudar. Quem nunca viu seguramente não sabe o que fazer.

Fonte: Site Click Rbs

FIFA anuncia cidades sedes da Copa 2014

As 12 cidades brasileiras que sediarão partidas da Copa do Mundo de 2014 serão conhecidas no próximo domingo, 31. O anúncio será feito pelo presidente do Comitê Executivo da FIFA, Joseph Blatter, em uma coletiva de imprensa direto de Bissau, nas Bahamas, a partir das 13h.

A expectativa que a capital do Paraná, Curitiba seja uma das eleitas e com isso incremente o turismo do Estado em especial de Foz do Iguaçu.

São candidatas as cidades de Belém (PA), Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Campo Grande (MS), Cuiabá (MT), Curitiba (PR), Florianópolis (SC), Fortaleza (CE), Goiânia (GO), Manaus (AM), Natal (RN), Porto Alegre (RS), Recife-Olinda (PE), Rio Branco (AC), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA) e São Paulo (SP).

Fonte: www.h2foz.com.br

Cine Ceará prorroga o prazo de inscrições para Mostra Competitiva e Pitching Nacional

Em sua 19º edição, o evento será realizado entre os dias 28 de julho e 4 de agosto

As inscrições das mostras competitivas de curtas e longas do Cine Ceará 2009 e do picthing da Globo Filmes foram prorrogadas até 12 de junho. As inscrições são gratuitas e os interessados poderão apresentar filmes em longa ou curta-metragem, além de poder defender seu projeto audiovisual para a conquista de uma vaga no pitching da Globo Filmes – Cine Ceará, que acontecerá no dia 3 de agosto. Em sua 19º edição, o evento será realizado entre os dias 28 de julho e 4 de agosto.

Dez selecionados para o pitching terão a oportunidade de fazer a defesa de seus argumentos para uma banca da Globo, que estará presente na 19ª Edição do Cine Ceará, e no dia 4 de agosto, durante a festa de encerramento do Festival, será anunciado o único premiado. Já os filmes e vídeos da mostra competitiva devem ser enviados em DVD, juntamente com a ficha de inscrição, acompanhadas de filmografia do realizador, duas fotos de divulgação do filme e lista de diálogo – apenas para os filmes de longa-metragem, conforme edital disponível no site do evento. O resultado das seleções será divulgado pela organização até o dia 30 de junho de 2009.

Na mostra Competitiva Brasileira de Curta-Metragem, podem concorrer trabalhos de produtores e/ou diretores brasileiros ou radicados no Brasil há mais de três anos. Os filmes devem ter duração máxima de 20 minutos e podem ser em qualquer formato (16 mm, 35mm ou vídeo com no mínimo 700 linhas de resolução), nos gêneros animação, ficção, documentário ou experimental. O material não pode ter participado dos processos seletivos das edições anteriores do festival e deve ter sido concluído a partir de abril de 2008. Nesta categoria, serão premiados com o Troféu Mucuripe a melhor Produção Cearense, Melhor Curta, Direção, Fotografia, Edição, Roteiro, Som, Direção de Arte, Ator e Atriz.

Fonte: O Povo

Governo do Ceará envia helicóptero para resgate de pessoas isoladas por estouro de barragem no Piauí

TERESINA e FORTALEZA – O Governo do Ceará enviou ao Piauí um helicóptero da Companhia de Policiamento Aéreo (Ciopaer) para ajudar no resgate às pessoas que ficaram isoladas, depois do rompimento da parede de uma barragem no município de Cocal da Estação, norte do estado. O governo do Piauí disse que, nesta quarta-feira, houve um rombo de 50 metros na parede da barragem, no Rio Pirangi.

Segundo a Companhia de Recursos Hídricos do Ceará, o estado contribui com 16% do volume de água da bacia do Parnaíba. As águas do Ceará seguem para o Piauí pelo rio Poti, que nasce no município de Quiterianópolis, passa por Crateús e deságua no rio Parnaíba, em Teresina. Na Serra da Ibiapaba, outros rios são afluentes do Rio Longá, no Piauí, que também faz parte da bacia. Segundo os técnicos da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), o aumento do nível desses rios pode ter contribuído para o rompimento da represa, já que tem chovido muito na região e os municípios da serra da Ibiapaba, como Viçosa do Ceará, ficam vizinhos à Cocal da Estação.

Fonte: O Globo, com colraboração da TV Verdes Mares

Buscas por vítimas de rompimento de barragem no Piauí continuam

SÃO PAULO – Mais três helicópteros chegam a Cocal, no Piauí, nesta sexta-feira para reforçar as buscas e ajudar no resgate de vítimas do rompimento da barragem de Algodões, a cerca de 260 km de Teresina. Os 50 bilhões de litros d’água que formaram a enxurrada sobre as cidades de Cocal e Buriti dos Lopes devastaram uma área equivalente a 32 campos de futebol. Pelo menos 500 casas foram destruídas. Em menos de uma hora, toda a água represada desapareceu. Quatro mortes foram confirmadas até agora pelo governo do estado, mas há informações de que nove pessoas teriam morrido. Mais de uma dezena de pessoas estão desaparecidas. (veja fotos).

Plantações foram destruídas e casas inteiras, arrastadas pela enxurrada. Três mil pessoas tiveram que ser encaminhadas para abrigos, à maioria perdeu tudo. Os quatro corpos foram localizados em área próxima à barragem, mas a água atingiu 20 metros de altura e a força pode ter arrastado as vítimas para lugares mais distantes.

Com a ajuda de helicópteros, 120 homens do Corpo de Bombeiros passaram o dia fazendo buscas por sobreviventes.

– As meninas estavam dormindo e aí à gente foi acordar as crianças. Não deixaram à gente pegar nada, só viemos com a roupa do corpo – conta a dona de casa Claudina da Silva.

Muitas pessoas tiveram de se refugiar no alto dessas serras. As equipes do Corpo de Bombeiros têm dificuldade para localizar essas pessoas, devido à grande extensão da área e da chuva que continua caindo na região.

– Estamos com o terreno muito encharcado, tem muito lamaçal. Então está dificultando o transporte de material para a margem e para o nosso pessoal se deslocar também – afirma o capitão dos Bombeiros, Sérgio Melo.

As vítimas fatais são, segundo o governo do Piauí, são Francisca Maria Pereira, de 10 anos; Maria Tainara dos Santos, de 12; João Alves dos Santos, de 72 anos; e Francisca das Chagas dos Santos, de 73.

Cerca de 2.500 famílias – 10 mil pessoas – que moram em áreas próximas à Barragem, em Cocal da Estação e Buriti dos Lopes, tinham começado a retornar a suas casas na última sexta-feira. Elas haviam sido retiradas no começo do mês justamente por conta do risco de rompimento da barragem, que havia sangrado.

– Só tinha visto uma vez num filme o que aconteceu ontem aqui – disse um morador da região ouvido pelo Jornal Hoje

Cerca de 100 bombeiros e policiais militares atuam no resgate com lanchas e cinco helicópteros sobrevoam o percurso de 50 Km do Rio Pirangi.

Ambulâncias foram deslocadas para a região e o governador pediu plantão permanente no Hospital de Urgência Dr. Zenon Rocha, em Teresina, e reserva de leitos no maior hospital do estado, o Getúlio Vargas, para receber possíveis feridos.

– Foi um verdadeiro tsunami – disse o governador do Piauí, Wellington Dias.

De acordo com os números da Secretaria Nacional de Defesa Civil (Sedec), até esta quarta-feira o Piauí registrava 91.634 desabrigados ou desalojados, com 41 cidades atingidas.

Fonte: Folha Online

Número de mortos no Piauí chega a cinco após rompimento de barragem

Piauí – O número de mortes causadas pelo rompimento da barragem de Algodões, na região de Cocal, subiu para cinco, nesta sexta-feira, imformou o portal G1. Segundo nota divulgada pelo governo estadual, o corpo de um homem de 36 anos foi econtrado pelos bombeiros.

A enxurrada provocada pelo rompimento da barragem, na quarta-feira, arrastou casas, animais e pessoas. Em menos de uma hora, quase 50 bilhões de litros d´água desapareceram do reservatório.

Aproximadamente 300 famílias da região que perderam suas casas por causa do rompimento da Barragem Algodões I, há dois dias, já estão em abrigos no município. A informação foi dada Agência Brasil pelo prefeito Fernando Sales (DEM). Segundo ele, o número de desabrigados, entretanto, pode dobrar nos próximos dias, uma vez que cerca de 700 famílias viviam em 18 comunidades ao longo do Rio Pirangi. As equipes do Corpo de Bombeiros continuam os trabalhos de busca e resgate na zona rural do município. Quatro pessoas morreram e quatro permanecem desaparecidas.

Fonte: Diário de Canoas, com informações de agências

Contraf convoca reunião nacional para discutir criação de ‘sindicatos fantasmas’

A Contraf-CUT está organizando uma reunião nacional no dia 8 de junho, em Brasília, para discutir e dar encaminhamentos jurídicos e políticos à ofensiva que muitas entidades de cooperativas de crédito estão desenvolvendo no país todo para criar sindicatos, patronais e de trabalhadores, com o intuito de receber a contribuição sindical e ter a possibilidade de rebaixar salários e direitos dos trabalhadores do setor.

“É muito importante que os nossos sindicatos e federações nos enviem um breve histórico sobre o que está acontecendo nas suas bases em relação a esse problema, para nos ajudar nos encaminhamentos”, solicita Miguel Pereira, secretário de Organização da Contraf-CUT.

Algumas Federações de bancários filiadas à Contraf-CUT já estão adotando medidas jurídicas, à partir das orientações da Confederação.
Mas dois fatos ocorridos recentemente mostram que é necessário estabelecer uma estratégia nacional para enfrentar a manobra colocada em marcha pelo patronato das cooperativas de crédito.

1. No dia 6 de abril, o Diário Oficial da União publicou portaria do Ministério do Trabalho e Emprego concedendo registro sindical à Fenatracoop, que reúne sindicatos de trabalhadores em cooperativas de São Paulo, Paraná e Minas Gerais de todos os ramos de atividade (desde crédito até a cultura, passando pelo setor de alimentação). O MTE rejeitou 27 pedidos de impugnação do registro sindical apresentados por diversas federações de trabalhadores, desconsiderando todos os nossos argumentos.

“Estranho o comportamento do Ministério na concessão desses registros, uma vez que ela contradiz entendimento anterior do MTE, explicitado em Nota Técnica, de que as cooperativas são sociedades de pessoas, e não de capital, o que impossibilita a constituição de sindicatos, e de que a representação dos trabalhadores deve ser estabelecida de acordo com a natureza da atividade”, questiona Miguel Pereira, diretor da Contraf-CUT.

2. No dia 14 de maio, foram convocadas para a cidade de São Paulo 15 assembléias, todas no mesmo dia e local e somente com horários diferentes, para a criação de 13 entidades sindicais de trabalhadores e duas patronais. Alertadas pelos editais de convocação, representantes da CUT-SP, federações e sindicatos de trabalhadores dos diversos ramos envolvidos compareceram ao local das assembléias, acompanhados de representantes da DRT, e comprovaram a armação, inclusive a ausência de trabalhadores nas assembléias.

“Identificamos grau de parentesco entre os fundadores das diversas entidades, o que evidencia o conluio para a constituição desses sindicatos. Precisamos agir rápido para impedir que os trabalhadores em cooperativas sejam prejudicados. Não se trata de questionar a livre manifestação dos trabalhadores em definir a entidade sindical que deve representá-los, mas os métodos, práticas e intenções que estas novas entidades estão sendo criadas, a começar por serem iniciativas dos patrões”, adverte Miguel.

Fonte: Contraf-CUT