Piauí – O número de mortes causadas pelo rompimento da barragem de Algodões, na região de Cocal, subiu para cinco, nesta sexta-feira, imformou o portal G1. Segundo nota divulgada pelo governo estadual, o corpo de um homem de 36 anos foi econtrado pelos bombeiros.

A enxurrada provocada pelo rompimento da barragem, na quarta-feira, arrastou casas, animais e pessoas. Em menos de uma hora, quase 50 bilhões de litros d´água desapareceram do reservatório.

Aproximadamente 300 famílias da região que perderam suas casas por causa do rompimento da Barragem Algodões I, há dois dias, já estão em abrigos no município. A informação foi dada Agência Brasil pelo prefeito Fernando Sales (DEM). Segundo ele, o número de desabrigados, entretanto, pode dobrar nos próximos dias, uma vez que cerca de 700 famílias viviam em 18 comunidades ao longo do Rio Pirangi. As equipes do Corpo de Bombeiros continuam os trabalhos de busca e resgate na zona rural do município. Quatro pessoas morreram e quatro permanecem desaparecidas.

Fonte: Diário de Canoas, com informações de agências

Anúncios