SEEB/CE REALIZA V PASSEIO CULTURAL NA SEXTA-FEIRA SANTA E SÁBADO DE ALELUIA. GARANTA SUA VAGA!

574-jangada-retorna-do-mar-na-praia-de-pontal-do-maceio-em-fortim-no-litoral-do-ceara-nikon20102631
Praia do Pontal do Maceió, em Fortim, no litoral do Ceará

O Sindicato dos Bancários do Ceará, através da Secretaria de Cultura, realizará este ano o V Passeio Cultural e Religioso destinado a bancários sindicalizados e um acompanhante. A novidade é que o passeio será efetivado em dois dias, à escolha do interessado: sexta-feira, dia 25/3, o circuito é Guaramiranga/Pacatuba; sábado, dia 26/3, o destino é a praia do Pontal de Maceió, no município de Fortim, litoral leste do Estado.

Como participar

Para participar do evento, o associado deve se inscrever na Secretaria de Ação Sindical, com Ivone ou Elizete, das 9h às 18h, indicando se vai ou não levar acompanhante e qual o seu destino. Se houver quantidade de inscritos superior ao número de vagas nos ônibus contratados, os interessados serão contatados até 48h antes do dia da viagem para confirmar ou não sua ida.

Caso haja desistência, a vaga será preenchida pelos inscritos na fila de espera até a hora da partida dos ônibus, obedecendo a ordem cronológica de inscrição. Quem preferir, pode se inscrever também pelo site através do endereço: www.bancariosce.org.br/passeio_confirma_dados.php.

O Sindicato assegurará, como de costume, o deslocamento e almoço nos locais programados para receber o evento. Todas as demais despesas ocorrerão por conta de cada participante. Lembrete importante: os ônibus sairão da sede do Sindicato (Rua 24 de Maio, 1289 – Centro) às 8h e devem retornar para Fortaleza às 22h de cada um dos dias da programação. Caso haja pessoas que queiram retornar mais cedo, somente será possível se o quantitativo for suficiente para lotar por completo o ônibus.

Confira a programação

O Passeio em Guaramiranga/Pacatuba, na sexta-feira, 25, consistirá na visita a museus, igrejas e outros prédios históricos da cidade serrana, seguida de uma passagem pela cidade de Pacatuba onde se realiza há anos famosa encenação da Paixão de Cristo.

A viagem para Pontal de Maceió, em Fortim será no sábado de aleluia, propiciará aos participantes conhecer as belezas naturais daquele pitoresco pedaço do litoral cearense, incluindo o por do sol na foz do rio Jaguaribe. Os que optarem por esse passeio terão também a oportunidade de assistir o espetáculo da malhação do Judas, tradicional manifestação cultural e religiosa do povo brasileiro, que acontecerá em praça pública, com a conhecida leitura do testamento de Iscariotes.

(Sindicato dos Bancários do Ceará)

SEEB-CE fará plenária dia 4/3 para avaliar audiência da Ação de Equiparação BNB/BB

equipara_salarial1

O Sindicato dos Bancários do Ceará está convocando todos os substituídos da ação de equiparação BNB/BB (Processo 1730/91) para uma plenária na sede da entidade (Rua 24 de Maio, 1289-Centro), na sexta-feira, dia 4/3, às 10h30, para avaliar o resultado da audiência que será realizada no mesmo dia, às 9h30, na 3ª. Vara de Fortaleza.

O juiz Mauro Elvas Falcão Carneiro, que substituiu a juíza Raquel Carvalho Vasconcelos Sousa no processo 1730/91, em despacho no último dia 16/2, marcou essa audiência de conciliação justificando ser prudente tentar um acordo entre as partes antes da “execução forçada” da ação.

(Sindicato dos Bancários do Ceará)

Por que retirar da Petrobras a exclusividade é ruim para o País?

petrobras_7

O sociólogo Marcelo Zero, Especialista em Relações Internacionais e membro do Grupo de Reflexão sobre Relações Internacionais elenca os motivos.

Marcelo Zero é sociólogo, especialista em Relações Internacionais e membro do Grupo de Reflexão sobre Relações Internacionais (GR-RI)

I- Porque ter a Petrobras como operadora única garante ao País o controle estratégico das reservas e da produção do óleo. Sem a Petrobras, perdemos essa garantia.

A experiência internacional demonstra que os países que são grandes exportadores de petróleo têm, em sua grande maioria, robustas operadoras nacionais de suas jazidas.

Hoje, cerca de 75% das reservas internacionais provadas de petróleo estão nas mãos de operadoras nacionais. Conforme previsão da Agência Internacional de Energia, a tendência é a de que essas operadoras nacionais sejam responsáveis por 80% da produção adicional de petróleo e gás até 2030.

Isso não é casual. Para dominar o mercado, os países produtores precisam dominar as reservas e controlar o ritmo e os custos de produção. O primeiro fator é assegurado pelo regime de partilha e o segundo fator é assegurado pela operadora nacional. A OPEP seria inviável sem o regime de partilha e sem grandes operadoras nacionais.

A operadora nacional é o complemento necessário ao regime de partilha. De nada adianta o país ter o domínio das reservas se a produção é ditada pelos interesses imediatistas de grandes operadoras multinacionais. Sem uma grande operadora, o país não tem controle efetivo sobre o ritmo da produção, sobre os seus custos reais e, consequentemente, sobre a remuneração efetivamente devida ao Estado.

Foi essa realidade que levou os grandes países produtores, nos anos sessenta e setenta, a nacionalizarem as jazidas e, ao mesmo tempo, constituírem robustas operadoras nacionais. Com isso, eles multiplicaram seus rendimentos, passaram a deter as informações estratégicas sobre as jazidas e os custos de exploração e dominaram o mercado mundial do petróleo.

Retirar da Petrobras a condição de operadora do pré-sal significa retroceder à lógica predatória e imediatista da época na qual o mercado era dominado por sete grandes companhias internacionais de petróleo. Uma época em que os países produtores sequer conseguiam saber os custos de produção de suas próprias jazidas. Significa, em última instância, renunciar à gestão estratégica de um recurso finito e não renovável.

Sem essa gestão estratégica, o Brasil poderá se converter em mero exportador açodado de petróleo cru, ao sabor dos interesses particulares e imediatistas de empresas estrangeiras, contribuindo para deprimir preços internacionais e deixando de investir em seu próprio desenvolvimento.

II- Porque o petróleo ainda será um recurso energético fundamental ao longo deste século.

Um dos principais argumentos que motivam os que querem enfraquecer a Petrobras tange ao suposto fato de que o petróleo deixou de ser um recurso estratégico, pois deverá ser substituído rapidamente por outras fontes de energia, particularmente as limpas e renováveis.

Segundo eles, a grande baixa atual do preço do óleo já reflete essa tendência e deverá ser permanente. Assim, teríamos de explorar o pré-sal de modo célere, com o auxílio de multinacionais, antes que se torne um ativo sem valor.

Ora, tal previsão não tem nenhum fundamento científico. A grande baixa dos preços do petróleo está obviamente relacionada à crise mundial, que contraiu conjunturalmente a demanda, bem como às disputas geopolíticas e geoeconômicas sobre o controle do mercado mundial, particularmente no que tange à viabilidade econômica do óleo de xisto. Há um claro processo de dumping em andamento, que contraiu artificialmente o preço do petróleo.

Esse dumping já começou a ser revertido, como mostra o recente acordo feito entre Arábia Saudita, Rússia e outros países, e a crise mundial não durará para sempre.

A maior parte dos analistas prevê que a demanda mundial por óleo subirá de 91 milhões de barris/dia, em 2014, para 111 milhões de barris dia até 2040. Tal demanda será puxada pelo crescimento dos países emergentes, em especial na Ásia, e pelas necessidades dos sistemas de transporte e do setor petroquímico. Observe-se que o petróleo não serve apenas para produzir gasolina e diesel. Ele é insumo para mais de três mil outros produtos.

Com isso, o preço do petróleo voltará a subir. O suprimento de energias renováveis crescerá, mas a transição para uma matriz energética inteiramente limpa será, sem dúvida, gradual.

Na realidade, o que os analistas afirmam é que as necessidades ambientais e climáticas impactarão mais o carvão, responsável por dois terços do estoque de carbono das jazidas minerais, que o petróleo e o gás, fontes mais limpas que esse mineral.

Obviamente, o atual ambiente de dumping produz grande pressão para que o Brasil venda rapidamente o pré-sal. Seria erro trágico. A venda nessas condições de preços artificialmente baixos renderia pouco no presente e comprometeria muito nosso futuro.

Devemos ter em mente o que aconteceu com a Vale. Na época de sua venda, com os preços do minério bastante baixos, diziam que o ferro já não tinha valor estratégico algum e que o futuro pertencia aos novos materiais sintéticos. Pouco tempo depois, os preços do minério dispararam e a Vale privatizada passou a faturar mais por ano que o preço aviltado de sua venda.

‘Quem manda nessa empresa?’, questiona representante dos petroleiros

III- Porque a Petrobras tem totais condições de explorar o pré-sal.

Outro argumento muito usado nesse debate é o de que a Petrobras, fragilizada financeiramente, não teria condições de explorar o pré-sal.

Não é verdade.

Todas as grandes companhias de petróleo passam, em maior ou menor grau, por dificuldades econômicas ocasionadas pela conjuntura negativa do mercado. No caso da Petrobras, seu endividamento se deve também à necessidade de realizar os grandes investimentos imprescindíveis à exploração do pré-sal.

Contudo, a Petrobras, além de operar com lucro substancial, tem solidez financeira, pois está lastreada num fantástico ativo patrimonial: o pré-sal. Segundo pesquisa do Instituto Nacional de Óleo e Gás da UERJ, divulgada em 2015, o pré-sal contém 176 bilhões de barris, óleo suficiente para cobrir, sozinho, cinco anos de consumo mundial de hidrocarbonetos. Perto dessa riqueza extraordinária, a dívida atual da empresa é troco miúdo.

Não faltarão recursos para que a Petrobras continue a investir no pré-sal. O mercado financeiro nacional e internacional sabe muito bem que a Petrobras tem expertise, tecnologia e patrimônio para superar suas atuais dificuldades.

Sabe muito bem que, independentemente de seus detratores internos, a empresa tem tudo para gerar lucros e dividendos muito maiores que seus passivos. Ademais, o mundo dispõe hoje de fontes alternativas de financiamento, como a do Banco do BRICS, por exemplo, que podem ser acionadas de forma complementar.

A dívida da empresa poderia se tornar um grande problema, porém, na situação em que a Petrobras perca o acesso às jazidas, como querem os propugnadores do projeto que retira dela a condição de operadora única. Nesse caso, a empresa perderia seu lastro patrimonial e, aí sim, poderia se fragilizar ao ponto de não conseguir mais operar.

Em vez de simplesmente reduzir seus investimentos, como faz agora para se adaptar à nova realidade do mercado, a Petrobras poderia não ter mais como investir um centavo.

Na realidade, ao se retirar da Petrobras a condição de operadora única do pré-sal poderia se conduzir a empresa à falência ou a uma inevitável privatização. Talvez seja esse um dos objetivos implícitos do projeto.

Senadores lembram denúncia do Wikileaks de que Serra fez promessa a multinacional

IV- Porque o País perderia todo o investimento feito pela Petrobras e a alta tecnologia por ela desenvolvida

Ao contrário de outras operadoras nacionais, que apenas se apropriaram de jazidas já provadas, a Petrobras, desde o início, teve de investir maciçamente, ao longo de décadas, em prospecção e desenvolvimento de tecnologia.

Com isso, ela se tornou uma das operadoras mais eficientes e lucrativas do mundo e conseguiu, a muito custo, produzir tecnologia de ponta na exploração em águas profundas e ultraprofundas.

A Petrobras é a empresa brasileira que mais gera patentes e ganhou, por três vezes, o OTC Distinguished Achievement Award, maior prêmio internacional concedido às empresas de petróleo que se distinguem em desenvolvimento tecnológico. Tal esforço inovador se espraia por áreas diversas, como Petroquímica, Engenharia Mecânica, Engenharia de Segurança do Trabalho, Medicina e Física, e repercute positivamente numa vasta cadeia produtiva.

Ora, todo esse esforço histórico, iniciado a partir da década de 1950 (quando se dizia que o Brasil não tinha petróleo), se perderia, caso a Petrobras perca, agora, a condição de operadora única do pré-sal. A inevitável e profunda fragilização da empresa que seria derivada dessa trágica decisão jogaria fora todo o investimento realizado em décadas de trabalho duro e o país perderia uma grande fonte de desenvolvimento tecnológico.

Não nos parece racional e justo que, após todo esse esforço, se dê de bandeja, sem nenhum risco e por um preço aviltado, os recursos do pré-sal a empresas que nunca fizeram investimentos de prospecção no Brasil e que não desenvolvem tecnologia no país.

V- Porque o Brasil perderia os instrumentos para conduzir a política de conteúdo nacional, consolidar a cadeia produtiva do petróleo e alavancar seu desenvolvimento.

A cadeia de petróleo e gás, comandada pela Petrobras, é a maior cadeia produtiva do país, responsável por cerca de 20% do PIB brasileiro e 15% dos empregos gerados.

Tal cadeia é sustentada por uma política de conteúdo nacional, que gera demanda robusta em setores-chave como o da construção civil pesada e a indústria naval, só para citar alguns poucos.

Ora, retirar da Petrobras a condição de operadora única do pré-sal poderia implodir toda essa política e desarticular essa estratégica cadeia produtiva.

As empresas estrangeiras de petróleo normalmente contratam serviços no mercado internacional e importam insumos e bens em seus países de origem. Ao contrário da Petrobras, não têm compromisso algum com o desenvolvimento da indústria nacional brasileira.

Já a Petrobras, em seu Plano de Negócios e Gestão, previu investimentos de US$ 130,3 bilhões para o período de 2015 a 2019. Trata-se de mais de R$ 400 bilhões que serão investidos quase que totalmente no Brasil. Não podemos comprometer esses e outros investimentos, seguramente mais volumosos, que virão mais tarde, graças à exploração do pré-sal pela Petrobras.

Os recursos que a Petrobras investe e investirá para explorar o pré-sal são e serão fundamentais para alavancar o desenvolvimento do Brasil. Assim, retirar da Petrobras a condição de operadora do pré-sal significaria, em última instância, a destruição dessa alavanca única e o consequente comprometimento do nosso desenvolvimento.

VI- Porque o Brasil perderia futuro.

Por ser recurso finito e não renovável, o petróleo tem de ser gerido com perspectiva de longo prazo e com base na solidariedade intergeracional.

Foi essa visão que fez o Congresso Nacional aprovar a destinação dos royalties e participações especiais do petróleo para a Educação (75%) e Saúde (25%). Decidimos trocar recursos do presente para investir nas futuras gerações.

Temos de analisar a questão da Petrobras como operadora do pré-sal dentro dessa mesma visão estratégica.

A retirada da Petrobras como operadora única obedece a uma lógica de curto prazo: estamos numa crise e precisamos de dinheiro rápido para nos dar alívio financeiro. Se vendermos o pré-sal às multinacionais do setor, poderemos gerar uma receita que nos ajude a pagar juros da dívida, a fazer superávits primários e a equacionar desequilíbrios fiscais.

Já manutenção da Petrobras como operadora do pré-sal, com tudo o que isso implica, obedece a uma lógica de longo prazo: estamos em crise e, se alavancarmos nosso desenvolvimento com os recursos do pré-sal, não só contribuiremos para a sua superação, como criaremos as condições para o Brasil inicie um novo ciclo de crescimento mais sólido e duradouro.

Neste segundo caso, trata-se de cambiar a miragem liberalizante de curto prazo pela visão estratégica que assegurará futuro para as novas gerações de brasileiros.

No primeiro e trágico caso, trata-se de trocar o futuro pelo presente.

Retirar a Petrobras dos campos do pré-sal significa simplesmente vendê-los. E vender o pré-sal é vender futuro. E quem vende futuro já se perdeu no presente.

Fonte: Marcelo Zero, do Brasil Debate

Anuênio BB: Mais uma batalha vencida pelo SEEB-CE!!!

justica-seja-feita

Sindicato vence mais uma vez,  desta vez no Tribunal Regional do Trabalho – TRT-CE. Diante das divergências existentes nas Turmas [órgãos colegiados internos do Tribunal que julgam recursos], o Tribunal Regional do Trabalho do Ceará, em sessão de sua composição plena, que reúne todos os desembargadores do trabalho cearenses, pôs em pauta a uniformização do entendimento daquele Corte acerca das matérias em debate sobre a execução dos anuênios do Banco do Brasil.

Na oportunidade, houve a sustentação dos advogados do Banco e do SEEB-CE. Pelo Sindicato, falou na tribuna do TRT o Dr. Carlos Chagas, tendo ele sustentado que, ao contrário do que pretende o Banco do Brasil e do que tem decidido o Juiz Titular da 1ª Vara do Trabalho de Fortaleza, o VCP do VP deve integrar necessariamente a base de cálculo do anuênio, tendo também defendido que do valor em execução não deve ser bruscamente reduzido mediante a compensação do que foi pago a título de CTVF.

O pleno do TRT acolheu as duas teses do SEEB-CE, de maneira que todos os recursos existentes sobre a matéria em tal instância da Justiça do Trabalho deverão adotar tal entendimento  uniformizado. Essas questões poderão ser objeto de recurso pelo banco junto ao TST. Entretanto, uma importante batalha foi vencida rumo à revisão dos cálculos apresentados pelo BB e acolhidos pela 1ª Vara do Trabalho de Fortaleza.

“Vamos batalhar para que o quanto antes os recursos bloqueados na justiça sejam liberados para os reais donos – os colegas do BB no estado do Ceará e estamos acompanhando e avaliando novas ações – litigância de má-fé, por exemplo, caso o banco use argumentos proteladores na Justiça do Trabalho”, afirma José Eduardo Marinho, diretor do Sindicato e funcionário do BB.

Acesse o Acórdão

O que a ação postula a ação – O restabelecimento do pagamento do anuênio tal como antes – com observância da correlação de seu valor e a elevação do tempo de serviço, considerando o período-ano como fato gerador de sua majoração. O pagamento das parcelas pretéritas devidas a título de diferença anuênio. O pagamento das repercussões das diferenças do anuênio sobre outras verbas: férias, 13º salário, FGTS, repousou semanal remunerado, licença prêmio, folgas, gratificação de função, adicional noturno, adicional de periculosidade, adicional de transferências, comissões, horas extras e verbas rescisórias. Pagamento da fração das contribuições que deixaram de ser prestadas à PREVI decorrentes do pagamento das diferenças do anuênio e seus reflexos.

(SEEB-CE)

Exposição destaca o trabalho de Luciano Carneiro

Rosane Pavam, Via Carta Capital Online

O estudante de Direito Luciano Carneiro tinha sonhos incomuns. Enquanto lia as obras de William Shakespeare, escrevia reportagens para os jornais de sua Fortaleza natal e tirava fotografias, planejava a viagem de monotor com três amigos até aquela Poços de Caldas onde seria diplomado, em 1948.

A revista O Cruzeiro se encantara por seu percurso, que realizara aos 22 anos, dono do brevê de piloto concedido pelo Aeroclube do Ceará. A viagem, realizada durante uma semana com paradas estratégicas, logo seria apelidada de “revoada de teco-tecos” por um colega da Cruzeiro, a publicação que o acolheria como repórter de texto naquele mesmo ano.

Cordial, falante, alegre, agia como um “folião”, conforme o descreve Flávio Damm, fotógrafo gaúcho hoje com 89 anos que, à época, usufruía de ter relatado em primeira mão o autoexílio de Getúlio Vargas na Fazenda do Itu, após a queda de 1945. Carneiro era um “menino sem preconceitos, sem reservas mentais”, escreveu a ficcionista conterrânea Rachel de Queiroz. Quando adentrou na redação do Rio de Janeiro, o bicho de imprensa o picou de vez e ele deixou a advocacia para trás.

LC-Retrato 1959-28-12.jpg
Na Copa do Mundo da Suíça, 1954 (Foto: Luciano Carneiro/Acervo Instituto Moreira Salles)

Somente em 1949 pôde publicar na revista um relato escrito acompanhado de fotos que ele mesmo fizera, sobre o Açude de Orós.

Carneiro, incluído no expediente da revista como fotógrafo e repórter textual, não visava à paisagem, mas aos personagens nela envolvidos, que naquele caso bebiam água de cuia na mão.

“Ele gostava de apanhar flagrantes das cidades na sua vida mais íntima, os velhos que aquentam ao sol, as crianças que empinam papagaios, as gordas patronnes por trás dos balcões, as moças que dançam nos cabarés”, escreveu Rachel de Queiroz na revista A Cigarra, em 1960.

Para o fotojornalista, ela diz, a imagem tinha de ser bonita, em primeiro lugar. Depois, dizer qualquer coisa, “ter conteúdo humano”, como definia. “A novidade, o sentido polêmico, a intenção política, até mesmo o furo, para ele, tinha importância secundária.”

Logo Carneiro sairia do País em busca de outras paisagens, como aquela suíça de 1954, onde seria retratado por fotógrafo desconhecido com duas máquinas penduradas no pescoço, durante a cobertura da Copa do Mundo.

Em Paris, revelou filmes nos laboratórios da agência Magnum e testemunhou o casamento do amigo fotógrafo Luiz Carlos Barreto numa igreja vazia. Da cidade partiu para incursões em áreas de conflito. E perseguiria a humanidade na guerra, ali onde ela justamente parecia se esconder.

034LCKOR02.jpg
Paraquedista, Carneiro fotografou a descida americana em Munsan, 1951, a evocar Robert Capa (Foto: Luciano Carneiro/Acervo Instituto Moreira Salles)

As 180 imagens presentes na exposição Do Arquivo de um Correspondente Estrangeiro – Fotografias de Luciano Carneiro, no Instituto Moreira Salles, em São Paulo, entre 21 de fevereiro e 19 de junho, trazem seu testemunho sereno para essas convulsões.

A parede de uma casa ergue-se solitária, a simbolizar a devastação da civilidade tanto quanto uma escada em caracol sobe para o céu num quarteirão arrasado, entre montes de caliça, sem que exista qualquer outro vestígio da casa de que ela fora parte.

Carneiro aparentou-se a Robert Capa ao buscar a máxima proximidade com a situação para bem registrá-la. Em 1951, quando a Guerra da Coreia se encaminhava para a vitória do sul, fotografou a descida dos soldados americanos em Munsan. A imagem algo repetia aquela do artista húngaro, que clicara a bordo de um paraquedas o múltiplo salto sobre a Sicília em 1943.

O curador da exposição, Sergio Burgi, tem elementos documentais para atestar que Carneiro fotografou desde o chão, apesar de ter descido de paraquedas, para cujo uso fora treinado poucos meses antes, durante uma reportagem sobre a atividade na escola de Charles Astor.

Damm, contudo, desconfia “dessa história de paraquedismo na Coreia”, embora Carneiro não pudesse ter chegado àquele ponto de outro modo. “Ele me disse que não havia sido aprovado na primeira demonstração para provar que se formara paraquedista”, relata. “Não creio nesse salto com tropas americanas. Mas sei que, no chão, ele fez um belo trabalho.”

Fotografaria o Japão ainda impactado pelo conflito mundial perdido. Na África, acompanharia o trabalho do doutor Schweitzer, quatro meses após a célebre sequência de W. Eugene Smith, em 1948, sobre a saga de um médico de família no interior americano.

Em Moscou, veria mulheres no museu, com raro humor. Caçador dos flagrantes da rua, mas também presente nos eventos de interesse da revista, não se importava quando seus personagens o olhavam diretamente, como fizera Salvador Dalí no Metropolitan de Nova York, durante a abertura da exposição de sua obra conforme a concebera o Museu de Arte de São Paulo.

LC-108-EUR.jpg
Dalí e a mulher Gala durante vernissage no Metropolitan (Foto: Luciano Carneiro/Acervo Instituto Moreira Salles)

Esteve na tomada de Havana por Fidel Castro, em 1959. Damm conta que esperava obter a autorização para essa viagem de seu chefe imediato, mas o amigo obtivera a aquiescência à cobertura diretamente da direção da revista, antes dele. São essas as histórias que o fotógrafo cea-rense não conta na coluna a ele concedida pela Cruzeiro para que narrasse suas peripécias, e que leva o mesmo título da exposição no IMS.

Em 1954, Do Arquivo do Correspondente Estrangeiro descreve seu encontro com Henri Cartier-Bresson. “Como define a reportagem fotográfica?”, perguntou ao francês. “É uma operação conjunta de olhos, coração e inteligência”, respondeu-lhe Bresson. “Você fotografa o que vê, Carneiro, mas o que você vê, isto depende de quem você é.”

O jovem demasiadamente humano veria os combates como a negação da humanidade. “Mas por que a guerra não especifica que primeiro morrerão os que a provocam nos gabinetes, e só depois os que a ela são arrastados?” – perguntou-se em uma coluna de 1956.

Três anos depois, antes do Natal, à espera de que nascesse seu segundo filho, partiu para Brasília, onde cobriria o primeiro baile de debutantes na nascente capital federal. Na volta, ele que amava aos aviões desapareceria em um Viscount abalroado.

LC-096-CUB.jpg
O comício de Fidel Castro na entrada em Havana, 1959 (Foto: Luciano Carneiro/Acervo Instituto Moreira Salles)

“Ele faleceu no dia 24 de dezembro de 1959, num estúpido choque causado pela imperícia do piloto do pequeno avião militar que colidiu com a aeronave de carreira que vinha ao Rio de Brasília. Nasci em fevereiro de 1960. Não conheci meu pai”, diz o veterinário Luciano Carneiro Filho, que, autor de dois livros técnicos, nunca fotografou. Há quatro anos ele entregou ao IMS, por insistência da filha Thais, uma parte importante da memória profissional do pai.

As 150 cópias deterioradas iniciais, sem os negativos correspondentes, vinham acompanhadas de recortes das matérias que o grande fotógrafo guardara em pastas. O instituto coordenou o processo de restaurá-las e contextualizá-las. Na sede do jornal Estado de Minas, que recebeu os arquivos da revista finda, podem repousar neste momento os negativos de uma vida. A história de Luciano Carneiro, que nos anos 1940 batizou a Praia do Futuro de Fortaleza em uma reportagem, mal começou a ser contada.

*Reportagem publicada originalmente na edição 889 de CartaCapital, com o título “O ser humano acima de tudo”

Dragão do Mar é tema de reportagem da Rádio Senado

b8708c0b1dceb98c797fc2f6b839c63e98
Francisco José do Nascimento teve o nome inscrito no Livro dos Herois da Pátria

A jangada, além de ser um instrumento para a economia cearense, está presente em importantes momentos da história do Estado. Foi um jangadeiro, no século XIX, um dos principais motivadores para que a então Província do Ceará fosse a primeira a abolir a escravidão no Brasil. Sua importância foi tamanha que lhe rendeu o título de Dragão do Mar, e o nome de Francisco José do Nascimento pode ser incluído no livro dos heróis da pátria, como prevê projeto aprovado pelo Senado este mês e encaminhado à Câmara dos Deputados.

E é a história dele e de outros quatro pescadores o tema da Reportagem Especial da Rádio Senado desta sexta-feira (26), às 18h, com reprise no sábado (27), às 10h, e no domingo (28), às 17h, horário de Brasília. Se o Dragão do Mar é reconhecido pela luta na abolição da escravatura, outros quatro jangadeiros: Jacaré, Tatá, Mané Preto e Mestre Jerônimo, se notabilizaram por enfrentaram milhares de quilômetros mar adentro, de Fortaleza ao Rio de Janeiro, em busca de melhores condições de trabalho. A epopeia para reclamar os direitos trabalhistas chamou a atenção de figuras emblemáticas como o próprio Getúlio e o cineasta norte-americano Orson Welles, o gênio diretor de “Cidadão Kane”.

Os jornalistas Maurício de Santi, Larissa Bortoni e Rodrigo Resende ouviram pesquisadores, historiadores, cineastas e outras personalidades do Ceará. Autor do projeto que incluiu o nome do Dragão do Mar no livro dos heróis da pátria, o senador José Pimentel, do PT cearense, lembra que sob a liderança de Francisco José, os jangadeiros impediram que navios negreiros aportassem na costa do estado. E que o Dragão do Mar insistiu nessa luta, mesmo sofrendo punições.

COMO OUVIR

Dia e horário: sexta-feira (26), às 18h, com reprise no sábado (27), às 10h, e no domingo (28), às 17h, horário de Brasília.
Para sintonizar: A Rádio Senado transmite sua programação para Brasília e regiões vizinhas na frequência de 91,7 MHz e para outras nove capitais: Cuiabá (102,5 MHz), Fortaleza (103,3 MHz), João Pessoa (106,5 MHz), Manaus (106,9 MHz), Natal (106,9 MHz), Rio Branco (100,9 MHz), Teresina (104,5 MHz), Macapá (93,9 MHz) e São Luís (96,9 MHz).
Pela internet: Os programas da Rádio Senado são distribuídos para mais de 2 mil emissoras no país por meio da RadioAgência, e podem ser acessados no endereço http://www.senado.leg.br/radio. (acesse aqui)

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fortaleza recebe Happy Holi, teatro e tributo no fim de semana; 40 dicas

Elias BrunoDo G1 CE

Happy Holi, espetáculos teatrais e shows regionais e de sertanejo são atrações do fim de semana no Ceará (Foto: Arte/ Sebastião Mota/G1)
Happy Holi, espetáculos teatrais e shows regionais e de sertanejo são atrações do fim de semana no Ceará (Foto: Arte/ Sebastião Mota/G1)

 

O último fim de semana de fevereiro em Fortaleza será marcado por atrações de música, teatro e programações temáticas nos shoppings e equipamentos culturais da cidade e Região Metropolitana. O Happy Holi, baseado no indiano “Holi Festival das Cores” da Índia chega a terceira edição na capital com grandes atrações da música eletrônica. Outro destaque é a apresentação do espetáculo “A Festa dos Musicais”, apresentado pelo grupo Rod Hanna On Broadway, que traz releituras de hits do teatro mundialmente conhecido.

A música ganha um tom de homenagem no concerto que saúda Humberto Teixeira no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, equipamento que também sedia uma mostra de cinema da produtora espanhola  Eddie Saeta. Os shoppings da cidade promovem ampla programação gratuita no fim de semana. Confira 40 dicas do G1 Ceará:

Festival Happy Holi (Foto: Divulgação)
Festival Happy Holi (Foto: Divulgação)
Layout Festival (Foto: Arte/ Sebastião Mota/G1)

1. O festival Happy Holi será realizado neste domingo (28) pelo terceiro ano consecutivo ao Ceará. Nesta edição, o evento tem como atraões os DJ’s Tom, Felguk, WAO e Diego Miranda. A Happy Holi é inspirada no “Holi Festival das Cores” da Índia, que dá boas-vindas à primavera. Durante a celebração, as pessoas pintam-se e atiram pós coloridos chamados Gulal, pó a base de amido, totalmente atóxico. A cada 45 minutos de festa, começa uma contagem regressiva, chamada Color Blast, que termina com “explosão” coletiva misturando cores, música e alegria. Confira mais informações.

Layout MPB (Foto: Arte/ Sebastião Mota/G1)

2. Homenagem a Humberto Teixeira: O Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura e a Orquestra Sinfônica da Universidade Estadual do Ceará (Osuece) realizam, neste domingo (28), às 17 horas, na Praça Verde, um grande concerto em homenagem ao compositor cearense Humberto Teixeira, parceiro musical de Luiz Gonzaga e teórico do baião. O showHumberto Teixeira – Viva a Memória do Doutor do Baião apresenta arranjos executadas pela orquestra, sob regência e direção artística do maestro Alfredo Barros, e conta com as participações dos cantores Adelson Viana, Calé Alencar, Marcus Caffé, Paulo Belim e Marina Cavalcante. A apresentação é gratuita.

Osuece participa de homenagem a Humberto Teixeira em Fortaleza (Foto: Divulgação)
Osuece participa de homenagem a Humberto Teixeira em Fortaleza (Foto: Divulgação)

3.Idilva Germano: Aplaudida intérprete da cena musical cearense de jazz e música brasileira, a cantora volta aos palcos em Fortaleza. No retorno, ela reúne grandes instrumentistas no show “My Favorite Things”, na sexta-feira (26), às 20h30, no Café Pagliuca, com apoio do projeto Ceará Jazz Series. Confira mais informações.

4. O cantor Renato Assunção faz show neste sábado (27) no restaurante Ponto de Luz Dunas (Rua Coronel José Aurélio Câmara, 1201), em Fortaleza. Na ocasião, o músico se apresenta ao lado de Netinho Sá e Luizinho Duarte. O show acontece a partir das 21h. Mais informações: 98801 0091 e 99984 1441.

Layout Teatro (Foto: Arte/ Sebastião Mota/G1)

5. A Festa dos Musicais O grupo Rod Hanna On Broadwayvolta ao Ceará com para uma apresentação nesta sexta-feira (26), no Teatro Rio Mar. Na ocasião, o grupo apresenta a peça “A Festa dos Musicais”, show que faz homenagem aos grandes musicais da Broadway como Mudança de Hábito, Flash Dance, Priscilla, Rei Leão, Fantasma da Ópera, Grease, Embalos de Sábado à Noite, Mamma Mia, Fame, Carmen Miranda e muitos outros. A apresentação acontece a partir das 21h e os ingressos variam de R$ 90 a R$ 200.

Espetáculo com hits da Broadway será apresentado no RioMar (Foto: Divulgação)
Espetáculo com hits da Broadway será apresentado no RioMar (Foto: Divulgação)

 

6. Elefante: A carioca Probástica Cia. de Teatro traz pela primeira vez a Fortaleza (CE) o espetáculo Elefante, em cartaz nessa sexta (26), sábado (27) e domingo (28) no teatro do Sesc Iracema. As apresentações acontecem as 20h, na sexta e no sábado e as 19h no domingo. Os atores Chandelly Braz, Igor Angelkorte, Livia Paiva, Samuel Toledo, Fernando Bohrer e Luca de Castro encenam a história de uma família que vive em uma época onde ninguém mais envelhece e, portanto, onde não se morre de causas naturais. A partir dos 25 anos, todos passam a tomar um medicamento conhecido apenas como “pílula”, assim permanecendo jovens e com saúde plena. O valor do ingresso custa R$ 10,00 a inteira e R$ 5,00 meia entrada. A classificação indicativa é 16 anos.

8. Mais uma grande Besteira: A trupe As 10 Graças da Palhaçaria apresentará o espetáculo neste domingo (28), às 17h, no Mercado das Aerolândia. O grupo busca mostrar apresentações de grande porte, com a participação do artista internacional Raimundo Novaes, que mergulha em um fantástico mundo digno dos maiores espetáculos circenses da atualidade.

Layout Forró (Foto: Arte/ Sebastião Mota/G1)

9. Toca do Vale: O cantor se apresenta pela primeira vez na casa de shows Paquero Quero, em Fortaleza, neste sábado (27). O público poderá conferir um show exclusivo de “forronerão”, estilo próprio criado pelo Toca do Vale quando integrava a banda Brasas do Forró. Confira mais informações.

A Mostra Eddie Saeta  (Foto: Divulgação)
A Mostra Eddie Saeta (Foto: Divulgação)
Layout Cinema (Foto: Arte/ Sebastião Mota/G1)

10. A Mostra Eddie Saeta – Cinema Feito com Coração será apresentada apresenta no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, em Fortaleza. O evento traz uma retrospectiva gratuita de filmes da renomada produtora espanhola. O público ainda poderá ter todos os filmes apresentadas pelo próprio criador de Eddie Saeta, Luis Minãrro. Convidado especial do evento, Minãrro participará também de umamasterclass para compartilhar a sua experiência de co-produção internacional e sua maneira de ver o cinema. A masterclass acontece no dia 26 de fevereiro, às 16h, no auditório do Porto Iracema das Artes. Não é necessário fazer inscrição prévia, mas são apenas 60 vagas. A programação completa pode ser conferida no site do Dragão do Mar.

11. Curta São Luiz: Cineteatro São Luiz apresenta nesta sexta-feira (26), às 12h30, uma sessão diferente do “Curta São Luiz”, com a estreia de dois curtas-metragens cearenses. “Sertãozinho”, de Rosana Nunes, e “Dilema de Carpideira”, de Philipe Ribeiro, rodados no distrito de Várzea da Ipueira, na cidade de Boa Viagem (CE), serão exibidos em sequencia com entrada franca.

Layout Pop (Foto: Arte/ Sebastião Mota/G1)

12. Santa Sexta: O Mucuripe Music recebe o evento “Santa Sexta” neste 26 de fevereiro. A casa abre a partir das 22h com shows de São 2, Marcinho e Dj Residente. Confira mais informações.

Espaço Ao Vivo Rádio Beach Park (Foto: Divulgação)
Espaço Ao Vivo Rádio Beach Park (Foto: Divulgação)

13. Ao Vivo Rádio Beach Park: O espaço Ao Vivo Rádio Beach Park traz shows nos fins de semana em fevereiro. Localizado no restaurante de praia do Beach Park, o palco recebe bandas que tocam hits do pop rock nacional e internacional. Neste fim de semana, as atrações são O Verbo (sábado) e SisJones (domingo). As apresentações ocorrem das 12h às 16h e o couvert custa R$ 9.

Layout Infantil (Foto: Arte/ Sebastião Mota/G1)

14. Meu Malvado Favorito: Gru e os minions vão agitar e alegrar o público com o espetáculo Meu Malvado Favorito neste domingo (28), na Pracinha do RioMar. O show acontece às 17 horas, no Piso L3, próximo à Praça de Alimentação.A entrada é gratuita.

15.Show da Luna: O público infantil do North Shopping Fortaleza pode conferir neste sábado (27) o espetáculo cover “Show da Luna”, cheio de canções educativas e alegres. A apresentação é gratuita e acontece no 3º Piso, próximo aos cinemas.

Show da Luna (Foto: Divulgação)
Show da Luna (Foto: Divulgação)

16. Monster High: As personagens do desenho animado Monster High animam a tarde de domingo (28) no North Shopping Fortaleza em peça teatral cover. A apresentação é gratuita e acontece no 3º Piso, próximo aos cinemas.

17. O North Shopping Jóquei apresenta o espetáculo cover “Rei Julian e os Pinguins” neste domingo (28). A peça traz uma aventura na floresta para animar a criançada. A apresentação é gratuita e acontece no Piso L3.

18. Mundo das Bolinhas: Atração infantil do North Shopping Jóquei, o Mundo das Bolinhas traz uma piscina gigante composta por 200 mil bolinhas e escorregadores, voltada para crianças e acompanhantes.

19. Brincadeiras de Criança: O projeto do North Shopping Maracanaú traz a animação dos palhaços Peteleco e Peteca neste domingo (28). O show é gratuito e acontece na praça de alimentação a partir das 18h.

20. O Grupo Encantos: anima a tarde deste domingo (28) com muitas histórias, apresentando o espetáculo “Clássicos Infantis” no Via Sul Shopping. O show é gratuito e acontece a partir das 17h na praça de alimentação.

Grupo Encantos (Foto: Divulgação)
Grupo Encantos (Foto: Divulgação)

21. Le Cirque Amar: O circo de origem francesa “Le Cirque Amar” segue em temporada de na capital. Segundo os organizadores, a cidade vai ser a primeira a receber uma série de números inéditos no Brasil. Todas as sessões serão apresentadas em uma estrutura montada no estacionamento do Shopping Iguatemi, no Bairro Edson Queiroz. Confira mais informações.

22. Mais Infância: Inaugurado pelo Governo do Estado na última quarta-feira (24), o Espaço Mais Infância funcionará todos os dias e será aberto ao público na Praça Luíza Távora. O local possui brinquedoteca, biblioteca infantil, sala de multimídia, cozinha gourmet para crianças e cineminha e visa estimular o desenvolvimento infantil nos aspectos físico, cognitivo e emocional, bem como fortalecer a socialização, o convívio familiar e os valores culturais.

23. Frozen: O Shopping Parangaba, em parceria com a Cia Mix da Alegria, apresenta neste domingo (28) a peça “Frozen em: O aniversário de Anna”, uma nova produção teatral, com novos figurinos e produção. Baseado na famosa animação da Disney, Elsa, após se tornar rainha, tenta retomar sua vida normal, preparando uma festa de aniversário para sua irmã, Anna. Porém, várias adversidades tornaram algo tão simples em uma divertida aventura. A peça é gratuita e será exibida neste doming das17h às 18h, na nova loja do Parangaba é Show, localizada no piso L2 do Shopping Parangaba.

Espetáculo Frozen (Foto: Divulgação)
Espetáculo Frozen (Foto: Divulgação)

24. Castelo Encantado de Bolinhas: O Shopping RioMar recebe o Castelo Encantado de Bolinhas. Com 6,5 de altura, o brinquedo conta com mais de 300 mil bolinhas coloridas em um espaço de 180 m² formado por torres, escorregadores e tobogãs. O brinquedo funciona de segunda a sábado das 10 horas às 22 horas e nos domingos e feriados das 12 às 21 horas. O valor da entrada é R$ 15,00 para 15 minutos de diversão. Crianças até quatro anos não pagam, mas só podem entrar no brinquedo acompanhadas dos pais ou responsáveis como pagante.

Layout Cultura Pop (Foto: Arte/ Sebastião Mota/G1)

25. Pokemón Day: O shoping RioMar recebe neste sábado (27), um evento em comemoração aos 20 anos de Pokemón. O Pokémon Day será realizado na Livraria Leitura do RioMar, localizada no Piso L2, com início às 11 horas. A programação conta com torneios de Pokémon, divididos nas categorias Júnior, Sênior e Master. As inscrições para os torneios iniciam-se às 12h30. Os ganhadores de cada categoria irão receber premiação. Para mais informações os interessados devem ligar para 3045 0314.

Layout Shows Gratuitos (Foto: Arte/ Sebastião Mota/G1)

26. O cantor David Duarte é destaque na programação do Mercado da Aerolândia, em Fortaleza, neste sábado (27). O show acontece a partir das 19h e David apresentará um show plural e um repertório de sucessos, como “O Que Eu Queria”, “Presente” e “Valeu a Pena Esperar”.

David Duarte (Foto: Divulgação)
David Duarte (Foto: Divulgação)

27. O Mercado dos Pinhões recebe nesta sexta-feira (26), às 20h, a festa Baila Comigo. Realizada sempre na última sexta-feira do mês, a programação musical fica por conta da banda Classe A. Os bailarinos da Induo Cia. de Dança estarão a postos para convidar o público.

28. Forró do Mercado: O Mercado dos Pinhões promove todos os fins de semana o tradicional “Forró do Mercado” a partir das 19h. Neste domingo (28), o pé de serra é garantido com a banda Forró Somos Nordestinos.

29. Passeio Instrumental: As tardes de sábado e de domingo no Passeio Público são embaladas pelo projeto “Passeio Instrumental”, que acontece sempre no horário do almoço, das 12h30min às 15h30min. No sábado (20), o som fica por conta do Trio Mistura Brasileira (Moacir Bedê, Marco Túlio e Nilton Fiori) . Já no domingo (14), a música ficará por conta do Trio Caixa de Som (Carlinhos Perdigão, Marcelo Justa e Gerardo Gondim).

30. O projeto Show de Atrações anima o happy hour do North Shopping Jóquei com bandas tocando clássicos da Jovem Guarda. Nesta sexta (26), tem apresentação de Gilberto Jr e Banda, às 19h, na praça de alimentação (piso L3).

31. Maracanaú: O pagode é a pedida desta sexta-feira (26) no North Shopping Maracanaú. Quem se apresenta na praça de alimentação é o grupo Clima do Pagode. O show é gratuito e acontece a partir das 19h.

OFF Outlet (Foto: Divulgação)
OFF Outlet (Foto: Divulgação)

32. O OFF Outlet Fortaleza, em Caucaia, recebe neste sábado (27) o cantor João Paulo apresentando grandes sucessos da MPB no Música na Praça. A apresentação acontece de 17h às 20h, na praça de alimentação. A entrada é gratuita.

33. O projeto Almoço Musical apresenta show do cantor Tiago Araújo neste domingo (28), das 11h30 às 14h30, no OFF Outlet Fortaleza, em Caucaia. Autodidata, Tiago passeia por diversos estilos musicais acompanhado do violão e do violino, e promete um repertório que vai encantar o público do shopping.

Layout Rock (Foto: Arte/ Sebastião Mota/G1)

34. Sexta Rock: As bandas Askencii, In no Sense e Jack the Jocker fazem shows nesta sexta-feira (26), no espaço Boca Rica, anexo do Theatro José de Alencar,  em Fortaleza. As apresentações integram o projeto Sexta Rock e acontecem a partir das 18h, com entrada franca.

Layout Exposição (Foto: Arte/ Sebastião Mota/G1)

35. Quem é o Homem do Sudário?: A exposição internacional pode ser conferida no Shopping Parangaba, em Fortaleza. A mostra reconstitui a trajetória do “Sudário de Turim,” o pano que supostamente teria envolvido Jesus Cristo, contém as moedas originais da era cristã, réplicas dos pregos, flagelos e da coroa de espinhos. Além destes itens, mais de 30 painéis estão expostos, incluindo estudos sobre o lençol sepulcral, o percurso histórico, a tumba com a escultura de bronze em tamanho real e o holograma em 3D feito pelo cientista holandês Petrus Soons. A entrada da exposição é gratuita, mas os visitantes podem doar alimentos não perecíveis que serão doados a instituições de caridade.

Exposição sobre o Santo Sudário (Foto: Divulgação)
Exposição sobre o Santo Sudário (Foto: Divulgação)

35. O Caminho das Abelhas: O A exposição segue em cartaz no Espaço Cultural Correios (ECC), em Fortaleza. A mostra é composta por imagens feitas do sertão de Irauçuba, no Ceará, feitas pelos fotógrafos Iana Soares, Markos Montenegro, Paulo Gutemberg, Sérgio Carvalho, Silas de Paula, Vanessa Andion e sob curadoria do diretor de arte, Ademar Assaoka. Confira mais informações.

36. A mostra “Os Seres Vivos” segue em cartaz de terça-feira a domingo na Galeria Mário Baratta, no Estoril, na Praia de Iracema. A exposição gratuita reúne 12 imagens e se propõe a refletir sobre a responsabilidade de cada espécie em prol da harmonia da biosfera e a exploração desenfreada dos recursos naturais.

Layout Feira (Foto: Arte/ Sebastião Mota/G1)

37. Feira da Tailândia: O Thailand Festival é uma opção para os amantes da cultura tailandesa e asiática. Em cartaz até o dia 7 de março, no Shoping RioMar, a feira conta com cerca de 5 mil itens entre artigos de decoração, roupas, móveis, incensos, bijuterias e outros. A entrada é gratuita.

Fran & Diego (Foto: Divulgação)
Fran & Diego (Foto: Divulgação)
Layout Sertanejo (Foto: Arte/ Sebastião Mota/G1)

38. A dupla sertaneja Fran & Diego apresenta um repertório de sertanejo e arrocha em quatro apresentações nesta semana em Fortaleza. Na sexta-feira (26), eles agitam o Boteco Original. No sábado (27), Fran & Diego comandam o Pôr do Sol, do restaurante Colher de Pau e a festa “Circuito Country” no Saloon Western Pub, casa onde são anfitriões e onde recebem a outra dupla, Higor e Mateus. Confira mais informações.

Layout Shows Gratuitos (Foto: Arte/ Sebastião Mota/G1)

49. A Vila Azul do Mar, espaço noturno de convivência do Beach Park no Porto das Dunas, tem apresentações de cultura regional, música e humor neste fim de semana. Na sexta-feira (26), o samba dita o ritmo da noite com a apresentação da Banda Batuquê.

40. Cultura regional e cover: No sábado (27), a cultura regional ganha espaço na Vila Azul do Mar com o talento da Companhia de Dança Cordapés apresentando um show exclusivo de dança folclórica. No domingo (28) é noite de homenagear o maior astro da música pop mundial, com o show cover “O Melhor de Michel Jackson”.

Layout Gastronomia (Foto: Arte/ Sebastião Mota/G1)

41. Batataria: Para atender com mais conforto das fãs das deliciosas batatas recheadas em Fortaleza, a Batataria BR inauguram nesta sexta-feira (26), às 18 horas, a expansão de loja no bairro Meireles (Rua Frederico Borges, 280, Meireles). O espaço tem feito sucesso reproduzindo a receita de batata de um português apaixonado pela culinária portuguesa.

Batata recheada fit (Foto: Divulgação)
Batata recheada fit (Foto: Divulgação)

Coelce abre negociação de contas em atraso no mês de março; saiba como participar

coelce

A Coelce realiza no mês de março o primeiro feirão de negociação de dívidas de 2016. Entre os dias 1° e 12 de março, todas as lojas de atendimento da Capital e Interior ofertam condições especiais para os clientes quitarem dívidas em atraso.

De acordo com a empresa, o feirão oferta parcelamento com juros zero, entrada reduzida e sem atualização da dívida, conforme a situação de cada cliente. Até o dia 11 de março, todas as lojas do Ceará estarão mobilizadas para o Feirão, dentro do horário cada unidade. Aos sábados, dias 5 e 12, os clientes de Fortaleza podem regularizar os débitos nas lojas do Carlito Pamplona, Centro, Messejana e Parangaba, das 08h às 12h.

Para participar do feirão, o cliente precisa ter, ao menos, uma fatura vencida há, no mínimo, 60 dias. Caso o consumidor seja cadastrado no benefício baixa renda ou tenha sido descadastrado em 2015, são necessários apenas 30 dias de atraso. Além da conta de energia, o cliente deverá levar seu CPF para a loja de atendimento.

Atendimento especial nos dias 5 e 12/03, de 08h às 12h, nas lojas abaixo:
· Loja de atendimento Carlito Pamplona: Avenida Francisco Sá, 3777
· Loja de atendimento Centro: Rua Barão do Rio Branco, 1453
· Loja de atendimento Messejana: Rua Pergentino Maia, 620
· Loja de atendimento Parangaba: Rua 07 de Setembro, 56

(Rádio Verdes Mares)

Fortaleza Liquida: Comércio de Fortaleza oferta descontos de até 70% durante campanha

liquidac3a7c3a3o

As lojas, shoppings, supermercados e outros comércios da Capital devem oferecer descontos de até 70% nos produtos, a partir desta quinta-feira (25) até o dia 07 de março. A oportunidade para consumidores que aguardam melhores preços para ir às compras acontece durante a 7ª edição da campanha Fortaleza Liquida, realizada pela Câmara de Dirigentes Lojistas e encerrada com sorteio de prêmios.

Mais de quatro mil estabelecimentos participam desta edição da campanha, ofertando produtos com descontos entre 10% e 70%, de acordo com a CDL. “Essa é promoção mais democrática que tem. Eu costumo comparar com a Black Friday. [O evento] vai atender a todos os shoppings, mas também o Centro da cidade e lojistas da avenida Monsenhor Tabosa”, detalha o presidente da CDL  Severino Neto. A promoção deve atender o lucro de R$ 270 milhões.

Nesta edição, os consumidores recebem um cupom a cada R$ 30 em compras e concorrem a dois carros e 10 vales de um ano de supermercados grátis. As compras realizadas com cartões de crédito em máquinas Rede ganham o dobro de cupons. O sorteio acontece no próximo dia 11 de março.

(Rádio Verdes Mares)

Base da TAM em Aracati começa a operar em março

hangarr

No dia 1º de março começa a operar a Base de Manutenção da TAM Aviação Executiva no município de Aracati, litoral leste do Ceará. Será a primeira base da empresa a funcionar fora do estado de São Paulo. O equipamento foi instalado em um hangar construído na área interna do Aeroporto Regional de Aracati.

A base dará manutenção à toda frota de aviões executivos, principalmente jatinhos, das regiões Norte e Nordeste do País. O equipamento trabalhará com reparos e manutenção de aviões executivos, de pequeno e médio portes. De acordo com o assessor de infraestrutura aeroportuária do Departamento Estadual de Rodovias – DER, Coronel Paulo Edson, o hangar deve receber, em plena operação, cerca de 50 aeronaves por dia. O novo equipamento, orçado em R$ 30 milhões, mede 10 mil metros quadrados (m²) e foi homologado pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) no último dia 12 de fevereiro.


Sobre o Aeroporto de Aracati

O Aeroporto Regional de Aracati, entregue à população cearense em 2012, teve investimento de R$ 23.746.467,94 milhões na construção da pista de pouso e decolagem, do pátio de estacionamento, da pista de táxi e da Seção de Combate a Incêndio (Secinc). Com o Aeroporto Regional de Aracati, a região ficou acessível aos principais mercados, sendo capaz de receber voos nacionais, proporcionando incremento da economia regional e criando um novo canal de escoamento da produção local para os mercados consumidores.

(Governo do Estado do Ceará)

Escola industrial oferece 11 minicursos gratuitos em Fortaleza

photo

A Escola Industrial Luigi Poluzzi oferece em Fortaleza onze minicursos gratuitamente nos dias 5 e 12 de março. As capacitações terão três horas/aula e vão entregar certificados aos participantes. A inscrição pode ser feita no site da instituição.

Os próximos cursos contemplam as áreas de comunicação e design. Serão ofertados cursos nas áreas de: introdução a fotografia; comunicação eficaz; cordel no design e criatividade; branding; gestão de mídias sociais; processo criativo em design editorial; arte urbana; importância do domínio de ferramentas; tendências de marcas; criatividade; e cartaz como mídia de fronteira.

Para realizar as capacitações, participarão das aulas os profissionais Mauro Costa (AD2M Comunicação), Eurino Sales (Cordel Publicitário), Meg e Larissa (Destra Design), Chateaubriand Arrais (Tatics), Rober Dioh (Fotografia), Dirceu Ximenes (Opa Escola de Design), Waleska Vianna (Eita), Narcélio Grud e Alberto Gadanha (Case Festival Concreto), Rodrigo Vieira (Vibri), Marco Mendonça (Guash) e Rodrigo e Rebeca (Miligrama).

Segundo o diretor da Escola Industrial Luigi Poluzzi, Nivaldo Teixeira, os cursos atendem a um segmento específico, mas com grande procura. “Nessa etapa, buscamos contemplar a comunicação. Por ser um mercado bastante dinâmico, reservamos espaços específicos para várias áreas. Esperamos que o sucesso dos cursos de fevereiro se repita”.

A Escola Industrial Luigi Poluzzi foi criada em 2014. Tem como realização o Instituto de Tecnologia e Inovação Gestino e está vinculada à empresa EIM Instalações Industriais, presente no mercado desde 1956, e que hoje possui um portfólio de mais de 400 clientes, oferecendo soluções especializadas em montagens industriais e instalações eletromecânicas. A instituição já formou 113 alunos nos cursos de Eletricidade Básica, Caldeiraria, Soldagem Eletrodo Revestido, NR 10 Reciclagem, NR 10 (40h) e NR 35, ajudando diretamente a empregar 63 deles.

A metodologia envolve a teoria necessária para o entendimento dos processos e o máximo possível de prática, voltada para as atividades do dia a dia de uma instalação eletromecânica. Aspectos humanos e éticos, associados a conceitos como trabalho em equipe, justiça, comprometimento, iniciativa e autodesenvolvimento, também são trabalhados durante as aulas.

Inscrições abertas para cursos do Movimento Saber Mais Nunca é Demais
Valor: gratuito
Inscrições em: www.escola.ind.br

(G1 Ceará)

Quadrilha internacional teria enterrado milhões de euros em Fortaleza

euro_banknotes

Fortaleza foi uma das regiões escolhidas por um grupo criminoso especializado no tráfico de drogas e em lavagem de dinheiro, que opera no Brasil e na Europa. Uma operação conjunta entre a Polícia Federal (PF) e a Polícia Judiciária da Holanda, intitulada de ‘Fiorino’, investiga o esquema da quadrilha.

O principal integrante da quadrilha teria escondido milhões de eurosna área externa de um condomínio de luxo localizado em Fortaleza, de acordo com uma informação levantada pela Polícia holandesa. A Polícia Federal está utilizando equipamento de rastreamento de solo para identificar áreas suspeitas onde o dinheiro possa estar enterrado.

A operação foi desencadeada com o cumprimento de mandados de busca e apreensão no Brasil (1) e na Holanda (2), simultaneamente. Nessa etapa, a PF visa obter documentos e apreender bens adquiridos pela organização criminosa, entre eles, o imóvel situado em Fortaleza.

De acordo com a PF, a organização criminosa atua no plantio, preparação e distribuição ilegal de maconha. Durante as buscas na Holanda, foi localizada e apreendida a quantia de 125 mil euros, em uma das residências de um integrante da organização.

 

Redação O POVO Online

TAM exclui voos Manaus-Boa Vista e Fortaleza; voos a Miami são reduzidos

tam

Mais dois voos que partem de Manaus com destino a outras capitais do Brasil serão cancelados pela TAM Linha Áreas. A empresa confirmou, nesta quinta-feira (25), o cancelamento dos embarques sem escalas para Boa Vista e Fortaleza.  A empresa já tinha anunciado cancelamento do voo Manaus-Rio de Janeiro. Voos para Miami também terão alterações.

De acordo com a TAM, a empresa “realizou mudanças na sua operação aérea em Manaus para adequar a malha aérea da companhia ao atual cenário brasileiro”, cita comunicado enviado ao G1.

Ainda segundo a empresa, os passageiros que já possuem reservas para voos cancelados serão para informados sobre sua reacomodação e oferta de outras alternativas.

A partir de 17 de abril de 2016 ocorrerão as mudanças:  o voo direto Manaus–Rio de Janeiro/Galeão será cancelado (a companhia manterá como alternativa aos passageiros os voos com conexões em Brasília ou em São Paulo); o voo direto Manaus–Boa Vista será cancelado (a companhia manterá a capital deRoraima conectada a outros destinos no Brasil a partir de voos com conexão em Brasília);  o voo direto Manaus–Fortaleza será cancelado (a companhia manterá como alternativa aos passageiros o voo Manaus-Belém-Fortaleza).

Internacional
A rota Manaus–Miami terão redução de 4 para 2 frequências semanais. A companhia informou ainda que manterá como alternativa aos passageiros os voos operados às segundas e quintas-feiras. A mudança inicia a partir de 28 de março de 2016.

(G1 Amazonas)

Tribunal canadense autoriza plantação de maconha para consumo terapêutico

maconha_cultivo_outdoor

Um tribunal canadense declarou inválida lei do governo anterior que proibia os doentes autorizados a usar maconha (canábis) com fins medicinais de cultivar a planta para autoconsumo.

O Tribunal Federal considerou que “os regulamentos sobre a marijuana com fins medicinais”, que exigia aos doentes que a comprassem de produtores autorizados, violavam os direitos constitucionais.

A restrição, contida no regulamento adotado em 2014, é “arbitrária e de alcance excessivo”, escreveu o juiz Michael Phelan, ao dar ganho de causa aos quatro indivíduos que têm necessidade de consumir canábis por razões médicas.

“A imposição do regime, que pretende controlar o consumo de marijuana com fins médicos, teve consequências desfavoráveis sobre a sua vida”, acrescentou o juiz.

A aplicação da declaração ficou suspensa por seis meses, para permitir que o governo de Justin Trudeau adote um novo regime, de acordo com a carta canadense de direitos e liberdades.

Trudeau já prometeu fazer do Canadá o primeiro país do G-7, o grupo das sete economias mais desenvolvidas, a legalizar o consumo terapêutico da maconha, mas ainda não estabeleceu um calendário para atingir esse objetivo.

(R7 Internacional)

Em novo vídeo, Estado Islâmico faz ameaças aos fundadores do Twitter e do Facebook

ng6036187

Os apoiantes do grupo Estado Islâmico têm um novo alvo: os líderes de duas das redes sociais mais populares do mundo. Um grupo de piratas informáticos associado aos jihadistas publicou um vídeo, na terça-feira, em que mostra imagens dos fundadores do Facebook e do Twitter, Mark Zuckerberg e Jack Dorsey, respetivamente, envolvidos em chamas.

 

O vídeo, uma peça de propaganda de 25 minutos, intitulado “Chamas dos Apoiantes”, elege os dois como alvos devido aos esforços das respetivas redes sociais para combater o terrorismo – reforçando as equipas que monitorizam as mensagens, removendo publicações que promovem a violência e o terrorismo e, muitas vezes, as contas de onde estas são publicadas. O Twitter, por exemplo, anunciou no início do mês que suspendeu mais de 125 contas desde meados do ano passado.

 

“Anunciam diariamente que suspenderam muitas das nossa contas e nós dizemos: é tudo o que conseguem fazer? Não estão na nossa liga”, diz o texto que aparece no vídeo, que foi noticiado pelo site Vocativ.

 

A notícia surge no mesmo dia em que a administração Obama decidiu contra-atacar, reunindo-se na quarta-feira com executivos da Apple, do Twitter, Snapchat, Facebook, MTV e Buzzfeed, para discutirem as formas mais eficazes de impedir as ações cibernéticas do Estado Islâmico.

Via http://www.ariquemesonline.com.br

Pequim ultrapassa Nova York como cidade com mais bilionários no mundo

pequim
Pequim é vista como o centro de poder chinês em que a elite econômica mantém laços estreitos com líderes do Partido Comunista.

Pequim ultrapassou pela primeira vez Nova York como a cidade com o maior número de bilionários, aponta um novo relatório.

Há um total de 100 bilionários vivendo na capital chinesa, ante 95 em Nova York, segundo estudo da empresa chinesa Hurun.

Xangai, o principal centro comercial chinês, aparece em quinto lugar.

A Hurun, que mapeia a riqueza na China, tem divulgado nos últimos cinco anos um relatório anual intitulado Global Rich List (Lista Global dos Ricos, em tradução livre), que mede o patrimônio dos bilionários em dólares americanos.

O estudo revelou que Pequim ganhou 32 novos bilionários no ano passado, ultrapassando Nova York, que teve apenas quatro novos bilionários.

No cenário geral, a China também superou os EUA como o país com maior número de bilionários. Contudo, o ranking das dez pessoas mais ricas ainda é dominado por americanos.

A China conta com 568 bilionários após somar mais 90, enquanto os EUA têm 535.

Somado, o patrimônio dos bilionários chineses chega a US$ 1,4 trilhão, cifra semelhante ao PIB (Produto Interno Bruto) da Austrália.

Riqueza na desaceleração

Diretor da Hurun, Rupert Hoogewerf destacou que esse crescimento da riqueza na China ocorre em meio a uma redução no ritmo do crescimento do país e instabilidade nos mercados financeiros.

Hoogewerf afirmou à agência de notícias Associated Press que isso pode ter ocorrido após os órgãos reguladores chineses terem autorizado uma nova onda de lançamento de ações, depois de ter contido os IPOs (oferta pública inicial de ações) por anos.

De acordo com a Hurun, o homem mais rico da China continua sendo Wang Jianlin, de um grupo de desenvolvimento imobiliário e de entretenimento, com um valor estimado em US$ 26 bilhões.

Mas ele não conseguiu entrar na lista dos 10 maiores bilionários do mundo, liderada por Bill Gates, com US$ 80 bilhões, e o investidor Warren Buffett, com US$ 68 bilhões.

Em terceiro lugar vem o magnata da moda espanhol Amancio Ortega, com US$ 64 bilhões. O relatório identificou 2.188 bilionários no mundo, um novo recorde.

Via BBC

Correios abrem inscrições para quase 4 mil vagas de jovem aprendiz

Quase 4 mil vagas e mais cadastro reserva serão ofertadas no Programa Jovem Aprendiz dos Correios que abriram hoje as inscrições. A participação  no processo seletivo é gratuita e só podem ser feitas pela internet no site dos Correios. O período de inscrição vai de hoje até o dia 13 de março. As vagas são para todos os estados do Brasil, inclusive a Bahia.

Foto: Daniel Francelino/Correios

Para participar, o candidato deverá ter entre 15 e 22 anos completos, exceto se pessoa com deficiência; estar matriculado na escola e cursando, no mínimo, o 9º ano do ensino fundamental.

Clique aqui e veja edital e faça sua inscrição

A seleção será simplificada, realizada por meio da comprovação de requisitos referentes à renda familiar, aprovação escolar, série atual e participação em projetos sociais, a partir de uma pontuação detalhada no edital.

Os candidatos escolhidos terão jornada de aprendizagem de 20 horas semanais, distribuídas em quatro horas diárias; participarão de curso de aprendizagem de assistente administrativo realizado no SENAI; e receberão salário de R$ 413,33 além de vale transporte e vale refeição ou alimentação.  O resultado final será divulgado no DOU e no site www.correios.com.br em até 30 dias após o encerramento das inscrições.

(Correio 24 Horas)

Nova fase da Zelotes mira Grupo Gerdau em 4 estados e DF

cc3b3pia20de20zelotes

A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira uma nova fase da Operação Zelotes. O alvo é o grupo Gerdau, investigado por suposta compra de decisões no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf), órgão ligado ao Ministério da Fazenda que julga recursos de grandes contribuintes a multas aplicadas pela Receita Federal. O grupo teria tentado anular débitos que chegam a R$ 1,5 bilhão.

A PF cumpre 22 mandados de condução coercitiva, _ quando a pessoa é liberada no mesmo dia após prestar depoimento _, sendo um deles para André Gerdau, diretor-presidente e presidente do Comitê Executivo da empresa, e 18 mandados de busca e apreensão no Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, São Paulo, Pernambuco e no Distrito Federal.

No Estado, estão sendo cumpridos cinco mandados de busca e apreensão — quatro em Porto Alegre e um em Sapucaia do Sul —  e quatro de condução  coercitiva — três na Capital e um em Novo Hamburgo. Conforme a assessoria de imprensa da PF, até as 9h30min, três pessoas já haviam sido levadas para depor na sede da Polícia Federal, e outra não havia sido localizada.

A Polícia Federal chegou a informar que o empresário Jorge Gerdau também iria depor, mas depois corrigiu a informação e afirmou, pela assessoria de imprensa, que ele não é alvo de nenhuma medida.

Desde as 6h30min, agentes da polícia fazem buscas em sedes da empresa.

Segundo a PF, o grupo, que tem operações industriais em 14 países, celebrou contratos com escritórios de advocacia e de consultoria, os quais, por meio de seus sócios, teriam agido de maneira ilícita manipulando o andamento do processo. Conforme as investigações, o grupo de lobistas teria mantido atuação mesmo após a deflagração da Zelotes.

operação foi deflagrada em março de 2015 para desarticular esquema de compra de decisões no Carf por empresas. O caso está em fase de oitiva de testemunhas na Justiça Federal do DF.

Além das ilegalidades constatadas nas ligações entre empresários e o colegiado vinculado ao Ministério da Fazenda, a Zelotes investiga suspeitas de pagamento de propina para a compra de medidas provisórias que interessavam à indústria automotiva.

Um a ação penal relacionada a esses crimes já está em curso na Justiça Federal em Brasília. Por determinação judicial, dois suspeitos, que estão presos por participação no esquema, serão interrogados na Penitenciária da Papuda, na capital federal.

A Gerdau confirmou, por meio da assessoria de imprensa, que policiais estão em seus escritórios desde o início da manhã desta quinta-feira e informou que está ajudando na apuração do caso.

Confira a nota da empresa na íntegra:

A Gerdau comunica que a Polícia Federal está, hoje pela manhã, em suas dependências em relação à Operação Zelotes. Esclarece que não tem mais informações até o momento, mas está colaborando integralmente com as investigações da Polícia Federal.

Ressalte-se ainda que, com base em seus preceitos éticos, a Gerdau não concedeu qualquer autorização para que seu nome fosse utilizado em pretensas negociações ilegais, repelindo veementemente qualquer atitude que possa ter ocorrido com esse fim.

A Gerdau reitera, portanto, que possui rigorosos padrões éticos na condução de seus pleitos junto aos órgãos públicos e reafirma que está, como sempre esteve, à disposição das autoridades competentes para prestar os esclarecimentos que vierem a ser solicitados.

(Zero Hora)

A Fortaleza da opulência e da miséria

sem2btc3adtulo-1
Fortaleza e seus contrastes – fotos de Fabiane de Paula

Com o título “Fortaleza: opulência e miséria”, eis artigo de José Borzacchiello, professor e geógrafo. Ele fala um pouco da evolução de uma cidade com muitos contrastes. Confira:

Fortaleza é uma cidade de contrastes e suas imagens produzem visões contraditórias entre seu potencial paisagístico e os retratos e narrativas da riqueza e da miséria reveladores da desigualdade e da injustiça social.

Fortaleza cresceu devastando tudo – dunas, rios, riachos, lagoas, mata original. Nas áreas desprezadas pela expansão urbana da cidade oficial, os pobres construíram seus nichos de abrigo precário com ausência total de infraestrutura.

No período áureo do cultivo do algodão no interior, no século XIX, a Cidade expandiu a malha urbana, reformou seu porto e implantou uma ferrovia, que avançava sertão adentro. A Capital exportadora do algodão ganhou serviços públicos modernos, alinhamento de ruas, praças ajardinadas, comércio variado. A ferrovia transformou a estrutura da Cidade, fragmentando-a. Da Estação João Felipe, o trem seguia pela avenida Carapinima alcançando a Parangaba em direção ao Interior. Num segundo momento, os trilhos foram transferidos e seu traçado ficou paralelo ao muro do Cemitério São João Batista e seguia pela antiga avenida José Bastos.

O fim do período áureo do algodão foi drástico para a economia e a forma da Cidade. As secas prolongadas provocaram o deslocamento de levas e levas de imigrantes pobres sem condições de se instalarem na cidade formal. As áreas localizadas além dos trilhos foram ocupadas dando origem aos bairros mais pobres e miseráveis. No período compreendido entre 1920 a 1940, houve forte incremento demográfico, com acentuado crescimento da pobreza urbana.

Abandonados na cidade e sem políticas públicas de acolhimento, dunas e várzeas alagáveis foram os locais possíveis de fixação para os fugitivos da seca, compreendendo a Barra do Ceará, passando pelo Pirambu, Arraial Moura Brasil, alcançando o Mucuripe e o Lagamar.

Consolidam-se os primeiros aglomerados de habitação precária da Capital. A palha abundante era usada nas paredes e cobertura. Aos poucos, toda a extensão da atual Beira Mar estava ocupada.

Os traços da Fortaleza contemporânea se configuram a partir da Segunda Guerra Mundial, quando a Cidade conhece várias melhorias. Enquanto a cidade formal crescia, os pobres afastados da planta oficial pouco incomodavam. Fortaleza estava longe de atender as demandas dos direitos sociais básicos. A democracia estava muito distante. À medida que a cidade migra para a Aldeota e Meireles, a malha urbana esgarçada barra com os pobres no caminho. Vistos como estorvos, as favelas são removidas, destruindo histórias de vida, laços de vizinhança, memórias. Há registros de comunidades que foram transferidas mais de uma vez.

Fortaleza descobre as amenidades do litoral, surgem os hotéis e edifícios de luxo. O comércio de qualidade elege a Aldeota. Nesse processo, os pobres se organizam, resistem e engrossam cada vez mais o enorme cordão periférico carente de atrativos e de infraestrutura. E assim caminha a cidade acirrando seus contrastes
e suas contradições.

*José Borzacchiello da Silva

borza@secrel.com.br
Geógrafo e professor emérito da UFC.

(Blog do Eliomar – O Povo Online)

Vida sedentária a partir dos 40 ‘reduz tamanho do cérebro’, diz estudo

Um estudo americano sugere que o sedentarismo a partir dos 40 anos tem correlação com o envelhecimento do cérebro e mesmo sua redução de tamanho na casa dos 60 anos.

Sedentários mostraram envelhecimento mais rápido do cérebro  (Foto: Manan Vatsyayana/AFP)
Sedentários mostraram envelhecimento mais rápido do cérebro (Foto: Manan Vatsyayana/AFP)

Pesquisadores da Universidade de Boston acompanharam 1.583 pessoas, com média de idade de 40 anos, todas elas sem demência ou doenças cardíacas. Elas fizeram testes de esforço em uma esteira e também se submeteram a tomografias do cérebro. Vinte anos depois, repetiram os procedimentos.

As pessoas que tinham registrado resultados ruins no primeiro exame tinham cérebros menores na medição de duas décadas depois.

As pessoas que não desenvolveram problemas cardíacos e não estavam usando medicamentos para pressão alta apresentaram o equivalente a um ano de envelhecimento acelerado do cérebro. Aqueles que tiveram problemas ou usaram medicação – na primeira medição – apresentaram o equivalente a dois anos de envelhecimento acelerado do cérebro.

Os resultados foram publicados na revista da Sociedade Americana de Neurologia.

“Encontramos uma correlação direta entre má forma física e o volume do cérebro nas décadas seguintes, o que indica envelhecimento acelerado”, disse Nicole Spartano, da Escola de Medicina da Universidade de Boston, pesquisadora-chefe do estudo.

“Esses resultados, ainda não que não analisados em larga escala, sugerem que a condição física na meia-idade pode ser particularmente importante para milhões de pessoas ao redor do mundo que já têm alguma evidência de doenças cardíacas”.

O encolhimento do cérebro é um processo natural do envelhecimento humano e a atrofia do órgão está ligada ao declínio cognitivo e ao aumento do risco de demência. Cientistas argumentam que o exercício reverte essa deterioração.

“A mensagem é que escolhas de saúde estilo de vida que você faz ao longo da vida poderão ter consequências muitos anos depois”, completa Spartano.

Da BBC

Geólogos acham possível continente submerso a 1.500 km do RJ

Por Eduardo Carvalho, do G1 São Paulo

mapa_atlantidabrasileira

Geólogos brasileiros anunciaram nesta segunda-feira (6) que foram encontrados, a 1.500 km da costa do Rio de Janeiro, indícios de que estaria ali um pedaço de continente que submergiu durante a separação da África e da América do Sul, época em que surgiu o Oceano Atlântico.

De acordo com Roberto Ventura Santos, diretor de geologia de recursos minerais do Serviço Geológico do Brasil (CPRM), há dois anos, durante um serviço de dragagem (retirada de solo oceânico para análise) na região da Elevação do Rio Grande — uma cordilheira marítima em águas brasileiras e internacionais — foram encontradas amostras de granito, rocha considerada continental.

Ele explica que, inicialmente, levantou-se a hipótese de que o recolhimento de tais amostras fora engano ou acidente. No entanto, no último mês, uma expedição com cientistas do Brasil e Japão, a bordo do equipamento submersível Shinkai 6.500, observou a formação geológica que está em frente à costa brasileira e, a partir de uma análise, passou a considerar que a região pode conter um pedaço de continente que ficou perdido no mar por milhões de anos.

“Pode ser a ‘Atlântida’ do Brasil. Estamos perto de ter certeza, mas precisamos fortalecer essa hipótese. A certificação final deve ocorrer ainda este ano, quando vamos fazer perfurações na região para encontrar mais amostras”, explicou Ventura ao G1.

O diretor do CPRM não especificou a idade dessas rochas, no entanto, contou que os pedaços de crosta continental que foram encontrados são mais antigos que as rochas encontradas no assoalho oceânico, nome dado à superfície da Terra que fica abaixo do nível das águas do mar.

De acordo com Ventura, o próximo passo será enviar ao governo brasileiro uma solicitação para que o país reclame a área, que está em águas internacionais, junto à Autoridade Internacional de Fundos Marítimos (ISBA, na sigla em inglês), organismo ligado à Organização das Nações Unidas, para que seja realizada no local prospecção de recursos minerais e estudos relacionados ao meio ambiente.

Rochas de granito encontradas durante expedição geológica ao Elevado Rio Grande, na costa brasileira (Foto: Divulgação/CPRM)Rochas encontradas durante expedição geológica à Elevação do Rio Grande, na costa brasileira (Foto: Divulgação/CPRM)

Pesquisador segura rocha de granito encontrada durante dragagem feita há dois anos, na região do Elevado Rio Grande, na costa brasileira (Foto: Divulgação/CPRM)Pesquisador segura rocha com minério de ferro encontrada durante dragagem feita no ano passado, na região da Elevação do Rio Grande, na costa brasileira (Foto: Divulgação/CPRM)

8 de Março/Dia Internacional da Mulher: Data terá programação especial na Praça do Ferreira

dia-internacional-da-mulher-sombra-do-jua
Créditos: Pousada Sombra do Juá

Uma extensa e intensa programação está agendada para a Praça do Ferreira no próximo dia 8 de Março, Dia Internacional da Mulher, a partir das 6h, organizado por diversas entidades do movimento social organizado que luta em defesa dos direitos da mulher. O Sindicato dos Bancários do Ceará, através de sua Secretaria da Igualdade e da Diversidade, irá participar colaborando com a parte cultural do evento.

Através do Coletivo de Mulheres Bancárias, o Sindicato montará um stand na Praça para dar visibilidade às suas ações em defesa dos direitos das mulheres. Na ocasião, as atrizes Bia Menezes e Ana Patrícia apresentarão a peça “O Nascimento de uma Rosa”, baseada na frase da filósofa e economista marxista, Rosa de Luxemburgo: “Por um mundo onde sejamos socialmente iguais, humanamente diferentes e totalmente livres”. A peça vai abordar temas como saúde, violência contra a mulher, igualdade de oportunidades, entre outros direitos, de maneira popular e interagindo com as pessoas na Praça. A bateria do bloco De Magote Não Tem Quem Derrote vai se apresentar no encerramento do evento.

“O nosso objetivo é não só homenagear as mulheres, mas levar nossa mensagem em defesa dos direitos das mulheres, contra o machismo, contra todos os costumes da sociedade patriarcal e contra o capitalismo selvagem que não vê as pessoas como seres humanos”, destacou a secretária de Igualdade e da Diversidade, Rita Ferreira.

A Secretaria está preparando ainda uma vasta programação durante todo o mês de março para homenagear as mulheres bancárias. Todas as atividades serão divulgadas gradativamente nas próximas edições da Tribuna Bancária e em nosso site e redes sociais.

Planejamento No próximo dia 27/2, a partir das 8h30, na sede do Sindicato, haverá a reunião de planejamento das atividades e estratégias de luta da Secretaria de Igualdade e da Diversidade do Sindicato dos Bancários do Ceará para o ano 2016. O evento contará com todas as diretoras, liberadas e não liberadas, que compõem a direção da entidade.

(Sindicato dos Bancários do Ceará)

Abertas inscrições para Escola de Ritmo promovida pelo SEEB-CE

coolclips_vc003861
Direitos de Imagem: CoolClips.com

O bloco de pré-carnaval dos bancários, De Magote Não Tem Quem Derrote, organizado pelo Sindicato dos Bancários do Ceará, através da Secretaria de Cultura, está com inscrições abertas para sua Escola de Ritmo, podendo participar bancários, familiares e amigos.

A inscrição para a Escola de Ritmo será de R$ 70,00, incluindo a camisa do Bloco De Magote. A mensalidade será de R$ 50,00 por participante. A Escola teve início em 2015, com a participação de bancários de diversos bancos, que tiveram as primeiras noções dos instrumentos de uma bateria carnavalesca, sob a batuta do Mestre Lee, integrante de baterias de blocos carnavalescos, com participação em importantes agremiações nacionais.

As aulas acontecem na sede do Sindicato (Rua 24 de Maio, 1289 – Centro), às terças e quintas-feiras (aulas de tamborim); às quartas-feiras (aulas de chocalho e caixa), das 19h às 21h. E, dependendo da procura, poderá ser aberta uma turma de caixa aos sábados, das 10h às 12h.

Mais informações com a diretora do Sindicato, Carmen Araújo (99155 7308) ou com a funcionária Elizete (3252 4266, a partir das 12 horas).

(Sindicato dos Bancários do Ceará)

SEEB-CE realiza pagamento de valores para mais 40 ex-becistas

O Sindicato dos Bancários do Ceará realizou na terça-feira, 16/2, o pagamento de valores incontroversos da ação contra o Bradesco, em favor de mais 40 ex-funcionários do BEC. Os cheques com os valores liberados através de alvarás foram entregues durante um café da manhã, na sede da entidade. Estes são mais dois lotes liberados da ação judicial repartida em 58 execuções separadas por lotes de, em média, 20 bancários cada um. Até agora foram pagos 15 lotes.

Os cheques foram entregues aos ex-becistas pelos diretores do Sindicato, Robério Ximenes e Rita Ferreira, com a colaboração do assessor jurídico da entidade, Anatole Nogueira. Os dirigentes sindicais falaram da luta do Sindicato/Jurídico durante os 18 anos da ação, para resgatar esses reajustes salariais, negados pelo então governador Tasso Jereissati. Também foi lembrado, na ocasião, que os lotes estão sendo liberados paulatinamente e foram dados esclarecimentos sobre os trâmites da ação e sobre as deduções legais.

Mais de 1.200 bancários são beneficiários dessa ação do Sindicato contra o Bradesco. Os valores liberados são incontroversos, que representam as quantias que não estão sendo discutidas judicialmente. No entanto, os valores totais da ação continuam sendo postulados e prossegue seu curso na Justiça.

“Essa ação já tramita há mais de 18 anos e hoje temos mais um dia histórico para nós. É com muita satisfação que chegamos nesse momento, de devolução de uma parte do direito usurpado do trabalhador”
Robério Ximenes, diretor do Sindicato e ex-funcionário do BEC

(Sindicato dos Bancários do Ceará)

Comando Nacional dos Bancários aprova resoluções políticas e calendário da Campanha Nacional 2016

campanha-salarial-2016

Via Contraf-CUT

O Comando Nacional dos Bancários definiu na terça-feira (23) em reunião realizada na sede da Contraf- CUT, o calendário de atividades da Campanha Nacional 2016 , avaliou a conjuntura e aprovou resolução política de atuação, posicionando a categoria em assuntos como Reforma da Previdência, taxa de juros, crédito, autonomia do Banco Central e combate a corrupção.

Resoluções Políticas do Comando Nacional dos Bancários

Reafirmamos nossa posição de não aceitar a retirada de direitos dos trabalhadores em projetos que tramitam no Congresso Nacional ou em qualquer outra esfera.

Entendemos que a prioridade do governo não tem de ser a Reforma da Previdência e sim promover mudanças na política econômica para a retomada do crescimento com políticas de ampliação do crédito e geração de emprego e renda. Não vamos aceitar retrocessos como a idade mínima para a aposentadoria ou equiparação entre homens e mulheres do tempo de vida exigido para obter o benefício.

Repudiamos essa prática de juros altos e extorsivos cobrados pelos bancos e defendemos a redução da taxa Selic, que nos patamares atuais só contribui para o fortalecimento do rentismo, retirando dinheiro do orçamento público (em saúde, educação e políticas sociais) para colocar no bolso do setor financeiro.
Somos contrários ao projeto de lei que prevê a independência do Banco Central do Brasil e tem a intenção de subordiná-lo aos interesses do mercado financeiro e não ao povo brasileiro.

Defendemos o combate à corrupção, de forma contínua e indiscriminada, em sua maioria decorrente do financiamento empresarial de campanha, que atinge partidos do governo e da oposição. E repudiamos as tentativas golpistas de impeachment que visam apenas desestabilizar o país e aprovar essa pauta de retrocessos sociais e retirada de direitos, derrotada nas eleições de 2014.

O Comando Nacional dos Bancários continuará ação permanente para impedir que sejam aprovados projetos contrários aos interesses da classe trabalhadora, a exemplo da pauta conservadora em tramitação no Legislativo, como o PL da terceirização e o PLS 555 que ameaça empresas públicas e visam acabar com direitos trabalhistas e sociais.

Chamamos a unidade da classe trabalhadora e convocamos também toda a militância a participar, no dia 31 de março, da Marcha à Brasília pela retomada dos investimentos públicos, em defesa da produção, de salários e empregos de qualidade no Brasil, garantindo contrapartidas sociais e combatendo a especulação e os abusos do sistema financeiro, contra a retirada de direitos, em defesa da democracia, contra a investida do projeto neoliberal.

Confira o Calendário da Campanha 2016

DATA EVENTO
1º de março Mobilização de trabalhadores no Senado Federal contra PLS 555
2 de março Dia Nacional de Luta da Caixa
31 de março Mobilização em Brasília contra as reformas da Previdência Social e pautas contra os trabalhadores
17 de março (a confirmar) Grande Ato no Congresso Nacional contra PLS 555
13 e 14 de maio Encontro Nacional dos Financiários
14 de maio a 05 de junho Prazo para realização de encontros regionais de bancos públicos
14 de maio a 05 de junho Prazo para realização de encontros regionais de bancos privados
20 de maio a 03 de julho Prazo para realização das Conferências Estaduais/Regionais
7 e 8 de junho Encontros Nacionais de Bancos Privados
17 a 19 de junho 27º Congresso Nacional dos Funcionários do Banco do Brasil – CNFBB
17 a 19 de junho 32º Congresso Nacional dos Empregados da Caixa – CONECEF
15 a 17 de julho 18ª Conferência Nacional dos Bancários

 

“PLS 555 é um aglomerado de barbaridades”

São Paulo – “O PLS 555 é um aglomerado de barbaridades e levaria rapidamente à privatização da Caixa.” Esse foi um dos muitos alertas feitos pelo senador Roberto Requião (PMDB-PR) em sua palestra de análise de conjuntura feita na terça-feira 23, para os dirigentes sindicais do Comando Nacional dos Bancários.

O senador, que já governou o Paraná por três mandatos, lembrou que no Brasil ainda impera a lógica do liberalismo econômico, do darwinismo social que prega: “a raça dos trabalhadores a miséria tratará de eliminar”.

“No Brasil eles se reorganizam com a precarização do Estado, a exemplo do questionamento do papel do Banco Central. Para eles, o Estado deveria estar, no máximo, encarregado pela segurança pública”, disparou Requião. “Em segundo, usam a precarização do parlamento: os políticos não respondem mais a partidos, mas a quem pagou sua campanha. E em terceiro, tem a guerra contra a regulamentação do trabalho, contra a CLT, pela terceirização e o fim de todas as políticas de garantia.”

Estatuto das estatais – Nesse contexto, Requião destacou o avanço do PLS 555, lembrando que a criação de um Estatuto das Estatais surgiu como proposta sua para regulamentar essas empresas diante dos avanços neoliberais. “O FHC abriu tanto, que tudo na Petrobras era feito sem licitação. Ele abriu as portas para uma corrupção inimaginável.”

Desse projeto “de transformar em estrutura mais transparente, surgiu a proposta urdida pelo Jereissati (senador Tasso Jereissati, PSDC-CE), que pretende transformar todas estatais em sociedade anônima, cujo objeto principal é o lucro. Até o PAC (Plano de Aceleração do Crescimento) seria uma empresa que teria de visar lucro”, explicou.

“Empresa pública se destina ao bem do serviço público, não tem nada a ver com o lucro de acionistas”, reforçou o parlamentar, criticando um dos pontos do PLS 555 que proíbe a participação de dirigentes sindicais nos conselhos de administração das estatais. “Ninguém mais adequado para dirigir empresa pública que alguém que tem pensamento político programático”, disse, relatando que a Alemanha, onde o sistema é de um capitalismo social e participativo, empresas são obrigadas por lei a ter funcionários e representantes sindicais em seus conselhos administrativos.

Black blocs – Requião está otimista em relação ao fim do PLS 555, mas alerta sobre a necessidade de manter a mobilização. “Temos condição de ganhar essa parada, agora com participação do governo”, que, segundo ele, “finalmente subscreveu as alterações propostas”. Segundo ele, os “black blocs” do Senado, grupo no qual se incluiu, têm conseguido segurar a votação até agora, com a mobilização dos movimentos sindical e social. Mas o projeto permanece na ordem do dia.

Requião falou ainda da ameaça representada por outro projeto: “Banco Central independente é desejo do mercado. O Lindbergh tem um PL encarregando o BC da moeda e também do desenvolvimento do emprego. Eu acrescentaria ainda a garantia de fluxo de capital para crescimento da empresa nacional”.

Pré-sal – A proposta de venda do pré-sal, que deve tramitar esta semana no Senado, também está na mira dos parlamentares “black blocs”. “Dilma assumiu a posição da bancada black bloc. Ainda é viável a exploração do pré-sal. A Petrobras tem condição de operar e bancar seu expertise com equipamentos já comprados”, salientou o senador. “O Conselho Nacional do Petróleo está na mão dos liberais, que concordam com o fracionamento da empresa. Mas somos a oitava economia do mundo e temos de ter domínio do mercado interno.”

Para Requião, nem a partilha é o melhor, “mas a estatização total, como se faz na Noruega, que faz utilização social do petróleo”, lembrando que o produto ainda é responsável por 95% do transporte no mundo, sem falar nas aplicações petroquímicas. Segundo ele, o preço do barril caiu em todo o mundo, mas a situação é passageira. “Se entregarem o pré-sal, a Petrobras está falida. Temos de manter pelo menos os 30%”, disse.

Pela lei atual, a empresa deve ser a operadora única dos campos do pré-sal, com participação de pelo menos 30% na exploração. O projeto de lei do senador José Serra (PSDB-SP), PLS 131/2015, retira essa exclusividade e a participação mínima. “Essas empresas (que ficariam com a exploração) não vão investir. As petroleiras estão em dificuldades. O que eles pretendem é se apropriar da tecnologia de águas profundas e estrategicamente manter o controle absoluto de fornecimento de petróleo.”

Para todos – Requião ressaltou que o grande endividamento da Petrobras não veio da corrupção, embora ressalve que “todos aqueles ladrões” devem ser presos – de “forma linear”, acrescenta, sem exclusões.

“Mas a guerra que se trava no Brasil não é contra a corrupção, nem o PT. Mas contra o Estado, para precarizar o trabalho”, disse, mencionando os recentes ataques contra a Previdência Social. “A Previdência tem problemas, mas menores. O Brasil é junto com Estonia os dois únicos países que não tributam lucro em ações das empresas”, relatou, afirmando que não se pode mexer com a Previdência antes de resolver esse tipo de coisa. Para Requião, estabelecer idade mínima para a aposentadoria é agravar o desnível brutal entre o filho de classe média, que ingressa no mercado de trabalho bem mais tarde e o “que pega na enxada muito mais cedo”.

E citou que até os candidatos que disputam a eleição presidencial nos EUA propõem aumentos dos investimentos na Previdência Social. “Nosso governo não é liberal, mas está acuado. “A solução é mantermos nosso trabalho de black blocs no Congresso Nacional e e a mobilização dos trabalhadores. Crise é oportunidade. Não dá pra defender ladrão, mas que a Justiça brasileira não seja a que quer punir somente quem joga pela política popular e trabalhista.”

E propôs a criação de uma frente para garantir avanços sociais e do bem-estar do Estado brasileiro. “Nesse período avançamos muito: com o salário mínimo, as bolsas compensatórias. Temos de avançar no crescimento industrial. O Brasil tem condição de reação e crescimento no sentido da construção de um Estado nacional.”

Comando – Diretores de sindicatos de todo o Brasil reuniram-se nos dias 22 e 23 de fevereiro para debater os desafios da categoria e as estratégias de luta para 2016. E não será um período tranquilo para a classe trabalhadora.

No primeiro dia, a palestra foi do recém-eleito diretor regional da UNI Américas Finanças (sindicato global), o argentino Guilhermo Maffeo.

> Maffeo alerta para perigos dos avanços da direita contra trabalhadores

“Vivemos hoje um momento importante da conjuntura. Temos de levar em conta que enfrentamos um Congresso Nacional inimigo dos trabalhadores. Eles trabalham com uma pauta bomba, com ataques à democracia e aos direitos humanos”, afirmou o presidente da Contraf-CUT, Roberto von der Osten. Para a vice-presidenta da entidade e presidenta do Sindicato, Juvandia Moreira, o cenário continuará sendo das dificuldades, como já se viu na campanha salarial do ano passado. “A gente tem de pensar como é que vai se organizar e nos preparar para os enfrentamentos que teremos nessa conjuntura.”

(Por Cláudia Motta – Sindicato dos Bancários e Financiários de SP, Osasco e Região)

A Transparência e a transparência da mídia brasileira

collagehorrormidia

A Transparência e a transparência da mídia brasileira

por João Feres Júnior

Escrever sobre a mídia brasileira é uma atividade que exige do redator com algum senso crítico, uma resiliência inumana, pelo menos um estômago reptiliano, para suportar a total falta de escrúpulos e falta de profissionalismo jornalístico que impera nas redações dos grandes veículos noticiosos de nosso país. O caso que quero tratar aqui é o da recente onda de publicações acerca da ONG internacional Transparency Internacional e o “escândalo da Petrobrás”. O Estadão dessa vez foi mais longe que a concorrência. Um editorial do dia 12 de fevereiro abre com o seguinte período: “Entre muitas outras proezas fantásticas, todas elas carregadas nas tintas da mistificação e do ilusionismo, o lulopetismo gaba-se de ter logrado projetar o Brasil no cenário internacional”.

De cara já impressiona o nível elevado de politização do texto, e aqui me refiro à politização no sentido do estabelecimento de campos de exclusão separando o eu que fala de seu inimigo. Essa concepção da política como guerra, quando praticada no campo do discurso, vem sempre acompanhada de farta linguagem pejorativa. Só nesta curta passagem temos “proezas fantásticas” com sabor claramente irônico, “mistificação”, “ilusionismo” e “lulopetismo”. Não é somente o tom vitriólico da overture, que mais faz lembrar um panfleto incendiário de extrema esquerda ou extrema direita, mas também o uso de termos como “lulopetismo”, que foi cunhado com o intuito explicito de ofender e rebaixar tanto Lula quanto o PT. O Wiktionary traz a seguinte definição: “petismo com o culto à personalidade de Luiz Inácio Lula da Silva”. Logo em seguida ilustra o uso do termo com uma citação de Ronaldo Caiado.

Que os adversários políticos de Lula e do PT façam isso é de se esperar, pois batalhas terminológicas são parte da política inclusive em regimes democráticos. Agora, que a grande mídia se utilize do termo com abandono isso é sinal alarmante do nível elevado de sua politização ou, porque não dizer, de partidarização. O termo não é usado somente por jornalistas militantes do quilate de Augusto Nunes e Merval Pereira, mas também em editoriais dos jornais O Globo e Estado de S. Paulo.

O editorial do Estadão então prossegue argumentando que a única projeção no cenário internacional de verdade que o “lulopetismo” logrou foi fazer do escândalo de corrupção da Petrobrás o “segundo maior esquema de desvio criminoso de recursos públicos do mundo”, segundo pesquisa divulgada pela “ONG Transparência Internacional”. Mantendo o tom de agressão, o texto segue dizendo que o “escândalo do petróleo” é “emblemático da corrupção generalizada que, hoje se sabe, tomou conta da administração federal a partir da determinação de Lula e sua tigrada de viabilizar, fosse como fosse, o projeto de perpetuação do PT no poder”; e que o “grande legado” de Lula foi “a inoculação da administração com o vírus da maracutaia”. Novamente uma enxurrada de termos pejorativos, agora acolchoando a tese de que foram Lula e o PT que criaram a corrupção na administração pública em nosso país. Tal tese não resiste ao exame mais superficial da história recente do Brasil, ou mesmo ao estudo dos autos das Operações Lava Jato e Zelotes, nos quais, só para citar um exemplo, Aécio Neves já foi citado por três delatores diferentes como receptor de propinas milionárias, isso sem falar do ex-presidente de seu partido, o PSDB, Sérgio Guerra. Ora, é compreensível que uma pessoa mistificada pela ignorância possa aderir a tal tese, mas um editor de grande jornal, com o conhecimento que essa posição exige, adotá-la dessa maneira é sinal inequívoco da conversão da prática jornalística em instrumento de ação política.

Mas o pior ainda está por vir. Lá pelo meio do texto, o editor do Estadão volta com a mesma referência do início: “Mas é preciso levar em conta que a pesquisa feita pela Transparência Internacional …”. Paremos aqui. Ora, para refutar a acusação de que Lula e o PT inventaram a corrupção uma pessoa precisa fazer algum esforço para buscar fontes alternativas de informação ou reavivar sua memória do passado já distante. Mas este editorial contém uma inverdade muito mais flagrante. Ao contrário do que ele afirma duas vezes, a ONG Transparência Internacional (TI), que produz entre outras coisas um índice de percepção da corrupção em cada país, não fez pesquisa alguma, mas sim uma votação em seu site.

Como quase sempre, o diabo mora nos detalhes, e para saber os detalhes é preciso investigar, coisa que a grande mídia nacional se privou de fazer neste caso. A diferença entre pesquisa e votação é grande. Só para nos atermos à TI, seu Índice de Percepção da Corrupção tem como base outros índices elaborados por instituições que ela, TI, considera idôneas. Tais instituições elaboram seus índices baseadas na opinião de experts, por meio de procedimentos que o site da própria TI não esclarece. Mas a notícia alardeada não tem nada a ver com o índice. Ela é produto de uma nova iniciativa da TI chamada Unmask the Corrupt, dentro da qual a ONG decidiu fazer uma votação aberta aos internautas dos maiores casos de corrupção no mundo, com um pequeno detalhe, a própria TI forneceu a lista de 15 casos para serem votados, como me informou uma de suas funcionárias. Dos 15 casos escolhidos pela TI só o Escândalo da Petrobrás era brasileiro, os outros todos de países tão díspares quanto EUA, Ucrânia, Angola, Líbano e Guiné Equatorial.

A essa altura do campeonato o leitor mais crítico começa a duvidar dos motivos não somente da mídia nacional, mas também da Transparência Internacional. Como uma ONG cujo principal capital deve ser a credibilidade faz uma votação desse tipo? Qual o significado possível do resultado dessa votação? Ora, até as pedras do chão sabem que pouquíssimos internautas teriam conhecimento de todos esses casos de corrupção. Não existe uma aldeia global de internautas com informação total. Pelo contrário, o internauta tende a conhecer muito mais o que acontece em seu país do que em outros países do mundo, particularmente notícias de corrupção, que são geralmente matéria de política nacional. Da lista da TI somente dois casos atraíram cobertura internacional, o da FIFA e do vice-presidente da Ucrânia, Viktor Yanukovych, que recebeu intensa cobertura da mídia internacional em língua inglesa devido aos interesses geopolíticos dos Estados Unidos no país. Isso, juntamente com o fato da Ucrânia ter uma população grande (45 milhões de habitantes) e estar polarizada politicamente explica o caso Yanukovych ter vencido a votação. Mas como explicar o segundo lugar da Petrobrás?

Não é difícil. A cobertura do caso Petrobrás na mídia internacional não é intensa. Ou seja, é muito razoável supor que os votos no caso tenham vindo esmagadoramente de internautas brasileiros. Agora, a comparação entre as nações-sede dos casos já explica quase tudo. De um lado Brasil, mais de 200 milhões de habitantes, quinto país no mundo em número de usuários de internet (à frente de Rússia, Alemanha, França e Reino Unido) de outro Portugal, República Dominicana, Tunísia, Angola, Chechênia, Líbano, Panamá, Egito, Mianmar, Guiné Equatorial e Ucrânia. Como seria possível que internautas desses países, muitos deles extremamente pobres e carentes no acesso à internet, poderiam competir com os internautas brasileiros em tal votação? Os dois casos corrupção escolhidos pela TI em países mais populosos que o Brasil são o de uma companhia pública na China e outro do estado do Delaware nos EUA. Mas estes também não são competição. A China restringe fortemente o acesso de seus cidadãos à internet. Já o caso norte-americano diz respeito a um estado nanico cujo caso de corrupção teve pouquíssima reverberação pública e política. Em suma, nessa competição da infâmia, as cartas pareciam marcadas para o Brasil vencer. Não foi dessa vez, contudo, mas ficou com um honroso segundo lugar.

Há algo mais a se dizer sobre a falta de propósito e a distorção dos resultados produzidos pela votação da TI. Em contextos altamente politizados, como os do Brasil atual, EUA, Ucrânia e tantos outros países, a internet reflete ou mesmo intensifica a radicalização encontrada na política. Pesquisas sobre temas nas redes sociais feitas durante o período eleitoral e durante as manifestações de 2013 mostraram a existência clara de pelo menos dois grandes grupos de internautas que trocam informações endogenamente: um petistófilo e outro tucanófilo, ou seria melhor dizer Petistófobo, pois se define mais pelo ódio ao PT do que pela adesão imediata ao PSDB. Mas se a TI coloca em votação somente o “escândalo da Petrobrás”, então os 11900 eleitores brasileiros que votaram nele eram provavelmente em sua esmagadora maioria do campo petistófobo. Em outras palavras, um internauta petistófilo não teria incentivos para votar particularmente porque a TI sequer listou o Mensalão Tucano, ou o Trensalão, ou a Privataria Tucana, etc. Em suma, o que revela essa votação? Que internautas petistófobos curtem o site da TI.

Não obstante o parco valor da votação promovida pela TI, a grande mídia brasileira noticiou em massa. Deu no Valor Econômico, na Folha de S. Paulo, no Estadão (matéria e editorial), no Jornal Hoje e no Jornal Nacional. Nenhum desses meios cometeu o abuso de tomar votação por pesquisa, como fez o editorial do Estadão, mas todos noticiaram essa eleição mal-ajambrada, para dizer o mínimo, da Transparência Internacional como uma notícia relevante. O Jornal Nacional deu o tom. Afetando uma seriedade de personagem de dramalhão mexicano, William Bonner abre a edição do dia 10 de fevereiro com as seguintes palavras: “Nesta quarta-feira (10), a imagem da empresa que já foi orgulho brasileiro se transformou em cinzas. O mundo conheceu o resultado de uma enquete que a ONG Transparência Internacional organizou na internet”.

A grande mídia nacional e algumas de suas fontes reclamam para si credibilidade. Contudo, o que entregam na prática é um produto opaco contaminado de distorções e inverdades. Até quando a democracia brasileira vai suportar essa empulhação?

João Feres Júnior – Instituto de Estudos Sociais e Políticos – IESP da Universidade do Estado do Rio de Janeiro – UERJ

Bradesco se utiliza de Tropa de Elite para pressionar funcionários

tropa_400

O Bradesco, durante reunião anual de gerentes com o presidente do banco, encontrou uma forma “diferente” para motivar os trabalhadores. Em palestra, com formato de talk show, os entrevistados foram o ex-capitão do Batalhão de Operações Policiais Especiais do Rio de Janeiro (Bope) Paulo Storani e Diógenes Lucca, um dos fundadores do Grupo de Ações Táticas Especiais da PM de São Paulo (Gate).

Acontece que a mensagem não agradou os bancários. Muitos relataram que o conteúdo foi pesado e ofensivo. O Bradesco se utilizou do pretexto de que os gerentes seriam sua “tropa de elite” para convidar os palestrantes. Os relatos denunciam que o banco, com este tipo de discurso, entregou aos trabalhadores uma “granada sem pino” que não poderiam deixar cair.

Como se não bastasse esta situação, um dos vice-presidentes do Bradesco exibiu trecho do filme O Regresso, no qual o protagonista, interpretado por Leonardo Di Caprio, luta com um urso. A interpretação dos trabalhadores foi a mesma: que a ideia do banco é que estejam sempre no ataque, mesmo com as condições de trabalho adversas que têm que enfrentar todos os dias.

Números de elite

O resultado do Bradesco em 2015 é algo “de cinema”. O banco fechou o ano com lucro de R$ 17,873 bilhões. Mesmo assim, cortou 2.659 vagas, encerrando 2015 com 92.861 empregados, 2.659 a menos que em 2014.

O lucro líquido por empregado subiu 19,7% e a receita de tarifas por funcionário 10,7%. Já o número de clientes por empregado subiu 5,1%, de 637 em 2014 para 670 em 2015. No mesmo período foram fechadas 152 agências, o que representa uma redução de 3,26%.

Isso significa que o Bradesco tem ganhado cada vez mais com cada vez menos empregados, o que só pode ser feito através de pressões, metas abusivas e sobrecarga de trabalho nas unidades. Os trabalhadores cobram que o banco realmente valorize a sua “tropa de elite”, melhorando salários, condições de trabalho e contratando mais bancários.

 

Fonte: Sindicato dos Bancários de BH e Região com Seeb-SP

Pitty, Paula Toller, Nando Reis e Paralamas fazem show gratuito em Fortaleza

show
Na turnê, serão tocados os principais hits do gênero – Montagem/Divulgação

Os artistas farão uma homenagem ao rock brasileiro. Apresentação na Capital alencarina está prevista para ocorrer no dia 15 de maio, no Aterro da Praia de Iracema

Em show que homenageia o rock brasileiro, Nando Reis, Pitty, Paula Toller e Paralamas do Sucesso se apresentam em Fortaleza no dia 15 de maio.

A apresentação gratuita reúne repertório vasto de sucessos de artistas e fases da música brasileira como Jovem Guarda, Tropicalismo, Mutantes e Raul Seixas. O anúncio foi feito na manhã desta terça-feira, 23, em coletiva de imprensa realizada em São Paulo.

O projeto Nivea Viva Rock Brasil mantém o mesmo formato das edições anteriores, que homenagearam grandes nomes da música. Em 2012, Maria Rita interpretou os sucessos da mãe Elis Regina. Em 2013, Vanessa da Mata deu voz a clássicos de Tom Jobim, e em 2014, Martinho da Vila, Alcione, Roberta Sá e Diogo Nogueira deram voz a releituras dos clássicos do samba. Na edição do ano passado, Ivete Sangalo e Criolo cantaram Tim Maia.

(Paulo Renato Abreu – Divirta-Se/OPovo)

Unifor oferta 650 vagas gratuitas em cursos profissionalizantes

unifor

A Universidade de Fortaleza recebe, de 22 a 26 de fevereiro, inscrições para novas turmas do Centro de Formação Profissional (CFP). São ofertadas 650 vagas distribuídas em 13 opções de cursos profissionalizantes, ofertados em três turnos. As aulas terão início a partir do dia 7 de março.

As inscrições podem ser feitas das 8h30 às 11h30 e das 14h às 17h, no bloco Z, sala Z-34. Para participar, também é necessário comprovar o Ensino Médio(cursando ou concluído), bem como apresentar a seguinte documentação: 1 foto 3×4, CPF e RG. A idade mínima exigida é 16 anos.

As inscrições são realizadas somente presencialmente, por ordem de chegada, com a distribuição diária de 240 senhas, na sala Z-34, sendo 120 para atendimento no turno da manhã e 120 no turno da tarde. Somente serão atendidas as pessoas que tiverem acesso às senhas até atingir o limite de vagas de cada curso.

O projeto está vinculado à Vice-Reitoria de Extensão da Unifor, por meio da Divisão de Responsabilidade Social e visa promover a formação profissional de pessoas da comunidade e sua inserção no mercado de trabalho. Todos os cursos oferecidos são gratuitos.

Confira os cursos em oferta

CURSO DIAS HORÁRIO VAGAS REALIZAÇÃO CH
Auxiliar Administrativo (Noite) 3ª e 5ª 18h as 21h 30 8 de março a 19 de abril 40
Primeiros Socorros (Tarde) 3ª e 5ª 14h às 18h 30 8 de março a 7 de abril 40
Auxiliar Administrativo (Manhã) 3ª e 5ª 8h às 12h 30 8 de março a 7 de abril 40
Auxiliar Administrativo ( Tarde) 3ª e 5ª 14h às 18h 30 8 de março a 7 de abril 40
Primeiros Socorros ( Manhã) 3ª e 5 ª 8h às 12h 30 7 de março a 6 de abril 40
Primeiros Socorros (Noite) 3ª e 5 ª 18hs às 21hs 30 8 de março a 19 de abril 40
Informática Básica (Tarde) 2ª e 4ª 14h às 18h 20 7 de março a 6 de abril 40
Informática Básica (Tarde) 3ª e 5ª 14h às 18h 20 8 de março a 7 de abril 40
Informática Básica (Noite) 3ª e 5ª 18hs às 21hs 20 8 de março a 19 de abril 40
Informática de Nível Intermediário (Noite) 4ª e 6ª 18hs às 21hs 20 9 de março a 6 de maio 60
Formação de Garçom ( Noite) 3ª e 5ª 18h as 21h 30 8 de março a 19 de abril 40
Inglês Intermediário (Manhã) 2ª, 4ª e 6ª 8h às 12h 30 7 de março a 11 de abril 60
Agente de Aeroporto (Tarde) 2ª, 4ª e 6ª 14h às 18h 30 7 de março a 11 de abril 60
Francês Básico (Manhã) 2ª e 4ª 8h às 12h 30 8 de março a 26 de abril 60
Agente de Aeroporto (Noite) 2ª, 3ª e 5ª 18h as 21h 30 7 de março a 19 de abril 60
Inglês Básico (Tarde) 2ª, 4ª e 6ª 14h às 18h 30 7 de março a 11 de abril 60
Inglês Básico (Noite) 2ª, 4ª e 6ª 18h as 21h 30 7 de março a 22 de abril 60
Atendimento ao Público (Manhã) 3ª , 5ª e 6ª 8h às 12h 30 8 de março a 11 de abril 60
Atendimento ao Público (Noite) 2ª, 4ª e 6ª 18h as 21h 30 7 de março a 22 de abril 60
Direito do Consumidor 2ª, 4ª e 6ª 18h as 21h 30 7 de março a 22 de abril 60
Técnica de Vendas 3ª , 4ª e 6ª 14h às 18h 30 8 de março a 11 de abril 60
Organização de Eventos (Manhã) 2ª, 4ª e 6ª 8h às 12h 30 7 de março a 22 de abril 80
Organização de Eventos (Tarde) 2ª, 4ª e 6ª 14h às 18h 30 7 de março a 22 de abril 80

Serviço
Centro de Formação Profissional
Inscrições: 22 a 26 de fevereiro de 2016
Horário: 8h30 às 11h30 e das 14h às 17h
Local: Bloco Z, sala Z-34
Idade mínima: 16 anos (concluído ou ainda cursando o Ensino Médio)
Documentação necessária: 1 foto 3×4, CPF e R.G.
Mais informações: 3477.3420

Via http://www.unifor.br

ISGH abre 207 vagas para seleções de níveis médio e superior; salários de quase R$ 10 mil

website_para_medicos

O Instituto de Saúde e Gestão Hospitalar (ISGH) está com inscrições abertas em três processos seletivos, de níveis médio e superior, para contratação de profissionais da área da saúde. São 207 vagas, com salários que variam de R$ 880 a R$ 9.999,17 e oportunidades exclusivas para pessoas com deficiência. As inscrições seguem até o dia 25 de fevereiro.

As vagas são para o Hospital Regional do Cariri (HRC), o Hospital Regional Norte (HRN) e o ISGH. Os interessados devem se inscrever pelo site da organizadora do concurso. Dentre as oportunidades, estão vagas para os cargos de médico, radiologista e técnico em segurança do trabalho. As jornadas de trabalho são de 20h a 44 horas semanais.

Todas as informações sobre os cargos estão disponíveis nos editais dos três processos seletivos.

(Rádio Verdes Mares)

Concurso de fotografia oferta bolsas de estudos para cursos em Paris; saiba como participar

paris
Foto: divulgação

A Campus France Brasil lançou um concurso cultural que vai premiar os amantes da fotografia e da França com uma viagem totalmente paga. O concurso“Quero Estudar na França” oferece um curso de um mês na Universidade de Sorbone, em Paris, além de curso de francês e outros prêmios, aos autores das melhores fotografias com o tema “A França no Brasil”.

Para participar, os interessados devem enviar, até o dia 09 de março, uma imagem relacionada ao tema para o site oficial do concurso. Entre os dias 10 e 14 do mesmo mês, será aberta uma votação pública para a escolha das melhores fotografias. As cinco melhores serão submetidas a uma comissão julgadora, que divulgará o resultado final no dia 17 de março.

O primeiro colocado da competição ganhará o curso “Civilisation Française”, além dehospedagem e passagens aéreas de ida e volta para a Cidade Luz. O segundo lugar fatura um curso de francês em Nice, região litorânea da França, com direito a hospedagem. Ambos os cursos têm duração de um mês. Já o terceiro colocado será presenteado com um brinde da Livraria Francesa.

Saiba mais informações no regulamento do concurso.

(Rádio Verdes Mares)

Vila das Artes abre inscrições para cursos gratuitos de formação em audiovisual

audiovisual-300x224
Foto: Melquiades Junior/ Agência Diário

A Vila das Artes e a Escola Pública de Audiovisual estão com inscrições abertas nos meses de fevereiro e março para os cursos: “Realização em Audiovisual” e “O videoclipe na produção audiovisual”.

As inscrições são gratuitas, realizadas no site da Vila das Artes e os interessados precisam ter concluído o ensino médio completo. A prioridade é para alunos que tenham cursado o ensino médio em escolas da rede pública de ensino.

São 40 vagas para a Realização em Audiovisual, que tem inscrições abertas até o dia 5 de março. A seleção para o curso será realizada em duas fases: prova escrita de língua portuguesa com caráter eliminatório e classificatório e entrevista com comissão formada por quatro membros da área de audiovisual. Confira edital completo

As inscrições para a capacitação voltada para a produção de videoclipes iniciam no dia 24 de fevereiro e seguem até o dia 09 de março. O curso será ministrado pelo cineasta Dellani Lima entre os dias 14 e 18 de março, das 14h às 18h, na Vila das Artes. Serão ofertadas 30 vagas para a capacitação gratuita que deve abordar a história, os principais conceitos e as formas de produção de videoclipes.

Curso de Realização em Audiovisual
Inscrições até: 5 de março de 2016
Vagas: 40
Mais informações: 85 3105.1404

Curso “O videoclipe na produção audiovisual”
Inscrições: 24/02 a 09/03/2016
Período do curso: 14/03 a 18/03/2016
Horário: 14h às 18h
Vagas: 30
Mais informações: 3252 1444

(Rádio Verdes Mares)

Por 33 votos a 31, Senado mantém entrega acelerada do pré-sal

petrobras

Da Redação

Por 33 votos a 31, o Senado votou ontem à noite para manter o regime de urgência na tramitação do PL de autoria do senador José Serra que permite às petrolíferas estrangeiras explorar o pré-sal sem fazer parceria com a Petrobras.

Dezesseis senadores estavam ausentes, dentre eles os petistas Walter Pinheiro e Jorge Viana. A senadora Lidice da Mata, do PSB, também poderia ter ajudado a reverter o resultado. Eram os três votos que faltaram.

O governo Dilma assistiu ao desastre à distância.

Milhares de brasileiros, enquanto isso, debatiam no twitter o destino dos integrantes do BBB.

Uma coisa, como notamos, está umbilicalmente ligada à outra.

Só um país idiotizado aceita a entrega de seu patrimônio a preço de banana. É uma decisão que dilapida a soberania nacional ao tirar poder da Petrobras.

O argumento de Serra é de que a estatal brasileira não dispõe de fundos para tocar a exploração do petróleo no ritmo em que deveria fazê-lo.

Portanto, segundo o tucano, é preciso acabar com a exigência de que a Petrobras tenha participação de ao menos 30% na exploração de cada uma das áreas do pré-sal.

Em discurso recente no Senado, o senador Roberto Requião (PMDB-Paraná) elencou seis motivos para sua oposição ao projeto de Serra.

Primeiro: Este é o pior momento para se vender uma grande reserva de petróleo extraído a baixo custo.

Segundo: Sem o Pré-Sal a Petrobras entraria em falência
.

Terceiro: A Petrobras é fundamental para a segurança estratégica do Brasil.

Quarto: O desemprego avança no país. A Petrobras e suas operações no pré-sal são de extrema importância para a retomada do desenvolvimento e para combater o desemprego.

Quinto: A Petrobras e o Brasil devem reservar-se o direito de propriedade, exploração e de conteúdo nacional sobre o pré-sal, porque foram conquistas exclusivamente brasileiras após décadas de pesado esforço tecnológico, político e humano.

Sexto: O projeto Serra, que já era inconveniente e anti-nacional, com os baixos preços do petróleo passou a ser lesivo, um crime contra a pátria.

Requião, no discurso, estranhou a pressa para aprovar o projeto de Serra num momento em que alguns países praticam dumping de petróleo, numa guerra geopolítica. Fez a seguinte comparação: é como vender a própria casa a preço baixo com a garantia de que nossa mãe será mantida no cargo de cozinheira.

O senador paranaense também observou que o projeto de Serra está sendo tocado às pressas, sem passar por comissões, enquanto lobistas frequentam os gabinetes em nome de multinacionais como a Shell e a British Petroleum.

Repete-se, aqui, de forma atenuada, o caso da mineradora Vale, vendida a preço de banana por FHC: o ritmo de exploração do minério de ferro passou a ser ditado exclusivamente pela conveniência dos compradores e do “mercado”. Como denuncia o jornalista Lúcio Flávio Pinto, a demolição rápida de Carajás é um crime de lesa-Pátria.

O PL patrocinado pelo tucano Serra — e apoiado por Renan Calheiros, do PMDB — é visto como o primeiro passo para a entrega completa do pré-sal.

Em seguida viriam a volta do regime de concessão, aquele em que a petrolífera paga um valor adiantado ao Tesouro e fica com 100% dos lucros do petróleo extraído. É um regime que beneficia extraordinariamente as empresas estrangeiras, já que o risco de não encontrar petróleo nos campos do pré-sal é zero!

O governo Dilma já está patrocinando o desmantelamento da Petrobras, com a venda parcial ou total de vários negócios da empresa.

Não há dúvida de que a privatização da Petrobras, que Fernando Henrique Cardoso não conseguiu conduzir em seu governo, está no horizonte.

O senador Roberto Requião, no twitter, observou: “Teria o Brasil perdido a maioria no plenário do Senado para as multinacionais do petróleo? Ainda espero que não”.

Por sua vez, a Carta Maior escreveu, na mesma rede social: “Não é sugestivo destes tempos que o responsável pela funcionária-fantasma não tenha sido arguido pela mídia e lidere a entrega do pré-sal?”.

É uma referência ao fato de que José Serra emprega em seu gabinete a irmã da ex-amante de FHC, Mirian Dutra. “Meg” Dutra Schmidt bate o ponto no Senado mas não trabalha. Segundo Serra, está envolvida em um “projeto secreto”.

Com o resultado de ontem, a votação do PLS 131 segue em regime de urgência.

Como notou Paulo Henrique Amorim, a ação pública de Dilma em defesa dos direitos da Petrobras resumiu-se a publicar uma nota no Facebook.

Marta Suplicy, agora no PMDB, votou com Renan, Serra e Aécio.

Via http://www.viomundo.com.br

Meteorologistas preveem poucas chuvas no Ceará entre abril e maio; confira prognóstico da Funceme

20151226080028_1653_capa
Foto: Reprodução

Apesar das chuvas que têm banhado o Ceará no início de 2016, a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) alerta que o Estado deve enfrentar mais um ano de seca. No próximo trimestre, entre março e maio, a probabilidade de o Estado ter chuvas na categoria abaixo da média é de 70%. O prognóstico foi apresentado nesta terça-feira (23), em Fortaleza.

As chances de haver precipitações em torno da média histórica é de 25%, enquanto a probabilidade de chover acima da média é de 5%. No balanço divulgado em janeiro de 2016, a Funceme estipulou 65% de chance de ter chuva abaixo da média, os mesmos 25% para a categoria em torno da média e 10% na categoria acima da média.

De acordo com o presidente do órgão, Eduardo Sávio Martins, o balanço negativo serve como alerta para as autoridades e para a população de que é preciso economizar água para a possibilidade de período mais crítico. A persistência da seca no Ceará está relacionada a atuação do fenômeno meteorológico El Niño, que traz impactos negativos no regime de chuvas do Estado principalmente nos meses de abril e maio.

(Rádio Verdinha)

Djavan volta a Fortaleza em maio com show de nova turnê; confira valor dos ingressos

djavan

O cantor Djavan celebra 40 anos de carreira com show em Fortaleza dia 21 de maio, às 23h. A apresentação da turnê de lançamento do mais novo CD do alagoano, “Vidas Pra Contar”, será  no Centro de Eventos do Ceará, três anos após a última passagem do cantor pela Capital.

Os ingressos estão à venda no site com valores entre R$ 50 e R$ 500 para setores distintos:

Arena: R$ 50 (meia) e R$ 100 (inteira)
Frontstage: R$ 70 (meia) R$ 140 (inteira)
Mesa Ouro: R$ 120 (meia) e R$ 240 (inteira)
Mesa Premium: R$ 150 (meia) e R$ 300 (inteira)
Lounge VIP: R$ 250 (meia) e R$ 500 (inteira) – com direito a consumação.

No mais recente trabalho, Djavan mantem o estilo consagrado nos seus mais de 20 discos. O repertório do show deve trazer canções do novo CD, entre elas “Não é um Bolero” e “Encontrar-te”, além das clássicas “Outono”, “Boa Noite” e “Eu te Devoro”.

Via http://www.verdinha.com.br

Dragão do Mar realiza mostra gratuita de cinema espanhol com participação de produtor dos filmes

dragaotopo_g
Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura

O Cinema do Dragão do Mar exibe gratuitamente, entre os dias 25 deste mês e 03 de março, filmes da maior produtora de cinema de autor da Espanha, a Eddie Saeta. A Mostra Eddie Saeta – Cinema Feito com Coração traz ao público uma série de obras reconhecidas internacionalmente, apresentadas pessoalmente pelo produtor Luis Miñarro.

Além dos filmes, os amantes da sétima arte poderão participar de uma masterclass com Minãrro, que compartilhará com os presentes a experiência de co-produção internacional e a maneira própria de ver o cinema. O espanhol criou a produtora Eddie Saeta com foco em produções de alto risco, vencedoras de prêmios no mundo todo.

Confira a programação da mostra:

Dia 25 de fevereiro (quinta-feira), às 19h:
– O Estranho Caso de Angélica, de Manoel de Oliveira (Portugal, 2013, 97 min, 18 anos)

Dia 26 de fevereiro (sexta-feira), às 19h:
– Finisterrae, de Sergio Caballero (Espanha, 2010, 80 min, 14 anos)

Dia 27 de fevereiro (sábado)
– 17h20: O Morto e Ser Feliz, de Javier Rebollo (Espanha/Argentina/França, 2012, 92 min, 16 anos)
– 19h30: Tio Boonmee, que Pode Recordar suas Vidas Passadas, de Apichatpong Weerashetakul (Tailândia/Inglaterra, 2010, 113 min, 18 anos)

Dia 28 de fevereiro (domingo)
– 17h20: Stella Cadente, de LLuis Miñarro (Espanha, 2014, 105 min, 16 anos)
– 19h30: O Segredo das Águas, de Naomi Kawase (Japão, 2015, 121 min, 16 anos)

Dia 29 de fevereiro (segunda-feira), às 19h:
– A Selva Interior, de Juan Barrero (Espanha, 2013, 75 min, 16 anos)

Dia 1º de março (terça-feira), às 19h:
– Girimunho, de Helvécio Martins e Clarissa Campolina (Brasil, 2011, 90 min, 10 anos)

Dia 02 de março (quarta-feira), às 19h:
– Honra dos Cavaleiros, de Albert Serra (Espanha, 2006, 110 min, 14 anos)

Via http://www.verdinha.com.br

Secretário Guilherme Sampaio pede exoneração do cargo

guilherme_sampaio

O secretário da Cultura do Ceará, Guilherme Sampaio, entregou ao governador Camilo Santana pedido de exoneração do cargo nesta terça-feira (23). No início da tarde, Guilherme publicou uma nota pública em sua conta no Facebook.

Vereador eleito pelo PT, o agora ex-secretário citou, além de “convicções pessoais”, a iminência do calendário eleitoral, “o qual me impõe responsabilidades partidárias e prazos que se esgotarão brevemente”.

Guilherme é cotado como pré-candidato do partido para o pleito municipal deste ano, segundo o presidente estadual do PT, Francisco de Assis Diniz. “É um nome que está no debate. Diria que é um nome de  expressão”, disse Diniz, acrescentando que o ex-secretário é de um grupo que defende candidatura própria do partido. Para o presidente estadual, o pedido de exoneração era esperado. “Ele apenas antecipou para 23 de fevereiro, porque tinha até 31 de março de prazo para desincompatibilização”, informou.

“Esta decisão é motivada por minha convicção pessoal, consolidada ao longo dos últimos meses, de que o ousado programa apresentado pelo governador exige uma Secretaria forte, autônoma e com autoridade necessária para a execução desta tarefa, o que não vejo em perspectiva”, disse Guilherme.

Ainda na nota, o petista agradeceu “a confiança do governador Camilo, meu companheiro de partido”, além de servidores e gestores da Secult e à comunidade cultural do Ceará.

Histórico
Guilherme Sampaio estava na gestão de Camilo desde o início do mandato, em janeiro de 2015, quando apontou, entre suas diretrizes, implantar interiorização das ações da Secult e integrar atividades da pasta com as da Secretaria da Educação do Estado. Ele atuou como vereador de Fortaleza durante dez anos, eleito pela primeira vez em 2004.

(G1 Ceará)

 

Cantor Roberto Carlos fará shows em Sobral e Fortaleza

roberto-carlos

O cantor Roberto Carlos fará duas apresentações no Ceará. De acordo com o site oficial do artista, no dia 8 de abril em Sobral, no Estádio do Junco, e no dia 9, em Fortaleza, no Centro de Eventos.

Nesta terça-feira, o prefeito de Sobral, Clodoveu Arruda, confirmou a apresentação do cantor e disse que a Zona Norte já está na expectativa.

A pré-venda dos bilhetes para cliente Credicard Emoções terá início nesta quarta-feira, 24, e terminará no dia, 28, no site da Bilheteria Virtual. Já a venda geral começará no dia 9 de março. O site de vendas, no entanto, ainda não possui informações sobre valores.

Ano passado, o “Rei” veio ao Ceará para se apresentar na Expocrato, no Cariri.

(Com POVO Online)

Caso Johnny Moura: Agente penitenciário é denunciado pelo MP por ter assassinado modelo

capa-suspeito
Renilson Garcia Araújo Lima (esquerda) está na cadeia – Johnny Moura (direita) levou um tiro na cabeça

O Ministério Público Estadual  (MPE) ofereceu denúncia contra o agente penitenciário Renilson Garcia Araújo Lima. Ele é acusado de assassinar, a tiro, o modelo fotográfico e esportista Johnny Moura Melo. O crime ocorreu na saída de uma festa rave,  em Fortaleza.

Renilson está preso desde o dia 28 de dezembro último, quando foi capturado em flagrante por uma equipe da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Segundo a Polícia, ele se preparava para fugir de sua casa, no bairro Antônio Bezerra (zona Oeste de Fortaleza), supostamente, para outro estado.

No dia 21 de janeiro, a prisão em flagrante foi convertida em preventiva por determinação da juíza de Direito Adriana da Cruz Dantas, da Vara Única de Audiências de Custódia, no Fórum Clovis Bevilaqua.

O Ministério Público denunciou o agente penitenciário por crime de homicídio qualificado, cuja pena varia de 12 a 30 anos de reclusão em regime, inicialmente, fechado.  O MPE considerou que o réu praticou o crime por motivos banais e sem oferecer à vítima qualquer chance de defesa, já que o modelo foi baleado de surpresa.

Morte

O crime ocorreu no começo da manhã do dia 27 de dezembro após a vítima e também o réu participarem de uma festa rave que ocorria no buffet La Maison, no bairro Dunas, na zona Leste de Fortaleza. Após uma briga ocorrida dentro do ambiente de festa, o agente penitenciário (que ainda cumpria estágio probatório), foi expulso do local por seguranças.

No entanto, Renilson não foi embora. Preferiu ficar do lado de fora do buffet esperando a saída do modelo. Segundo os autos do inquérito policial instaurado pela DHPP, sob a presidência da delegada Socorro Portela, Johnny Moura já estava no interior do carro da namorada quando foi puxado pelos cabelos e recebeu um tiro na cabeça, com a pistola encostada.

O agente penitenciário fugiu logo após o fato, sendo identificado e preso num trabalho intenso de investigação realizado pela equipe da DHPP.

Com a decisão do Ministério Público em oferecer a denúncia contra o réu, o processo agora segue para tramitação com a abertura da fase de instrução criminal, quando serão ouvidas testemunhas de acusação e defesa, nesta ordem.

Via http://www.blogdofernandoribeiro.com.br

Bancário que transportava valores entre agências em veículo particular será indenizado

gavel on a money

O transporte de valores, conforme dispõe nossa legislação, deve ser realizado por uma empresa especializada, contratada para desempenhar essa atividade. Outra opção é que seja executado pelo próprio estabelecimento financeiro, desde que organizado e preparado para essa finalidade, com pessoal próprio, aprovado em curso de formação de vigilante autorizado pelo Ministério da Justiça e cujo sistema de segurança tenha parecer favorável à sua aprovação emitido pelo Ministério da Justiça (artigo 3º da Lei 7.102/83).

Contudo, é frequente na Justiça do Trabalho o ajuizamento de ações por parte de trabalhadores que são constrangidos a desempenhar essa função na contramão da previsão legal. Exatamente como aconteceu na ação apreciada pelo juiz Marco Antônio Silveira, na Vara do Trabalho de Janaúba. No caso, o bancário, ao menos uma vez por mês, transportava entre R$20.000,00 a R$50.000,00 das agências bancárias de Janaúba e Jaíba, destinadas ao Posto de Atendimento de Verdelândia/MG, em seu veículo particular.

Como ponderou o julgador, essa prática importava enriquecimento ilícito do banco, que transferia ao empregado o risco de seu negócio ao deixar de contratar empresa especializada ou corpo de vigilantes próprios, na forma legalmente prevista. Na visão do magistrado, o bancário deve ser indenizado, não em razão do risco potencial, mas em razão do princípio da alteridade, segundo o qual os riscos do empreendimento devem ser suportados pelo empregador. Conforme observou o julgador, esse mesmo princípio também foi afrontado pelo banco por ter se beneficiado da opção do trabalhador de ir para o trabalho em veículo próprio, o qual era também era utilizado para o transporte do numerário entre agências.

Nesse cenário, concluindo que o banco transferiu o risco e custo do negócio para o empregado, e atento à teoria do dano punitivo como parâmetro para fixação da indenização dos danos, o juiz condenou o banco a indenizar o bancário. Essa condenação, segundo esclareceu, visa compensar a angústia a que o empregado foi submetido por transportar quantias consideráveis de dinheiro, sem sequer receber qualquer valor pela utilização de veículo próprio em benefício da empregadora. A indenização foi arbitrada em R$20.000,00. Ambas as partes recorreram da decisão, mas o TRT mineiro deu razão apenas ao trabalhador, aumentando o valor da indenização para R$40.000,00.

Via Âmbito Jurídico

Acabou o mistério. Mas existirá coragem para denunciar?

fhc_o_globo

Do blog Desenvolvimentistas

Portaria MF no 04 – 1994 assinada por FHC teria isentado da CPMF à TV Globo e aliados em troca de silencio sobre o “caso Miriam Dutra”.

Caiu como uma bomba sobre a mídia e os partidos conservadores o ressurgimento de Mirian Dutra, quinze anos depois, denunciando as pressões e vantagens que ela e alguns parentes recebem de empresas e políticos do PSDB, ligados ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, para deixar o Brasil por ter engravidado de uma relação de seis anos com o mesmo.

Para a FOLHA DE SÃO PAULO, de Otávio Frias, tradicional admirador do ex-presidente da república, não é possível dar atenção ao caso sem adentrar o terreno da “fofoca”, próprio das revistas femininas.

Além disso, para a FOLHA, o “timing” é muito suspeito: “porque, só tantos anos depois, Miriam teve coragem de contar tudo isso?”, uma pergunta que não isenta ninguém de crime continuado, mas que serve de desculpa para quem ainda acredita na isenção ética e na honestidade editorial do cada vez menos confiável diário paulistano.

Protetoras do sociólogo-presidente, as “famiglias” que em todo os estados do Brasil controlam rádios, jornais e TV preferem ignorar o caso e manter o foco no famoso barquinho de lata da dona Marisa e no “tríplex” de 82 metros quadrados, que Lula não comprou.

Mas as coisas não são bem assim como parecem.

Essa semana se verá que este caso está muito longe de ser um simples “caso pessoal”. E que não envolve apenas salários do tipo “cala-a-boca” que vem sendo pagos a Mirian Dutra por empresa concessionária de serviço público, a BRASIF, para que ficasse quieta em seu canto e nunca dissesse nada.

Isso seria ninharia perto dos bilhões que podem ter sido subtraídos do Tesouro Nacional, se provado restar o nexo causal entre a edição da Portaria de numero 04 de 1994 firmada pelo então ministro da fazenda, Fernando Henrique Cardoso, que, pasmem os senhores leitores, teria  simplesmente isentado a mídia de pagar qualquer valor a título de CPMF em troca da retirada do noticiário de qualquer menção ao filho ilegítimo do ex-presidente.

Se ficarem comprovados os crimes de chantagem a funcionário público, de advocacia administrativa, de prevaricação, de associação criminosa para subtrair recursos públicos, natural será a condenação à devolução dos tributos sonegados. E esta, por si só, levaria à ruina os empresários mais importantes deste setor. Mais do que isso, é possível imaginar a revolta de todos os contribuintes brasileiros quando ficassem sabendo que o único setor empresarial que não pagava CPMF era, exatamente, a mídia impressa, falada, televisada e da internet, comandada pela TV Globo.

E ainda que, logo a TV Globo, emissora “campeã do combate à corrupção”, teria sido a empregadora da repórter com a qual o presidente Fernando Henrique teve não apenas um “caso”, mas um filho, fatos mantidos fora do conhecimento da população por meio de uma benesse de vários bilhões de reais, tudo  para não prejudicar a eleição e a reeleição do moço.

Não é difícil imaginar também a que ponto cairia a audiência e, com ela, a receita financeira desses grupos de mídia. Bem como para que nível iria cair a credibilidade e o respeito público da policia federal, do ministério publico e da justiça federal se, tal como fazem as famílias donas da imprensa, continuassem fingindo que não aconteceu nada. Ou que “já passou tempo demais”.

Resta saber se haverá senador, deputado, partido político, cidadão, grupo de cidadãos, entidade ou empresa que teria a coragem de protocolar uma denuncia nesse sentido junto ao MPF e acompanhar seu trâmite.

E ainda se este ministério público, sabendo que os principais suspeitos do caso são um senador da republica, um ministro e um presidente filiados ao PSDB e os donos dos principais grupos da imprensa, teria mesmo a coragem de investigar esse possível caso de ato administrativo emitido com a finalidade de favorecer a terceiros em troca de favor à autoridade que o assinou.

No site do ministério da fazenda, nesse fim de semana, estranhamente, apenas estão disponíveis as portarias após o ano 2001. “Coisas da tecnologia” dirão alguns. Mas a semana promete. Logo vamos ver se no Brasil a polícia, o ministério publico e a justiça funcionam.  Mesmo quando os suspeitos são do PSDB.

Ou isso só acontece, quando o suspeito for a Dilma, o Lula ou alguém do PPPP, o partido dos pretos, pobres e petistas.

 

Segundo centro para refugiados homossexuais é aberto na Alemanha

abriga_para_refugiados_homossexuais_na_alemanha

Da Agência Brasil

O segundo centro para refugiados homossexuais na Alemanha abre amanhã (23) em Berlim e vai acolher mais de 120 pessoas, anunciou hoje (22) Marcel de Groot, que dirige uma associação de aconselhamento dirigida a homossexuais, a Schwulenberatung.

O acolhimento será em um edifício de quatro andares no leste da capital alemã, onde 29 apartamentos vão receber 122 refugiados homossexuais e transexuais. Um centro semelhante foi inaugurado em 1º de fevereiro em Nuremberg, no Sul do país e foi o primeiro do gênero na Alemanha.
Muitos requerentes de asilo homossexuais vêm de países onde sua orientação sexual é considerada um crime, lembrou Groot, em coletiva de imprensa, lamentando que uma vez na Alemanha eles continuem a ser vítimas de violência, verbal ou física, de ameaças e de discriminação por parte de outros refugiados e, por vezes, do pessoal de segurança.
Groot insistiu na “necessidade” de criação do centro para que “as pessoas possam viver sem temer a violência ou a discriminação”.
“Alguns são ‘apenas’ insultados, outros são ameaçados. Há muitos exemplos. O medo é insuportável. Eu sei, eu vivi isso”, disse Mahmoud Hassino, um jornalista sírio e ativista gay que fugiu da Síria em 2014 e trabalha agora na Schwulenberatung.

Diretora-geral da OMS chega hoje ao Brasil para discutir combate ao Zika

Agência Brasil

A diretora-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Margaret Chan, chega nesta terça-feira (23) ao Brasil para visita oficial. Ela desembarca em Brasília, onde será recebida pela presidenta Dilma Rousseff. Ao longo do dia, estão previstos ainda encontros com ministros de diversas pastas envolvidas na resposta brasileira à epidemia do vírus Zika.

Margaret Chan vem ao país acompanhada da diretora da Organização Pan-Americana de Saúde e diretora regional da OMS paras as Américas, Carissa Etienne. Da capital, ela deve seguir para o Recife, já que o estado de Pernambuco registra o maior número de casos de microcefalia possivelmente associados à infecção (182 casos da malformação confirmados e 1.203 em investigação).

A diretora-geral da OMS, Margareth Chan, vai discutir com autoridades brasileiras o combate à epidemia do vírus Zika
A diretora-geral da OMS, Margareth Chan, vai discutir com autoridades brasileiras o combate à epidemia do vírus Zika

No início do mês, a OMS declarou emergência em saúde pública de interesse internacional em razão do aumento de casos de infecção pelo Zika em diversos países e de uma possível relação da doença com quadros de malformação congênita e síndromes neurológicas. A decisão foi tomada após reunião de um comitê de emergência em Genebra.

O Ministério da Saúde investiga pelo menos 3.935 casos suspeitos de microcefalia possivelmente associada ao vírus. Até o dia 13 de fevereiro, 508 casos foram confirmados e 837 descartados de um total de 5.280 notificações. Desde a última quinta-feira (18), a notificação de casos suspeitos de infecção pelo Zika é obrigatória no Brasil. Todos os casos suspeitos deverão ser comunicados semanalmente às autoridades sanitárias.

Nível do mar subiu mais nos últimos cem anos que nos três milênios anteriores

0820mar

Da Agência Lusa

O nível dos oceanos subiu mais rapidamente ao longo do século XX do que nos três últimos milênios, devido às alterações climáticas, indica um estudo publicado na segunda-feira.

Entre 1900 e 2000, os oceanos e os mares do planeta subiram cerca de 14 centímetros, por causa do degelo, principalmente no Ártico, revelaram os autores de estudos publicados na revista científica norte-americana Proceedings of the National Academy of Sciences (PNAS).

Os climatólogos estimaram que, sem a elevação da temperatura do planeta observada desde o início da era industrial, a subida do nível dos oceanos teria correspondido a menos da metade observada nos últimos cem anos.

O século passado “foi excepcional em comparação com os últimos três milênios e a elevação no nível dos oceanos acelerou nos últimos 20 anos”, disse Robert Kopp, professor do departamento de Ciências da Terra da Universidade Rutgers, em Nova Jersey, Estados Unidos.

Segundo este estudo, feito a partir de uma nova abordagem estatística concebida pela Universidade de Harvard, em Massachusetts, nos Estados Unidos, o nível dos oceanos baixou cerca de oito centímetros entre o ano 1000 e 1400, período marcado por um arrefecimento planetário de 0,2 graus Celsius (°C).

Atualmente, a temperatura mundial média está um grau acima do que a do final do século 19.

Para determinar a evolução do nível dos oceanos durante os últimos três mil anos, os cientistas compilaram novos dados geológicos que indicam a elevação do nível das águas, como os pântanos e os recifes de corais, os sítios arqueológicos, além de dados referentes a marés em 60 pontos do globo nos últimos 300 anos.

Estas estimativas detalham a variação do nível dos oceanos durante os últimos 30 séculos, permitindo fazer projeções mais exatas, explicou Andrew Kemp, professor de Ciências Oceânicas e da Terra da Universidade Tufts, em Massachusetts.

Os investigadores também calculam que o nível dos oceanos pode aumentar “muito provavelmente” de 51 centímetros para 1,3 metro durante este século “caso o mundo continue a ser tão dependente de energias fósseis”.

Em 12 de dezembro, 195 países aprovaram o acordo de Paris, que prevê conter a elevação das temperaturas em dois graus acima da era pré-industrial.

Se os compromissos conduzirem a uma eliminação gradual do uso carvão e dos hidrocarbonetos, o aumento do nível dos oceanos talvez não vá além de 24 a 60 centímetros, segundo o estudo.

“Estes novos dados sobre o nível dos oceanos confirmam uma vez mais como este período moderno de aquecimento não é habitual, porque se deve às nossas emissões de gases de efeito de estufa”, sublinhou Stefan Rahmstorf, professor de Oceanografia no Instituto Potsdam de investigação sobre o impacto do clima, na Alemanha.

Edição: Graça Adjuto

O que vem depois dos smartphones? Samsung e LG fazem apostas

20160222175200_660_420

A indústria de smartphones passa por um momento de saturação. Praticamente nenhuma fabricante no mundo consegue lucrar com a venda de celulares. A Apple domina a maior parte dos lucros da indústria, e a Samsung aparece em um segundo lugar distante, e basicamente todas as outras têm prejuízo ou ficam zeradas. E mesmo as empresas que conseguem fazer dinheiro já mostram sinais de estagnação.

Então, os smartphones estão chegando ao seu pico. Reinvenções de design parecem cada vez menos revolucionárias e cada vez mais incrementais. São detalhes que mudam de um ano para o outro, cada vez menos incentivando a mudança.

Se chegamos ao limite, é importante que comecemos a nos perguntar: o que vem depois dos smartphones?

Esta é a pergunta para a qual existem muitas respostas, mas talvez nenhuma certa até o momento. Nos últimos anos, vimos o surgimento dos “wearables”, a tecnologia vestível. Óculos, relógios, pulseiras fitness e basicamente todas as peças de vestuários ganharam alguma versão inteligente. Não pegou, pelo menos por enquanto. Alguns destes gadgets caíram nas mãos de entusiastas, mas o grande público ainda está por fora.

Neste domingo, 21 de fevereiro, LG e Samsung mostraram outra proposta para conseguir extrair algum dinheiro da indústria móvel. Coincidentemente ou não, a visão de futuro de ambas é muito similar, e tem a ver com vestimenta, mas não tanto quanto se imaginava antes.

Acessórios. Esta é a nova aposta.

O Galaxy S7, por exemplo, foi apenas uma das novidades reveladas pela Samsung. A empresa dedicou um espaço enorme de sua apresentação em Barcelona para falar sobre o Gear VR, seu visor de realidade virtual, e também sobre a Gear 360, que faz as imagens em 360 graus para serem assistidas com o Gear VR.

Logo, você percebe um ecossistema nascendo em torno do smartphone. A câmera pode ser ajustada pelo celular, o celular fornece o painel de alta definição necessária para os óculos. Os produtos começam a se comunicar entre si, sempre com o smartphone no centro. Soma-se a isso outros produtos que também se integram ao aparelho, que incluem relógio, TVs e outros dispositivos conectados. Logo não fica difícil perceber que mais do que um produto, o smartphone será uma central de controle de basicamente toda a sua vida.

A LG foi além com o G5 e revelou acessórios que modificam o próprio smartphone. Com o design modular do aparelho, é possível remover a parte inferior do celular e trocá-la por um grip que facilita a fotografia e adiciona um pouco mais de bateria, ou um complemento para conversão de áudio digital em analógico para tentar melhorá-lo.

Fora isso, outras estrelas do evento também foram os óculos de realidade virtual da LG, que também dependem do celular para geração das imagens, embora use uma técnica totalmente diferente do Gear VR da Samsung. O Rolling Bot, que é um robô que vigia sua casa e também brinca com o cachorro (controlado pelo celular) e a câmera em 360 graus (controlada pelo celular), que também funciona muito bem com o visor da empresa.

Assim como a Samsung, a LG também tem uma vasta gama de outros produtos conectados, feitos para serem comandados que têm o smartphone como uma central de controle, incluindo relógios, TVs e outros aparelhos.

Então, quando perguntamos “o que vem depois dos smartphones?”, ninguém sabe responder ainda. Talvez nada? Talvez eles permaneçam assim para sempre? A resposta só vai existir quando alguém a inventar, e ninguém sabe quando isso vai acontecer. O que a indústria parece mais propensa a fazer neste instante é construir um mundo que gire em torno deste tipo de aparelho. A ideia em geral, em vez de reinventar a roda parece ser “se todo mundo já tem um celular conectado, em vez de tentar vender um novo, por que não aproveitar esta base para vender coisas que funcionam com estes aparelhos?”. Agora é ver se esta ideia funciona.

(Renato Santino, via Olhar Digital)

Aviões autônomos: entenda os riscos e as vantagens

aviao_item

Já pensou em um futuro onde os aviões voem sem piloto? De acordo com especialistas da área, isso pode se tornar realidade no futuro. Para quem acha difícil, aqui vai uma pista: os drones, pequenas aeronaves tripuladas, já executam uma tarefa semelhante, em menor escala. Enquanto alguns acreditam que a adoção da tecnologia de auto condução pode trazer segurança, há quem fique preocupado com a possibilidade.

Na indústria da aviação, muita gente se diz receosa sobre a possibilidade de os computadores de bordo das aeronaves serem hackeadas.

Tendo como principal objetivo o corte de custos, muitas empresas têm optado por sistemas no lugar de pessoas para atender o cliente. Dentro do avião, os passageiros devem, cada vez mais, ser incentivados para continuar usando smartphone e outros dispositivos móveis, sem colocar em risco a segurança do voo. “Segurança é a preocupação número um… os órgãos reguladores sabem que é seguro operar estes aparelhos em todos os estágios do voo, mas eles gostam de fazer as coisas cuidadosamente”, explica o presidente de comunicação global da Panasonic Avionics, David Bruner.

Avião conectado
Novos aviões, como o Airbus A350 XW, terão conectividade total, segundo a fabricante, com o objetivo de trazer mais conforto e interatividade ao usuário. A medida, no entanto, não é vista com bons olhos por muitas pessoas desde que o voo 370 da Malaysia Airlines sumiu do mapa. Na época, algumas pessoas chegaram a declarar que a aeronave teria sido sequestrada remotamente por hackers.
Para incendiar ainda mais a discussão, o pesquisador de segurança aérea, Chris Roberts, afirmou que conseguiu entrar no sistema de computadores de um avião, de seu assento.

“A imaginação de algumas pessoas é fértil. Não cremos que isso seja possível atualmente. Mas, ao ficarmos mais sofisticados, teremos que ter mais cuidados também para garantir que isso nunca aconteça”, explica David Bruner, da Panasonic Avionics.

Segurança
Para evitar problemas, as empresas estão trabalhando para aumentar a segurança dos aviões. “Trabalhamos há anos em um ‘super firewall’ que separa os controles de voo de todo o resto (dos equipamentos no avião), para garantirmos que ninguém será capaz de acessa-lo do solo”, afirma Bruner.

Via BBC

Marca chinesa apresenta tecnologia que carrega smartphone em 15 minutos

113

Se o mercado já vem acompanhando com interesse os passos da Oppo, a marca chinesa de smartphones acaba de dar mais um motivo para chamar atenção. Durante o Mobile World Congress, em Barcelona, a companhia anunciou uma tecnologia que permite recarregar smartphones em apenas 15 minutos.

Chamada Super VOOC, a a novidade faz com que uma bateria de 2.500 mAh vá do 0% aos 100% nesse curto espaço de tempo, e ela funciona com cabos microUSB ou USB-C. Como destaca o Engadget, as taxas são muito melhores que as apresentadas pelo QuickCharge 3.0, da Qualcomm, que carrega um smartphone com Snapdragon 820 de 0% a 80% em 35 minutos.

O detalhe a favor da Oppo é que sua tecnologia funciona dentro do ecossistema da marca, ao contrário do que ocorre com a Qualcomm, que não influencia o design dos aparelhos. Como a Oppo controla todos os aspectos dos smartphones, ela conseguiu fazer ajustes que combinam software e hardware e garantem a velocidade da carga.

No ano passado, a Oppo despertou olhares ao vender 50 milhões de aparelhos, mostrando um crescimento anual de 67%. A companhia foi a primeira a lançar um telefone com câmera de 50 MP e também criou um modelo com tela sem bordas.

(Leonardo Pereira, via http://olhardigital.uol.com.br)

Pesquisa aponta Brasília como a cidade brasileira com melhor qualidade de vida

montagem_brasc3adlia

Uma pesquisa realizada pela empresa de consultoria Mercer, e divulgada nesta terça-feira (23/2) no jornal “Correio Brasiliense”, apontou Brasília como a cidade brasileira com melhor qualidade de vida. Na lista com 230 cidades de todo o mundo, a brasileira aparece na 106ª colocação. Atrás dela na lista aparecem ainda Rio de Janeiro em 117º lugar, São Paulo em 121º e Manaus na 125ª colocação.

As cidades foram listadas pela empresa que realiza todos os anos um mutirão que percorre o mundo avaliando as cidades considerando fatores como condições de serviços e moradia, ambiente econômico, político e sociocultural. O objetivo da pesquisa e oferecer dados à empresas multinacionais para que possam calcular a compensação a funcionários na hora de relocá-los.

Mais uma vez, Viena na Áustria ficou com o título de cidade com a melhor qualidade de vida do mundo. Fechando o top 5, ela é seguida por Zurique, na Suíça, Auckland, na Nova Zelândia, Munique, na Alemanha e Vancouver, no Canadá.

De uma maneira geral, as cidades da América do Sul não ocuparam posições de destaque no ranking. Montevidéu, no Uruguai, foi a mais bem colocada aparecendo em 78º lugar. Depois vem Buenos Aires (98) e Santiago (94).

Segundo a pesquisa, “o recente aumento no desemprego em países da América Latina e do Caribe, bem como a queda na economia e a instabilidade política em alguns países, explicam o relativo baixo desempenho em cidades da região.”

Via http://www.jornalopcao.com.br

Gil Rugai volta a ser preso após nova decisão da Justiça

A Justiça de São Paulo decretou a prisão do ex-seminarista Gil Grego Rugai, 32, no final da tarde desta segunda-feira (22). Ele foi condenado a pena de 33 anos e nove meses de prisão pelo assassinato do pai, o publicitário Luis Carlos Rugai, 40, e sua mulher Alessandra de Fátima Troitino, 33, em março de 2004.

14-caso-gil-rugai-1438203583302_300x300
O ex-seminarista Gil Rugai – Reprodução/Uol Noticias

A decisão do juiz Adilson Pauloski Simoni, do 5º Tribunal do Júri, está baseada na nova determinação do STF (Supremo Tribunal Federal) que, na semana passada, permitiu que réus condenados já em segunda instância cumpram a pena em regime fechado, sem a necessidade de aguardar o julgamento de todos os recurso em liberdade.

Gil Rugai deu dois endereços em que poderia ser localizado pela Justiça, em Perdizes e na Pompeia, bairros da zona oeste de São Paulo. Policiais do Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) receberam cópia do mandado na noite desta segunda e devem cumpri-lo ainda nesta terça, 23, pela manhã.

O ex-seminarista foi solto em setembro de 2015, por determinação do STJ (Superior Tribunal de Justiça). Na ocasião, os ministros da 5ª Câmara aceitaram os argumentos dos advogados do ex-seminaristas de que ele enfrentava “constrangimento ilegal” em função de estar cumprindo a pena preso por ordem do TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo) que “não tinha fundamento algum”.

Os advogados, baseados na antiga legislação, destacaram que ele só poderia ir para a cadeia depois que todos recursos fossem analisados até as últimas instâncias do Judiciário, quando não havia mais possibilidade de recurso.

Prisão

Na época, os defensores impetraram novos recursos no STF para que Gil Rugai fosse submetido a um novo julgamento. Mas como esses recursos sequer foram analisados e o réu está condenado pelo TJ-SP, o juiz Simoni decretou a prisão.

O julgamento de Gil Rugai aconteceu em fevereiro de 2013. Depois de cinco dias, ele foi condenado, mas saiu pela porta da frente para aguardar a tramitação dos recursos em liberdade. Na época, o promotor Rogério Zagallo declarou que, após o término da sessão, “Gil Rugai, condenado por dois assassinatos, vai chegar em casa antes do que qualquer um de nós e descansar.”

O TJ-SP determinou a prisão dele, em novembro de 2014, após analisar e aceitar os argumentos do Ministério Público. O ex-seminarista foi encaminhado para a Penitenciária de Tremembé 2, no Vale do Paraíba, conhecido por receber criminosos que protagonizaram crimes de repercussão, como o ex-médico Roger Abdelmassih, o casal Alexandre Nardoni e Ana Jatobá, entre outros, onde ficou preso por 10 meses.

(Uol)