Saiba como registrar uma denúncia no Procon

O Programa de Orientação e Proteção ao Consumidor (Procon) já registrou 9.843 reclamações, de janeiro a junho deste ano, em Fortaleza. As operadores de telefonia móvel estão sempre presentes no topo do ranking de reclamações. Somente este ano, a empresa Oi liderou as taxas de atendimentos do órgão com 276 casos registrados de janeiro a junho.

Já no índice por áreas, assuntos e problemas, são registradas a maior parte das reclamações de cartões de crédito, assumindo a primeira posição nos últimos cinco anos. De acordo com a assessora de informática do Procon, Anna Stela Pinheiro Craveiro, tal índice dividido em áreas como: alimentação, saúde etc.

De acordo com os dados do Procon, em 2012, as reclamações mais realizadas são em relação ao setor de Produtos, com 1520 registros. Em seguida, aparecem os setores de: Assuntos Financeiros, com 1484 registros, e Serviços Essenciais, com 946.

Como reclamar?

De acordo com o secretário executivo do Procon, João Ricardo, para realizar uma reclamação, basta levar os documentos necessários e cadastrar a denúncia. “O consumidor não precisa ir atrás da empresa antes, mas recomenda-se que procure o serviço de atendimento da mesma”, esclarece. Os documentos necessário são RG, CPF, comprovante de endereço, nota fiscal do produto, por exemplo.

Segundo o secretário, a denúncia pode ser realizada por meio de uma procuração ou pessoalmente. “A pessoa faz um cadastro da reclamação e é elaborada uma Carta de Informação Preliminar (CIP) destinada a empresa”, explica.

Após o envio da CIP, a empresa possui 10 dias para entrar em contato com o consumidor. “A pessoa já é informada que o procedimento é assim. Caso não haja esforço da empresa para solucionar, ela volta para fazer a reclamação e vira um processo administrativo, podendo gerar uma audiência ou até multa”, diz.

Ainda de acordo com João Ricardo, caso o consumidor esteja enganado ou falte com a verdade, a reclamação apenas será constada como não fundamentada. “Como somos um órgão de defesa do consumidor, não podemos punir. Temos que acolher”, afirma.

(Jangadeiro Online)

Anúncios

Ex-travesti se converte e vira pastor

Joide e Édna estão casados há 14 anos e tem Pedro, de um ano e 11 meses. (Foto: Pollyana Araújo/ G1)

Acompanhado da mulher e do filho de 1 ano, o pastor evangélico Joide Miranda, de 47 anos, que até os 26 era travesti, afirma que é possível deixar de ser homossexual. A partir de sua experiência pessoal, ele decidiu ajudar quem quer voltar a ser hétero, por meio da Associação Brasileira de ex-Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABexLGBTTs). “A homossexualidade é um vício que, muitas vezes, vem desde a infância. Achava que era impossível mudar, mas é uma conduta que pode ser desaprendida”, diz o pastor.

O trabalho da associação vai contra a posição do Conselho Federal de Psicologia (CFP), que orienta profissionais da área a não colaborar com serviços que ofereçam tratamento e cura para homossexualidade e não reforçem preconceitos sociais já existentes em relação ao tema.

Joide Miranda, que aos 14 anos assumiu a homossexualidade e agora se diz “completamente restaurado”, pontua que o trabalho que desenvolve busca a cura e a mudança a partir da espiritualidade e da experiência de vida dele, embora avalie que a psicologia seria importante nesse processo. “Aqueles que querem deixar o estado da homossexualidade dizem que me veêm como referência”, afirma o pastor, que depois da mudança retirou as próteses de silicone dos seios e o silicone industrializado dos quadris.

Ele explica que a entidade, que foi regulamentada em novembro do ano passado, dá suporte emocional a pessoas de vários lugares, inclusive do Japão, Espanha e França. Até hoje, segundo ele, mais de 500 homossexuais o procuraram. O pastor diz que os maiores motivos alegados para querer deixar a homossexualidade são a solidão e a insatisfação. “Fazemos acompanhamento por telefone, mas pretendemos abrir uma casa de apoio, uma espécie de albergue, para podermos auxiliá-los melhor”, conta o pastor, que mora em Cuiabá com a família.

Um dos pilares da associação, segundo ele, é a estruturação familiar. Para o pastor, a desordem familiar tem grande parcela de responsabilidade nos casos de homossexualidade. Ele diz alertar os pais durante as palestras que ministra para que se atentem sobre o comportamento dos filhos, de modo que atuem de forma preventiva. “Um dos maiores fatores que contribuem para a homossexualidade são os abusos sexuais e a ausência de limites para as crianças”, enfatiza, ao relatar que, aos 6 anos, foi abusado por um vizinho.

Joide morou em vários países, entre eles na França. (Foto: Arquivo pessoal)Joide morou em vários países, entre eles na França
(Foto: Arquivo pessoal)

Além dos próprios homossexuais, Joide diz receber inúmeros telefonemas de mães que não concordam com a orientação sexual dos filhos. Ele diz que muitas delas pedem para conversar com a mãe dele, que, após muita insistência, conseguiu fazer com que ele fosse para a igreja. Antes disso, o ex-travesti morou em vários países, entre eles Itália e França, onde se prostituía.

Ele cita dois casos de ex-gays que teriam se tornado heterossexuais depois de receberem acompanhamento através da associação. Um deles na França, que morava com outro homem e hoje já está casado com uma mulher.

Outro é o caso de um ex-travesti do Maranhão, que colocou silicone até nos lábios e agora é missionário de uma igreja evangélica. “Quando a pessoa resolve mudar, o interior está todo bagunçado e demora algum tempo para mudar completamente, inclusive os trejeitos femininos”, explica.

Joide se casou, mas diz que casamento não pode servir de fuga. (Foto: Arquivo pessoal)Joide se casou, mas diz que casamento não pode
servir de fuga. (Foto: Arquivo pessoal)

Casamento
No caso de Joide, a mulher Édna, que hoje o acompanha nas palestras em que dá o seu testemunho, foi quem o ajudou. “Falava para ele que não era para colocar a mão na cintura, nem cruzar as pernas como mulher”, disse. Ela, no entanto, faz questão de enfatizar que se casou com um heterossexual e que nunca duvidou da mudança do marido. “Antes achava que gay era sempre gay, mas depois que o conheci mudei esse conceito. Não me importo em falar sobre o passado dele, pois falo de alguém que não existe mais”, afirma.

Casada há 14 anos com Joide, Édna conta que os dois eram empresários e deixaram os negócios para ajudar as pessoas que pretendem deixar de ser homossexuais. “Só fazemos isso para que a nossa história possa ajudar outras pessoas”. Ela conta que no início do relacionamento enfrentou certo preconceito por parte daqueles que não acreditavam na mudança de Joide.

No entanto, os dois afirmaram que o casamento não pode servir como uma “fuga”. Antes de conhecer a mulher, o pastor disse não ter sentido atração por nenhuma outra pessoa do sexo oposto. “Tive tudo que um travesti sonha, como glamour e dinheiro, mas não era feliz. Sentia um vazio muito grande dentro de mim. Era uma vida de hipocrisia”, recorda Joide, ao se dizer realizado hoje com a mulher e o filho, que foi adotado porque Édna não conseguia engravidar.

Na visão dele, a homossexualidade está na mente e, por isso, pode ser restaurada.”Depois que fui abusado sexualmente, tive a minha heterossexualidade violada”, afirma. Ele disse ainda que, quando foi molestado pelo vizinho, teve medo de contar para a família, principalmente ao pai, que era alcoólatra.

(G1 Mato Grosso)

Karina Bolaños: Vice-ministra é demitida na Costa Rica após vídeo íntimo cair na web

Vice-ministra da Juventude da Costa Rica, Karina Bolaños, foi demitida após a divulgação de vídeo íntimo. (Foto: Reprodução)

A vice-ministra da Juventude da Costa Rica, Karina Bolaños, foi demitida na segunda-feira do cargo após a divulgação de um vídeo íntimo na internet (assista), segundo a imprensa costarriquenha.

Karina Bolaños alega que era vítima de uma extorsão havia um ano.

Ela afirmou que o vídeo foi gravado em 2007.

Apesar de considerar uma injustiça, Karina diz respeitar a decisão do ministro de Cultura e Juventude, Manuel Obregón, sobre seu afastamento.

(Planeta Bizarro, G1)

Decon notifica bancos de Fortaleza por falta de portas de segurança, divisórias e uso do celular

O Bradesco foi notificado pelo Programa Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Decon), por não cumprir a Lei Estadual 12.565/96, que torna obrigatória a instalação de portas de segurança nas agências bancárias do Ceará.

Segundo o Decon, os estabelecimentos das avenidas Aguanambi, no bairro de Fátima, e Santos Dumont, na Aldeota, foram notificadas nos dias 23 e 26 de julho, respectivamente, para que instalem as portas de segurança no prazo de até dez dias úteis.

Divisórias e uso do celular

O Decon também advertiu três outras agências na Capital cearense pelo não cumprimento ao decreto 30.960/12, que regulamenta a Lei 14.961/11. Todas as agências foram autuadas pelo Programa de Proteção e Defesa do Consumidor na última quinta-feira (26).

Nas agências da Caixa Econômica Federal dos bairros Dionísio Torres e Aldeota, foram constatadas ausência das divisórias individuais entre os caixas e o uso do celular. Já no Bradesco da Aldeota, houve o descumprimento ao uso das divisórias.

De acordo com a promotora de Justiça Ann Celly Sampaio, todos os municípios cearenses estão sendo visitados pelo Decon. Aqueles que não cumprirem a lei estão sujeitos a multa que varia entre R$ 567,20 a R$ 8,5 milhões, além de interdição total ou parcial da agência bancária.

Denúncias

O Decon informa que a população pode enviar denúncias, inclusive anônimas, ao programa por meio do telefone (85) 3452-4505 (setor de fiscalização) e pelo site do órgão.

(Jangadeiro Online)

Casal negro é impedido de casar em igreja por motivos raciais

Casal negro americano tem casamento negado por racismo. Vários moradores ficaram chocados com a decisão do pastor

casal igreja negro

Um casal do Mississippi, sudeste dos Estados Unidos, sofreu um duro golpe quando o pastor da igreja que frequentavam comunicou que o casamento não poderia ser celebrado no local por serem negros, informou o canal ABC.

O pastor Stan Weatherford afirmou à emissora que nunca havia sido celebrado um casamento de negros na Primeira Igreja Batista de Crystal Springs, no Mississippi, desde a inauguração do templo em 1883.

Ele afirmou que vários integrantes brancos da congregação foram contrários, de forma violenta, à celebração do casamento de Charles e Te’Andrea Wilson. Alguns o ameaçaram de demissão.

Weatherford, branco, ofereceu ao casal a possibilidade de celebrar o matrimônio em outra igreja, de maioria negra. “Minha filha de nove anos vai à igreja conosco. Como você vai dizer para a sua filha de nove anos que não podemos casar aqui porque, advinha querida, nós somos negros?”, disse Charles Wilson ao canal WAPT-TV, uma filial da ABC.

Ele explicou que o casal pretendia passar a integrar a igreja depois do matrimônio, programado para 20 de julho. Após o veto, transferiram a cerimônia para outra igreja e se casaram no dia 21 de julho.

pastor racista

Vários moradores ficaram chocados com a decisão do pastor. “Esta igreja era a casa deles”, disse Theresa Norwood, de 48 anos. “O que Jesus teria feito? Teria casado eles, sem nenhuma dúvida, porque isto é o correto. Todos somos filhos de Deus”, completou.

Agências

Rede Globo monta estratégia para esconder Haddad nas eleições 2012

Globo planeja esconder Haddad da cobertura das eleições em SP. José Serra (PSDB) e Celso Russomanno (PRB) teriam tratamento privilegiado

Em mais uma demonstração antidemocrática e que privilegia as forças conservadoras da capital paulista, a TV Globo apresentou um planejamento para a cobertura das eleições municipais que privilegia o PSDB. A intenção da emissora é só abrir espaço diário em seus telejornais às campanhas dos dois candidatos mais bem posicionados na disputa pela Prefeitura.

Pela proposta original da Globo, noticiada na semana passada pelo “Painel”, da Folha de S.Paulo, os demais concorrentes só apareceriam em dias alternados no “Bom Dia SP” e no “SPTV”.

O Partido dos Trabalhadores, através da coligação Para Mudar e Renovar São Paulo —composta pelo PT, PCdoB, PSB e PP —, afirma que irá recorrer à Justiça Eleitoral para assegurar tratamento igualitário na eleição.

A luta pela sobrevivência do DEM, partido que deve desaparecer em 2012

William Bonner, Jornal Nacional, Noam Chomsky e as técnicas infalíveis de manipulação
“Seria um tratamento desigual e privilegiado, o que a lei eleitoral proíbe. Não exigimos que o tempo de cada um seja cronometrado, mas é preciso haver o mínimo de equilíbrio”, afirma o advogado do PT, Hélio Silveira.

Seguindo a proposta da emissora, e de acordo com dados da última pesquisa de intenção de votos na capital teriam tratamento privilegiado os candidatos José Serra (PSDB) e Celso Russomanno (PRB).

A emissora prometeu apresentar uma proposta alternativa nesta terça (31) em reunião com os principais partidos.
Debates

Os candidatos aceleraram a preparação para o primeiro debate na TV que será realizado pela Band, nesta quinta-feira (2). Confira abaixo o calendário de debates da capital paulista.

(Vermelho & Folha de S.Paulo)

Candidatos homossexuais batem recorde nas eleições 2012

Mais de 100 candidatos a vereador em todo o país representarão os interesses do movimento LGBT. Em dois municípios, haverá candidatos a prefeitos com orientação homossexual

leo kret vereador salvador

No interior de Minas Gerais, a transexual Nany Araújo disputa uma vaga de vereadora na Câmara Municipal de Conceição das Alagoas. Apesar do preconceito, ela resolveu encarar o eleitorado e mostrar suas propostas – que, garante a candidata, vão além da pauta LGBT, sigla para lésbicas, gays, bissexuais e transexuais. Assim como Nany, pelo menos outros 108 candidatos assumidamente homossexuais disputarão o cargo de vereador em 21 estados brasileiros.

Este é o maior índice de candidatos assumidamente gays de toda a história do país. Nany procura seguir os passos de pessoas como Leo Kret, vereadora pelo PR em Salvador por dois mandatos, que este ano tentará se reeleger novamente.

Número contabilizado pela Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT) ainda pode aumentar. Segundo o presidente da entidade, Toni Reis, a associação ainda procura outros candidatos. “Muitas pessoas não integram nenhuma associação ou estão em cidades afastadas, mas também se assumem como gays”, disse.

Segundo Toni, a lista de candidatos pode chegar a até 150 postulantes ao cargo de vereador. “Os números já são excelentes e demonstram que há uma diminuição do preconceito por parte da sociedade, mas mostra também que a categoria está mais unida e fortalecida”, disse. O presidente da ABGLT explica que a estratégia adotada é a mesma dos adversários: a união em torno dos interesses comuns. “Muitas vezes vemos evangélico contra evangélico, mas que se unem rapidamente quando querem protestar contra os nossos direitos. Então, estamos nos unindo também contra esses ataques. Queremos fazer uma discussão bastante aberta com a população”, explicou.

Avanço social

Filiada ao PSDB, Nany acredita que a sociedade brasileira tem evoluído na discussão sobre as liberdades individuais e que os preconceitos contra homossexuais diminuíram. “Por isso temos tantos candidatos este ano. Acho que é um reflexo do avanço social. Claro que ainda existe muito preconceito e muita violência contra os LGBTs, mas por outro lado, percebemos que os debates têm avançado”, afirmou ao portal Congresso em Foco.

Toni alerta, porém, que esse movimento da representação gay gera também reações mais fortes de setores mais conservadores da sociedade. “Estamos tendo mais reconhecimento, mais direitos. Então, isso faz com que setores atrasados da sociedade voltem sua atenção para nós e ainda despejem ódio e discursos homofóbicos”, analisa.

A meta da ABGLT é eleger entre 15 a 20 dos candidatos LGBT. Em 2008, oito foram eleitos. Se o objetivo for atingido, haverá um aumento de mais de 50% no índice de eleitos. Neste ano, 22 partidos apresentam candidatos gays, lésbicas, transexuais, travestis e bissexuais. Os partidos de esquerda possuem mais candidatos. O PT lidera a lista com 22 candidatos. Em seguida, está o Psol, com 13. Partidos mais conservadores, porém, também ofereceram espaço à causa LGBT. Entre eles, DEM, PSDB, PP, PR e PSDC.

Para a tucana Nany, a questão partidária não é definitiva na candidatura. “Eu fui convidada pelo partido para concorrer este ano. Ainda que seja considerado um partido conservador, a legenda abre espaço para outros posicionamentos. Você tem que ter posição, tem que ter postura”, disse.

Propostas

Apesar de defenderem os direitos dos homossexuais, os postulantes associam suas bandeiras a uma questão mais ampla, a dos direitos humanos. “A ideia é que a campanha não seja corporativista, mas que outros temas que também afetam nossa comunidade sejam amplamente discutidos. Por isso, queremos apresentar uma plataforma ampla que visa à melhoria da educação, da saúde e da segurança pública, por exemplo”, diz Toni. Segundo ele, a ABGLT irá propor a seus candidatos que defendam o princípio da igualdade, em todos os níveis.

Ele ressalta ainda que é importante que o eleitor conheça muito bem o candidato para quem vai dar o seu voto. “Não adianta votar em uma pessoa só porque ela é gay. O eleitor tem que conhecer a história do candidato, e principalmente as suas propostas. Orientação sexual não é pauta política. Não conhecemos todos os 109 candidatos”.

Dentre as iniciativas detacadas pela entidade, os eleitos deverão priorizar o apoio a projetos de lei que proíbam a discriminação e a criminalização da homofobia. A entidade também reivindica mais audiências públicas nas câmaras municipais para discutir questões relativas aos homossexuais e mais homenagens a lideranças LGBT. A entidade defende ainda maior fiscalização sobre recursos do orçamento destinados à comunidade, além da busca por parcerias com outras minorias.

A entidade recomenda que os estados e municípios adotem o “tripé da cidadania” que engloba a criação de conselhos, planos e coordenações no Executivo para fiscalizar as políticas públicas voltadas à promoção da cidadania e dos direitos LGBT.

A ABGLT ainda defende que os eleitos ajudem a garantir no orçamento do governo municipal recursos financeiros para ONGs LGBTs, além de apresentar ou sancionar projetos de lei de garantia, defesa, promoção e proteção dos direitos dos homossexuais. A entidade recomenda o veto a qualquer legislação que possa, propositadamente ou não, ferir os direitos garantidos pela Constituição. “Queremos um Estado laico, que cumpra as decisões de acordo com os preceitos constitucionais”, explica Toni Reis.

Sem recursos

Segundo Toni Reis, o principal adversário dos candidatos homossexuais é o financiamento das campanhas. “Quase todos os nossos candidatos farão campanha sem recursos. Não temos igrejas e nem empresas para ajudar a arrecadar dinheiro. Não temos Deltas [referência à empresa de construção Delta, envolvida no caso Cachoeira] da vida que dão esse aporte financeiro”, disse. Segundo Toni, esta dificuldade acaba fragilizando o movimento. “Nossos aliados dificilmente estão ligados a grupos econômicos”.

Para Toni, a amplitude de legendas é propícia para pautar e discutir politicamente os direitos humanos. “Uma pessoa que é LGBT pode pautar e polemizar com os fundamentalistas. Quanto mais partidos, mais ideologias estiverem unidas em torno deste tema, melhor”, acredita Toni.

Nany concorda. “Não podemos ter uma única pauta. Como vereadora, eu vou trabalhar pela cidade, mas é claro que vou tentar melhorar a condição de vida de pessoas como eu. Vou trabalhar pela garantia de trabalho às transexuais, que sofrem muito preconceito no mercado. Vou instruí-las e mostrar quais são seus direitos. Quero uma sociedade justa para todo mundo”, contou.

Candidatos majoritários

Dentre todos os candidatos, apenas dois disputarão as eleições majoritárias. Estreante nas disputas, o professor de história Renan Palmeira, do Psol, tentará se eleger à prefeitura de João Pessoa, na Paraíba. Gay assumido, para ele o maior desafio é vencer o preconceito. “Náo levo só a bandeira LGBT. Levo uma pauta que possa dialogar com toda a sociedade. Vou defender sim o direito de combate ao preconceito, vou defender sim uma sociedade sem homofobia, mas também sem machismo, sem racismo, sem exploração”, disse.

Para ele, o maior desafio em sua campanha será dialogar com setores mais conservadores. “É um setor que não é tão grande, mas é expressivo da sociedade. E eles têm uma visão dos LGBTs estereotipada. Nós estamos tentando dialogar com eles”, explicou.

Além de Renan em João Pessoa, Vanessa Portugal disputará a prefeitura pelo PSTU, em Belo Horizonte.

Congresso em Foco

Michael Phelps: Londres festeja o maior atleta olímpico da história

EM SUA QUARTA OLIMPÍADA, O NADADOR NORTE-AMERICANO MICHAEL PHELPS GANHA 19ª MEDALHA E SE TORNA O MAIOR MEDALHISTA DE TODOS OS TEMPOS; RECORDE VEIO COM SEU PRIMEIRO OURO EM LONDRES, NO REVEZAMENTO 4X200M LIVRE

31 de Julho de 2012 

247 – No quarto dia de disputas, a Olimpíada de Londres conheceu o feito pelo qual deve ser lembrada por pelo menos algumas décadas. Com uma mãozinha dos colegas Ryan Lochte, Conor Dwyer e Ricky Berens, o nadador americano Michael Phelps se tornou o maior medalhista da história dos jogos olímpicos, ao levar o ouro na prova do revezamento 4x200m livre. Com a vitória, Phelps totaliza 19 medalhas em suas quatro olimpíadas — ele estreou em Sidney 2000 sem medalha, mas foram 8 em Atenas 2004, 8 em Pequim 2008 (todas de ouro) e três em Londres 2012.

Mais cedo, o nadador americano havia igualado à ginasta soviética Larissa Latynina ao levar a prata nos 200m borboleta. Latynina competiu pela União Soviética em Melbourne 1956, Roma 1960 e Tóquio 1964, conquistando nove medalhas de ouro, cinco de prata e quatro de bronze. Nesta terça-feira 31, Phelps totalizou seu 15º ouro — ele tem duas pratas e dois bronzes.

O detalhe da prova em que o recorde foi batido é que a França, que chegou em segundo lugar, havia derrotado o time dos Estados Unidos nos 4×100 metros livre, no domingo, o que deixou os americanos mordidos. “Minha primeira medalha de ouro aqui, então, estou muito feliz. Depois da prata nos 4x100m,  queríamos acertar essa. Então, foi muito bom”, disse. Phelps ainda disputa três medalhas nesta Olimpíada, e já avisou que só passará pelo Rio de Janeiro em 2016 para assistir aos jogos.

(Brasil 247)

Caso Andressa fará CPI convocar chefe da Veja

“ESTÁ COLOCADA A RELAÇÃO DO JORNALISTA COM A ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA”, DISSE O DEPUTADO PAULO TEIXEIRA (ESQ.), VICE-PRESIDENTE DA COMISSÃO; PEDIDO PARA OUVIR POLICARPO JÚNIOR (CENTRO) VINHA SENDO DEFENDIDO POR FERNANDO COLLOR (DIR.) E BRECADO PELO RELATOR ODAIR CUNHA (ESQ.); COMISSÃO TAMBÉM SOFRIA PRESSÃO DOS GRUPOS DE MÍDIA ABRIL, GLOBO E FOLHA

31 de Julho de 2012 

247 – A tentativa de chantagem feita por Andressa Mendonça, esposa de Carlos Cachoeira, contra o juiz Alderico Rocha Santos, deverá provocar a convocação do jornalista Policarpo Júnior, diretor de Veja em Brasília, pela CPMI do caso Cachoeira. Segundo o magistrado, Andressa disse a ele que Cachoeira encomendou um dossiê sobre sua vida ao jornalista Policarpo Júnior. “Se você soltar o Carlos, não soltamos o dossiê”, teria dito.

De acordo com o deputado Paulo Teixeira, vice-presidente da Comissão, o fato prova a relação entre o jornalista e o grupo de Cachoeira. “Com os acontecimentos, está colocada a relação do jornalista com a organização criminosa”, afirmou. “Já iremos discutir a convocação na primeira reunião da CPMI”.

Na edição desta segunda-feira,  o Jornal Nacional noticiou a chantagem feita por Andressa, bem como seu objeto (o dossiê que seria publicado em Veja), mas omitiu o nome da revista e do jornalista.

No entanto, a relação entre Policarpo e Cachoeira é antiga. Num grampo, o bicheiro se vangloria de ter produzido todos os furos de reportagem publicados pelo jornalista. Isso inclui, por exemplo, o vídeo em que Maurício Marinho aparece recebendo uma propina de R$ 3 mil nos Correios – o que detonou o processo do mensalão. Em outra conversa, Cachoeira e Policarpo falam diretamente sobre como uma reportagem de Veja poderia levar à queda do então ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento.

Na CPMI, a única voz que vinha insistindo pela convocação de Policarpo Júnior era o senador Fernando Collor (PTB/AL). No entanto, a blindagem ao jornalista foi comandada pelo relator Odair Cunha, que não colocou em votação os requerimentos pela convocação do jornalista. Além disso, dirigentes dos principais partidos políticos sofreram intensa pressão dos grupos Abril, Folha e Globo para que a CPI do caso Cachoeira não se transformasse em CPI da mídia.

(Brasil 247)

Caixa 2 de Furnas teria turbinado Aécio Neves e Geraldo Alckmin

MENSALÃO PARA 150 POLÍTICOS DO PSDB E DO DEM TERIA SIDO EXTRAÍDO DA ESTATAL DE ENERGIA; LISTA DE REPASSE DE VERBAS, ASSINADA PELO ENTÃO PRESIDENTE DIMAS TOLEDO (CENTRO), PARA AS CAMPANHAS DE 2002, É LEGÍTIMA, SEGUNDO LAUDO DA PF; MINISTÉRIO PÚBLICO ACATA

31 de Julho de 2012

Minas 247 – Na véspera do julgamento mais esperado do Brasil, o da Ação Penal 470, pelo Supremo Tribunal Federal, a partir da quinta-feira 2, o chamado o mensalão, o Ministério Público Federal faz denúncia formal sobre um esquema fartamente documentado para pagar mesadas a servidores e políticos. A estatal Furnas teria superfaturado contratos para dar dinheiro gordo a cerca de 150 políticos durante a campanha eleitoral de 2002, na grande maioria do PSDB e do DEM. Entre eles, figuram os então candidatos Aécio Neves e Geraldo Alckmin.

O colunista Amaury Ribeiro Jr, do jornal Hoje em Dia e autor do best seller A Privataria Tucana, publicou matéria sobre a Lista de Furnas nesta terça-feira 31. A lista teria sido feita pelo próprio ex-presidente e ex-diretor de planejamento de Furnas, Dimas Toledo. Entre os contemplados, além de Aécio e Alckmin, o  ex-deputado Roberto Jefferson. Ele próprio já declarou ter recebido R$ 75 mil da estatal, entregues pelo próprio Dimas Toledo.

Na matéria, Amaury explica que de acordo com a procuradora República no Rio, Andrea Bayão Ferreira, o mensalão de Furnas provocou o enriquecimento de funcionário públicos, empresários e lobistas acusados de alimentarem os financiamentos ilegais de campanha políticas dos tucanos e de seus aliados com dinheiro público.

Grampos da Polícia Federal com o lobista Nilton Monteiro, que teria recebido a lista de Todelo e tentado negociá-la com adversários do PSDB, mostram a autenticidade do documento. A Lista de Furnas é assinada pelo diretor de planejamento. A PF descartou a possibilidade de montagem na assinatura.

O MPF denunciou Todelo e Jefferson, mas aliviou para os caciques tucanos. O argumento seria que “eles são alvos específicos de uma investigação da PF e do MPF sobre os beneficiários da caixinha de campanha alimentada pela empresa estatal”.

O futuro dos dois está nas mãos da Vara da Fazenda do Rio, para onde foi encaminhada a denúncia. Antes, o deputado Rogério Correia (PT-MG), com base no laudo pericial da Polícia Federal, já havia denunciado o rombo na estatal mineira para eleição de Aécio Neves ao governo do estado em 2002. “Os tucanos só querem investigar os esquemas dos outros, porque esse de Furnas eles tentam abafar até agora”, disse Correia ao 247. “Quando fiz a denúncia, tentaram até mesmo cassar o meu mandado, mas a verdade, finalmente, começa a prevalever”.

O ESQUEMA – Contratos superfaturados com a Toshiba do Brasil e a JPE Engenharia Ltda alimentariam o esquema, segundo o relato de Amaury no Hoje em Dia. As duas empresas foram contratadas sem licitação pela estatal Furnas.

O superintendente administrativo da Toshiba, José Csapo Talavera, afirmou que consultorias feitas por empresas de fachada até 2004 eram esquentadas por notas frias. Executivos da companhia japonesa também confirmaram a existência de um caixa dois para bancar mesada de servidores e políticos. O jornalista Amaury Ribeiro Jr., a partir da publicação da reportagem, está denunciando pressões da irmã de Aécio Neves, Andreia, sobre a cúpula do jornal Hoje em Dia para a sua demissão.

(Brasil 247)

Márcio Thomaz Bastos: Só agora ele descobriu que Cachoeira é Cachoeira?

EX-MINISTRO FEZ PROFISSÃO DE FÉ PELO SEU DIREITO DE DEFENDER CONTRAVENTOR; ALEGOU QUE SE SENTIA DESAFIADO A ENFRENTAR O ESTADO; E QUE NÃO TINHA QUALQUER IMPEDIMENTO ÉTICO, MORAL E ATÉ PSICOLÓGICO; MAS NO MOMENTO MAIS CRÍTICO DO CASO, PEDE O BONÉ E VAI PARA CASA AVISANDO QUE NÃO DEVOLVERÁ HONORÁRIOS JÁ PAGOS

31 de Julho de 2012 às 15:46

247 – Para efeito de comparação, seria o mesmo que um ex-titular do Departamento de Justiça dos Estados Unidos advogar para Al Capone. Ou um ex-ministro da Justiça da Itália defender o chefe da Cosa Nostra Tomaso Buschetta. Estas associações seriam inconcebíveis naqueles países, e jamais ocorreram, mas no Brasil não apenas aconteceu, como ainda o ex-ministro recebeu um alto honorário para defender o equivalente verde-amarelo aos mafiosos internacionais. Foi assim entre Márcio Thomaz Bastos, titular de 2003 a 2007 do Ministério da Justiça do Brasil, e o contraventor Carlinhos Cachoeira, apontado como um dos maiores chefes do crime organizado no Brasil, com ramificações no jogo ilegal, no superfaturamento de obras públicas e na utilização da máquina do Estado para interesses pessoais, com ramificações em diferentes unidades da federação.

“Nada me proíbe, nesta altura da vida – como nunca antes, à exceçao do tempo do serviço público – de assumir a defesa de alguém com quem não me sinto impedido, legal, moral ou psicologicamente, cobrando ou não honorários”, procurou justificar o ex-ministro, diante das inúmeras críticas e incompreensões à sua aceitação de defender Cachoeira, em artido publicado no jornal Folha de S. Paulo, no dia 29 de maio (leia íntegra abaixo).

Ok, Thomaz Bastos desfiou seus argumentos, sentou-se ao lado de Cachoeira na sessão da CPI em que o orientou a boicotar as investigações e manter-se calado e, ainda, impetrou uma série de habeas corpus em favor de seu cliente – nenhum dele com sucesso. A chegar a seu quinto mês de prisão, deprimido e cada vez mais acuado, porém, Cachoeira que tinha no ex-ministro um advogado que considerava “fascinante enfrentar o Estado”, como registrou em seu artigo, ficou sozinho. Sob a alegação de que seu contrato só iria até a primeira audiência em juízo, uma porta-voz da banca de Thomaz Bastos, sem dúvida uma das mais rentáveis do País, informou secamente, nesta terça-feira 31, que ele não estava deixando o caso.

Este momento é aquele em que Cachoeira mais precisa de um advogado. A Thomaz Bastos, na confidencialidade das conversar com o defensor, é de se acreditar que muitos argumentos contrários às acusações de que ele é alvo tenha sido desfiados. Por este contato, e por todo o noticiário de mídia, não havia como o ex-ministro da Justiça não saber exatamente, e nos mínimos detalhes, com quem estava lidando. Cachoeira tornou-se famoso não apenas pela exploração de jogos ilegais, mas igualmente por fabricar dossiês, espionar, gravar, imiscuir-se na imprensa, traficar influência no Estado, corromper e dissimular. À volta de sua figura, no tempo em que está na cadeia, duas mortes ligadas ao caso já ocorreram – em Brasília, num cemitério, e nos arredores de Goiânia. Enquanto assumiu a postura, ditada pelo advogado, do “nada a declarar”, Cachoeira só se complicou e, agora, já deve estar informado que também sua mulher Andressa Mendonça se enredou nas garras da Justiça, ao segundo o juiz federal Alderico Rocha, tentar chantegeá-lo com um dossiê supostamente encomendado pelo marido ao jornalista Policarpo Jr.. Esse material seria publicado nas páginas da revista Veja, com quem Cachoeira tem longo histórico como informante de Policarpo, caso o magistrado não concedesse um alvará de soltura a Cachoeira.

É praticamente impossível, para quem acompanha o caso, acreditar na versa dada pelo escritório de Thomaz Bastos, segundo a qual o acordo entre ele e Cachoeira só teria vigência até a primeira audiência em juízo. Apenas para isso foram cobrados honorários de R$ 15 milhões, com a primeira parcela paga antes de qualquer gesto jurídico? Neste caso, Thomaz Bastos não seria mais o advogado mais caro do Brasil, mas sim o “muito mais caro”. Causas desse tipo não custam tanto dinheiro junto a advogados famosos. Nesse mercado, os honorários poderiam ser, e ainda assim bem pagos, de cerca de 10 vezes menos. O custo de Thomaz Bastos está em seu passado de ex-ministro, de advogado brilhante, de sua influência nos meios jurídicos. O que Cachoeira comprou, o Dr. Márcio vendeu, mas resolveu agora não entregar. Existe mesmo ética em alguma das etapas dessse processo?

Abaixo, o artigo de Márcio Thomas Bastos com sua defesa ao direito de defender Carlinhos Cachoeira, o cliente que hoje ele abandonou:

Advogado precisa de liberdade para defender liberdade

Por Márcio Thomaz Bastos

Artigo publicado no jornal Folha de S.Paulo desta terça-feira (29/5)

Em 1956, solicitador acadêmico — o equivalente de então de estagiário —, comecei a advogar.

Exerci a atividade ininterruptamente, de forma intensa, conquanto modesta, até 2002. Parei em 2002 e assumi, extremamente honrado, o Ministério da Justiça, no governo Lula, onde fiquei por 50 meses.

Fiz uma quarentena, que não me era obrigatória, até final de 2007, quando voltei a me dedicar ao meu verdadeiro ofício, a prática legal. Ou seja, para terminar esta exposição cheia de datas, de 1956 a 2012 (56 anos) fui ministro por quatro anos. Os outros 52, devotei-os à advocacia.

Também servi à profissão como dirigente da OAB-SP e da OAB nacional. Na vida profissional, alguns momentos me orgulharam muito: as Diretas Já, a Constituinte, o julgamento dos assassinos de Chico Mendes, a fundação do Instituto de Defesa do Direito de Defesa e muitas centenas de defesas que assumi, tanto no júri como no juiz singular.

No Ministério da Justiça, a reestruturação da Polícia Federal, a construção do Sistema Penitenciário Federal, a reforma do Judiciário, a campanha do desarmamento, a reformulação da Secretaria de Direito Econômico, a implantação do Sistema Único de Segurança Pública, o pioneiro Programa de Transparência, a demarcação da terra indígena Raposa Serra do Sol e a fundação da Força Nacional de Segurança Pública.

Foram duas fases bem distintas e demarcadas. Numa, o serviço público, trabalho balizado sob o signo de duas lealdades que nunca colidiram: às instituições e à Presidência.

Noutra (advocacia e OAB), primeiro a luta pelo estabelecimento de um Estado de Direito; depois, a prática profissional, que procurei marcar pelo respeito à ética, ao estatuto da OAB, às leis e, principalmente, à Constituição brasileira, entre cujos dogmas fundamentais estão assegurados o direito de ampla defesa, o devido processo legal, o contraditório, a licitude das provas, a presunção de inocência e, de forma geral, a proibição dos abusos.

Durante essa longa trajetória de advogado que vota no PT — não de petista que advoga —, tive muitas oportunidades de representar clientes vistos como inimigos figadais do partido. (Não cito nomes, para preservá-los.) Nenhum foi recusado por isso.

Desse modo, salvei minha independência como defensor, nunca a alienando a quem quer que fosse. A liberdade do advogado é condição necessária da defesa da liberdade.

Assim como representei centenas de clientes dos quais nunca recebi honorários, trabalhei para muitos que puderam pagar, alguns ricos, entre pessoas físicas e empresas.

Agora que aceitei representar, no campo criminal, o senhor Carlos Augusto Ramos, apelidado de Cachoeira, surgem comentários sobre a minha atuação, estritamente técnica.

Fora os costumeiros canibais da honra alheia — aos quais não dou atenção nem resposta —, pessoas que parecem bem intencionadas questionam se eu poderia (ou deveria) ter me incumbido dessa defesa, ou porque fui Ministro da Justiça, ou então porque sou ligado ao PT e ao ex-presidente Lula, ou, ainda, “porque não tenho necessidade de fazer isso”.

A todas essas dúvidas, a resposta é negativa. Nada me proíbe, nesta altura da vida — como nunca antes, à exceção do tempo do serviço público — de assumir a defesa de alguém com quem não me sinto impedido, legal, moral ou psicologicamente, cobrando ou não honorários.

Entre tantos casos importantes em que venho trabalhando, dois chamaram muito a atenção pública: esse e o das cotas na UnB. No primeiro, estou recebendo honorários; no segundo, trabalhei pro honorem, ou seja, sem nenhuma remuneração.

Em matéria criminal, aumenta a responsabilidade do advogado, nos termos do nosso código de ética: “É direito e dever do advogado assumir a defesa criminal, sem considerar a sua própria opinião sobre a culpa do acusado”. Porque, como diz Rui Barbosa, indo nas raízes da questão:

“Quando quer e como quer que se cometa um atentado, a ordem legal se manifesta necessariamente por duas exigências, a acusação e a defesa, das quais a segunda, por mais execrando que seja o delito, não é menos especial à satisfação da moralidade pública do que a primeira. A defesa não quer o panegírico da culpa ou do culpado. Sua função consiste em ser, ao lado do acusado, inocente ou criminoso, a voz dos seus direitos legais.”

O fascinante da profissão é o seu desafio. Enfrentar o Estado — tão provido de armas, meios e modos de atingir o acusado — e ser, ao lado deste, a voz de seus direitos legais.

Há 12 anos, escrevi neste mesmo espaço um texto com o mesmo título: “Em defesa do direito de defesa”. Não esperava ser convidado a escrever outro, sobre o mesmo tema, depois de tantos avanços institucionais que o Brasil viveu de lá pra cá.

Márcio Thomaz Bastos é advogado e foi ministro da Justiça (2003-2007).

(Brasil 247)

Caucaia: Metade da Câmara Municipal está inelegível

Dos 14 vereadores da Câmara Municipal de Caucaia, sete não poderão tentar a reeleição em outubro próximo por determinação da Justiça Eleitoral. Dentre eles estão os presidentes da Casa Legisltiva, Antonio Luiz de Araújo Menezes, o Dr. Tanilo (PMDB), e o presidente da União dos Vereadores do Ceará (UVC), Deuzinho Filho (PMN). Os dois, assim como, outros cinco atuais parlamentares de Caucaia estão impedidos de postular o cargo pois estão envolvidos em atos de improbidade administrativa, ou seja, malversação de dinheiro público.

A decisão foi apresentada pelo juiz Michel Pinheiro da 120ª Zona Eleitoral de Caucaia ainda na semana passada, pois os vereadores de Caucaia fizeram uma licitação “montada” para aluguel de veículos, em que seus próprios parentes eram os donos das “empresas”.

Fica claro que houve no presente caso tanto ato de enriquecimento ilícito e lesão ao erário público. O simples fato da condenação de devolver os valores pago indevidamente mostra o fato de enriquecimento ilícito. O caso não permite outra conclusão: quem faz uso particular de veículo contratado ilicitamente está evitando gastar o próprio dinheiro. Isto revela a evidente ocorrência de enriquecimento ilícito. O Supremo Tribunal Federal, além disto, no julgamento da ADC 30, declarou a constitucionalidade e a validade da Lei da Ficha Limpa para as eleições de 2012. Ademais, valida para atos praticados anteriormente a publicação e vigência”, apresentou o juiz Michel Pinheiro em sua sentença.

De acordo com o promotor eleitoral do Município, Lucídio Queiroz, os parlamentares eram quem se beneficiavam, pois, no final de toda a transição de contratação de “empresa”, prestação de serviços e arredação de dinheiro. Ele disse ainda que o Ministério Público Estadual está vendo a possibilidade de afastar todos estes vereadores da Câmara Municipal de Caucaia.

Além de Deuzinho Filho e Dr. Tanilo, também estão com candidaturas indeferidas os vereadores que tentavam reeleição Sebastião Conrado (PSL), Germana Sales (PSD), Tadeu Pontes, (PCdoB), José Arivaldo, o “Pernambuco”(PCdoB) e Eduardo Pessoa (PRP).

(Diário do Nordeste Online)

 

Fortaleza: Candidatos a prefeito e a vereador inelegíveis

Decisão do juiz eleitoral inviabiliza candidaturas de Valdeci Cunha e a do vereador petista Ronivaldo Maia

O candidato do Partido Republicano Trabalhista Brasileiro (PRTB) à prefeitura de Fortaleza, Antônio Valdeci Cunha, teve o pedido de registro da sua candidatura indeferido pelo juiz da 114ª zona, Mário Parente Teófilo Neto, responsável pelo registro de todas as candidatura na capital cearense. A não prestação de contas da campanha de 2010 foi o motivo que gerou a desaprovação do pedido de registro. O candidato tomou conhecimento da decisão por telefone e disse que vai recorrer.


Valdeci Cunha disse que a coligação da qual participou em 2010 não prestou contas de campanha, prejudicando vários postulantes FOTO: NATINHO RODRIGUES

A sentença do juiz Mário Parente foi publicada no Diário Oficial Eletrônico do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) divulgado ontem, via internet. No portal de informações do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) o sistema de divulgação de candidaturas (DivulgaCand) também colocava o candidato na situação inapto (indeferido).

O candidato Valdeci Cunha informou ao Diário do Nordeste que vai recorrer da decisão. Esclareceu que ainda não havia tomado conhecimento oficial da decisão e ia avaliar a medida judicial adequada para o caso, provavelmente uma cautelar. Disse também que havia recebido uma ligação do cartório eleitoral, ontem de manhã, mas imaginava que se tratada de outro problema. Com a informação do Diário do Nordeste que indicava inclusive detalhes da decisão e a fonte ia se inteirar melhor sobre o assunto e às 11 horas estaria no cartório da 114ª zona.

O candidato explicou ainda que nas eleições de 2010 foi candidato por uma coligação da qual participaram vários partidos e essa coligação prejudicou alguns postulantes, não apresentando corretamente a prestação de contas da campanha, pois ao invés de uma fez duas prestações de contas e com a 2ª prestação de contas houve problema. Quando tomou conhecimento do caso, isso já ocorreu este ano, fez a prestação de contas por conta própria, inclusive com o extrato da conta bancária da campanha, sem movimentação.

O juiz Mário Parente diz que “o candidato a prefeito teve suas contas de campanha de 2010 julgadas não prestadas, cuja sentença transitou em julgado em 6 de maio de 2011”. Ao decidir a matéria declarou que “não consta nos autos que o candidato a prefeito tenha obtido qualquer provimento judicial com o condão de desconstituir a decisão que julgou não prestadas as contas do candidato”.

E continua: “Isto posto, face à ausência da Quitação Eleitoral de Antônio Valdeci Cunha, candidato a prefeito, e de acordo com o § único, Art. 50 da Resolução TSE nº 23.373/2011, indefiro o Pedido de Registro da Chapa Majoritária do Partido Renovador Trabalhista Brasileiro – PRTB”. Por consequência dessa decisão, Francisco Orlancy Marques Silva teve a sua candidatura a vice-prefeito indeferida.

Vereadores

O DivulgaCand também indicava que, até ontem, 102 pedidos de registro de candidaturas a vereador, na Capital, haviam sido indeferidos, sendo que Maria de Santana (PSTU) já havia recorrido, e a situação da candidata era apta, indeferida com recurso.


Ronivaldo Maia afirma discordar da decisão do juiz, acrescentando que recorrerá no TRE e seguirá com a sua campanha tranquilamente FOTO: JOSÉ LEOMAR

Os outros candidatos estavam na situação inapto (indeferido). Entre os candidatos nesta situação estavam o vereador de Fortaleza, Ronivaldo Maia (PT), o ex-vereador José Carlos Beserra de Carvalho – Cacá (PSB), o ex-presidente da Câmara, Átila Bezerra (PTC), Edson Nogueira, Alri Nogueira e alguns nomes já conhecidos da população porque já participaram de várias disputas eleitorais como é o caso de João Oliveira (PTdoB) e José Jairo Araújo (DEM). Aos candidatos com o registro da candidatura indeferido, é assegurado o direito de recorrer e permanecer na disputa até o registro ser julgado em sentença definitiva. Até ontem, foram contabilizadas 13 renúncias, dentre as quais estão o ex-vereador Jorge Vieira e o presidente municipal do PT, Raimundo Ângelo.

A candidatura do vereador Ronivaldo Maia foi impugnada pelo Ministério Público Eleitoral porque, nos últimos oito anos, o candidato teve contas desaprovadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), com nota de improbidade administrativa. O candidato apresentou defesa argumentando, entre outras coisas, a apresentação de recurso de revisão e uma decisão monocrática dando efeito suspensivo ao recurso, assegurando, dessa forma, o direito de recorrer.

Revisão

Ao julgar o processo de registro, o juiz Mário Parente entendeu que somente ao judiciário cabia dar suspensividade ao recurso para afastar a inelegibilidade do candidato. Para ele, “não resta dúvidas de que a decisão do TCM tenha caráter de irrecorribilidade (…), haja vista que o trânsito em julgado da decisão da Corte deu ensejo ao chamado “recurso de revisão” que, conforme lembrado pelo Ministério Público Eleitoral (fls. 29/30) e confirmado pelo próprio acórdão do TCM/CE (fl. 99), tem natureza de ação rescisório, e não natureza recursal”. Porém, o vereador Ronivaldo Maia não concorda com a decisão do juiz, alegando que não tem como entrar com um agravo na Justiça, se a nota de improbidade já foi suspensa pelo TCM.

Dolo

Ele argumenta que, se o Tribunal acatou o recurso, fica clara a possibilidade dele recorrer à própria Corte. Ronivaldo explica que as irregularidades constatadas não configuram dolo, envolvendo dois problemas: a compra de combustível à Petrobrás, sobre a qual o Tribunal entendeu que o gestor deveria ter tido o zelo de envolver outras distribuidoras no processo licitatório, e a prestação ter colocado valores de compra de equipamentos em gastos com serviços.

Ao descobrir os erros, Ronivaldo diz ter pedido revisão sobre a prestação de contas, e o recurso acabou sendo aceito pelo TCM, que também suspendeu a nota de improbidade. Agora, Ronivaldo Maia não consta em nenhuma das listas do Tribunal de Contas: nem com nota nem sem nota de improbidade. “Causa estranheza a minha candidatura ser indeferida supondo que eu preciso de uma decisão judicial revogando uma nota de improbidade administrativa que não mais existe porque o Tribunal já suspendeu”, declarou.

O vereador petista disse que vai recorrer ao TRE e que seguirá sua campanha normalmente. “Eu acostei que o TCM está suspendendo a minha nota, que foi o que fez meu nome não figurar mais em nenhuma lista. Mesmo assim, o juiz teve esse entendimento acho que por essa questão da opinião pública e do debate da Ficha Limpa, que eu acho importante e quanto houver mais controle, melhor. O problema é que colocam tudo na vala comum”, reclamou.

Impugnações

104 é o número de pedido de registro de candidaturas que foram indeferidas em Fortaleza. 103 postulantes a vereador e um a prefeito da Capital estão inaptos.

(Diário do Nordeste Online)

Fortaleza já registra 406 processos referentes à propaganda eleitoral irregular

A Comissão da Propaganda Eleitoral em Fortaleza já registrou 406 processos administrativos referentes à propaganda eleitoral irregular dos candidatos e coligações partidárias.

Só no domingo (29/7) e nesta segunda-feira (30/7), os fiscais da  Propaganda Eleitoral apreenderam cinco veículos que faziam a divulgação dos seus candidatos de forma irregular. Na avenida Dioguinho, Praia do Futuro, uma Saveiro do candidato a prefeito, Roberto Cláudio, e um Siena do candidato Elmano de Freitas, faziam propaganda com o som acima do limite de 70 decibéis e foram flagrados, no domingo, pelos fiscais da Justiça Eleitoral.

Nesta segunda (30/7), pela manhã, mais três veículos foram apreendidos pelos fiscais: o Fiat Uno, que fazia propaganda para o candidato a vereador Valdeci com o som ligado em frente a uma escola pública; o Celta Life do candidato a prefeito Roberto Cláudio, com o som acima do limite, que passava em frente ao Fórum Eleitoral Péricles Ribeiro; e o Gol, do candidato a vereador José Freire, estacionado na avenida Valparaíso, no Conjunto Palmeiras, com o som acima do limite e sem o condutor ao volante.

A maioria das infrações (90%) continua sendo em relação à pintura nos muros – acima de 4m² –  proibida pela legislação eleitoral. Diariamente, os fiscais percorrem os bairros da capital, anotando e fotografando as irregularidades cometidas pelos candidatos.

A Comissão da Propaganda Eleitoral em Fortaleza é composta por três juízes, três promotores e 28 servidores da Justiça Eleitoral, que recebem denúncias da população através do telefone 3219-1074 e e-mail: denuncie2012@tre-ce.gov.br.

(Roberto Moreira, Diário do Nordeste Online)

40 novos abrigos de ônibus serão implantados nas avenidas Bezerra de Menezes e Mister Hull

Após a instalação de 11 abrigos de ônibus no Centro de Fortaleza, a Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) iniciará nesta terça-feira, 31, a implantação de 40 novos equipamentos nas avenidas Mister Hull e Bezerra de Menezes. Os novos modelos são confeccionados em aço carbono, que oferece maior durabilidade e é mais resistente à ferrugem. Já a cobertura é de policarbonato, material que reduz a incidência de calor. Toda a estrutura terá cinco assentos para os passageiros. 

Ao final das instalações de todos os abrigos, as linhas de ônibus urbanas e metropolitanas que costumam trafegar na avenida Bezerra de Menezes, entre as vias Padre Ibiapina e Humberto Monte, serão distribuídas em pontos de paradas seletivos.

A expectativa da Etufor é que a medida otimize o tempo de viagem dos coletivos, que terão prioridade na circulação em agosto, quando duas das quatro faixas da via serão preferenciais para transporte público. 

Pontos com abrigos 
As pessoas que utilizam os serviços de ônibus e vans em Fortaleza podem encontrar 4.699 pontos de ônibus espalhados pela Capital. No entanto, de acordo com a Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor), destes pontos, apenas 1.243 oferecem abrigos, com bancos e coberturas. O motivo, de acordo com a empresa, é que nem todas as paradas estão em locais que oferecem suporte para receber os abrigos.

(O Povo Online)

Michel Morganella: Jogador suíço é expulso dos Jogos de Londres por comentário racista

O jogador Michel Morganella, da seleção suíça de futebol, foi expulso dos Jogos de Londres por postar um comentário racista em sua conta no Twitter, informou nesta segunda-feira o chefe da delegação da Suíça nas Olimpíadas, Gian Gilli.

Segundo o dirigente, o jogador “discriminou, insultou e violou a dignidade da equipe sul-coreana de futebol”.

Morganella, zagueiro de 23 anos, postou a mensagem discriminatória após sua seleção perder por 2 a 1 da Coreia do Sul, no domingo, e o texto foi registrado pelo jornal suíço “Le Matin” antes que fosse deletado da conta do jogador.

“Destrocei todos os coreanos. Vão para o inferno, bando de atrasados mentais”, foi o comentário feito por Morganella em francês, segundo o jornal.

O suíço é o segundo atleta expulso dos Jogos de Londres por um comentário racista no Twitter. Na semana passada, a grega Voula Papachristou, do salto triplo, postou uma mensagem ofensiva aos imigrantes africanos.

(EFE)

Francês Yannick Agnel ganha ouro e asiáticos dividem prata nos 200 m livre

O francês Yannick Agnel levou a medalha de ouro na prova dos 200 m livre dos Jogos Olímpicos de Londres nesta segunda-feira, após superar o chinês Yang Sun e o sul-coreano Taehwan Park, condecorados com a prata, já que fizeram exatamente o mesmo tempo. A prova aconteceu no Centro Aquático, e teve como maior surpresa o americano Ryan Lochte e o alemão Paul Biedermann terem ficado de fora do pódio.

 

O medalhista dourado fez o tempo de 1min43s14, mais de um segundo à frente do segundo colocado, o sul-coreano Taehwan Park, que ficou com 1min44s93. Por coincidência, o chinês Yang Sun ultrapassou os favoritos nos metros finais e fez exatamente o mesmo tempo que Park, dividindo a prata.

A decepção ficou por conta do americano Ryan Lochte e do alemão Paul Biedermann, que ficaram em quarto e quinto, respectivamente, com os tempos de 1min45s04 e 1min45s53. Completaram a prova o britânico Robbie Renwick, o neozelandês Thomas Fraser-Holmes e o russo Danila Izotov.

(Portal Terra)

Royalties e fim do fator previdenciário estarão na pauta do próximo semestre

Os trabalhos na Câmara dos Deputados, em função das eleições municipais, deverão ter uma rotina diferenciada como explica o deputado Artur Bruno (PT/CE).

“Haverá um esforço concentrado em algumas semanas de agosto e setembro para votarmos as medidas provisórias, projetos de leis emendas constitucionais”.

Estão previstos para serem votados no segundo semestre projeto importante como a divisão dos royalties, fator previdenciário e a medida provisória que faz mudanças no Código Florestal.

Artur Bruno participou de reuniões com o ministro da educação, Aluisio Mercadante, sobre a greve e as reivindicações dos servidores públicos. Na avaliação dele as negociações já estão bem adiantadas.

“O ministro Mercadante garantiu que nos próximos dias o governo federal enviará um projeto com mudanças importantes no plano de cargos, carreira e remuneração dos professores das instituições federais de ensino superior, nossa expectativa é que o governo apresente essa proposta, discuta com os professores e a gente possa terminar a greve”, explicou o parlamentar.

(Fabricia Neves e Neide Freitas – Portal do PT)

 

Shoji Nishijima: Ministro da Embaixada do Japão no Brasil morre em acidente em Goiás

SÃO PAULO – O ministro da Embaixada do Japão no Brasil e uma funcionária morreram na tarde de sábado, 28, em um acidente de carro na GO-118, na altura de Planaltina. Shoji Nishijima, de 63 anos, o número dois da representação japonesa no País, abaixo apenas do embaixador, morreu na hora, depois que Honda Fit que conduzia bateu de frente com um Chevrolet Kadett, por volta das 18h. Os dois ocupantes do veículo também foram a óbito no local e Yuka Fukuchi, de 24 anos, do setor administrativo da embaixada, morreu no hospital, às 21h45.

A mulher do ministro, Akemi Nishijima, cuja idade não foi informada, também se feriu no acidente e, de acordo com a Embaixada do Japão, continua internada – seu estado de saúde e o nome do hospital não foram informados. A assessoria de imprensa da embaixada afirmou que o monistro estava no Brasil desde abril e afirmou que o destino dos corpos ainda não foi definido.

Os ocupantes do Kadette são o motorista Edmar Carlos Torres, de 48 anos, e sua mulher, Selma de Fátima, de 47 anos.

O Itamaraty confirmou as mortes, mas não deu mas manteve sigilo sobre o caso, a pedido do corpo diplomático japonês.

Acidente. A batida entre o Honda Fit e o Kadett ocorreu na altura do km 1 da GO-118, próximo ao trevo de acesso para a rodovia DF-345.   De acordo com o Coronel Anésio Barbosa da Cruz, porta voz da Policia Militar de Goiás,  o trecho tinha acabado de ser recapeado e estava sem sinalização horizontal.

“Acreditamos que isso influenciou na batida. Ao que parece, o motorista do Kadette invadiu a pista contrária”, disse o coronel. Segundo ele, não foi feito teste de dosagem alcoólica nos condutores e ainda não há prazo para o resultado da perícia, devido à greve dos peritos e demais policiais civis de Goiás.

(Estadão Online)

Suspensos, concursos para Exército e Marinha aguardam aprovação de lei

O uso de critérios como idade, altura e sexo para os concursos públicos do Exército e Marinha ainda aguarda um aval do Senado. No Ministério da Defesa, a expectativa é que a aprovação dos projetos que permitam esse formato de seleção ocorra ainda em agosto, segundo o colunista Lauro Jardim.

Por enquanto, os processos seletivos desses segmentos das Forças Armadas seguem suspensos à espera da votação no Congresso. A situação é diferente na Aeronáutica, que desde o ano passado pode aplicar critérios em seus processos seletivos.

(Mural dos Concursos, Estadão Online)

O cadastro de reserva pode estar perto do fim. Isso é bom ou ruim

O cadastro de reserva, isto é, o concurso feito sem um número determinado de candidatos, sempre foi um das maiores polêmicas envolvendo as seleções públicas. Agora, ele pode acabar. De um lado, seus detratores alegam que o cadastro traz insegurança ao concurseiro. Na outra ponta do debate, há quem não veja problema nesse tipo de seleção e até o defenda por conta da morosidade do processo licitatório.

O projeto de Lei do Senado 369, aprovado na semana passada pela Comissão de Cidadania e Justiça (CCJ) do Senado, prevê que esse tipo de seleção seja permitido apenas para empresas públicas ou de economia mista. Nesses casos, contudo, as companhias não poderão cobrar taxa de inscrição. Pela regra atual, os órgãos da administração pública – direta ou indireta – ainda podem abrir concurso exclusivo para cadastro de reserva.

Para os candidatos aprovados em número excedente ao de cargos a serem providos, contudo, a formação de cadastro de reserva nos concursos ainda será permitida se o projeto for aprovado. O texto ainda precisa ser votado pela Câmara dos Deputados.

“Ninguém deve ser chamado para um concurso sem saber a quantas vagas está concorrendo”, afirmou em carta, na semana passada, o presidente da Associação Nacional de Proteção e Apoio aos Concursos (Anpac), Ernani Pimentel. Ele defende, contudo, que o projeto vete totalmente a realização de concurso exclusivo para cadastro de reserva.

O posicionamento é compartilhado por Carlos Alberto De Lucca, coordenador do Siga Concursos. “Os candidatos realmente ficam inseguros, pela legislação atual, sobre o momento em que o órgao público vai precisar contratar funcionários”, afirma.

Já Adalberto Pinto, professor de informática e  técnicas de estudo da Central dos Concursos, minimiza o efeito psicológico do cadastro de reserva. Ele argumenta que os concurseiros são, em geral, pessoas que optaram pela carreira pública como um maneira de mudar o rumo da carreira. Assim, ele diz, esse perfil não está pensando no curto  prazo e nem é afetado pela expectativa de ser convocado ou não numa seleção desse tipo. “Durante essa empreitada, alguns concursos aparecem,  então o candidato resolve aproveitar para testar seus conhecimentos. Acaba sendo válido para o concursando ter outras provas para prestar, mesmo que não vá ser chamado”, diz.

Pinto argumenta também que o cadastro de reserva é uma forma de simplificar o processo licitatório, que na opinião dele ainda é muito demorado. Assim, uma empresa pública, por exemplo, pode convocar os candidatos de acordo com sua necessidade, de maneira mais ágil.

(Mural dos Concursos, Estadão Online)

Banco do Brasil muda prova de concurso público e mira funcionário mais engajado

Há alguns anos um funcionário do Banco do Brasil deu uma resposta inusitada durante uma avaliação, conta o diretor de gestão de pessoas do banco, Carlos Netto: “Minha mãe seria uma excelente funcionária do BB”. Com a afirmação, ele deixou implícito que não se adaptara ao estilo da empresa e nem queria mais trabalhar lá. O caso é emblemático para retratar a nova ofensiva do banco na seleção de funcionários. “Queremos que o candidato reflita antes de prestar o concurso: É um projeto que eu quero (fazer carreira no BB)?”, afirma.

De sua parte, o banco finaliza uma reformulação que mudará a cara de seus concursos. A prova adotará o estilo interdisciplinar, incorporando temas como cultura organizacional e técnica de vendas. Conhecimentos em informática, que já são cobrados atualmente, agora terão nova abordagem. As mudanças valerão já a partir da próxima seleção, cujo edital deve sair ainda no 2° semestre. A organizadora da prova ainda não está definida.

O novo certame selecionará profissionais para 14 Estados. São eles: Acre, Amapá, Amazonas, Ceará, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima e Sergipe. Em geral, o BB faz concurso para cadastro de reserva – isto é, não há número definido de vagas. Os aprovados entram numa lista e são convocados aos poucos, de acordo com as necessidades do banco. A vaga incial sempre é para escriturário, de onde o funcionário poderá ser promovido. O próprio Netto, por exemplo, começou nesta função.

Com as mudanças, o BB quer criar uma “prova inteligente”, com maior peso em raciocínio lógico. Segundo Netto, isso não significa necessariamente um maior nível de dificuldade. A ideia, conta, é conhecer melhor as qualidades e defeitos do funcionário antes que ele entre no banco – e ajudar a empresa a traçar, com antecedência, a estratégia de treinamento para lapidar os talentos. Desde 2008,  a expansão da rede de agências do BB exigiu a contratação de 45 mil novos empregados. “Aumentou a nossa responsabilidade na formação do funcionário”, afirma.

Depois, o programa deve ser expandido para clientes pessoa jurídica, com foco em pequenos empresários, e para o público universitário. No site, o banco quer oferecer facilidades como cursos de educação financeira.Portal. Outra novidade que o banco vai implementar neste ano é a criação de um portal para funcionários. Na primeira fase, que deve começar em setembro, os empregados poderão fazer treinamentos online. O portal incluirá uma espécie de rede social, onde o usuário terá um perfil e poderá interagir com os demais. O visual e a dinâmica de funcionamento lembram o Facebook. A maior parte dos novos funcionários do banco é jovem, com idade entre 26 e 35 anos.

A plataforma ainda pode ser estendida para os candidatos aprovados em concurso e que aguardam a convocação. Assim, antes mesmo de entrar no banco o candidato conseguirá sanar suas dificuldades por meio de cursos eletrônicos. “Mas estamos tomando cuidado com isso, para que fique bem claro que o treinamento é opcional”, afirma Netto. Com isso, o banco quer evitar que se estabeleça um vínculo empregatício quando, de fato, ele ainda não existe.

Plano de carreira. O Banco do Brasil possui um sistema interno de desenvolvimento de carreira, que tem uma espécie de pontuação. “O funcionário pode ver que lacunas terá de cumprir por meio de cursos e certificações para concorrer à vaga que deseja”, diz. Para capacitar os funcionários, o BB fornece benefícios como bolsas para o estudo de idiomas e de pós-graduação.

(Mural dos Concursos, Estadão Online)

Rafaela Silva: Judoca brasileira é desclassificada por golpe ilegal e chora no tatame

Londres – A brasileira Rafaela Silva protagonizou um momento confuso nos Jogos Olímpicos de Londres. A competidora nacional acabou eliminada da competição, válida pela categoria dos leves (até 57 kg), depois de aplicar um golpe ilegal, apontado pela arbitragem. Depois do anúncio da arbitragem, que a princípio havia marcado um wazari a favor de Rafaela, a carioca chorou copiosamente ainda no tatame e precisou ser consolada pela adversária, a húngara Hedvig Karakas.

Demonstrando a mesma postura agressiva da estreia, Rafaela Silva dominou o combate diante da adversária húngara até o momento em que aplicou o polêmico golpe. A competidora aplicou a entrada e conseguiu encaixar um wazari, anotado imediatamente pela arbitragem. Contudo, os árbitros laterais pediram revisão e flagraram o ataque da brasileira às pernas da rival, regra não permitida. Consequentemente, a competidora do Rio de Janeiro acabou eliminada.

O anúncio da arbitragem desesperou Rafaela Silva. Ainda no tatame, a brasileira se mostrou incrédula com a eliminação por conta de uma desclassificação. Deitada e chorando muito, a carioca precisou ser amparada pela própria adversária húngara, que, constrangida, comemorou discretamente a classificação às quartas de final.

Campanha

Na primeira rodada, a competidora do Rio de Janeiro venceu a alemã Miryam Roper por dois yukos de vantagem, em duelo pela categoria dos leves (até 57 kg). O triunfo de Rafaela Silva quebrou o jejum do último domingo, quando o Brasil, com Erika Miranda e Leandro Cunha na categoria meio-leve, acabou eliminado ainda nos primeiros combates.

As duas atletas evitaram qualquer tipo de ação no primeiro minuto de luta. A falta de atitude de ambas resultou em uma punição para cada, castigo que acordou a brasileira. Dona de um retrospecto de quatro lutas e quatro vitórias contra a alemã, Rafaela Silva controlou o ritmo do combate e somou o primeiro yuko por conta da falta de combatividade da rival, que buscou evitar o confronto direto.

A vantagem soltou o jogo de Rafaela até o final do combate. Com tranquilidade, a judoca brasileira conseguiu somar outro yuko, revertendo um uchimata da adversária, e praticamente definiu o combate. Nos segundos finais, a alemã se mostrou mais agressiva na busca pela reação. Contudo, extremamente segura, Rafaela Silva trabalhou no contra-ataque e segurou o resultado positivo no duelo pela categoria dos leves.

Na briga por um lugar nas quartas de final da competição, Rafaela Silva terá pela frente a húngara Hedvig Karakas. Mesmo sofrendo com um yuko de desvantagem durante a maior parte do combate, a competidora conseguiu encaixar um uchimata e garantir o triunfo por ippon sobre a espanhola Concepcion Bellorin.

(Jornal do Brasil Online)

Veja o que mostram as pequisas eleitorais nas capitais

ATÉ AGORA, PT É LÍDER EM GOIÂNIA (GO), COM O PREFEITO PAULO GARCIA, E EM RECIFE (PE), COM HUMBERTO COSTA; PSB ESTÁ NA FRENTE EM BH (MG), CUIABÁ (MT), E PORTO VELHO (RO); PSDB LIDERA EM CINCO CIDADES, DENTRE ELAS SÃO PAULO; CONFIRA OS PERCENTUAIS EM TODAS AS CAPITAIS BRASILEIRAS

30 de Julho de 2012 às 09:26

247 com Congresso em Foco – Levantamento do portal Congresso em Focoa partir das pesquisas mais recentes divulgadas em cada capital mostra o panorama eleitoral até agora.O portal optou por considerar apenas as pesquisas mais recentes registradas nos Tribunais Regionais Eleitorais de cada estado, realizadas após a oficialização das chapas, no dia 5 de julho, uma vez que pesquisas mais antigas muitas vezes apontavam nomes que não se tornaram ao final candidatos. Em algumas capitais, não foram encontradas pesquisas com tal perfil. Assim, ficaram fora do levantamento Aracaju (SE), Boa Vista (RR), Florianópolis (SC), Macapá (AP), Palmas (TO), Rio Branco (AC) e Salvador (BA).

O PT é líder em Goiânia (GO), com o prefeito Paulo Garcia, e em Recife (PE), com Humberto Costa. O PMDB, em João Pessoa (PB), com José Maranhão (empatado com o tucano Cícero Lucena), e com Eduardo Paes, que tenta a reeleição no Rio de Janeiro (RJ).

O PSDB lidera as pesquisas em Manaus (AM), com Arthur Virgílio; São Luís (MA), com João Castelo; São Paulo (SP), com José Serra; Teresina (PI), com Firmino Filho, e Vitória (ES), com Luiz Paulo Velloso Lucas. Cícero Lucena está em primeiro também em João Pessoa, empatado com José Maranhão, do PMDB.

De acordo com as pesquisas, o PSB está na frente em Belo Horizonte, onde o atual prefeito, Márcio Lacerda, tenta a reeleição; Cuiabá (MT), com Mauro Mendes, e Porto Velho (RO), com Mauro Nazif. O PDT encabeça as pesquisas de intenção de voto em Maceió (AL), com Ronaldo Lessa; Natal, com Carlos Eduardo Alves, e Porto Alegre, com o prefeito José Fortunatti.

Os demais partidos que lideram pesquisas em capitais são: o Psol, com Edmilson Rodrigues, em Belém (PA); o PP, com Alcides Bernal, em Campo Grande (MS); o PSC, em Curitiba (PR), com Ratinho Junior, e o DEM, em Fortaleza (CE), com Moroni Torgan.

Veja o que mostram as pesquisas eleitorais nas capitais

ARACAJU (SE)
Não foi encontrada pesquisa realizada depois de 5 de julho
Almeida Lima (PPS)
João Alves Filho (DEM)
Reinaldo Nunes (PV)
Vera Lúcia (PSTU)
Valadares Filho (PSB)

BELÉM
Instituto Doxa – Contratante: Instituto Amazônico de Planejamento, Gestão Urbana e Ambiental – 12 de julho – Registrada no TRE-PA sob o número 00029/2012
Edmilson Rodrigues (Psol) – 47,6%
José Priante (PMDB) – 18,6%
Arnaldo Jordy (PPS) – 7,1%
Zenaldo Coutinho (PSDB) – 6,8%
Jeferson Lima (PP) – 4,3%
Alfredo Costa (PT) – 4,3%
Anivaldo Vale (PR) – 3,1%

BELO HORIZONTE
Datafolha – Contratante: Folha de S.Paulo e Rede Globo – 21 de julho – Registrada no TRE-MG sob o número 00150/2012
Márcio Lacerda (PSB) – 44%
Patrus Ananias (PT) – 27%
Vanessa Portugal (PSTU) – 4%
Maria da Consolação (Psol) – 1%
Pedro Paulo (PCO) – 1%
Tadeu Martins (PPL) – 0
Alfredo Flister (PHS) – 0

BOA VISTA
Não foi encontrada pesquisa recente registrada
Telmário Mota (PDT)
Teresa Surita (PMDB)
Mecias de Jesus (PRB)
Robert Dagon (Psol)

CAMPO GRANDE (MS)
Instituto DataMax/Televox – Contratante: Cenpar Comunicação – 18 de julho – Registrada no TRE-MS sob o número 00058/2012
Alcides Bernal (PP) – 32%
Edson Giroto (PMDB) – 22%
Vander Loubet (PT) – 13%
Reinaldo Azambuja (PSDB) – 6%
Marcelo Bluma (PV) – 1%
Professor Sidney Melo (Psol) – 0
Suél Ferranti (PSTU) – 0

CUIABÁ
Instituto Mark – Contratante: RDNews – 22 de julho – Registrada no TRE-MT sob o número 00074/2012
Mauro Mendes (PSB) – 42,8%
Guilherme Maluf (PSDB) – 15,5%
Lúdio Cabral (PT) – 9,8%
Carlos Brito (PSD) – 5,2%
Mauro César Lara (Psol) – 2,6%
Adolfo Grassi (PPL) – 0,5%

CURITIBA
Datafolha – Contratante: Folha de S.Paulo e RPCTV – 21 de julho – Registrada no TRE-PR sob o número 00017/2012
Ratinho Júnior (PSC) – 27%
Gustavo Fruet (PDT) – 23%
Luciano Ducci (PSB) – 23%
Rafael Greca (PMDB) – 10%
Carlos Moraes (PRTB) – 0
Alzimara (PPL) – 0
Avanilson (PSTU) – 0

FLORIANÓPOLIS
Não foi encontrada pesquisa realizada depois de 5 de julho
Gean Loureiro (PMDB)
Angela Albino (PCdoB)
Cesar Souza Jr. (PSD)
Elson Manoel Pereira (Psol)
Janaina Deitos (PPL)
Gilmar Salgado (PSTU)

FORTALEZA
Datafolha – Contratante: Jornal O Povo – 21 de julho – Registrada no TRE-CE sob o número 00004/2012
Moroni Torgan (DEM) – 27%
Inácio Arruda (PCdoB) – 14%
Heitor Férrer (PDT) – 11%
Marcos Cals (PSDB) – 6%
Renato Roseno (Psol) – 6%
Roberto Cláudio (PSB) – 5%
Elmano Freitas (PT) – 3%
Professor Valdeci (PRTB) – 1%
André Ramos (PPL) – 0
Gonzaga (PSTU) – 0

GOIÂNIA (GO)
Instituto Serpes – Contratante: O Popular – 16 de julho – Registrada no TRE-GO sob o número 00068/2012
Paulo Garcia (PT) – 34,1%
Isaura Lemos (PCdoB) – 10%
Jovair Arantes (PTB) – 7,7%
Elias Júnior (PMN) – 7,2%
Os demais candidatos têm menos de 2%

JOÃO PESSOA (PB)
Ipespe – Contratante: Jornal da Paraíba – 16 de julho – Registrada no TRE-PB sob o número 00023/2012
José Maranhão (PMDB) – 27%
Cícero Lucena (PSDB) – 27%
Luciano Cartaxo (PT) – 12%
Estelizabel Bezerra (PSB) – 7%
Lourdes Sarmento (PCO) – 1%
Antonio Radical (PSTU) – 0
Renan Palmeira (Psol) – 0

MACAPÁ
Não foi encontrada pesquisa realizada depois de 5 de julho
Davi Alcolumbre (DEM)
Evandro Milhomen (PCdoB)
Roberto Góes (PDT)
Cristina Almeida (PSB)
Marco Antônio (PSDB)
Genival Cruz (PSTU)
Cícero Luís (Psol)

MACEIÓ (AL)
Instituto Gape – Contratante: Gazeta de Alagoas – 12 de julho – Registrada no TRE-AL sob o número 00003/2012
Ronaldo Lessa (PDT) – 24%
Rui Palmeira (PSDB) – 20%
Jefferson Moraes (DEM) – 17%
Galba Novaes (PRB) – 12%
Rosinha da Adefal (PTdoB) – 10%
Sérgio Cabral (PPL) – 1%
Nadja Bahia (PPS) – 0
Alexandre Fleming (Psol) – 0

MANAUS (AM)
Instituto Perspectiva – Contratante: Instituto Perspectiva – Registrada no TRE-AM sob o número 00007/2012
Arthur Virgílio Neto (PSDB) – 23%
Vanessa Graziottin (PCdoB) – 20%
Serafim Correia (PSB) – 18%
Henrique Oliveira (PR) – 12%
Sabino Castelo Branco (PTB) – 8%
Pauderney Avelino (DEM) – 6%
Luiz Navarro (PCB) – 1%
Herbet Amazonas (PSTU) – 0
Jerônimo Maranhão (PMN) – 0

NATAL (RN)
Consult – Contratante: Sinduscon – 14 de julho – Registrada no TRE-RN sob o número 00033/2012
Carlos Eduardo Alves (PDT) – 57,8%
Rogério Marinho (PSDB) – 8,3%
Hermano Morais (PMDB) – 6,8%
Fernando Mineiro (PT) – 3,4%
Robério Paulino (Psol) – 0,3%
Roberto Lopes (PCB) – 0,1%

PALMAS (TO)
Não foi encontrada pesquisa registrada depois de 5 de julho
Carlos Amastha (PP)
Luana Ribeiro (PR)
Professor Adail (PSDC)
Abelardo Gomes (Psol)
Fábio Ribeiro (PTdoB)
Marcelo Lélis (PV)

PORTO ALEGRE (RS)
Datafolha – Contratante: Folha de S.Paulo e RBS – 21 de julho – Registrada no TRE-RS sob o número 00040/2012
José Fortunatti (PDT) -38%
Manuela D’Ávila (PCdoB) – 30%
Adão Villaverde (PT) – 3%
Roberto Robaina (Psol) – 2%
Jocelin Azambuja (PSL) – 1%
Wambert de Lorenzo (PSDB) – 0
Érico Corrêa (PSTU) – 0

PORTO VELHO (RO)
Instituto Fonte Real – Contratante: Gazeta de Rondônia – 17 de julho – Registrada no TRE-RO sob o número 00059/2012
Mauro Nazif (PSB) – 20,4%
Lindomar Garçon (PV) – 15,2%
Mariana Carvalho (PSDB) – 14,3%
Mário Português (PPS) – 7,4%
Fátima Cleide (PT) – 6,3%
Mário Sérgio (PMN) – 4,2%
Aluízio Vidal (Psol) – 3,2%
José Augusto de Oliveira (PMDB) – 3,2%
Jaderson Silva (PSTU) – 1,3%

RECIFE (PE)
Datafolha – Contratante: Folha de S. Paulo e Globo – 21 de julho – Registrada no TRE-PE sob o número 00049/2012
Humberto Costa (PT) – 35%
Mendonça Filho (DEM) – 22%
Daniel Coelho (PSDB) – 8%
Geraldo Júlio (PSB) – 7%
Esteves Jacinto (PRTB) – 2%
Edna Costa (PPL) – 1%
Jair Pedro (PSTU) – 1%
Roberto Numeriano (PCB) – 1%

RIO BRANCO (AC)
Não foi encontrada pesquisa realizada depois do dia 5 de julho
Fernando Melo (PMDB)
Leôncio Castro (PMN)
Antônia Lúcia (PSC)
Tião Bocalon (PSDB)
Professora Peregrina (Psol)
Marcus Alexandre (PT)

RIO DE JANEIRO (RJ)
Datafolha – Contratante: Folha de S. Paulo e Globo – 21 de julho – Registrada no TRE-RJ sob o número 00025/2012
Eduardo Paes (PMDB) – 54%
Marcelo Freixo (Psol) – 10%
Rodrigo Maia (DEM) – 6%
Otávio Leite (PSDB) – 4%
Cyro Garcia (PSTU) – 1%
Aspásia (PV) – 1%
Fernando Siqueira (PPL) – 1%
Antonio Carlos (PCO) – 1%

SALVADOR (BA)
Não foi encontrada pesquisa realizada depois de 5 de julho
ACM Neto (DEM)
Nelson Pelegrino (PT)
Mario Kertesz (PMDB)
Hamilton Assis (Psol)
Rogério Tadeu da Luz (PRTB)
Mário Marinho (PRB)

SÃO LUÍS (MA)
DataM3 – Contratante: Blog do Luís Cardoso – 22 de julho – Registrada no TRE-MA sob o número 00052/2012
João Castelo (PSDB) – 31,2%
Edvaldo Hollanda Júnior (PTC) – 21,4%
Tadeu Palácio (PP) – 19,9%
Eliziane Gama (PPS) – 7,7%
Washington Oliveira (PT) – 3,5%
Marcus Silva (PSTU) – 2,5%
Haroldo Sabóia (Psol) – 2%
Ednaldo Neves (PRTB) – 0,2%

SÃO PAULO (SP)
Datafolha – Contratante: Folha de S. Paulo – 21 de julho – Registrada no TRE-SP sob o número 00110/2012
José Serra (PSDB) – 30%
Celso Russomano (PRB) – 26%
Soninha Francine (PPS) – 7%
Fernando Haddad (PT) – 7%
Gabriel Chalita (PMDB) – 6%
Paulinho da Força (PDT) – 5%
Ana Luiza (PSTU) – 1%
Carlos Gianazzi (Psol) – 1%
Levy Fidelix (PRTB) – 1%
Miguel (PPL) – 0
Eymael (PSDC) – 0

TERESINA (PI)
Captavox – Contratante: TV Cidade Verde – 20 de julho – Registrada no TRE-PI sob o número 00115/2012
Firmino Filho (PSDB) – 33,2%
Elmano Férrer (PTB) – 19,3%
Wellington Dias (PT) – 18,3%
Beto Rêgo (PSB) – 18%
Daniel Solon (PSTU) – 0,6%
Maklandei Matos (Psol) – 0,5%
Vasconcelos Melo (PCB) – 0,3%

VITÓRIA (ES)
Instituto Futura – Contratante: A Gazeta – 17 de julho – Registrada no TRE-ES sob o número 00019/2012
Luiz Paulo Velloso Lucas (PSDB) – 37,8%
Luciano Rezende (PPS) – 27,8%
Irini Lopez (PT) – 13,2%
Gustavo de Biasi (Psol) – 1%
Edson Ribeiro (PSDC) – 0,5%
Montalvani (PRTB) – 0,3%
Jenner Rodrigues da Silva (PDT) – 0,3%

(Brasil 247)

Robson Conceição perde para britânico e está eliminado no boxe

Após estrear no boxe olímpico com a vitória de Robenílson Vieira, o Brasil sofreu sua primeira derrota. Neste domingo, pela categoria peso pena, Robson Conceição perdeu para o britânico Josh Taylor por 13 a 9.

Medalhista de bronze nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, o brasileiro soma duas eliminações no boxe olímpico. Em 2008, na China, Conceição também foi eliminado logo na primeira fase.

Tomando a iniciativa no combate, Josh Taylor acertou os melhores golpes e venceu o primeiro assalto por 3 a 2. No segundo round, o brasileiro respondeu, mas os árbitros, em decisão polêmica, marcaram 6 a 4 para o lutador da casa.

Precisando tirar três pontos de diferença, Conceição foi para o tudo ou nada no terceiro round. No entanto, o britânico segurou a pressão acertou alguns golpes no contra-ataque e venceu por 4 a 3.

(Olimpíadas, IG Esportes)

Celulares ganham nono dígito em São Paulo; saiba tudo sobre a mudança

Neste domingo (29), todos os números de telefones celulares habilitados no estado de São Paulo com o DDD 11 ganharam um novo dígito: o 9, à frente dos oito tradicionais. A nova regra vale para qualquer operação, seja ela uma ligação ou o envio de um SMS. Para evitar quaisquer dúvidas sobre o assunto, o TechTudo preparou um guia para detalhar tudo o que vai mudar com esta novidade.

A mudança é simples e será feita automaticamente pelas operadoras (Foto: Reprodução)A mudança é simples e será feita automaticamente pelas operadoras (Foto: Reprodução)

 Entenda o porquê do nono dígito nos celulares de São Paulo

De acordo com a Agência Nacional de Telecomunicações, o crescimento da rede atual comportaria apenas mais sete meses de ativações, antes que os números se esgotem por completo. Por isso a Anatel adicionou aos celulares de DDD 11, que abrange a cidade de São Paulo e outros 63 municípios (veja a lista abaixo), o dígito 9 à frente dos números atuais.

Com a mudança, o DDD 11 passará a comportar até 90 milhões de telefones celulares, contra os 44 milhões de antes. A agência acredita que a demanda deve aumentar principalmente para terminais eletrônicos, como modems e televisores inteligentes (as smart TVs).

Cidades onde há linhas que receberão o nono dígito:

Alumínio Araçariguama Arujá Atibaia
Barueri Biritiba-Mirim Bom Jesus dos Perdões Bragança Paulista
Cabreúva Caieiras Cajamar Campo Limpo Paulista
Carapicuíba Cotia Diadema Embu
Embu-Guaçu Ferraz de Vasconcelos Francisco Morato Franco da Rocha
Guararema Guarulhos Igaratá Itapecerica da Serra
Itapevi Itaquaquecetuba Itatiba Itu
Itupeva Jandira Jarinu Joanópolis
Jundiaí Juquitiba Mairinque Mairiporã
Mauá Mogi das Cruzes Morungaba Nazaré Paulista
Osasco Pedra Bela Pinhalzinho Piracaia
Pirapora do Bom Jesus Poá Ribeirão Pires Rio Grande da Serra
Salesópolis Salto Santa Isabel Santana de Parnaíba
Santo André São Bernardo do Campo São Caetano do Sul, São Lourenço da Serra
São Paulo São Roque Suzano Taboão da Serra
Tuiuti, Vargem Vargem Grande Paulista Várzea Paulista

 Para você que mora em São Paulo

A partir de hoje (29) todos os números de celular com DDD 11 ganharam um nove na frente, como 9-9XXX-XXXX ou 9-5XXX-XXXX. A modificação vale somente para números de telefones celulares. Rádios (Nextel) e telefones fixos continuam com seus números originais. Com a mudança, quando você ligar para o celular de alguém, esteja você usando outro celular, um telefone fixo ou um rádio, a ligação só será completada ao digitar o nono dígito.

Vale lembrar que não será possível manter o número antigo, de oito dígitos. Todos os números serão trocados automaticamente e sem custo algum, e não será preciso fazer nada para confirmar essa mudança (por isso, desconfie se você receber qualquer ligação pedindo um novo cadastro). Todas as operações relativas a sua conta (créditos, pontos de fidelidade, portabilidade, processos,…) continuarão normalmente, agora associados ao novo número.

 Para você que mora fora de São Paulo

A partir do dia 29 de julho todos os números de celular dos seus contatos em São Paulo com DDD 11 passarão a ter um nove na frente. Para realizar a chamada, portanto, será necessário digitar 0 + Código da operadora + 11 + 9 + XXXX-XXXX, sendo o “X” relativo ao número antigo. Celulares com outros DDD’s, mesmo estando no estado de São Paulo, ainda não receberão o novo dígito. Assim, a mudança não vale para quem mora em cidades como Campinas (DDD 19), Santos (DDD 13), Barretos (DDD 17) ou Botucatu (DDD 14).

Ao viajar para São Paulo, apenas será necessário colocar o nove na frente ao ligar ou enviar mensagens para alguém com o DDD 11. Para ligar de São Paulo para outras localidades, como o Rio de Janeiro, a operação continua como a atual: 0 + Código da operadora + 21 + XXXX-XXXX.

A novidade só vale para números de telefones celulares. Rádios (Nextel) e telefones fixos continuam com seus números originais. A mudança será completada no dia 28 de outubro, quando as ligações, SMS e MMS enviados ao antigo número de oito dígitos não forem mais completados.

Windows Phone, iPhone e Android (Foto: Allan Melo / TechTudo)Existem apps que atualizam automaticamente sua agenda de contatos com o nono digito (Foto: Allan Melo / TechTudo)

 Prazos

Haverá um período de adaptação em que tanto o número de oito como o de nove dígitos será endereçado normalmente ao dono do aparelho. A partir de 8 de agosto inicia-se o período de interceptação, na qual o usuário que telefonar para um número de celular receberá a mensagem avisando que é preciso adicionar o dígito 9 na frente. Cabe a cada operadora reproduzir uma mensagem e redirecionar a chamada para o novo número.

– De 8 a 17 de agosto, chamadas de longa distância originadas no estado de São Paulo (DDDs 12 a 19) sem o nono dígito receberão a mensagem.
– De 8 a 27 de agosto, chamadas de longa distância originadas fora do estado de São Paulo sem o nono dígito receberão a mensagem.
– De 8 de agosto a 16 de outubro, todas as chamadas locais sem o nono dígito receberão a mensagem.

Após esse período, as chamadas já não mais serão completadas com os antigos oito dígitos. A Anatel esclarece esses são os prazos “máximos e ideais”, mas eles pode mudar caso os consumidores não respondam da maneira esperada para a adição do nono dígito. Também de acordo com a agência, a mudança no domingo não terá sincronismo – cada operadora pode iniciar o período de duplo convívio no momento em que quiser.

Essa é a primeira fase da implementação do nono dígito, que será feita em todo o Brasil. A Anatel ainda não tem previsão de quando esta mudança vai começar nas outras cidades e estados.

 Como reorganizar a sua agenda da melhor forma possível?

Para facilitar a vida de nossos leitores, o TechTudo reuniu algumas dicas úteis que podem ajudar os donos de smartphones e celulares comuns a adicionar o número nove nos seus contatos. São programas e serviços que resolvem a tarefa de maneira mais prática, alguns de forma automática, outros que apenas fazem você perder menos tempo. Confira:

Nono Dígito SP
+ Android
+ iPhone

nono-digito-sp (Foto: nono-digito-sp)

.

Que tal apenas instalar um aplicativo simples no celular e deixar que ele tome conta do resto? Pois esta é a ideia por trás do Nono Dígito SP, disponível em celulares Android e no iPhone. Tudo o que ele faz é detectar automaticamente quais contatos em sua lista possuem os dígitos 11 no início. A partir daí, todos aqueles que contenham o prefixo terão o número nove adicionado. Prático não? Mas ele vai além.

De acordo com a Anatel, os números ligados à Nextel não receberão o nono dígito. Pensando nisso, os responsáveis pelo aplicativo se preocuparam em fazer com que ele identifique os contatos que são ligados a esta operadora, eliminando-os da lista de mudanças. Sem dúvidas, algo bem prático. E se você não ficar satisfeito com as mudanças feitas pelo programa, não se preocupe: ele permite que você deixe sua lista de contatos do jeito que estava antes das mudanças. Basta escolher esta opção em seu menu principal.

Número Certo
+ Android

numero_certo (Foto: numero_certo)

.

Outra boa opção para os donos do Android é o aplicativo Número Certo. Disponível gratuitamente, ele atualiza a sua agenda automaticamente com o nono dígito. O app também reconhece os números de aparelhos Nextel, impedindo que estes sejam atualizados de maneira incorreta.

A vantagem é que o Número Certo vai um pouco além. Outra excelente funcionalidade é sua capacidade de formatar corretamente todos os números que estão em sua agenda. Ele é capaz, inclusive, de fazer isso automaticamente a cada vez que você receber uma ligação. Assim, além de atualizar seus contatos com o novo sistema, você também mantém sua agenda mais organizada. E é de graça.

Dígito SP +9
+ BlackBerry

digito_sp+9 (Foto: digito_sp+9)

.

O aplicativo Dígito SP +9 adiciona esse nono dígito nos contatos do seu smartphone BlackBerry, mas há um preço. Diferentemente dos demais, seu download não é gratuito. O valor não chega a ser salgado: por US$ 0,99 (algo próximo de R$ 2) você pode modificar automaticamente sua agenda, adequando seus contatos à nova mudança.
Google Sync
+ Windows Phone

+ Nokia (Symbian)
+ Qualquer outro telefone

imagem_googlesync (Foto: imagem_googlesync)

.

Este serviço do Google está disponível para Nokias em geral (Symbian), aparelhos que tenham SyncML (como o Samsung Star), Windows Phone e até Windows Mobile. Por ele é possível sincronizar sua agenda, contatos e compromissos do seu celular com a sua conta Google. Esta é, sem dúvidas, uma das maneiras mais simples e baratas de realizar a atualização de forma confortável, já que nem todos possuem os cabos de dados de seus aparelhos. Tudo o que você precisa é seguir as instruções presentes nesta página e realizar a sincronia.

Para sincronizar tudo pelo Google Sync, é necessário que o seu aparelho se conecte a internet. Todos os aparelhos podem fazer isso, mas as operadoras cobram uma pequena tarifa para fornecer o acesso à web (algumas cobram apenas 50 centavos por dia, o que já é mais do que suficiente para fazer todo o processo). Vale a pena conferir os custos para não ter surpresas depois.

Uma vez configurado, basta esperar que os contatos apareçam em sua conta e então adicione o nono dígito pelo próprio Google, na aba Contatos, dentro do Gmail.

Além disso, são vários os benefícios em poder manter seu aparelho em sintonia com os aplicativos do Google. Assim, você resolve dois problemas de uma só vez! E vale lembrar que os smartphones com Android não necessitam deste processo de configuração. Basta fazer login com sua conta do Google no sistema para que tudo seja automaticamente sincronizado.

 

Lula organiza mutirão para tirar fotos de campanha com aliados

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva inicia nesta segunda-feira um mutirão para tirar fotos de campanha ao lado de candidatos petistas e de partidos aliados ao governo.

Foram convidados 118 candidatos a prefeitos das cidades com mais de 150 mil eleitores, consideradas prioritárias para PT. O encontro acontecerá durante um café da manhã no Hotel Mercure, em São Paulo.

Por conta dos efeitos do tratamento contra um câncer na laringe, o ex-presidente deve fazer poucas viagens durante a campanha eleitoral deste ano. Até um estúdio de televisão exclusivo será montando pelo PT, onde Lula poderá gravar mensagens a aliados.

O candidato do PT em Fortaleza, Elmano de Freitas, já está em São Paulo. Ele viajou ontem à noite para gravar com o ex-presidente.

(Agências de Notícias)

Candidato a prefeito mais velho do Brasil é de Aguaí (SP) e tem 89 anos

Quatro dos dez candidatos mais velhos na disputa pelo comando de uma prefeitura no Brasil estão nos Estados de São Paulo e Minas Gerais, com dois nomes cada um. No topo desse ranking está o empresário Sebastião Biazzo (PMDB), 89, que já chefiou o Executivo do município de Aguaí (193 km de São Paulo) outras cinco vezes.

Conforme os dados dos registros de candidatura divulgados pelo TSE, os dez candidatos mais velhos, além de Aguaí, estão (por ordem decrescente) nas cidades de Paiva (MG), Santa Cruz das Palmeiras (SP), Capela de Santana (RS), João Dourado (BA), Barros Cassal (RS), Riachão das Neves (BA), Padre Bernardo (GO), Brasilândia do Tocantins (TO) e Ituiutaba (MG), com idades que variam entre 87 e 82 anos.

Pela Constituição e pela legislação eleitoral, a idade mínima para que um candidato se lance à disputa de uma prefeitura é 21 anos. Para a Câmara de Vereadores, a idade mínima é de 18 anos completados até a data da posse.

(Agências de Notícias)

Brasil terá 106 cidades com apenas um candidato à prefeitura nas eleições deste ano

Nas eleições municipais de outubro os eleitores de Westfália (RS), município de 2.793 habitantes de acordo com o último censo do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), não terão nenhuma dúvida na hora de escolher seu candidato à prefeitura da cidade. O único nome disponível será o do atual prefeito, Sérgio Marasca (PT), que repete a dobradinha vitoriosa em 2008 com seu vice, Otávio Landmeier (PMDB).

De acordo com dados do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), 106 das 5.565 cidades brasileiras (ou 1,9% do total) terão candidato único nas eleições deste ano. A base de dados é a divulgada pelo TSE no dia 15 de julho. Nesses casos, além do nome de um candidato, restará ao eleitor apenas a opção de votar em branco ou anular o voto.

Segundo a legislação eleitoral, para ser eleito prefeito, um candidato deve obter 50% de todos os votos válidos mais um voto, nas cidades com mais 200 mil eleitores. Nas cidades com menos eleitores do que este número, vence quem obtiver a maioria simples dos votos válidos. Nulos e brancos não são válidos. Assim, na prática, um candidato único só não é eleito se nem ele votar nele mesmo.

(Agências de Notícias)

Igreja Universal aceita doação de garota de programa e gera polêmica

A oferta de dinheiro, por parte de uma garota de programa, para a construção do Templo de Salomão está gerando polêmica na web. A mulher, que há 7 anos reside na Nova Zelândia, participou de uma videoconferência com o bispo Guaracy Santos, da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), quando prometeu doar a renda de uma semana do trabalho em uma casa de shows de garotas de programa.

A garota brasileira se disse disposta a fazer a doação para sair do seu estado de miséria. “Eu acredito naquilo que o bispo (Edir) Macedo disse que todos que fizerem a doação e contribuírem com o templo vão ficar rico. Eu acredito que não vou continuar com essa vida, bispo, tenho certeza”, relatou a mulher para o bispo.

Guaracy Santos aceitou a proposta, diante de uma “oferta sincera”. “Vai ser um diferencial daquilo que você precisa para mudar de vida, porque você se mostrou disposta a construir casa pra Deus. Deus vai construir casa pra você”, assegurou o bispo.

A polêmica recai sobre a prosperidade material e a tentativa de legitimar o trabalho da prostituição frente a uma contribuição ao Reino. Para o teólogo presbiteriano e pastor, Augustus Nicodemus, “o maior problema não é o fato de que ela faz ofertas para fins ‘evangélicos’, mas como ela encara a prostituição – algo que foi ‘obrigada’- a fazer para conseguir ganhar a vida, desta forma querendo legitimizar, aquilo que ela e todos nós sabemos que é contra a vontade de Deus”, disse.

(com agências)

Sarah Menezes: Judoca medalha de ouro pretende montar projeto social em Teresina para revelar talentos

A judoca Sarah Menezes ainda não conseguiu dormir depois das vitórias desse sábado (28) em Londres. Aos 22 anos de idade, foi a primeira brasileira a conquistar uma medalha de ouro dessa modalidade em Jogos Olímpicos.

Além disso, quebrou um jejum de 20 anos desde a última vez que o judô nacional subiu ao lugar mais alto do pódio olímpico, o que aconteceu nas Olimpíadas de Barcelona, em 1992, com Rogério Sampaio.

A emoção que impediu o sono da grande campeã olímpica, de 1,54 metro e 48 quilos, nascida em Teresina, tem motivos além da medalha. Ela disse que falou apenas rapidamente com os pais por telefone, depois da última luta, mas prevê que o feito “vai mudar completamente” sua vida e a de sua família.

Sarah Menezes quer incentivar os mais jovens a praticar o esporte na capital piauiense. “Pretendo, depois dessa medalha, montar um projeto social para que apareçam novos talentos. Penso em ajudar as pessoas que estavam ao meu redor, no momento que mais precisei”.

A judoca também fez um agradecimento especial ao seu técnico, Expedito Falcão, um dos principais motivos para não ter deixado o Piauí pra treinar em outro centro. “Quem sempre acreditou em mim foi meu treinador, Expedito. Então, nunca saí de Teresina porque sempre foi ele quem mais acreditou nesse sonho, e eu acabei sonhando com ele”.

Ela também destacou o trabalho psicológico feito desde os Jogos Olímpicos de Pequim, quando foi derrotada na primeira luta, com apenas 17 anos de idade. “O que mais é preciso trabalhar nos atletas é a parte mental mesmo”, disse.

Para os próximos meses, a estudante de Educação Física, que teve que trancar a faculdade por conta dos treinamentos para os jogos, disse que não pensa em treinos e lutas. “Não quero saber de judô agora, não. Quero estudar, voltar pra faculdade e estudar inglês. É muito ruim viajar o mundo e não conseguir conversar”.

(Agência Brasil)

Elmano grava vídeo com Lula em São Paulo

O candidato do PT à Prefeitura de Fortaleza, Elmano de Freitas, cumprirá, nesta segunda-feira, agenda em São Paulo. Ele é um dos postulantes do partido que posarão em fotos com Lula e terão direito a gravar vídeo de olho na propaganda eleitoral gratuita, que terá inicio no próximo dai 21.

Elmano aposta no apoio direto de Lula para melhorar seu desempenho junto ao eleitorado fortalezense. Na pesquisa Datafolha/O POVO, o petista obteve 3% de preferência, mas credita isso ao desconhecimento do seu nome. Elmano diz não ter dúvidas de que vai crescer nas próximas pesquisas. Em sua campanha, ele promete cuidar das pessoas, assim fez o ex-presidente Lula.

(Eliomar de Lima, O Povo Online)

Queda de bimotor de empresa Vilma Alimentos deixa oito mortos em Juiz de Fora

AE
Queda de bimotor em Juiz de Fora, Minas Gerais, deixa oito mortos neste sábado

Um avião bimotor da empresa Vilma Alimentos, de Belo Horizonte, caiu na manhã deste sábado a 1 km do Aeroporto de Juiz de Fora, na zona da mata de Minas Gerais. O Corpo de Bombeiros encontrou oito corpos e afirma que todos eram de pessoas que estavam a bordo do avião. 

O último corpo, ainda sem identificação, foi encontrado por volta das 11h30 deste sábado, segundo o Corpo de Bombeiros de Juiz de Fora. Ainda não há informações sobre o que teria causado a queda da aeronave.

O bimotor pertence à empresa Vilma Alimentos e seguia para Juiz de Fora para um evento. Ainda de acordo com a empresa, dentro da aeronave estavam o presidente da companhia, Domingos Costa, acompanhado de seu filho Gabriel, que não teve idade revelada, o vice-presidente da empresa, Cesar Tavares, além da gerente de Recursos Humanos, piloto e copiloto do avião.

A Vilma Alimentos não soube dizer de quem seriam os outros dois corpos encontrados pelas autoridades.

A ocorrência da queda do avião foi registrada pelos bombeiros por volta das 8h11 deste sábado. A aeronave está em um local de difícil acesso, a um quilômetro da pista de pouso do aeroporto de Juiz de Fora.

Cerca de 20 bombeiros estão no local para resgatar as vítimas. De acordo com os bombeiros, os corpos foram encontrados mutilados e carbonizados. As causas do acidente só poderão ser identificadas após perícia da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

(Agência Estado)

Tommaso Lotto: Corpo de italiano morto em assalto chega até amanhã a Vicenza

Futura Press
Bancário italiano Tomasso Lotto foi assassinado em tentativa de assalto

O corpo do bancário italiano Tommaso Lotto, 27 anos, morto no último sábado após tentativa de assalto na zona sul de São Paulo deve chegar a Vicenza, na Itália, entre hoje e amanhã.

Lotto dirigia um Honda Civic no cruzamento das avenidas 9 de Julho e São Gabriel, no bairro Itaim-Bibi, quando foi abordado por dois ladrões. Sem falar português, fugiu e foi baleado nas costas.

No momento do assalto, ele estava com o amigo Joaé Ruiz-Gallardón Utrera, filho do ministro da Justiça da Espanha. Lotto estava no Brasil há dois dias. 

Com ferimento no tórax, o italiano chegou a ser levado para o Hospital 9 de Julho, a cerca de quatro quilômetros do local do crime, mas morreu antes de chegar ao pronto-socorro. O amigo espanhol que o acompanhava não foi ferido.

Na manhã de segunda-feira, os pais do bancário vieram a São Paulo para tratar dos trâmites do traslado do corpo.

As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

Com Agência Estado

Grã-Bretanha vence e decide liderança contra o Brasil no futebol feminino

Na tarde deste sábado, a seleção feminina da Grã-Bretanha venceu a de Camarões, por 3 a 0, no Estádio Millennium, em Cardiff, pela segunda rodada do Grupo E dos Jogos Olímpicos de Londres. 

Com o resultado, as britânicas se igualaram ao número de pontos do Brasil, próximo adversário e com quem irá decidir a liderança da chave.

A capitã Casey Stone abriu o placar aos 18 minutos. Cinco minutos mais tarde, Jill Scott ampliou para a Grã-Bretanha, que, jogando em casa, contou com um bom público em Cardiff.

Aos 37 minutos da etapa complementar, Stephanie Houghton fechou a conta e decretou a vitória da classificação.

Na próxima terça-feira, Grã-Bretanha e Brasil, que já estão classificados à próxima fase da Olimpíada, decidem o primeiro lugar do grupo. O líder tem a vantagem de jogar contra um adversário teoricamente mais fraco na etapa seguinte.

(Portal Terra)

Diego Hypólito vive novo pesadelo, leva outro tombo e está fora das Olimpíadas de Londres

Diego fica estirado no chão após errar acrobacia

O pesado olímpico aconteceu de novo com Diego Hypólito. Quatro anos depois de cair de bunda na final do solo em Pequim 2008, o ginasta tomou um novo tombo e acabou eliminado precocemente dos Jogos de Londres.

Desta vez, Diego caiu com a barriga no chão, após errar um movimento ainda nas eliminatórias. Ao todo, ele marcou 13,766 pontos, uma nota que torna impossível qualquer pretensão de participar da final, que será realizada no dia 5.

Se na China Hypólito chegou como favorito, na Inglaterra a expectativa sobre ele era bem menor, visto as diversas lesões com as quais ele sofreu neste ciclo. Justamente para se preservar, Diego abdicou do salto, outra prova em que havia se classificado.

Ao sair do tablado, o atleta estava visivelmente decepcionado e foi consolado por seu técnico Renato Araújo. Em declínio físico e aos 26 anos, idade avançada para a ginástica, ele vê reduzidas as suas chances de conquistar um pódio nos Jogos de 2016.

 (R7)

Thiago Pereira é prata nos 400m medley; Lochte vence, e Phelps é quarto

Ryan Lochte não tomou conhecimento. Não precisou nem olhar para o lado para ver se Michael Phelps estava por perto. Lá no cantinho, na raia 8, o campeão olímpico de Pequim-2008 parecia inofensivo enquanto seu rival disparava no centro da piscina. Nem mesmo Thiago Pereira se assustou com o então bicho-papão das provas de medley. Saiu do quinto lugar na parcial do peito, assumiu o segundo e não deixou que ninguém roubasse a sua medalha de prata. Com o tempo de 4m08s86, o brasileiro chegou atrás apenas de Lochte (4m05s18), deixando o bronze para o japonês Kosuke Hagino (4m08s94).

– Eu me surpreendi com o tempo da prova. Eu passei bem a parte da manhã. Falei com Albertinho (o técnico Alberto Silva), descansei e fiz o máximo de recuperação. Essa medalha é mais que um sonho. Eu estive sempre brigando, mas ficava em quarto, em quinto, sempre perto, mas nunca no pódio. Muita coisa mudou nesses quatro anos no treinamento. Na parte fora d’água, comecei a ter nutricionista , tudo o que precisava em termos de estrutura. Comecei a ter acompanhamento de mais profissionais – disse Thiago, ao SporTV.

(Portal Globo Esporte)

Casas lotéricas de todo o Brasil estão sem receber boletos e contas neste sábado

A maioria das quase 12 mil casas lotéricas do País não receberá o pagamento de contas e boletos bancários neste sábado (28) e no seguinte, dia 4 de agosto, segundo informações da Febralot (Federação Brasileira das Empresas Lotéricas) e do Sincoesp (Sindicato dos Empresários Lotéricos do Estado de São Paulo). De acordo com as entidades, mais de 20 Estados participam do ato. 

Além disso, a abertura de contas-correntes e poupanças da Caixa Econômica Federal estarão suspensas por toda a próxima semana. 

O objetivo é pressionar a Caixa Econômica Federal, que opera essas casas, a atualizar o sistema de informática utilizado há seis anos. De acordo com a Febralot, o sistema atual deixa as operações mais lentas e apresenta falhas que prejudicam o serviço, como o não funcionamento por até seis horas, o que impede os clientes de pagar contas online e até de registrar apostas.

Outra demanda dos empresários de casas lotéricas é o reajuste das tarifas dos 21 serviços realizados, pois 16 deles dão prejuízo, segundo a Sincoesp.

Atualmente, as casas lotéricas são responsáveis pelo pagamento de tributos e benefícios do governo federal, como Bolsa Família, INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) e do seguro-desemprego. Além disso, fazem apostas de jogos e recebem faturas de água, luz e telefones.

A Febralot explica que foi escolhido o sábado para que a população não fosse prejudicada. Isso porque os boletos que vencem nestes dias poderão ser pagos na próxima segunda-feira (30), quando as lotéricas estarão funcionando normalmente. 

As apostas nos sorteios da Caixa, como a Mega-Sena e Quina, podem ser realizadas normalmente.

A Caixa Econômica Federal afirma que até o fim do ano serão implementadas ações de melhoria na tecnologia, de revisão de tarifas e de diversificação das operações realizadas como forma de garantir a remuneração dos empregados das lotéricas. 

O banco orienta a população a procurar as agências da Caixa, caso deseje abrir uma conta-corrente ou uma poupança na semana que vem, quando esse tipo de atendimento não será feito pelas lotéricas.

(R7)

Bimotor cai em MG e mata presidente e vice da empresa Vilma Alimentos

Um avião bimotor caiu em Juiz de Fora, em Minas Gerais, na manhã deste sábado. Todos os oito passageiros morreram. Segundo o Corpo de Bombeiros, todos os corpos já foram encontrados.

A aeronave pertencia à Vilma Alimentos e seguia para um evento na cidade mineira onde o acidente aconteceu. A empresa informou que o presidente da companhia, Domingos Costa, seu filho, Gabriel, e o vice-presidente da empresa, Cesar Tavares, estão entre as vítimas da queda.

O bimotor seguia de Belo Horizonte e caiu em um local de difícil acesso, a cerca de um quilômetro da pista de pouso do aeroporto de Juiz de Fora. Pelo menos 20 bombeiros trabalham no resgate das vítimas, que foram encontradas mutiladas e carbonizadas.

 (Portal do Sidney Rezende)

Sarah Menezes: Judoca piauiense conquista o 1º ouro do Brasil em Londres

O Brasil já tem sua primeira medalha de ouro nos Jogos de Londres. Primeira bicampeã mundial júnior do judô brasileiro em 2008 e 2009, Sarah Menezes voltou a fazer história neste sábado. Ela se tornou a primeira brasileira campeã olímpica da modalidade. Na final da categoria ligeiro (até 48kg), a piauiense derrotou a campeã olímpica em Pequim-2008, a romena Alina Dumitru. 

Ao chegar na decisão, Sarah já havia feito história ao se tornar a primeira finalista do judô feminino do Brasil. E ainda tinha quebrado um jejum de 12 anos. Desde Sydney-2000, a modalidade brasileira não disputava uma final olímpica. Na ocasião, Carlos Honorato ficou com a prata. 

Até Londres, o judô feminino brasileiro tinha apenas o bronze de Ketleyn Quadros, obtido em Pequim-2008, na categoria leve (até 57kg). Além disso, Sarah se torna a segunda brasileira a conquistar o ouro em uma modalidade individual. A primeira foi Maurren Maggi, no salto em distância, também em Pequim. 

No combate contra a romena, a número três do mundo mostrou mais atividade desde o início. Logo o árbitro puniu Alina com uma advertência. Faltando 47 segundos, a brasileira conseguiu belo golpe e obteve um yuko. Nos segundos finais, ainda houve tempo para um wazari antes da emoção com a inédita conquista. 

A campanha de Sarah em Londres: 

No primeiro combate, derrotou a vietnamita Ngoc Tu Van com dois yukos. Nas oitavas de final, passou pela francesa Laetitia Payet com um yuko. Nas quartas, venceu a chinesa Shugen Wu por yuko. E, na semifinal, superou a belga Charline Van Snick, quarta do ranking mundial.

(Portal Band)

Hysen Pulaku: Pego no antidoping, halterofilista albanês é expulso dos Jogos

Londres, 28 jul (EFE).- O Comitê Olímpico Internacional (COI) anunciou neste sábado que o halterofilista albanês Hysen Pulaku foi expulso dos Jogos de Londres após seu exame de controle de doping feito na última segunda-feira acusar positivo para a substância estanozolol.

A Comissão Disciplinar do COI, composta por Tomas Bach (presidente), Denis Oswald e Frank Fredericks, decidiu expulsar Pulaku, de 20 anos, retirar seu credenciamento para os Jogos e encaminhar o caso à Federação Internacional de Halterofilismo.

O atleta, que disputa a categoria até 77kg, foi submetido a um exame de urina em Londres no dia 23, e o laboratório antidoping de Harlow comunicou à Comissão Médica do COI o resultado positivo dois dias depois.

Na quinta-feira, foi realizada a contra-prova, e realizada uma audiência com o albanês e seu técnico, à qual também compareceram representantes do Comitê Olímpico da Albânia e da Federação Internacional de Halterofilismo.

Pulaku explicou que em dezembro de 2011 viajou à cidade de Danville, nos Estados Unidos, para treinar com seu técnico pessoal. Por conselho deste, consumiu uma série de produtos que, segundo relatou à Comissão Disciplinar, lhe foram dados com os nomes de creatina (Crea-Alka), L-Carnitina, Proteína Bio-Tech, Vitaminas (C, E, B12), Ácido Fólico e Magnesio (Orotic Acid).

O atleta declarou que confia em seu treinador e que não sabia que aqueles produtos continham substâncias proibidas.

Segundo o relato do halterofilista, no começo de abril ele foi à Europa para participar do Campeonato Europeu em Antalya (Turquia), onde passou por um controle de doping, e no dia 29 daquele mesmo mês retornou aos Estados Unidos para continuar sua preparação.

Pulaku disse que, por estar insatisfeito com sua atuação em Antalya, onde ficou em sexto, conversou com seu técnico sobre alguma forma de melhorar seus resultados, embora, apesar disso, alegue que não tenha mudado nenhum dos produtos que estava consumindo.

Em 10 de julho, ele retornou à Albânia para passar uma semana em seu país-natal antes de viajar a Londres, onde no dia em que foi submetido ao antidoping informou a relação de produtos que tinha consumido.

Após a audiência, na qual o treinador de Pulaku pediu que fosse levada em conta a idade do atleta (20 anos), a Comissão Disciplinar do COI decidiu por unanimidade considerá-lo culpado por descumprir a lei antidoping, e o expulsou dos Jogos de forma imediata.

O COI lembrou que, desde 16 de julho, data na qual foi aberta a Vila Olímpica, realiza exames antidoping sistematicamente.

Os cinco primeiros colocados de cada competição são submetidos ao teste depois das provas, junto com outros dois participantes definidos em sorteio. O COI também realiza uma análise surpresa fora de competição. Durante os Jogos, deverão ser realizados 5 mil exames, sendo 3.800 de urina e 1.200 de sangue.

(EFE)

Yi Siling: Atiradora chinesa conquista 1º ouro em Londres

A chinesa Yi Siling conquistou neste sábado a primeira medalha de ouro dos Jogos Olímpicos de Londres (Foto: /Rebecca Blackwell/AP)

A chinesa Yi Siling conquistou neste sábado a primeira medalha de ouro dos Jogos Olímpicos de Londres ao vencer a prova de carabina de ar 10 metros do tiro esportivo feminino, disputada no Quartel Real de Tiro.

Número um do ranking mundial, Yi Siling cumpriu seu papel de máxima favorita e ganhou a final com 502,9 pontos, superando por sete décimos a polonesa Sylwia Bogacka (502,2), que ficou com a prata. O bronze foi para a também chinesa Yu Dan, que fez 501,5 pontos.

Yi Siling, de 23 anos e campeã mundial em 2010, participa de uma edição de Jogos Olímpicos pela primeira vez.

A tcheca Katerina Emmons, terceira colocada no ranking mundial e que defendia o título conseguido em Pequim 2008, terminou em quarto, com 500,3 pontos.

O presidente do COI, o belga Jacques Rogge, e o da Federação Internacional de Tiro, o mexicano Olegario Vázquez Raña, entregaram as medalhas e os ramos de flores na primeira cerimônia de premiação dos Jogos de Londres.

(Época Online)

Cazaque Vinokurov leva o ouro na prova de ciclismo de estradaIstoe; britânicos fracassam

A prova de ciclismo de estrada na Olimpíada de Londres foi decepcionante para a Grã-Bretanha. O país tinha grandes esperanças de conquistar a primeira medalha no evento, mas os astros locais Mark Cavendish e Bradley Wiggins decepcionaram. Quem levou a melhor foi o veterano cazaque Alexander Vinokourov, que conquistou a medalha de ouro neste sábado. 

Vinokourov completou os 250 km da prova em 5h45min57. Logo depois apareceu o colombiano Rigoberto Uran Uran, dono da prata. O pódio ficou completo com o norueguês Alexander Kristoff.

O veterano cazaque, que completa 39 anos em 16 de setembro, chegou a encerrar a carreira em 2007, depois de ter testado positivo para doping sanguíneo e sido banido do esporte por um ano. Ele retornou às competições em 2009.

Vinokourov brilhou em uma prova na qual os britânicos foram a maior decepção. Atual campeão da Volta da França, Wiggins terminou no 100º lugar, com 5h47min14s. Já Cavendish, que venceu três etapas da última Volta da França, acabou na 29ª posição (5h46min37s).

O melhor brasileiro na prova foi Murilo Fischer, 33 anos, que terminou no 31º lugar. Magno Prado e Gregolry Panizo, outros dois brasileiros envolvidos na disputa, não completaram a corrida.

A corrida

O time britânico começou a ficar na frente do pelotão após uma hora de prova, aproximadamente. Entretanto, um grupo formado por ciclistas de diferentes nacionalidades escapou e manteve a liderança da prova, deixando a uma diferença de cinco minutos para o restante dos atletas.

Restando 100 km para o fim da corrida, o grupo que havia se distanciado do pelotão se dividiu em dois, enquanto a distância entre a fuga e o pelotão diminuiu e ficou por volta de um minuto. O time britânico, que se mantinha a frente do pelotão, seguiu reduzindo a diferença que, há menos de 80 km do fim da prova, já era de 45 segundos.

No final da corrida, o cazaque Alexander Vinokourov e o colombiano Rigoberto Uran Uran pularam na frente e começaram uma disputa particular. Por fim, valeu a experiência de Vinokourov, que comemorou a medalha de ouro.

Toda a prova contou com grande presença do público, já que o ciclismo é uma das únicas modalidades que podem ser acompanhadas gratuitamente. O circuito passou por locais conhecidos da capital inglesa, como Palácio de Buckingham, Museu de História Natural, Putney Bridge e Richmond Park, além de cruzar o rio Tâmisa por seis vezes.

Neste domingo, acontece a prova feminina, que, diferentemente da corrida de hoje, será disputada em 140 km. O Brasil estará na disputa com Clemilda Fernandes, Janildes Fernandes e Fernanda Souza.

 (Portal Terra)

Felipe Kitadai: Judoca conquista 1o bronze para o Brasil

LONDRES, 28 Jul (Reuters) – No dia de seu aniversário, o brasileiro Felipe Kitadai conquistou a medalha de bronze no peso-ligeiro (até 60kg) dos Jogos Olímpicos de Londres, neste sábado, com uma vitória no “golden score” sobre o italiano Elio Verde.

Essa foi a primeira medalha do Brasil na Olimpíada, mas a judoca Sarah Menezes já tem ao menos uma prata garantida após ter se classificado para a final do mesmo peso, que será disputada ainda neste sábado.

Após vencer suas duas primeiras lutas, contra um adversário da Mongólia e outro da Arábia Saudita, Kitadai parou diante do bicampeão mundial Rishod Sobirov, do Uzbequistão, em seu terceiro combate. A derrota nas quartas de final, no entanto, ainda lhe valeu uma vaga na repescagem para brigar pelo bronze.

Antes da luta da medalha, o brasileiro enfrentou um confronto duríssimo na repescagem com o sul-coreano Gwang-Hyeon Choi e conseguiu a vitória graças a um yuko já no final do “golden score”.

Kitadai, nascido em São Paulo e estreante em Jogos Olímpicos, completa 23 ano neste sábado.

(Reportagem de Pedro Fonseca)

Via Reuters Brasil

Michael Phelps leva maior susto, e Thiago Pereira vai à final dos 400 m medley

Getty Images
Michael Phelps marcou o oitavo tempo e por pouco não ficou fora da final

Por Pedro Fonseca

LONDRES, 28 Jul (Reuters) – Numa eliminatória surpreendente dos 400 metros medley, em que Michael Phelps, o atual campeão olímpico, quase ficou fora e o Laszlo Cseh, o atual vice, foi eliminado, o brasileiro Thiago Pereira avançou para a disputa de medalhas, mais tarde neste sábado, com o 4o tempo e disse que ainda tem como melhorar.

Thiago, disputando sua terceira Olimpíada e que tem como melhor resultado na prova o 8o lugar em Pequim-2008, foi o primeiro brasileiro a cair na piscina do Centro Aquático de Londres nas eliminatórias disputadas pela manhã e será o único a voltar para a disputa de medalhas.

Joanna Maranhão, 5a colocada em Atenas-2004, não disputou as eliminatórias femininas dos 400m medley após sofrer uma queda em consequência de um desmaio e cortar o supercílio, enquanto Daynara de Paula foi apenas a 33a colocada nos 100m borboleta.

Dois brasileiros vão disputar à tarde as semifinais dos 100m peito, Felipe França e Felipe Lima. Ambos, no entanto, só conseguiram avançar nas duas últimas posições, 15o e 16o, respectivamente, e vão precisar baixar bastante suas marcas para entrar entre os oito finalistas.

“A primeira caída na água tem sempre aquela ansiedade, querendo ou não a gente quer sempre saber com está depois de todo o treinamento”, disse Thiago a jornalistas após garantir sua vaga na final com o tempo de 4min12s39.

“Esse 4min12 de manhã fiquei bastante feliz e consegui o importante que era classificar para a final. Sempre os oito que estão na final têm grandes chances de brigar pelo pódio. Espero ir melhor do que agora, quem sabe 4min10 ou quem sabe mais baixo”, acrescentou.

O melhor tempo das eliminatórias foi do japonês Kosuke Hagino (4min10s01), à frente do sul-africano Chad le Clos (4:12.24). O favorito ao ouro Ryan Lochte, dos Estados Unidos, ficou em 3o com a marca de 4min12s35.

Já seu compatriota Michael Phelps, vencedor da prova nas duas últimas Olimpíadas, precisou apertar o ritmo no final para conseguir o 8o e último tempo entre os finalistas, 4min13s33. Seu antigo rival Csech, da Hungria, não conseguiu o mesmo e ficou em 9o, apenas 0so7 atrás.

(Reportagem de Pedro Fonseca)

 Via Reuters Brasil

Sarah Menezes vai à final do judô e garante 1a medalha do Brasil na Olimpíada de Londres

LONDRES, 28 Jul (Reuters) – A judoca Sarah Menezes garantiu neste sábado a primeira medalha para o Brasil nos Jogos Olímpicos de Londres. A piauiense, de 22 anos, avançou para a final da categoria peso-ligeiro (até 48kg) e já tem pelo menos a prata assegurada.

Sarah, em sua segunda participação olímpica, derrotou a belga Charline van Snick por um yuko na semifinal. A decisão olímpica, mais tarde neste sábado, será contra a romena Alina Dumitru.

Na Olimpíada de Pequim, Sarah, então com apenas 18 anos, fora derrotada logo em sua primeira luta.

(Reportagem de Pedro Fonseca; Edição de Danielle Fonseca)

 Via Reuters Brasil

Deputado Guimarães garante presença de Lula na campanha de Elmano de Freitas

“O ex-presidente Lula participará ativamente da campanha em Fortaleza”, disse o deputado José Guimarães, vice-lider do governo Dilma e membro da executiva nacional do PT. Guimarães estranhou notícia sobre Fortaleza ficar fora da agenda de campanha de Lula. O deputado Guimarães afirmou que esteve presente à reunião da executiva nacional do partido, dia 19 de julho, onde o presidente Rui Falcão reafirmou que Fortaleza é uma das cidades brasileiras de prioridade para o PT. “Não houve orientação diferente daquilo que era definição. “Aqui, no Ceará, Lula tem duas prioridades: Fortaleza e Juazeiro do Norte”, enfatizou.

(Roberto Moreira, Diário do Nordeste Online)

Juiz determina que farmácias Pague Menos devem custear tratamento de mulher baleada durante assalto

O juiz Raimundo Nonato Silva Santos, respondendo pela 17ª Vara Cível do Fórum Clóvis Beviláqua, determinou que a Empreendimentos Pague Menos S/A pague mensalmente R$ 2.500,00 à dona de casa A.M.G.P. Ela foi atingida por disparo durante assalto em uma das farmácias da rede, na avenida Oliveira Paiva, em Fortaleza.

Consta nos autos que, no dia 2 de janeiro deste ano, a mulher estava na loja pagando contas, quando homens entraram no local e anunciaram o assalto. A dona de casa afirmou que o segurança da farmácia reagiu e, durante a troca de tiros, A.M.G.P. foi baleada na coluna vertebral.

Ela precisou passar por cirurgia e necessita de cadeira de rodas para se locomover, fazer uso de órtese para a coluna, além de vários medicamentos e sessões de fisioterapia. Como não recebeu auxílio por parte da empresa, recorreu à Justiça, pedindo que a Pague Menos assuma os custos do tratamento. Também requereu indenização por danos morais.

Ao analisar o caso, o magistrado concedeu a tutela antecipada, determinando que a rede de farmácias custeie as despesas do tratamento. O juiz considerou o risco grave à saúde da vítima. A Pague Menos será citada da decisão e poderá apresentar contestação.

Ao final da ação, caso seja comprovado que a empresa não teve responsabilidade, poderá reaver a quantia paga. A reparação por danos morais será analisada quando do julgamento do mérito do processo.

Fonte: Tribunal de Justiça do Ceará

Defensores Públicos ameaçam denunciar governo Cid Gomes à Comissão Internacional de Direitos Humanos

Os Defensores público do Ceará engrossaram contra o governo Cid Gomes. Foram às delegacias fotografaram tudo e prepararam um relatório sobre a situação das delegacias e dos presos. O documento mostra o que a imprensa vem exibindo através de imagens e fotos e é um retrato em todo o país. São muitos bandidos para pouco espaço.

Os defensores que estão querendo aumento de salário ameaçam denunciar o governo Cid Gomes à Comissão Internacional de Direitos humanos para a América Latina. Seria o primeiro governador do Ceará a ser denunciado. O governo estranhou tal atitude porque foi Cid Gomes quem triplicou os salários dos defensores em menos de seis anos, segundo assessores do governo. Não vai ter negociação se a coisa for assim, garantem.

(Roberto Moreira, Diário do Nordeste Online)

Iguatu: suposta declaração falsa será investigada pela Polícia Federal

O Ministério Público Eleitoral de Iguatu foi acionado por uma coligação partidária para investigar uma “suposta declaração falsa” de conclusão de ensino médio, que foi apresentada por um candidato a vereador. Um inquérito policial também foi aberto na Polícia Federal.

O que chamou a atenção da classe política e das autoridades é que o candidato a vereador no pleito de 2012 sempre residiu no município de Iguatu. É de fato público e notório que “este” pretenso candidato é “analfabeto”.

O candidato quando protocolou o registro de sua candidatura, no último dia 05 de julho de 2012, juntou “uma declaração de conclusão de ensino médio” da cidade de Acopiara, município vizinho de Iguatu.

Quem forneceu o documento falso vai ter que informar e se explicar ao Ministério Eleitoral de Iguatu e a Polícia Fedearal como conseguiu este documento público.

(Roberto Moreira, Diário do Nordeste Online)