Dia do Trabalho – Saiba o que vai funcionar na data em Fortaleza

Nesta sexta-feira, 1°, é celebrado internacionalmente o feriado do Dia do Trabalho. A data muda a rotina das pessoas e da cidade. Em Fortaleza, as lojas do Centro e da Monsenhor Tabosa vão fechar, assim como supermercados e bancos. As padarias funcionarão normalmente. Confira:

Instituto Doutor José Frota (IJF)
A emergência e o atendimento hospitalar funcionará normalmente com equipes de plantão 24 horas.

Cagece
O atendimento ao cliente funcionará normalmente com equipes de plantão 24 horas. As lojas de atendimento da Cagece também estarão fechadas.

Coelce
Funcionará com a Central de Relacionamento (0800.2850196) normalmente, 24 horas por dia, oferecendo todos os serviços da companhia.

Hemoce
Nesta sexta-feira, 1°, o Hemoce funcionará em programação especial. O hemocentro coordenador, na avenida José Bastos (3390- Rodolfo Teófilo), funciona das 8 às 13 horas. A coleta do poso no IJF funcionará das 13 às 17h30min. Não haverá funcionamento no posto de coleta no Via Sul Shopping e nos hemocentros regionais.

Supermercados
Fechados, conforme a Associação Cearense de Supermercados (Acesu).

Padarias 
Funcionamento normal, conforme e o Sindipães.

Bancos
Os banco fecham nesta sexta-feira, 1°, e o atendimento é retomado na segunda-feira, 22.

Postos de gasolina
Funcionamento normal, conforme o Sindipostos.

Metrô
Aguardando funcionamento.

Lojas
Com o feriado, as lojas estarão fechadas nesta sexta-feira, 1°, conforme o Sindlojas.

Shoppings

As lojas estarão fechadas em todos os shoppings neste feriado. Só cinemas e praças de alimentação e lazer funcionarão, em horário especial.

– Aldeota
Cinema: 13h às 21h
Praça de alimentação e lazer; 11h às 22h

– Avenida Shopping
Praça de alimentação fechará

– Shopping Benfica
Praça de alimentação e Cinema: das 11h30min às 22h

– Shopping Del Paseo
Praça de alimentação; das 11h às 22h
Cinema: das 13h às 22h

– Shopping Dom luiz
Cinema e praça de alimentação; 11h às 22h

– Iguatemi
Cinema; 13h às 00h
Praça de alimentação e lazer funcionarão em regime facultativo às lojas. Das 10h às 22h 30min

– North Shopping
Cinema: das 13 às 22h 30min
Praça de alimentação: das 11h às 22h

– North Shopping Jóquei
Praça de alimentação: das 11h às 22h
Cinema: 14h às 22:30min

– Shopping Parangaba
Cinema e praça de alimentação; das 11h às 22h

– Via Sul Shopping
Praça de alimentação: das 11h às 22h
Cinema: das 13h às 22h

– Shoppin Riomar
Cinema, diversão e praça de alimentação funcionam normalmente, das 10h às 22 horas (alimentação), das 12h às 2h (cinema) e das 10h às 22h (Game Station).

(Blog do Eliomar)

Impressora 3D cura três bebês com doença respiratória

Técnica ainda não é aprovada pelos reguladores federais nos Estados Unidos. Peça (foto) foi personalizada em uma impressora 3D

Em um novo marco na impressão em 3D, médicos americanos foram capazes de salvar a vida de três crianças que sofrem de uma doença respiratória fatal, graças à produção de implantes personalizados que foram absorvidos por seus corpos.

Três bebês que estavam à beira da morte por uma traqueobroncomalácia, um transtorno incurável que provoca o colapso da traqueia, tiveram talas aplicadas que lhes permitiram recuperar e respirar normalmente – segundo o estudo publicado nesta quarta-feira (29/04) na revista Science Translational Medicine.

Embora a técnica ainda não tenha sido aprovada pelos reguladores federais nos Estados Unidos, esses dispositivos personalizados, criados por uma impressora 3D, receberam uma exceção médica de emergência para estes casos particulares e ainda são considerados de alto risco.

Kaiba Gionfriddo, o primeiro que recebeu o tratamento, tinha três meses de idade quando passou pela cirurgia. Agora, ele é uma criança saudável de três anos que vai à pré-escola, disseram os pesquisadores. As outras duas crianças tinham cinco e 16 meses quando foram submetidas à operação. Eles passam bem e não sofreram complicações.

“Esta é a primeira cura para a doença”, afirmou o principal autor do estudo, Glenn Green, professor de otorrinolaringologia pediátrica do Hospital Infantil C.S. Mott da Universidade de Michigan.

Cerca de uma em cada 2.000 crianças nasce com traqueobroncomalácia em todo o mundo, explicou Green. Uma vez que não conseguem exalar completamente, a traqueia das crianças fica propensa a entrar em colapso e o único tratamento é a sedação e cuidados intensivos. No entanto, existem complicações e as infecções são frequentes.  Green descreveu a expectativa de vida desses pequenos como “sombria”.

Os pesquisadores usaram tomografia computadorizada das vias respiratórias das crianças para criar um implante personalizado feito com biomateriais concebidos para expandir à medida que elas crescerem.

“As talas impressas eram tubos ocos e porosos que puderam ser costurados nas vias aéreas afetadas e eram feitas de policaprolactona, um polímero que se dissolve no corpo sem causar danos”, informou o estudo.

O processo de desenhar e imprimir o implante levou entre 1 e 3 dias.

A tecnologia poderia eventualmente tornar mais fácil tratar doenças raras que têm sido negligenciadas pelas empresas de equipamentos médicos por causa do alto investimento envolvido, disse o co-autor Scott Hollister.

Um teste clínico feito em 30 crianças deve ser realizado em breve. No campo da tecnologia 3D para a saúde, já são fabricados aparelhos auditivos, implantes dentários e algumas próteses.

Via http://sites.uai.com.br

Teste caseiro para detectar aids é colocado à venda no Reino Unido

O primeiro teste caseiro que permite saber em 15 minutos se uma pessoa foi infectada com o vírus da Aids começou a ser vendido nesta segunda-feira  (27) no Reino Unido, informaram os meios de comunicação.

O teste, da companhia Bio Sure UK e que pode ser comprado pela internet, funciona de maneira similar ao de gravidez, ao medir os níveis de anticorpos no sangue.

Os especialistas advertiram hoje que, caso o exame der positivo, precisa ser confirmado pelos médicos. No entanto, eles ressaltaram que a novidade ajudará muitas pessoas a obter um rápido tratamento caso tenham sido infectadas com o Vírus de Imunodeficiência Humana (HIV).

O dispositivo permite analisar uma pequena gota de sangue extraída pela pessoa e, após 15 minutos, aparecerão duas linhas de cor roxa se o teste der positivo.

Nesse caso, o fabricante recomenda que a pessoa compareça a uma clínica especializada em doenças sexualmente transmissíveis.

Os especialistas afirmam, no entanto, que embora o resultado seja negativo, não quer dizer que a pessoa esteja livre do vírus, pois que os anticorpos são gerados três meses após a infecção.

A responsável da entidade benéfica Terrence Higgins Truste, Rosemary Gillespie, que apoia pessoas com Aids, expressou sua satisfação pelo acesso da população a este teste. “Fizemos campanha durante muito tempo para conseguir uma legislação que permita contar com testes caseiros de HIV, algo que foi conquistado em abril de 2014, portanto é fantástico ver estes primeiros exames”, afirmou.

(Portal Terra)

Mesmo com receita de R$ 20 milhões, Liga do Nordeste tem apenas uma funcionária

A Copa do Nordeste não chama a atenção apenas pelos mais de R$ 20 milhões de faturamento e expectativa de finais com 100 mil pessoas em 2015. Na organização de toda a estrutura responsável por seus contratos de patrocínio, vendas de direitos de transmissão e 20 clubes, o único campeonato profissional do país organizado por uma liga conta com apenas uma funcionária remunerada.

Ela trabalha no escritório do presidente da entidade, Alexi Portela.

Ainda sem uma sede própria, a sua ‘casa’ é estabelecida por estatuto na cidade de residência de seu mandatário – neste caso, Salvador. Com um mandato de três anos, o ex-cartola do Vitória encerra seu ciclo no próximo mês de setembro.

A prestação de contas do exercício de 2014 será feita nesta quarta-feira, em Fortaleza, antes do confronto decisivo entre Bahia e Ceará, na Arena Castelão, às 22h (de Brasília).

A reportagem do ESPN.com.br tentou acesso durante uma semana aos balanços financeiros anteriores da Liga do Nordeste, sem sucesso. A competição não conta também com um site próprio.

“Nesta reunião, vamos fazer toda a prestação e como foi gasto o dinheiro. Não há gatuno aqui, mostramos como os repasses financeiros foram feitos, passagens aéreas desembolsadas, hospedagens, temos que declarar para a Receita (Federal) tudo o que arrecadamos, INSS, comprovamos número por número”, explica o diretor da liga, Eduardo Rocha.

O Nordestão tem outros dois diretores ainda: Milton Dantas, vice-presidente da federação sergipana, e Ariano Wanderley, ex-dirigente do Botafogo-PB.

No comando de toda a parte burocrática, somente uma funcionária.

“A sede é fixada pelo estatuto onde tem o seu presidente tem moradia. Por questão de custo, ela está hoje no escritório de Alexi (Portela), em Salvador. Só tem uma funcionária, mesmo, remunerada por ele com gratificações. Fazemos o máximo para economizar e retornar todos os recursos para os clubes. Não há retirada da nossa parte, salário nem nada – só não arcamos com as passagens e hospedagens”, prossegue Eduardo Rocha.

“Existe até quem pense que devíamos ser pagos para isso, mas, como a competição se dá em 3,5 meses, não vemos necessidade para isso. Todo mundo tem suas atividades, bancário, procurador, empresário. Essa funcionária fica a cargo, então, das burocracias, fazer o contato para as reuniões, pagamento dos valores aos clubes e preencher os cheques para mandar que eu e Alexi assinemos, por exemplo”, conclui.

A independência da Liga do Nordeste ainda não é total, no entanto.

Cabe à CBF cuidar do lado técnico da competição, com suas tabelas e regulamentos.

Em acordo com a entidade, o Nordestão está garantido no calendário até pelo menos 2022. Existe uma conversa ainda em estágio inicial, contudo, para que ele possa ser prorrogado por no mínimo mais cinco anos.

(Marcus Alves, ESPN)

Tam dá mais detalhes sobre escolha de hub no Nordeste

Natal, Recife ou Fortaleza? Que cidade será o hub escolhido pela Tam no Nordeste do País, com previsão de anúncio no final de 2015 para operação em 2016? A disputa está causando alvoroço nas três cidades e no Nordeste brasileiro e o Portal PANROTAS enviou algumas perguntas à companhia aérea, para esclarecer melhor como se dará a escolha. A disputa esquentou com a nomeação de Henrique Alves, de Natal, como ministro do Turismo. Mas Recife está fazendo lobby forte também.

Veja abaixo as respostas da Tam ao Portal PANROTAS.

PORTAL PANROTAS – Que Estados já procuraram a Tam?
TAM – A Tam iniciou, no dia do anúncio (17/4), os contatos com as autoridades dos três Estados (Ceará, Rio Grande do Norte e Pernambuco) e das respectivas capitais, bem como com as administradoras aeroportuárias.

PP – O que vai contar mais nessa escolha?
TAM – Os três critérios para a escolha da cidade são: a localização geográfica, a infraestrutura aeroportuária e seu potencial de desenvolvimento, e ainda a experiência do cliente. Durante o estudo de viabilidade da iniciativa, que deve ser finalizado até o fim de 2015, a companhia também avaliará outros fatores, mas seu principal objetivo será sempre otimizar os custos, capilarizar sua malha e oferecer a melhor experiência para o passageiro.

PP – Como a empresa avalia a infraestrutura hoje existente? O que faltaria em cada candidato?
TAM – Os três aeroportos selecionados têm pontos fortes e outros que necessitam de melhorias. Todos têm potencial de desenvolvimento da infraestrutura já existente, que será um fator-chave.

PP – Por que Salvador ficou de fora?
TAM – Como já mencionado, os critérios para a seleção das cidades foram a localização geográfica, a infraestrutura aeroportuária e seu potencial de desenvolvimento, e ainda a experiência do cliente.

PP – Qual volume de voos previstos?
TAM – Este é um dado que será determinado após o estudo de viabilidade.

PP – A Tam espera que tipo de incentivos dos governos envolvidos? Que peso eles terão frente aos critérios técnicos?
TAM – Os contatos com as autoridades têm o objetivo de viabilizar os fatores necessários para a escolha de uma das capitais, como a infraestrutura adequada e a competitividade de custos.

PP – O foco maior será internacional ou regional?
TAM – O principal objetivo é ampliar a conectividade das regiões Norte e Nordeste do Brasil com a América do Sul e a Europa. Com um hub no Nordeste, nossos passageiros poderão, por exemplo, ir de Santarém até Madri sem ter que passar por São Paulo. Com isso, a distância total do voo será até 27% menor.

PP – Há planos de ligações do Nordeste também com os hubs de Lima e Santiago?
TAM – Os destinos serão definidos ao longo do processo de implementação do hub. De todo modo, entre os objetivos do novo terminal está o de possibilitar a ampliação do número de voos entre os países da América do Sul, em conexão com a Europa.

(PanRotas)

Sebrae Ceará realiza bazar do Dia das Mães com peças do artesanato

Peças em renda, bordados, cerâmica, xilogravura, tecidos, madeira e couro, oriundas de todas as regiões do Estado, podem ser encontradas nesta quinta-feira (30), no Centro de Negócios do Sebrae, nas Praia de Iracema, em Fortaleza, com entrada franca. O bazar ocorre das 9h às 19h, com a participação de artesãos integrantes do Programa de Artesanato “Ceará Original”, do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

De acordo com Ana Virgínia Milhome, gestora estadual do “Ceará Original”, do Sebrae, a ideia do projeto é aproximar os consumidores dos artesãos, garantindo um menor preço e oferecendo opções para quem quer comprar um presente diferenciado para o Dia das Mães.

O Programa de Artesanato “Ceará Original” ganhou visibilidade durante a preparação para os grandes eventos esportivos como a Copa das Confederações, em 2013, e a Copa da Fifa, em 2014, quando 123 grupos foram atendidos, através da parceria entre o Sebrae e a Central de Artesanato do Ceará (Ceart).

Os artesãos receberam capacitações tecnológicas para desenvolvimento de novas coleções, noções de associativismo, empreendedorismo e design, o que resultou no desenvolvimento de 123 coleções que podem ser vistas e adquiridas durante o bazar.

Serviço
Bazar Dia das Mães do Sebrae
Data: 30 de abril
Local: Centro de Negócios do Sebrae
Endereço: Avenida Monsenhor Tabosa, 777 – Praia de Iracema
Horário: das 9h às 19h

(G1 Ceará)

Registros da Câmara reforçam suspeitas de envolvimento de Eduardo Cunha na Lava Jato

O nome do presidente da Câmara dos Deputados consta como “autor” de requerimentos para pressionar fornecedora da Petrobras que teria interrompido o pagamento de propina. Deputado nega vinculação com os documentos

Por Redação*

Investigado pelo Supremo Tribunal Federal por, supostamente, ter se beneficiado com o esquema de corrupção na Petrobras, o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB), consta como o “autor” de requerimentos que teriam sido usados para pressionar uma fornecedora da estatal que teria parado de pagar propinas, a Mitsui.

O caso havia sido revelado pelo doleiro Alberto Youssef que, em delação premiada, contou que Cunha, como forma de fazer pressão, havia expedido dois requerimentos, em 2011, para investigar a Mitsui, que teria interrompido o pagamento da propina.

À CPI da Petrobras, o presidente da Câmara negou qualquer envolvimento com os documentos, que teriam sido expedidos pela ex-deputada Solange Almeida (PMDB-RJ). Nos registros internos da Câmara dos Deputados, no entanto, o nome de Eduardo Cunha aparece como o autor dos requerimentos.

Questionado sobre o fato de seu nome constar nos documentos, o peemedebista afirmou que, provavelmente, um computador de seu gabinete teria sido usado pela ex-deputada ou por algum de seus assessores.

*Com informações da Folha de S. Paulo 
(Revista Fórum)

Policial do Paraná posta foto com sangue falso e é ridicularizado na internet

O policial militar Umberto Scandelari publicou ontem (29), em seu perfil no Facebook, uma foto em que aparece com ferimentos nos braços e no rosto. Na legenda, ele escreveu: “Professor, conta outra…”, em referência aos protestos realizados por professores do estado contra um projeto de lei que altera a previdência dos funcionários públicos. A ação truculenta da PM ao ato terminou em mais de cem feridos, alguns deles em estado grave.

Ao ser perguntado por um colega se estava bem, Scandelari tentou se passar por vítima dos manifestantes. “Sim, td bem, mas se os caras não invadissem nada disso teria acontecido”, respondeu. No entanto, a farsa não durou muito tempo. A imagem [ao lado, clique para ampliar] foi denunciada pela página “Isso é culpa do PT” e logo o policial virou motivo de piada entre os internautas.

“Nenhum maquiador mais preparado para dar um toque mais realista a essa tinta rosa barata?”, questionou o autor da página. “Engraçado, a farda está intacta”, alertou uma usuária. “Sangrou groselha”, ironizou outro. Os comentários não pararam por aí: “Quero a marca desse batom”, “Derrubou ki-suco de morango”, “Estourou a caneta de correção dos profs nele”. Após ser descoberto, o PM deletou a foto da rede social.

Foto: Reprodução/ Facebook

Via http://www.revistaforum.com.br

Greve? Não existe. Falta d’água? Não existe. A política da negação de Geraldo Alckmin

Ao longo de décadas, Geraldo Alckmin aperfeiçoou seu jeito de lidar com as crises em seu governo. Alckmin é um legítimo, incontestável, imbatível negacionista. Em Ribeirão Preto, na abertura de um evento, declarou que “na realidade, não existe greve dos professores”. Eles “estão dando aulas e os alunos, estudando. A média de falta é de 3%, aumentou 1%, e é de temporários”.

A Apeoesp, sindicato da categoria no estado, divulgou uma nota avisando que os profissionais estão parados desde 13 de março, com adesão que varia “entre 50% e 75%”.

Não é a primeira vez e não será a última em que Geraldo usa esse subterfúgio esquisito. Hoje mesmo, 28 de abril, contou a empresários que não vai faltar água no período seco que se avizinha.

Uma alma generosa montou um tumblr com um apanhado de negativas alckmistas em 2014 e 2015. O endereçoestá aqui. É uma beleza.

Apenas para ficar em alguns exemplos:

. Alckmin nega falta de verba para escolas estaduais

. Alckmin nega que crise tenha levado a redução de imposto de água mineral

. Alckmin nega erro em projeto de monotrilho

. Alckmin nega racionamento em SP

. Alckmin nega rodízio

. Alckmin nega divisão no PSDB sobre impeachment de Dilma

. Alckmin nega ter esperado eleições para reajustar conta

É da natureza da política mentir. Mas Geraldo incrementou essa habilidade com um traço de, possivelmente, hipnose coletiva: se ele falar que não existe, o assunto desaparece. Não se sabe se vale para as montanhas, a chuva, os assaltos, a enxaqueca ou o carro enguiçado.

Nunca foi cobrado devidamente por isso. “Governador, o senhor garantiu que não ia faltar água no ano passado”. Na possibilidade de acontecer, ele provavelmente negará que afirmou tal barbaridade.

Há alguns anos, um professor de psicologia da Universidade de Massachussetts, nos EUA, lançou um livro chamado “The Politics of Denial” (“A Política do Negacionismo”). Michael Milburn pesquisou extensivamente as atitudes de políticos, o papel das emoções na opinião pública e os efeitos da mídia de massa no comportamento deles.

Para Milburn, aqueles que nunca fizeram terapia e experimentaram altos níveis de punição na infância são mais propensos à negação. “Há uma dificuldade, eventualmente, em ser capaz de discernir o quanto é negação real em termos das próprias crenças deles e o quanto é uma tentativa de distorcer um fato para alterar a percepção das pessoas”, disse Milburn à Newsweek. “A negação é um mecanismo de defesa que se desenvolve como um método de sobrevivência.”

O caso de Alckmin parece ser tudo junto. Como na história de Calvin e Harold, quando o menino pergunta para o tigre de pelúcia que é seu melhor amigo.

— De que estado você é?

— Do estado de negação.

O paulista pode acrescentar: do estado de negação de São Paulo.

(Diário do Centro do Mundo)

Quem é a filipina que escapou do fuzilamento na Indonésia

Mary Jane Veloso em desfile de moda na prisão em abril deste ano

Publicado na DW.

A mãe da filipina que escapou do fuzilamento nos primeiros minutos desta quarta-feira (29/04) na Indonésia (horário local) deu uma entrevista emocionada a uma rádio de seu país, afirmando que “milagres podem se tornar realidade”.

“Deus ouviu as nossas preces”, disse Célia Veloso, mãe de Mary Jane Veloso, condenada à morte por tráfico de drogas. “Estamos muito felizes. Os filhos dela estavam acordados e gritavam contentes: ‘Mamãe vai viver’”, contou.

As irmãs de Mary Jane já estavam na ilha de Nusakambangan aguardando para trazer o corpo dela, ressaltou Célia. “Ela me falou: ‘Se Deus quiser que eu viva, eu vou viver, nem que seja por um fio, no último minuto.’ E agora o que ela falou tornou-se realidade”, comemorou.

A filipina de 30 anos estava entre os nove condenados que seriam executados nesta quarta-feira na prisão de segurança máxima na ilha de Nusakambangan. No entanto, apenas oito – entre eles o brasileiro Rodrigo Gularte – foram fuzilados. Segundo as autoridades indonésias, porém, novos questionamentos no caso de Veloso foram abertos.

Presa em 2010 no aeroporto da cidade de Yogyakarta, depois que agentes do governo descobriram 2,5 kg de heroína escondidos em sua bagagem, a filipina foi condenada à morte, mas escapou do fuzilamento quando já estava tudo preparado.

O procurador-geral da Indonésia, Muhammad Prasetyo, explicou que ela foi poupada porque seu suposto chefe na época se apresentou à polícia nas Filipinas, e as autoridades do país pediram assistência da Indonésia no caso.

Segundo notícias veiculadas pelo canal MetroTV e o jornal Jakarta Post, a pessoa que se apresentou à polícia teria recrutado Veloso e a enganado para levar drogas para a Indonésia.

“Este atraso não cancela a execução. Queremos apenas dar uma chance ao andamento do processo legal nas Filipinas”, frisou Prasetyo.

Nascida em uma família pobre, Veloso é mãe de dois meninos, um de 12 e o outro de 6 anos de idade. Ela garante que foi à Indonésia em busca de um emprego como empregada, mas acabou sendo ludibriada por uma organização internacional de tráfico de drogas.

Ela teria recebido inicialmente uma oferta de emprego na Malásia, mas chegando lá foi informada de que a vaga era na Indonésia, para onde voou imediatamente. Segundo sua defesa, a droga foi escondida na mala dela na Malásia.

A condenação de Mary Jane Veloso causou grande comoção nas Filipinas, com manifestações quase diárias pedindo clemência. Um grupo de ativistas fazia vigília em frente à embaixada da Indonésia em Manila e comemorou a notícia de que, pelo menos por enquanto, a filipina não foi colocada diante do pelotão de fuzilamento.

Minas Gerais: Em xeque, o “choque de gestão” do PSDB

Aécio e Anastasia encerram seu ciclo com despesas superiores às receitas.

Rombo no Orçamento desfaz o mito do déficit zero das gestões tucanas em Minas Gerais.

Miguel Martins, via CartaCapital em 24/4/2015

Implantado pelo ex-governador Aécio Neves, o “choque de gestão”, vitrine dos três últimos mandatos do PSDB em Minas Gerais, ganhou fama por buscar aplicar um modelo de administração pública inspirado no setor privado. O enxugamento da máquina, a bonificação de servidores de acordo com os resultados alcançados e a obsessão pela redução de despesas eram os pontos centrais. Se cumpriu seu papel de atingir o déficit zero ao longo dos anos, ao menos segundo o Tribunal de Contas do Estado, o modelo dá a impressão de ter perdido fidelidade a seus propósitos após a derrota tucana nas urnas em 2014.

Em 6 de abril, a equipe do governador Fernando Pimentel, do PT, divulgou um balanço realizado pela Controladoria-Geral do Estado (CGE) sobre a situação das contas públicas. A auditoria foi coordenada por Mário Spinelli, convidado para chefiar o órgão após seu trabalho no desmantelamento da máfia dos fiscais que desviou bilhões de reais da prefeitura de São Paulo. Ao contrário do déficit zero previsto no Orçamento enviado à Assembleia Legislativa pelo governo anterior, o diagnóstico apresentado pelos secretários Helvécio Magalhães, do Planejamento e Gestão, e José Afonso Bicalho, da Fazenda, estima um rombo de R$7,2 bilhões nos cofres públicos neste ano. O novo Orçamento elaborado pelo governo de Pimentel reduziu em mais de R$4 bilhões a perspectiva de receitas, incluiu R$2 bilhões em despesas e apontou a existência de uma dívida de R$1,1 bilhão herdada da administração anterior.

Sucessor de Antônio Anastasia, do PSDB, o ex-governador Alberto Pinto Coelho, do PP, enviou em outubro do ano passado a peça orçamentária para a Assembleia Legislativa com a previsão de uma receita de R$72,4 bilhões e um conjunto de despesas de mesmo valor. Naquela época, o governo federal ainda não revisara a previsão do PIB para 2015. A perspectiva de crescimento foi reduzida de 3% para 2% em novembro de 2014. Como o projeto baseava-se em cálculos superados, o valor de arrecadação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços, variável conforme a atividade econômica, foi superestimado. Segundo a equipe de Pimentel, previu-se R$1 bilhão a mais na arrecadação do tributo.

Em nota conjunta, o PSDB e o PP mineiros condicionam a distorção no ICMS às mudanças nas projeções macroeconômicas. “A peça orçamentária teve como cálculo os mesmos índices e indicadores adotados pelo governo federal em seu orçamento”, afirmam os partidos. “Minas teve ainda uma perda de receita da ordem de R$3,5 bilhões em desonerações e reduções de repasses pelo governo federal.” Os partidos argumentam ainda que a atual administração não considerou em sua conta os ganhos de ICMS provenientes do aumento das tarifas de energia elétrica, que podem gerar uma arrecadação extra de R$1,54 bilhão.

Magalhães reconhece que a estimativa de ICMS pode ter sido sobrevalorizada pela gestão anterior por causa das previsões otimistas de crescimento do governo federal. “É a única distorção que está diretamente relacionada à atividade econômica”, afirma o secretário a CartaCapital. Ainda assim, diz não compreender os motivos de o governo anterior ter superestimado os repasses de estatais em R$3,6 bilhões. “O máximo que o estado recolheu em sua história nesse tipo de transferência foi R$1 bilhão.”

Segundo o secretário, o rombo foi uma surpresa. Durante a transição, diz, o Sistema Integrado de Administração Financeira saiu do ar e impediu o acompanhamento do escalonamento das despesas. A equipe de Pimentel destaca como motivo principal para o déficit os aumentos concedidos a servidores pela gestão anterior, que incrementaram os custos em R$2,7 bilhões. “Uma coisa é buscar atingir o piso nacional dos professores, pois o salário é baixo e trata-se da principal categoria. Mas o aumento para certas carreiras foi desproporcional.”

A CGE iniciou uma investigação de possíveis irregularidades na folha de pagamento e revelou que a gestão anterior cancelou ao menos 806 convênios com cidades do interior, assinados antes das eleições. O órgão afirma que a prática tem responsabilidade sobre a paralisação de parte de 354 obras.

Para contornar a situação, Magalhães afirma ser possível economizar R$10 milhões por mês com os gastos da Cidade Administrativa, sede do governo estadual e de suas secretarias, diminuir regimes especiais de tributação e agilizar cobranças judiciais e investigações sobre sonegação. “Não haverá aumento de impostos”, promete.

O diagnóstico apresenta ainda dados negativos sobre os indicadores sociais em Minas. A equipe de Pimentel afirma que apenas 26% das escolas estaduais possuem estrutura adequada e calcula um rombo de R$1,5 bilhão na Saúde. O relatório indica ainda que o número de homicídios cresceu 52,3% entre 2002 e 2012, ante uma média nacional de 13,4%, segundo o Mapa da Violência elaborado pela Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais.

Não é a primeira vez que a maquiagem do choque de gestão desbota. Em 2013, Anastasia criou um site para divulgar as vitórias da política administrativa tucana. O portal foi alvo de críticas por ter manipulado as séries históricas dos dados. Embora apontassem para uma melhora sensível da educação, saúde e segurança pública, cada indicador amparava-se em um intervalo de tempo distinto. Se analisados a partir de 2003, nenhum deles superava a média nacional.

Derrotado nas urnas, o PSDB mineiro vê agora sua principal vitrine ser questionada por seus opositores e atingida por um órgão que antes estava sob seu controle. Ser pedra era fácil, difícil é ser vidraça.

Uma pequena história da mídia brasileira, nos 50 anos da Globo

Luiz Nassif, via Jornal GGN

O avanço das telecomunicações e o desenvolvimento do micro-ondas abriram novas perspectivas para as redes de tevê norte-americanas. Em fins dos anos de 1950, elas começaram a planejar sua expansão internacional, de olho na América Latina.

Coube a Henry Luce, fundador e mentor do Grupo Time-Life, a grande revolução do período, que o tornou o norte-americano mais influente de sua época.

Antes da tevê, Luce se consagrara com um conjunto de revistas campeãs, a Time(que se tornaria o modelo das revistas semanais de informação, espelho da futuraVeja), a Life (copiada pela Manchete), a Fortune (de negócios) e a Sports Illustrated, servindo de modelo para os novos grupos editoriais.

O lançamento da revista Time foi um divisor de águas na imprensa mundial, conferindo um novo status às revistas semanais, uma influência política sobre a opinião pública equiparável à dos grandes diários e inspirando similares em todos os países, muitos deles tendo a própria Time-Life como sócia.

O estilo Time consistia em organizar o universo (já abundante) das notícias diárias em uma periodicidade mais cômoda para o leitor – a semanal –, selecionando um universo restrito de temas, mas embalando-os de forma agradável, com um texto eminentemente opinativo que fosse compreendido pelo leitor mediano. Para obter esse alcance, havia uma simplificação de tal ordem, especialmente em cima de temas complexos.

Para conferir credibilidade ao texto, o estilo contemplava um largo descritivo, criando diálogos imaginários, mas verossímeis, descrevendo detalhes de ambientes, passando a ideia da “onipresença” e “onisciência”. Tipo: “Salvador Allende entrou sozinho no salão do Palácio La Moneda, olhou longamente a multidão pela janela, foi para um canto, tirou a espingarda e, com o olhar grave, encaixou-a debaixo do queixo, aguardou alguns segundos e apertou o gatilho”.

Luce também inovou no modelo de negócios, ao criar uma nova empresa, a Time-Life, que se valia da grande penetração das revistas para a venda de produtos de catálogo. Tinha o perfil dos donos de mídia criados pelo novo modelo, fundamentalmente comerciantes com visão de produto.

Quando começou a era da televisão, promoveu uma transição bem-sucedida para a nova mídia tornando-se o primeiro grupo a juntar todas as formas de comunicação em um mesmo conglomerado, batizado de Time-Life Broadcast Inc.

Nos anos de 1950, junto com as redes NBC, CBS e ABC, a Time-Life saiu à caça de parceiros internacionais, preferencialmente latino-americanos. Em outubro de 1964, em um seminário do Hudson Institute, um dos principais executivos da Time-Life, explicou a fórmula de expansão das redes norte-americanas:

1) Ter posição minoritária nos países da América Latina, devido às leis dos respectivos países sobre telecomunicações.
2) Ter sócios locais e “eles têm provado ser dignos de confiança”.
3) A programação diurna da tevê será importante para o êxito comercial e poderosamente eficaz e popular.

Ao mesmo tempo, propunha uma parceria com o governo norte-americano, “como um meio de atingir o povo do continente”. Um pouco antes, apontara sua mira para o Brasil.

O mercado de mídia no Brasil
Em 1928, quando o Brasil começou a se urbanizar e a lançar as bases de um mercado de consumo mais robusto, chegaram as primeiras agências de publicidade internacionais, com a Ayer and Son representando a Ford. Logo depois, vieram a J.W.Thompson e a McCann Erickson, ao mesmo tempo que o modelo norte-americano de concessão de rádios começava a ser implantado no país. O ecossistema dos grupos de comunicação com seus jornais, filmes e rádios começava a ensaiar a internacionalização, de mãos dados com as grandes multinacionais do país:

1) A rede afiliada.
2) As agências de notícias.
3) As agências de publicidade, sendo o elo com os patrocinadores.
4) O Departamento de Estado, conforme se verificou na missão Rockefeller, na 2ª Guerra Mundial.

Nos anos de 1940, o esforço de guerra norte-americano incluiu decididamente a parceria com a indústria da comunicação. Jornais aliados ganhavam cotas de papel mas, principalmente, o conteúdo das agências puxado pelo fascínio de Hollywood.

No início dos anos de 1950, a imprensa brasileira de opinião resumia-se aos Diários Associados, de Assis Chateaubriand, com sua rede de jornais regionais, O Estado de S.Paulo, da família Mesquita, e, no Rio, um conjunto de diários, dentre os quais O Globo, Jornal do Brasil, Correio da Manhã, Diário Carioca.

Entre as rádios, havia a Globo, Jornal do Brasil, Mayrink Veiga e a estatal Nacional no Rio; em São Paulo, o sistema Record, da família Machado de Carvalho; e os Associados espalhando-se por diversas capitais.

Inaugurada em 1950 pelo pioneiro Chateaubriand, rapidamente a televisão avançou sobre o bolo publicitário. Naquele ano, o meio rádio detinha 24% dos investimentos em publicidade. Em 1960, sua participação caía para 14% enquanto o novíssimo meio televisão já dominava 9% do mercado publicitário, apesar de o país possuir apenas 1 milhão de aparelhos receptores contra 6 milhões de rádios.

Os Associados foram os primeiros a inaugurar um canal de televisão. Seguiram-se algumas tentativas individuais, dos Wallace Simonsen, com a TV Excelsior; os Machado de Carvalho, com a TV Record; as Organizações Victor Costa, com a TV Paulista; e a Fundação Cásper Líbero com a TV Gazeta.

Direta ou indiretamente, Luce tornou-se o fator de desequilíbrio, principal inspirador dos dois grupos empresariais que acabariam modernizando e dominando a mídia brasileira nas décadas seguintes: as Organizações Globo e a Editora Abril.

Na época, Marinho havia sido procurado pela NBC (National Broadcasting Corporation) e pela Time-Life. A sócia escolhida foi a Time-Life devido à transição vitoriosa para a televisão.

O ponto de aproximação foi a diplomata Clare Booth Luce, que se tornou figura permanente nas manchetes lisonjeiras de O Globo. Clare era esposa de Henry Luce. Escritora de sucesso, foi a primeira mulher indicada para cargos relevantes na diplomacia norte-americana.

No período em que Clare foi embaixadora na Itália, houve o lançamento do Panorama, do Time-Life em sociedade com um grupo Mondatori.

A internacionalização do grupo dava-se em torno da bandeira do anticomunismo e de alianças com algumas das mais corruptas ditaduras do mundo – a mais ostensiva foi a parceria com o casal Chiang Kai-shek, o ditador da China pré-Mao, considerado na época o regime mais corrupto do planeta.

Nomeada embaixadora do Brasil, Clare não chegou a assumir devido a problemas nos EUA justamente devido a amizades chinesas. Mas serviu de ponte para a sociedade com Roberto Marinho, firmada em 1961. Já nos anos de 1950, O Globorecebera substancial apoio da American Tobacco, que inclusive colocou seu diretor financeiro, Herbert Moses, na direção administrativa do jornal. Aliás, a mesma empresa que décadas antes valeu-se do poder da imprensa norte-americana para levar o governo estadunidense à guerra contra a Espanha pela posse de Cuba.

O Grupo Time-Life injetou quantia considerável em O Globo, algo em torno de US$5 milhões da época. Com esses recursos, mais uma série infindável de privilégios – como a importação de equipamentos sem pagamento de impostos e com um câmbio especial –, a Globo logrou contratar as melhores atrações dos concorrentes.

Além disso, representantes da Time passaram o know-how da programação, da comercialização, as séries-novela, que fidelizavam o público diariamente, o modelo dos grandes eventos.

A sociedade ganhou velocidade após 1964 e só foi interrompida em 1971, quando Marinho adquiriu a parte da Time-Life, com o sócio incomodado pela CPI e pelas restrições do governo brasileiro.

A compra final foi uma novela à parte.

Marinho tinha sido sócio do banqueiro Walter Moreira Salles e do jornalista Arnon de Mello no Parque Lage. Quando Carlos Lacerda elegeu-se governador do Rio, mandou desapropriar o parque. Os três sócios ingressaram na Justiça.

Quando Chagas Freitas foi eleito governador do então estado da Guanabara, Marinho apressou-se em negociar com ele a reintegração do parque, mas não avisou seus sócios. Pelo contrário, adquiriu a parte de Moreira Salles por valor irrisório, alegando que tinha caixa sobrando e queria apostar no parque a longo prazo.

Moreira Salles sentiu-se enganado e partiu à forra. Marinho precisava de US$5 milhões para quitar o empréstimo dado pelo Grupo Time-Life. Na véspera do prazo fatal, Walter foi aos Estados Unidos e tentou adquirir as ações de Roberto Marinho caucionadas para a Time-Life

Mas Roberto Marinho agiu rápido e conseguiu um empréstimo com José Luiz de Magalhães Lins, que dirigia o Banco Nacional de seu tio Magalhães Pinto. Quitou o empréstimo e consolidou o controle da Globo.

Na área das revistas, Luce foi essencial também para alavancar os irmãos Civita – dois ítalo-americanos que aportaram no Brasil e Argentina, respectivamente, sem capital e com a intenção de explorar o mercado de revistas.

Civita tinha sido empregado do Grupo Time-Life e chegou ao Brasil sem dispor de maiores capitais, enquanto um irmão ficava na Argentina.

Em pouco tempo, a Editora Abril, do Brasil, e o Editorial Abril, da Argentina, lançaram 19 títulos de revistas. Na Argentina, seguindo a fórmula Time, o carro-chefe tornou-se a revista Panorama – que ostentava na capa a parceria da Abril com a Time-Life. No Brasil, a revista Veja.

No final dos anos de 1960, com a doença de Assis Chateaubriand e a crise dos Associados, a Globo assumiu a liderança na tevê aberta e a Abril, a do mercado de revistas.

O mercado de opinião passou a ser dominado por ambos, mais alguns jornais tradicionais – como o Jornal do Brasil, no Rio, e O Estado de S.Paulo. Nos anos de 1980, graças a Otávio Frias, a Folha entrou nesse Olimpo, transformando-se no mais influente jornal brasileiro, mas longe dos modelos contemporâneos da Globo e da Abril.

O JB desapareceu com problemas de má gestão. E a entrada do Brasil na era da internet se dá com a mídia tradicional sendo liderada pelos grupos dos quatro: Globo, Abril, Folha e Estadão. Nenhum deles chegando perto do poder da Globo.

Além do blogueiro dos R$70 mil, João Dória Jr. recebe mais de R$500 mil por mês do governo Alckmin

Miguel do Rosário, via O Cafezinho em 21/4/2015

Não é só o garoto do Implicante. Todos esses tucanos “civis”, que vivem de fazer campanha contra o PT, ganham verba pública.

Na verdade, o tucanato inventou um novo tipo de liberalismo. O liberalismo com dinheiro público!

Sabe o João Dória Jr., que, além de desfiles de cãozinhos de luxo, também organiza um encontro de empresários de Comandatuba, onde lançou ofensas contra os petistas que não compareceram (a troco de que eles iriam)? Aliás, leia a matéria do El País sobre o evento, para você ver como é uma coisa ridícula – e hipócrita.

Nesse evento de Comandatuba, João Dória era o mais histérico em favor do impeachment.

No Roda Viva com Eduardo Cunha, João Dória era o entrevistador que mais insistia sobre impeachment.

Dória é um ultra-tucano. Até aí tudo bem.

Como todo tucano neoliberal, ele gosta de falar mal do governo e do Estado. Mas, como todo tucano neoliberal, vive de verbas públicas.

Parafraseando Sartre, um tucano neoliberal poderia dizer: “O estado mínimo são os outros!”

O último relatório da Subsecretaria de Comunicação do governo de São Paulo mostra a empresa dele, Dória Editora, em quase todos os contratos.

O relatório é confuso, em alguns casos não discrimina o que cada um ganhou. A empresa Appendix, que edita o blog Implicante, também aparece várias vezes no documento.

Mas um contrato nos permite ter uma ideia de quanto João Dória ganha do governo de São Paulo.

É um contrato válido para o período de março a setembro de 2014, e que lista como único recebedor a empresa de João Dória: R$595.175,00.

E isso para patrocinar revistas que ninguém lê ou ouviu falar (suponho devem circular em algum consultório médico de bacana).

Com dinheiro público, é fácil ser liberal, né!

Enquanto isso, o professor paulista…

Joao_Doria03_GovernoSP

Fundação Banco do Brasil lança edital para jovens empreendedores rurais

A Fundação Banco do Brasil, em parceria com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), lançou nessa semana um edital para a juventude que selecionará projetos de empreendedores rurais de grupos entre 15 a 29 anos. As inscrições estarão abertas até 30 de junho e o investimento social será de R$ 5 milhões.

Podem participar da seleção cooperativas ou associações com mais de dois anos de existência, formadas por agricultores familiares e empreendedores familiares rurais. Também estão inclusos silvicultores, extrativistas artesanais, aquicultores, pescadores artesanais, povos indígenas e comunidades quilombolas localizadas no campo.

Os projetos inscritos devem ter valor entre R$ 70 mil e R$ 200 mil e um prazo máximo para execução de 18 meses. As atividades a serem desenvolvidas precisam estar relacionadas à produção, benefício ou comercialização de produtos extrativistas, agrícolas e não agrícolas, turismo rural e prestação de serviços.

As propostas serão aceitas pela Fundação Banco do Brasil até 18h do dia 30 de junho. O edital está disponível no portal da Fundação Banco do Brasil: http://www.fbb.org.br.

(Revista Globo Rural)

Prefeitura de Fortaleza afirma que tombamento da Praça Portugal é “desnecessário”

A Prefeitura de Fortaleza apresentou nesta terça-feira, 28, as justificativas para a recusa do tombamento da Praça Portugal, na Aldeota. A reunião foi entre o Conselho Estadual de Preservação do Patrimônio Cultural (Coepa), a Secretaria da Cultura de Fortaleza (Secultfor) e a Secretaria da Cultura do Ceará (Secult).

Para a administração municipal, o tombamento é “desnecessário”. Representada pelo advogado Miguel Hissa da Procuradoria Geral do Município, a Prefeitura defendeu a preservação do “patrimônio imaterial, que não é passível de tombamento, mas de registro”, sem necessidade de garantir a preservação da construção material da praça como está atualmente.

Ou seja, para o Conselho Municipal, manter o registro do nome da praça é suficiente para garantir o patrimônio. “Não é a construção em si, mas a qualidade da praça que deve ser mantida, a utilização, os encontros da população”, ressalta o representante da Procuradoria.

Miguel destacou ainda que não cabe ao Estado a decisão, já que a praça se trata de um bem municipal.

Essa foi a segunda reunião realizada pelo Conselho Estadual. Na primeira, foram analisados os argumentos favoráveis ao tombamento. O próximo encontro, ainda sem data específica, será para deliberar a decisão final que acertará o destino da praça.

Redação O POVO Online

Virose misteriosa e desconhecida já tem casos em Fortaleza

Com casos já registrados em pelo menos três outros estados do Nordeste, uma virose misteriosa, de sintomas semelhantes aos da dengue e do sarampo, começou a fazer os primeiros registros no Ceará. Apresentando manchas vermelhas na pele, coceira e dores de cabeça e no corpo, fortalezenses têm procurado as unidades de saúde da Capital nos últimos dias em busca de um diagnóstico, mas a doença ainda não foi reconhecida.

No Ceará, não há informações oficiais sobre ocorrências da infecção. No entanto, os casos já estão surgindo em Fortaleza.

Diagnóstico negativo para alergia, dengue e sarampo

Há cerca de uma semana, a universitária Carolina Melo, de 20 anos, passou a sentir indícios da doença, como dores no corpo, na garganta e na cabeça. Pequenas manchas vermelhasapareceram em seu tórax e, depois, espalharam-se por toda a pele. Após fazer exames, teve o diagnóstico negativo para alergia, dengue e sarampo. “Não souberam dizer o que era, mas a médica achou melhor tratar como se fosse dengue e passou alguns medicamentos”, afirma Carolina.

A estudante Marciane Moura também começou a apresentar os mesmos sintomas na semana passada. Primeiro, veio o mal-estar e, depois, febre alta e dores de cabeça. As manchas vermelhas surgiram de forma repentina e acompanhadas de coceira.

Segundo ela, na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) onde procurou ajuda médica, outras três pessoas estavam com quadro de saúde semelhante ao seu. “Não conseguia nem dormir direito, porque as manchas esquentavam e ardiam. Pouco tempo depois, meus olhos ficaram vermelhos, como se eu tivesse com conjuntivite”, relata.

Sesa divulgará nota técnica nesta quarta-feira

A Secretaria de Saúde do Estado (Sesa) informou que divulgaria, nesta quarta-feira (29), uma nota técnica sobre o assunto.

(Diário do Nordeste)

Duas novas drogas são apreendidas pela 1ª vez no Ceará

Dois tipos de drogas consideradas novas no mercado do tráfico cearense foram apreendidas pela Polícia Civil, no último sábado, na Praia de Iparana, em Caucaia. Trata-se do ácido gama hidroxibutirato (GHB), mais conhecido como Gisele ou ecstasy líquido, e a Ketamina ou “special k”, uma droga sintética fabricada a partir de um anestésico de uso veterinário e humano. As drogas, que causam reações nervosas como euforia, excitação, vertigem, alucinações e sensação de felicidade, costumam ser utilizadas em festas rave da região Sul do País. O material estava com dois homens que foram presos no último sábado em flagrante por tráfico de drogas. A dupla também portava outras substâncias entorpecentes e anabolizantes. Segundo as investigações da Polícia Civil, os suspeitos pretendiam utilizar parte do material para abastecer uma festa rave realizada numa barraca da Praia do Futuro, em Fortaleza, também no sábado. As investigações aconteciam há três meses e a identificação dos suspeitos ocorreu há cerca de 15 dias.

Magno Brito de Carvalho, de 31 anos, que é ex-agente da Infância e da Juventude, e Alexsandro Otaviano da Silva, 25, foram capturados por volta das 9h30min, no momento em que se preparavam para seguir para a festa, segundo a Polícia. Nenhum dos dois possui antecedentes criminais. Eles foram presos por agentes da Divisão de Combate ao Tráfico de Drogas (DCTD) e da Divisão Antissequestro (DAS). “O Magno utilizava a carteira do Juizado da Infância para entrar nas festas sem pagar nada. Estava acima de qualquer suspeita”, contou o diretor-adjunto da DCTD, delegado Sérgio Pereira. Conforme ele, a dupla já havia vendido as drogas em uma festa no Rio Grande do Norte, na semana passada. No sábado, a pretensão era comercializar as substâncias na Praia do Futuro. “Conseguimos nos antecipar e os prendemos antes disso. Na noite da prisão, os celulares deles não paravam de tocar. Muita gente perguntando se eles não iriam ‘levar o material’ pra festa”, disse Sérgio.

Fonte: O POVO

Polícia Federal realiza operação contra comércio de anabolizantes e suplementos em Fortaleza

Material apreendido na operação Esteroides (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

A Polícia Federal (PF)deflagrou, na manhã desta quarta-feira, 29, a operação ”Esteroides”, que visa combater o comércio ilegal de medicamentos, substâncias anabolizantes e suplementos alimentares em Fortaleza e Recife. Ao todo, devem ser cumpridos 18 mandados de busca e apreensão, 15 deles em estabelecimentos comerciais e residências na capital cearense e três na capital de Pernambuco.
Segundo a PF, os suspeitos comercializavam substâncias anabolizantes e suplementos alimentares sem registro dos órgãos sanitários competentes. Os produtos ilegais são vendidos para frequentadores de academias. Mais informações sobre o caso serão divulgadas em coletiva de imprensa, na tarde desta quarta-feira, 29.

A investigação aponta que os anabolizantes e suplementos alimentares chegam pelos Correios e são repassados por ”vendedores”, que utilizam nomes falsos e endereços fictícios ao preencher as informações de remetente e destinatário. Os suspeitos fechavam os negócios de envio dos produtos pelas redes sociais.

“Esse comércio era facilitado pelo fato de alguns dos envolvidos possuírem estabelecimentos comerciais ligados à venda de suplementos alimentares”, explicou a PF, em nota. A operação conta com o apoio da Receita Federal, Secretaria da Fazenda do Estado do Ceará e Vigilância Sanitária de Fortaleza.

Presos
Até o final da manhã, duas pessoas haviam sido presas em flagrante pela PF, com diversas substâncias anabolizantes e termogênicos sem registro. Os presos foram encaminhados para a sede da PF.

Os suspeitos do comércio ilegal devem responder por crimes de falsificação, corrupção, adulteração ou alteração de produto destinado a fins terapêuticos ou medicinais. As penas, conforme a PF, variam de dez a 15 anos.

Redação O POVO Online

Guaramiranga e o Cariri, no Ceará, poderão ganhar bondinhos como atrativo turístico

Guaramiranga, fica no Maciço de Baturité Foto: Divulgação

A operação de dois novos bondinhos, um em Guaramiranga e outro no Cariri,  e a requalificação do já existente em Ubajara, deverá impulsionar ainda mais o turismo nas serras do Ceará. A informação nos foi passada,  nesta manhã, pelo secretário de Turismo do Estado, Arialdo Pinho, durante a 3ª edição da World Travel Market (WTM) Latin American, uma das maiores feiras mundiais de turismo, aberta nesta quarta-feira, indo até sexta-feira, em São Paulo.

No caso dos bondinhos de Guaramiranga e do Cariri, conta o secretário,  a autorização para dar início aos projetos, e a posterior licitação, já foi dada pelo governador Camilo Santana. Já no caso de Ubajara, em mais 90 dias deverá sair o edital de licitação.

Além da beleza dessas regiões, os novos atrativos certamente irão levar mais turistas e, claro, cearenses para curtir esses locais.

O editor do blog Anchieta Dantas Jr. viajou a São Paulo a convite Reed Exhibitions.

Jericoacoara poderá ter voos provenientes de Lisboa e Madri

A Praia de Jericoacoara, umas das mais famosas e visitadas do Ceará, poderá ter ligação aérea direta com o exterior sem que os turistas tenham que obrigatoriamente passar pela capital do Estado, Fortaleza.

Tão logo as obras físicas do aeroporto local sejam finalizadas, o que deverá ocorrer dentro de mais três meses, afirma o secretário estadual de Turismo,  Arialdo Pinho, o governo irá trabalhar com a União para agilizar a instalação dos equipamentos e o alfandegamento do terminal para que este possa receber voos internacionais.

Mas, enquanto isso, já estão sendo negociados dois voos semanais: um vindo de Lisboa (Portugal) e outro de Madri (Espanha). De acordo com Pinho, por se tratar de negociação, as companhias não podem ser divulgadas. No entanto, adianta, a expectativa é que os voos comecem a operar em julho de 2016.

De Fortaleza para Jeri

Também está em negociação com a companhia aérea brasileira Azul a operação de uma rota diária ligando a Capital à Jericoacoara.

Terceiro Parque mais visitado do País

No ranking das unidades de conservação mais visitadas no Brasil, em 2014, o  Parque Nacional de Jericoacoara, com 400 mil visitantes, ocupou a terceira colocação, ficando atrás do Parque Nacional da Tijuca, com 3,1 milhões de pessoas e do Parque Nacional do Iguaçu (1,5 milhão).

Os dados são do do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). Ainda de de acordo com Arialdo Pinho, o governo cearense está trabalhando junto com a entidade para requalificar a região.

(Diário do Nordeste)

Presidente do Sindiônibus diz que pode haver aumento no preço das passagens em breve

O presidente do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus), Dimas Barreira, indicou, em entrevista ao colunista José Maria Melo na manhã desta quarta-feira (29), que pode haver aumento nas passagens de ônibus em breve. Atualmente o valor das passagens na Capital é de R$ 2,20 (inteira) e R$ 1,10 (meia).

“A presidente, nos novos pacotes de ajuste fiscal, tirou a prioridade do transporte coletivo, como se não tivesse ouvido aquelemovimento todo de julho de 2013 (onda de protestos que tomou as ruas de várias cidadesdo Brasil e que começou pelo aumento das passagens de ônibus em São Paulo)”, disse Dimas. Segundo ele, o aumento de impostos nos combustíveis, principalmente no diesel, também deve influenciar nos custos das passagens de ônibus no Ceará.

“A gente tem lutado muito contra isso, porque sabemos que a população não recebe bem os aumentos nas passagens de ônibus”, comentou o presidente do sindicato, mostrando estar sendo pressionado pela situação econômica atual do País. Dimas, no entanto, não estimou uma data para que o reajuste nas passagens aconteça.

Ônibus refrigerados

Dimas relembrou, ainda, que até 2020 todos os ônibus devem ter ar condicionado na Capital. “Até o final de 2015 a frota de ônibus refrigerados deve passar de 200. Até 2020 todos (os coletivos) devem ter ar-condicionado em Fortaleza”, comentou. De acordo com ele, toda a frota de ônibus de Fortaleza deve ser renovada de forma gradativa em até 5 anos, que é a média do tempo de utilização dos veículos pelas empresas.

(Diário do Nordeste)

Saiba o que abre e o que fecha no feriado do Dia do Trabalho em Fortaleza

Nesta sexta-feira (), feriado do Dia do Trabalho, as lojas de rua e de shoppings estarão fechadas na capital cearense. Os supermercados de Fortaleza também não abrirão, conforme o Sindicato dos Empregados em Supermercados (SECVGAF). Os serviços de atendimento da Coelce e da Cagece vão atender em regime de plantão, enquanto os postos de combustíveis devem operar em regime normal.

Supermercados
O Dia do Trabalho é um dos três feriados ao longo do ano em que os supermercados da Capital permanecem fechados, conforme o sindicato da categoria.

Postos de Gasolina
Em todo o Estado, os postos de combustíveis atendem normalmente durante o feriado. A informação foi confirmada pelo Sindicato dos Postos do Ceará (Sindipostos).

Lojas
O funcionamento das lojas do Centro de Fortaleza será interrompido nesta sexta-feira (1°). De acordo com o  Sindicato do Comércio Varejista e Lojista de Fortaleza (Sindilojas), as lojas de shopping também devem estar fechadas.

Shopping Benfica
Cinema e lazer 11h30 às 22h
Lojas e quiosques: fechados

 Shopping Iguatemi
Cinema e lazer: 10h30 às 22h,
Praça de alimentação: funcionamento facultativo
Lojas e quiosques: fechados

Shopping Parangaba
Cinema e lazer 11h às 22h
Lojas Americanas: 11h às 22h
Lojas e quiosques: fechados

North Shopping
Lojas e quiosques: fechados
Cinema e pracade alimentaçaão: 11h às 22h

(Rádio Verdes Mares)

Mobilização contra o PL da Terceirização continua

São Paulo – A pressão contra o PL da Terceirização, o projeto de lei 4330/2004, continua. A Central Única dos Trabalhadores, a CUT, protocolou junto ao Senado, pedido de audiência com o presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB/AL) e foi atendida. Será na terça 28, às 16h. Além do presidente da CUT, Vagner Freitas, e de Renan Calheiros, participarão os presidentes da CTB, Adilson Araújo; da NCST, José Calixto; e da UGT, Ricardo Patah.

> Como o PL da Terceirização prejudica
> Veja seu futuro se o projeto passar

Além disso, a central sindical fará da celebração do 1º de Maio, Dia do Trabalhador, uma data de combate ao rebaixamento dos salários e direitos que o PL 4330 promove.

“Vamos fazer mais dias de mobilização e um 1º de Maio de grande luta junto com movimentos sociais de esquerda. A ênfase será o combate ao projeto e pela retirada de pauta das medidas provisórias 664 e 665, que limitam o acesso ao abono salarial, seguro-desemprego e auxílio-doença”, afirmou Vagner Freitas.

O dirigente ressalta a importância da mobilização dos trabalhadores que, mesmo diante da atuação dos empresários – inclusive com caríssimas propagandas em rádio e TV bancadas pela Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo) –, derrubou o apoio ao projeto na Câmara caiu quase 60%. Enquanto o texto principal do PL recebeu parecer favorável de 324 deputados federais contra 137, no dia 8 de abril, a emenda votada na quarta 22 teve 230 parlamentares a favor contra 203 contra.

“Os números são resultado direto da pressão dos trabalhadores sobre os deputados e da mobilização em aeroportos e nas bases dos parlamentares”, destaca Vagner. “Acho que os senadores vão corrigir o erro que a Câmara dos Deputados cometeu com o Eduardo Cunha (PMDB-RJ) acelerando o processo para impedir a discussão sobre o tema.”

> Comece já a pressionar os senadores (clique aqui) sobre o tema

No Senado – Em entrevista coletiva, Renan Calheiros criticou na quinta 23 o eixo central do PL da Terceirização como uma “pedalada contra o trabalhador”.

“Nós temos que regulamentar os terceirizados existentes. Essa regulamentação não pode significar só a regulamentação da atividade-fim. Isso é uma inversão, é uma involução, significa revogar a constituição, os direitos e garantias individuais e coletivas”, afirmou o presidente do Senado.

Em contraposição à forma acelerada com que o projeto caminhou na Câmara, Renan afirmou que, no Senado, o PL da Terceirização terá “tramitação normal”, e disse que não se pode permitir, “de forma nenhuma”, uma discussão apressada de modo a revogar a direitos garantidos pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

Renan Calheiros afirmou que a tramitação do projeto no Senado será realizada sem pressa, com distribuição correta para as comissões pertinentes, muito debate e durante o tempo que for necessário.

Tramitação – Após a aprovação das emendas na quarta-feira 22, na Câmara dos Deputados, o PL 4330 será apensado ao PLS (Projeto de Lei do Senado) 87/2010 e o debate sobre a terceirização seguirá no Senado.

Inicialmente, o texto será submetido à análise de duas comissões na Casa antes de seguir para o plenário: Constituição e Justiça (CCJ) e de Assuntos Sociais (CAS).

O presidente da CCJ, José Maranhão (PMDB-RR), já designou Romero Jucá (PMDB-RR) como relator do PLS.

O também senador Paulo Paim (PT-RS) apresentou requerimentos para que a matéria ainda seja apreciada nas comissões de Assuntos Econômicos (CAE) e de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH).

O caminho para a discussão do projeto da terceirização pode ser mais curto, se em alguma das comissões ou mesmo no plenário for apresentado requerimento de urgência para votação.

Caso aprovado o pedido por 54 senadores no plenário ou dois terços dos membros da Comissão, o texto iria direto para a definição dos parlamentares. A partir daí, voltaria para a Câmara, caso tenha alterações, e dependeria apenas da sanção presidencial para entrar em vigor.

Piorou – Com as emendas apresentadas na Câmara, o projeto de regulamentação da terceirização manteve os mesmos problemas que a CUT e o Sindicato apontam desde o início da discussão sobre o texto. O principal deles é a possibilidade da terceirização para todas as atividades da empresa, inclusive a principal, que pode resultar na demissão de contratados diretos para contratação de terceirizados com salários e direitos rebaixados.

As emendas reduziram ainda de 24 para 12 meses o período de “quarentena” que o ex-empregado deve cumprir para que possa oferecer serviços à mesma empresa como contratado terceirizado. Isso facilita as fraudes trabalhistas e transforma os trabalhadores diretos em “pessoas jurídicas”, que têm vínculo empregatício, mas prestam serviços como se fossem empresas.

O projeto ataca ainda a organização sindical ao definir que os terceirizados só serão representados pelo sindicato da contratante, habitualmente, onde estão as organizações mais fortes, se ambas as empresas pertencerem à mesma categoria econômica. Por exemplo, só uma metalúrgica poderá contratar outra metalúrgica terceirizada.

Não bastasse isso, a emenda também retira a necessidade de observar os acordos e convenções coletivas do sindicato da empresa contratante.

Participe – Todos podem fazer sua parte na defesa de direitos com férias, 13º salário, jornada, fundo de garantia. Proteste nas ruas, nas redes sociais, debate com colegas e familiares, envia mensagens cobrando deputados (clique aqui) e senadores (clique aqui) sobre o tema

Redação com informações da CUT e da Rede Brasil Atual

Saiba o que os bancários vão perder caso o PL 4330 seja implementado

A aprovação dos destaques ao PL 4330/2004 da terceirização nesta quarta-feira 22, se não for rejeitado pelo Senado, trará consequências desastrosas para a vida dos trabalhadores.A guerra contra esse nefasto projeto ainda não terminou (além de passar pelo Senado, pode ser vetado pela presidenta Dilma Rousseff), mas é importante conhecer como essa nova lei, caso venha a ser implementada, pode interferir do dia a dia de quem trabalha no sistema financeiro.

Substituição de bancários por trabalhadores terceirizados

O PL 4330 amplia a terceirização para todas as atividades das empresas. Atualmente, por força do Enunciado 331 do TST, somente as atividades chamadas “meio”, ou seja, aquelas acessórias e não relacionadas à atividade principal da empresa, podem ser terceirizadas, tais como limpeza e vigilância.

De acordo com o projeto de lei, qualquer atividade agora poderia ser repassada para terceiros. E como a terceirização no Brasil é utilizada para reduzir custos de mão de obra, imaginem o que ocorreria com os cerca de 37 milhões de trabalhadores contratados diretamente e por prazo indeterminado hoje. Gradativamente seriam substituídos por trabalhadores prestadores de serviços.

Atualmente, o banco não pode contratar pessoal que não seja bancário para trabalhar em sua rede de atendimento nas agências. Se esse projeto for aprovado também no Senado, a instituição financeira poderá substituir total ou parcialmente esses bancários por prestadores de serviços, que inclusive poderão trabalhar alguns dias do mês, ou algumas horas do dia, sem ter relação nenhuma de trabalho com o banco.

O mesmo pode ocorrer com um gerente de relacionamento, que poderá ser substituído por uma empresa especializada em corretagem, por exemplo. Poderemos ter bancos sem bancários, a depender da estratégia de negócios de cada empresa.

Degradação das relações de trabalho

Para a empresa que contrata, de acordo com o PL, não existirão problemas de falta por adoecimento do trabalhador, atrasos e dificuldades para cumprimento do contrato. A relação dessa empresa é com outra empresa, responsável pela prestação integral desses serviços, faça chuva ou faça sol. É por isso que geralmente as relações de trabalho para os terceirizados tendem a ser muito mais cruéis e impessoais.

Fim dos concursos públicos e contratação de cabos eleitorais

Conforme o PL 4330 aprovado na Câmara, a terceirização poderá atingir os trabalhadores rurais e urbanos, do setor privado e de empresas públicas, sociedades de economia mista, subsidiárias e coligadas.

Desta forma, para essas empresas sob o controle do Estado, adeus concurso público. O BB, a Caixa, o Banco do Nordeste, o BNDES, o Banco da Amazônia e os bancos estaduais poderão se tornar verdadeiros cabides de emprego e unidades de lotação de militantes políticos e cabos eleitorais, através da realização de contratos de prestação de serviços. A remuneração, como será diferenciada, em alguns casos, poderá ser inclusive maior que a praticada na categoria, para contemplar novos apadrinhados. Poderá ser o fim dos quadros de carreira.

Esfacelamento da organização sindical e achatamento salarial

Somente quando a terceirização for entre empresas da mesma categoria econômica é que seria assegurada a mesma representação sindical, desde que sejam do mesmo setor econômico. Mas raramente isso acontece. Na grande maioria dos casos, a empresa contratada para a prestação de serviços é de outro setor econômico.

Mesmo assim, nos casos em que ficar garantida a mesma representação sindical, o texto-base do PL 4330 estabelece que os acordos e as convenções coletivas serão específicos. Ou seja, nem nesses casos ficam garantidos os mesmos salários, benefícios e direitos com os trabalhadores terceirizados, que geralmente são bem menores.

Com isso haverá, em curto espaço tempo, achatamento salarial e perda de direitos para uma enormidade de trabalhadores, que passarão à condição de terceirizados.

Terceirizados continuarão sem garantias

O PL 4330 não resolve nenhum dos problemas atuais dos cerca de 12 milhões de terceirizados, particularmente o calote, porque as cautelas e cauções criadas de garantia correspondentes a 4% do valor do contrato, mas tendo o teto de 50% do valor equivalente a um mês de faturamento, poderá ser insuficiente para honrar os compromissos e verbas em débito junto aos trabalhadores.

Além disso, a responsabilidade entre as empresas continua sendo definida apenas como subsidiária e não solidária. Até mesmo a alimentação só é concedida nas mesmas condições se for oferecida em refeitórios. No caso do fornecimento de tíquetes refeição, essa obrigação não existe.

Estímulo à pejotização

O projeto legaliza e amplia a figura dos PJ´s, que são as empresas de uma pessoa só. Essa modalidade de relação será muitíssimo estimulada, porque os ônus ficarão apenas para esse trabalhador, que perderá essa condição e se tornará uma empresa, um PJ, que não terá direito a adoecer, tirar férias, faltar ao trabalho etc.

Quarteirização e quinteirização

Mesmo tendo a especialização como escopo, o PL 4330 autoriza a subcontratação pela empresa contratada de parcela específica objeto do contrato, ou seja, prevê a autorização para quarteirizar e quinteirizar, infinitamente.

O fato do texto do PL 4330 vedar a intermediação de mão de obra não traz nada de novo, porque a CLT assim já o veda e, mesmo assim, o que mais ocorre e é comprovado pela fiscalização do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) e pela Justiça do Trabalho é a figura da intermediação ilegal de mão de obra.

Legalização da existência de correspondentes bancários

O PL 4330 excepcionaliza e legaliza a figura dos correspondentes bancários e banco postal explicita e descaradamente, contrariando o princípio do projeto que seria o da especialização. Esse fato, mais a autorização da subcontratação infinita, joga por terra o argumento da especialização.

Piores condições de trabalho para terceirizados

Quando alegam que o PL 4330 garantirá os direitos dos trabalhadores terceirizados, leia-se aqueles previstos na CLT e na Constituição Federal. Ou seja, serão os mínimos previstos. Mas essa previsão legal já existe. O que hoje ocorre comumente são calotes e muita informalidade nesse setor, que infelizmente não acabarão por conta da proposta apresentada.

Na verdade, é da natureza do processo de terceirização toda essa fraude e prejuízos aos trabalhadores. Mesmo assim, ao substituir os atuais trabalhadores pertencentes às categorias organizadas atualmente, apesar de continuarem a ter direitos a férias, 13º salário e licença maternidade, os valores efetivamente pagos serão menores, na medida em que forem perdendo ou alterando o seu enquadramento sindical.

Consequências desastrosas

Caso esse malfadado projeto de lei venha a ser aprovado também no Senado, certamente teremos como consequências desastrosas no Brasil:

1. Aumento da precarização do trabalho, dos salários e dos direitos: os terceirizados ganham em média 24% menos e têm jornadas pelo menos 3 horas semanais a menos. Geralmente não recebem PLR e valores ínfimos referentes a tíquetes refeição e raramente o recebem a título de auxílio-alimentação (cestão).

No caso dos bancários, essas diferenças são muito maiores porque os terceirizados recebem algo em torno do salário mínimo, ou até menos, como no caso da Contax, porque essa empresa paga proporcional ao número de horas trabalhadas.

Ao invés de 6h por dia, trabalham 8h, incluindo sábados e também domingos. E isso poderá atingir um contingente cada vez maior de trabalhadores, caso o enquadramento sindical mude para os atuais bancários.

2. Aumento dos acidentes, adoecimentos e mortes: como consequência da terceirização como medida de redução de seus custos, as empresas gastam menos com treinamentos, formação e equipamentos de segurança, além de aplicarem maior intensidade no trabalho, com jornadas muito mais extenuantes, o que faz com que atualmente as estatísticas oficiais apontem que para cada 10 acidentes com vítimas fatais no trabalho no Brasil 8 são trabalhadores terceirizados.

3. Queda no valor dos salários e benefícios, com as alterações constantes do enquadramento sindical e maior rotatividade no emprego, comum a esse tipo de atividade terceirizada, com repercussão negativa na participação dos salários na renda nacional .

4. Queda na arrecadação dos impostos e de encargos sociais, comprometendo o pagamento de aposentadorias, pensões e licenças saúde, mas com aumentos nos gastos com seguro-desemprego e afastamentos do trabalho.

5. Dificuldades nas negociações coletivas para renovação de acordos e convenções, dada à alta pulverização nas categorias profissionais, com diversas datas base. E obter novas conquistas será praticamente impossível, via a fragilização dos movimentos grevistas, porque cada vez mais as negociações serão mais específicas, em torno de um número cada vez menor de representados, que se apresentarão de forma cada vez mais isoladas.

6. Aumento das possibilidades de fraudes e corrupção nos contratos, entre fornecedores, contratadas e empresas contratantes.

7. Queda na qualidade de produtos e serviços.

8. Casos análogos ao trabalho escravo tendem a aumentar, pois, se na ausência de legislação que preveja esse tipo de prestação de serviços, quando e se a lei possibilitar essa forma de relação de trabalho, a tendência é que também aumente. De 2010 a 2014, 90% dos trabalhadores resgatados desse tipo de situação eram terceirizados.

(CONTRAF/CUT)

Eleições Sindicais: assembleia escolhe Comissão Eleitoral que vai conduzir pleito do SEEB/CE

Reunidos em assembleia, realizada na última sexta-feira, dia 24/4, um total de 195 bancários participaram da eleição da comissão eleitoral que vai encaminhar o processo eleitoral democrático da direção do Sindicato dos Bancários do Ceará para o período 2015-2019.

Durante a assembleia, duas chapas foram inscritas, cujos resultados estão abaixo:

Chapa 01 – 177 votos
Chapa 02 – 18 votos

Não foi registrada nenhuma abstenção.

Dessa forma, foram eleitos para compor a Comissão Eleitoral os seguintes nomes:

Gustavo Tabatinga – Banco do Brasil
Ana Miranda – Bradesco
Nazareno Freitas – BNB

(Sindicato dos Bancários do Ceará)

Banco do Brasil deverá incorporar gratificação ao salário de supervisora do extinto BEP

A Segunda Turma de Julgamento do TRT Piauí reformou sentença da 3ª Vara de Teresina e condenou o Banco do Brasil (BB) a incorporar ao contracheque de uma funcionária, valor referente a gratificação por função de confiança, do cargo de supervisora, exercido durante 11 anos com posterior exoneração.
O juiz de primeira instância, após rejeitar argumentações preliminares do BB sobre a não submissão da demanda à Comissão de Conciliação Prévia de prescrição total do direito, julgou improcedente o pedido da empregada.
A trabalhadora recorreu ao TRT, por meio de recurso ordinário, visando reformar a sentença que lhe foi desfavorável, além de requerer a antecipação de tutela, enquanto que o Banco do Brasil insistiu, por meio de recurso adesivo, insistindo nas tese de prescrição do direito e irregularidade processual em função da não submissão da demanda à Comissão de Conciliação Prévia.
Após rejeitar ambas as teses da defesa do BB, o relator do processo no TRT, desembargador Manoel Edílson Cardoso, passou à análise do mérito – ou seja, a procedência ou improcedência do pedido de incorporação. O relator considerou que a autora da ação exerceu por mais de 10 anos funções de confiança de caixa executivo e supervisora, conforme registrado nos autos, o que lhe assegura o direito à integração ao seu patrimônio jurídico.  “Frise-se que o exercício de função de confiança por vários anos impõe a incorporação do seu valor ao patrimônio do empregado, sob pena de ofensa ao princípio do direito adquirido, assegurado na CF/88, no art. 5º, inciso XXXVI, bem como o disposto no art. 458 da CLT (…)”.

Conforme a nova decisão aprovada, a gratificação de função deverá ser incorporada e acrescida da verba complementar denominada de “adicional de hora extra”, anteriormente denominada de “complemento de gratificação de função”. Também deverão ser adicionadas as parcelas vencidas e vincendas, a partir de abril/2009, com reflexos sobre todas as verbas salariais.
Os reflexos incidirão sobre: 13º salário, férias acrescidas do terço constitucional, abono de férias, licença prêmio, anuênio, descanso semanal remunerado, “Participação nos Lucros ou Resultados”(PLR), FGTS e contribuições previdenciárias, deduzindo-se os valores efetivamente recebidos sob tais títulos. O banco ficou incumbido de pagar honorários advocatícios à base de 15% sobre o sobre o valor corrigido da condenação.
O relator também concordou com o pedido de antecipação de tutela, entre outros fundamentos, por considerar estar presente “o fundado receio de dano irreparável ou de natureza de difícil reparação, por se tratar de verba de natureza salarial e alimentícia. O voto foi seguido por unanimidade.

Processo 2136-70 2013 – 0003

Fonte: TRT22

Terremoto devastador mata mais de 1,3 mil no Nepal e provoca avalanche no Everest

Um forte terremoto atingiu o Nepal e criou tremores no norte da Índia neste sábado, deixando mais de 1,3 mil mortos, derrubando uma histórica torre do século 19 na capital Kathmandu e gerando uma avalanche mortal no monte Everest.

Houve informações de devastação em áreas montanhosas isoladas após o terremoto de magnitude 7,9, o pior em 81 anos no Nepal, que teve epicentro a 80 quilômetros da segunda maior cidade do Nepal, Pokhara. Um colapso nas comunicações dificultava os esforços de ajuda.

Conforme temores sobre um desastre humanitário crescem, o governo da empobrecida nação himalaia de 28 milhões de habitantes pediu por ajuda internacional. A Índia foi o primeiro país a responder, enviando uma aeronave militar com equipamentos médios e equipes de resgate.

Um porta-voz da polícia nepalesa afirmou que o número de mortos no país atingiu 1.341. Desse total, cerca de metade morreu no vale de Kathmandu. Mais 36 mortos foram registrados na Índia, 12 no Tibet chinês e quatro em Bangladesh.

O terremoto foi mais destrutivo por ter sido considerado superficial em termos de profundidade, o que intensificou sua força, que derrubou prédios, abriu valas enormes em estradas e fez a população fugir de suas casas diante da ocorrência de abalos secundários.

Milhares estão passando a noite for a de casa, montando tendas, sentando ao redor de fogueiras e comendo alimentos fornecidos por voluntários.

O turista indiano Devyani Pant estava em uma cafeteria de Kathmandu com amigos quando “de repente as mesas começaram a tremer e os quadros caíram das paredes”.

“Eu gritei e corri para fora”, disse à Reuters por telefone da capital, onde ao menos 181 pessoas morreram. “Estamos agora recolhendo os corpos e levando os feridos para a ambulância. Estamos sendo forçados a colocar os corpos um em cima do outro para que caibam.”

Uma unidade montada do exército indiano disse que ao menos 18 pessoas morreram quando uma avalanche desencadeada pelo terremoto atingiu o acampamento-base de montanhistas no Everest, mais alta montanha do mundo. Mais de 1.000 montanhistas estavam reunidos no local se preparando para o início da temporada de escalada.

A estimativa é de que cerca de 300 mil turistas estrangeiros estejam no Nepal para a temporada de alpinismo, e autoridades recebiam ligações de amigos e familiares preocupados.

O Ministério de Relações Exteriores do Brasil afirmou que a embaixada do país em Kathmandu encontrou brasileiros que não sofreram ferimentos e estão recebendo assistência. “Não há, até o momento, informação sobre a presença de brasileiros entre as vítimas fatais”, informou o ministério, acrescentando que a embaixada continuará a monitorar a situação e a acompanhar a evolução dos acontecimentos no Nepal.

Localizado entre Índia e China, e popular entre turistas aventureiros, o Nepal já registrou uma série de desastres naturais. O pior terremoto de sua história ocorreu em 1934 e matou mais de 8,5 mil pessoas.

A histórica torre Dharara desmoronou em Kathmandu quando o terremoto ocorreu, logo depois do meio-dia local. Um policial disse que mais de 200 pessoas ficaram presas na estrutura.

Construída em 1832 para a rainha do Nepal, a torre tinha mais de 60 metros de altura e estava aberta a visitantes nos últimos dez anos. O monumento tinha um terraço para apreciar a vista. Muitos corpos foram encontrados nas ruínas da construção.

Kathmandu abriga diversos templos hindus. Fotografias publicadas na Internet mostravam edifícios reduzidos a poeira, com grandes rachaduras nas rodovias e moradores sentados nas ruas segurando bebês.

(Reuters)

Ônibus da cantora Márcia Fellipe e Forró da Curtição sofre acidente no Maranhão

Veículo desceu um barranco após atropelar uma vaca (Fotos: VC Repórter/WhatsApp)

Mais um acidente envolvendo um ônibus de banda de forró, dessa vez com  a equipe da Márcia Fellipe e Forró da Curtição. Segundo a assessoria de imprensa da cantora, o fato aconteceu às 4H deste sábado (25), em um trecho da BR-316, no estado do Maranhão.

Uma vaca invadiu a pista, o ônibus bateu de frente com o animal e acabou descendo um barranco. Alguns integrantes tiveram ferimentos leves, apena um deles teve um ferimento mais grave.

No momento a vocalista Márcia Fellipe não estava no ônibus, a mesma se deslocaria até a região de avião. O ônibus tinha como destino a cidade de Parauapebas ,no estado do Pará, onde a banda realizaria show.

Apenas um camareiro que estava na cabine do motorista, no momento do ocorrido, fraturou a perna, mas foi prontamente atendido por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhando ao hospital do município de Bacabal.

Segundo acidente envolvendo bandas em 2015

Em março, o ônibus que levava a banda Garota Safada tombou no KM-81 da BR-222, em um trecho conhecido como a Curva dos Frios, na cidade de São Luís do Curu, localizada a cerca de 80 km de Fortaleza. O acidente aconteceu por volta das 3h da madrugada do dia 10, quando o grupo se deslocava para a cidade de Luziânia/PI, onde faria show.

(Puxa o Fole, Diário do Nordeste)

Confira 5 lojas de Fortaleza especializadas em produtos geek, cult, nerd e kitsch

DESCOLADAS Joy Home Design tem coleção do artista Romero Brito (FOTO: Divulgação)

Fortaleza cresce a passos largos e a olhos nus. A cidade que tem o maior PIB do Nordeste e é a 5ª maior do país, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), ganhou um ar cosmopolita nos últimos anos.

Como consequência houve o fortalecimento das áreas da economia já consolidadas, como concessionárias e construtoras, e o surgimento de novos nichos, como hamburguerias, gelaterias, brigaderias… E entre tantas “rias”, as lojas voltadas para os públicos geek, cult, nerd e kitschtambém se destacaram.

Com peças na maioria decorativas, modernas e estampas descoladas, as grifes ocuparam um espaço até então vazio no mercado local. Uma das pioneiras na cidade, a Imaginarium brinca com o romantismo e o cibernético em seus produtos. Lá você pode encontrar um amplificador ideal para usar no chuveiro ou uma almofada massageadora para pés no formato de uma coruja. Os mimos não são por menos de R$ 199, 90 e R$ 189, 90, respectivamente. Situada no shopping Iguatemi, a loja vende ainda apetrechos para cozinha, sala, escritório, quarto e banheiro. Tem ainda jogos, vestuário, acessórios, cosméticos e eletrônicos.

Na mesma linha de produtos da loja pioneira, há a Joy Home Design, que dispõe de obras como do artista plástico Romero Brito a móveis e badulaques. Um bule com xícara de gato assinado por ele custa R$ 269,60. Também pode encontrar por lá uma câmera Diana Baby no valor de R$ 262,15.

Já o universo geek é a especialidade da loja virtual Junkeria. Almofadas dos personagens do desenho animado Pokemóndividem espaço com outras d’Os Simpsons e do Star Wars. Os temas também estão presente em outros artigos, como canecas, chaveiros e camisetas. Os quadros retrô abrangem desde ilustrações inspiradas em filmes clássicos ou lançamentos e figuras imortalizadas dos jogos de vídeogame, como a “vida do Mário Bros”.

Arte assinada

Trabalhos exclusivos é o que propõe a PPposters, uma galeria de arte moderna que oferece centenas de obras criadas por artistas de todo o Brasil. Periodicamente a loja lança uma nova coleção. Devido o seu time de criadores ser bastante vasto, os trabalhos apresentam diferenças de estilo, cor, textura e tema.

Posters, quadros, adesivos de parede, almofadas, camisetas sketchbooks, skins para iphones, papel parede e outros mimos podem ser encontradas na Urban Arts, uma galeria de arte digital e ilustração. O site nasceu há cerca de cinco anos e desde 2011 tem um espaço físico na Aldeota.

Serviço

Joy Home Design
Endereço: Shopping Avenida (Av. Dom Luís, 300 – Meireles)
Horário de Funcionamento: segunda a sexta de 9h às 21h; sábado 9h às 19h
Telefone: (85) 3242.1169

Imaginarium
Endereço: Shopping Iguatemi (Av. Washington Soares, 85 – Água Fria)
Horário de funcionário: de 10h às 22h
Telefone: (85) 3241.0111

Junkeria Store
Telefone: 85 9720.0281
Whatsapp: 85 9645.0853
Email: junkeriastore@gmail.com

PPPosters
Endereço: Rua Silva Paulet, 1853 – Aldeota
Horário de funcionamento: segunda a sexta de 9h às 18h; sábado de 9h às 14h
Telefone: 85 3055.7771

Urban Arts
Endereço: Rua Barbosa de Freitas, 1050, loja 05 – Aldeota
Telefone: 85 3268.3341

(Tribuna do Ceará)

Luizianne aponta nomes para disputar a prefeitura de Fortaleza pelo PT

A deputada federal Luizianne Lins disse, nesta sexta-feira (24), que o Partido dos Trabalhadores (PT) precisa ter uma candidatura própria nas eleições de 2016. Em entrevista ao jornalista José Maria Melo, a ex-prefeita de Fortaleza afirma que o partido possui bons nomes que podem ser candidatos, tais como Elmano de Freitas, Acrísio Sena e Guilherme Sampaio.

A ex-prefeita de Fortaleza defende ainda a ideia de que o PT não pode terceirizar a representatividade política na Capital. “Nós temos pessoas capacitadas, nós temos uma gestão vitoriosa que está fazendo falta na cidade, portanto, o Partido dos Trabalhadores tem que assumir esse protagonismo. Temos que ter candidatura própria”, afirma.

Além de falar sobre o cenário político de 2016, a deputada  federal criticou a atual gestão do prefeito Roberto Cláudio. A ex-prefeita, que desembarcou nesta sexta na Capital para participar do Congresso Municipal do Partido dos Trabalhadores, disse que a atual administração não possui estratégia, nem planejamento. “Uma administração sem estratégia nenhuma, sem planejamento, sem perspectiva, sem objetivo. […] Nós começamos a ter problemas voltando a idade média”, revela.

(Diário do Nordeste)

A mídia e o “pega-otário”: corra, venda Petrobras, é o caos!

Não era nenhum segredo e nem este modesto site, que em matéria financeira não é nenhum centro de inside information, tinha bola de cristal para dizer – vinte minutos antes da abertura do pregão da Bovespa, que, em relação às ações da Petrobras,  “pode haver um “chacoalhão” no mercado, hoje, sobretudo pela negativa de pagamento de dividendos. Mas, depois dele, a tendência seguirá sendo a de lenta recuperação da empresa, que teve de aceitar encolher em investimentos e patrimônio”.

Era o óbvio.

Apesar disso, com base em 10 minutos de pregão e negócios de R$ 5 milhões (uma mixórdia para negócios em Bolsa de ações da Petrobras) os jornais estamparem manchetes como a da Folha (que está lá até este momento!) dizendo que os papéis da petroleira “desabaram”.

“Desabaram” para cima, na Bolsa de Nova York.

No momento em que escrevo, 3% de alta e sobre os 4% de alta de ontem.

Pessoalmente, até não acredito que se sustente aí até o final do dia, porque, apesar de manter a alta, o preço do petróleo, que chegou a US$ 65 por barril (o tipo Brent) cedeu um um pouco. Bolsa é “mobile”.

Mas está evidente que, ao contrário de “despencar”, a tendência de alta da Petrobras segue firme, inclusive rompendo, pela primeira vez, o preço de US$ 9 dólares, que era estimado pelo mercado financeiro de lá para fixar a vantagem dos “comprados” sobre os “vendidos” em ADRs da empresa.

Para os que se aferram às versões, repito o que canso de dizer: as perdas da Petrobras seguem altas, tanto por seus problemas específicos quanto pela desvalorização do petróleo.

Mas é impossível deixar de ver que a tendência e de uma longa recuperação de valor.

O papel da imprensa brasileira em relação à Petrobras excede a canalhice com que trata a principal empresa brasileira.

Porque não hesita em informar temerariamente os seus leitores que, na ilusão do jogo de Bolsa, sai correndo para “vender antes que acabe”.

Leitores? Não, tolinhos…

Via http://tijolaco.com.br/blog/?p=26416

Hoje, 23 de abril, é dia de São Jorge para católicos e de Ogum para umbadistas

Por Alexandra Teodoro

“Eu andarei vestido e armado, com as armas de São Jorge, para que meus inimigos, tendo pés não me alcancem, tendo mãos não me peguem, tendo olhos não me enxerguem, e nem em pensamento eles possam ter para me fazerem o mal, armas de fogo o meu corpo não alcançarão, facas e lanças quebrarão sem meu corpo chegar, cordas e correntes se arrebentarão sem o meu corpo amarrarem”.

Muitos cristãos pelo mundo todo entoam essa oração, venerando São Jorge nesse dia 23 de abril. A história dele começa por volta do século III D.C., quando Diocleciano era imperador de Roma. Um jovem soldado chamado Jorge era conhecido dos exércitos. Nascido na antiga Capadócia, região que atualmente pertence à Turquia, Jorge mudou-se para a Palestina com sua mãe após a morte de seu pai. Foi promovido a capitão do exército romano devido a sua dedicação e habilidade – qualidades que levaram o imperador a lhe conferir o título de conde.

O imperador Diocleciano tinha planos de matar todos os cristãos. Jorge era filho de pais cristãos e no dia marcado para o senado confirmar o decreto imperial, levantou-se no meio da reunião declarando-se espantado com aquela decisão, e afirmou que os ídolos adorados nos templos pagãos eram falsos deuses.

Mas, como um membro da suprema corte romana estava defendendo os cristãos? Indagado por um cônsul sobre a origem desta ousadia, Jorge respondeu-lhe que era por causa da VERDADE. O tal cônsul, não satisfeito, quis saber: “O QUE É A VERDADE ?”. Jorge respondeu: “A verdade é meu Senhor Jesus Cristo, a quem vós perseguis, e eu sou servo de meu redentor Jesus Cristo, e nele confiado me pus no meio de vós para dar testemunho da verdade.”

O Imperador torturou Jorge de todos os modos possíveis. E, após cada tortura, era levado perante o imperador, que lhe perguntava se renegaria a Jesus para adorar os ídolos. Jorge sempre respondia: “Não, imperador ! Eu sou servo de um Deus vivo ! Somente a Ele eu temerei e adorarei”. Diocleciano, não tendo êxito em seu plano macabro, mandou degolar o jovem e fiel servo de Jesus no dia 23 de abril de 303.

A devoção a São Jorge rapidamente tornou-se popular. Seu culto se espalhou pelo Oriente e, por ocasião das Cruzadas, teve grande penetração no Ocidente. Verdadeiro guerreiro da fé, São Jorge venceu contra Satanás terríveis batalhas, por isso sua imagem mais conhecida é dele montado num cavalo branco, vencendo um grande dragão.

Sincretismo religioso

É muito comum encontrar uma imagem de São Jorge em casas de umbanda, e até mesmo em casas de candomblé, não é verdade? Mas, porque isso? O que São Jorge tem haver com Ogum?

São Jorge é um santo católico. Ogum é um deus africano. São Jorge é um guerreiro. Ogum também é um guerreiro. São Jorge é um santo que supostamente nasceu na região da Capadócia e viveu como um padre e militar romano do exército do imperador Diocleciano. Ogum, nada tem haver com essa história.

Mas, acontece que, na chegada dos escravos africanos ao Brasil, com eles vieram tradições, incluindo suas crenças. O povo trazido da Nigéria, mais conhecido como Iorubas, tinham como deuses os Orixás, e Ogum era um desses Orixás. Era venerado pelos escravos como o Deus da Guerra, pois seu nome significa “Senhor da Guerra” podendo variar para “Ologum”.

Os europeus, cristãos colocavam regras para os escravos, e com isso, eles tinham que fazer o que era mandado. E paralelo a todos esses acontecimentos, os escravos foram proibidos de cultuar seus Orixás, pois, na visão do cristianismo, eles eram pagãos e estavam adorando a deuses inexistentes ou mundanos. Surgiu então a “Literatura dos Jesuítas” que tinha como principal finalidade, a catequização, a conversão dos escravos para religião cristã. Porém, os escravos continuavam a cultuar seus Orixás, só que de forma escondida. Eles fingiam cultuar os santos católicos, quando na verdade, em idioma Ioruba, eles cultuavam seus deuses de tradição.

Passaram então a estabelecer semelhanças entre os Orixás e os santos católicos para enganar os europeus, como, por exemplo:

· Santa Bárbara – santa católica dos raios e trovões com Iansã – o orixá dos raios, ventos e trovoes.
· São Jorge – santo católico da guerra com Ogum – Orixá guerreiro.

E assim aconteceu com os demais Orixás. Os africanos passaram a cultuar os Orixás de forma escondida, dando origem então, ao fato histórico conhecido como “Sincretismo Religioso no Brasil”. Hoje em dia é possível ver imagens católicas em casas de cultos de descendência africana, devido à história do Brasil. Devido o sincretismo.

SAIBA COMO VOTARAM OS DEPUTADOS CEARENSES NO PROJETO DA TERCEIRIZAÇÃO

Ceará 247 – A Câmara Federal aprovou ontem, com 230 votos a favor, um conjunto de emendas que estende a terceirização a todas as atividades de uma empresa e que diminui a arrecadação do Governo Federal. A Emenda Aglutinativa nº 15 faz parte do Projeto de Lei 4330, que vem causando polêmica por todo o País, desde que teve seu texto-base aprovado no dia 8 de abril. O texto tem de passar ainda pelo Senado

Entre a bancada cearense, seis votaram favor e 11 contra. Houve ainda uma abstenção e quatro votos não foram computados. Confira como os deputados cearenses se posicionaram:

SIM

Aníbal Gomes (PMDB)
Antonio Balhmann (PROS)
Arnon Bezerra (PTB)
Danilo Forte (PMDB)
Genecias Noronha (SD)
Gorete Pereira (PR)

NÃO

Adail Carneiro (PHS)
André Figueiredo (PDT)
Cabo Sabino (PR)
Domingos Neto (PROS)
José Airton (PT)
José Guimarães (PT)
Leônidas Cristino (PROS)
Luizianne Lins (PT)
Moroni Torgan (DEM)
Moses Rodrigues (PPS)
Raimundo Gomes de Matos (PSDB)

ABSTENÇÕES

Ronaldo Martins (PRB)

NÃO COMPUTADOS

Chico Lopes (PCdoB)
Macedo (PSL)
Odorico Monteiro (PT)
Vitor Valim (PMDB)

(Ceará 247)

Governador Camilo Santana entrega à Assembleia Lei de Promoções beneficiando policiais e bombeiros

O governador Camilo Santana esteve na Assembléia Legislativa, nesta quinta-feira(23), para encaminhar, pessoalmente, projeto de lei que trata da promoção dos policiais militares e bombeiros do Ceará, para votação na Casa.

A proposta do Governo do Estado cria diretrizes para que praças e oficiais possam subir na carreira de acordo com o tempo de serviço.  Com a nova lei, voltam à folha três cargos extintos em 1999: 3º e 2º sargentos e 2º tenente.

Em seu pronunciamento aos deputados, o governador apresentou um balanço das ações já desenvolvidas na área da segurança, desde que assumiu o governo e informou que a Assembléia Legislativa terá representação no grupo de trabalho “Ceará Pacífico”, que discute e elabora propostas para enfrentar o problema da violência no Ceará. Camilo Santana destacou ainda a reestruturação de importantes programas para a segurança pública do Estado, como a reformulação do Ronda, a criação do Batalhão de Divisas e a interiorização do Raio e reafirmou seu compromisso com a melhoria da segurança pública. “Minha responsabilidade como gestor é garantir que o pai, a mãe de família e todos possam se sentir seguros no Ceará e não vou descansar enquanto isso não acontecer”.
O presidente da Assembléia Legislativa, deputado Zezinho Albuquerque informou que a audiência pública para debater o projeto, antes da votação em Plenário, será realizada na próxima terça-feira (28/04), às 14h. A expectativa é que a matéria seja apreciada em até duas semanas.

A nova Lei das Promoções da Polícia Militar e Corpo dos Bombeiros beneficiará, de forma imediata, 8.785 profissionais de segurança pública – 8.075 PMs e 710 bombeiros. A mensagem, foi assinada ontem (22) pelo governador Camilo Santana, após reunião com cerca de 250 profissionais de várias regiões do estado no Palácio da Abolição. O governador destacou que o projeto é fruto de intenso diálogo e atende a uma reivindicação antiga da categoria.  “Logo que assumi fiz uma reunião com secretário de segurança e pedi que fosse elaborada uma lei de promoção dos militares em caráter emergencial. A lei é fruto da participação da categoria e vai corrigir distorções para o segmento. Vamos garantir que os policiais possam receber suas promoções dentro dos prazos estabelecidos. Por exemplo, um soldado não precisa mais passar 15, 20 anos para ser promovido. E isso vai estimular a segurança pública”, afirmou o governador, emocionado ao assinar a Lei de Promoções.

Benefícios

A medida institui um fluxo regular e automático na carreira dos oficiais e praças estaduais. Uma das principais novidades do projeto é a extinção do limitador de vagas para ascensão. Ou seja, quem cumpriu o interstício (tempo mínimo de permanência no posto para ser promovido) pode concorrer ao benefício. A cada ano, 60% do total será promovido. Os demais podem pleitear a promoção no ano seguinte, e, não conseguindo por dois anos seguidos, serão promovidos automaticamente.

“É um fato histórico para instituição. Uma correção de rumos. Isso nos proporciona sonhar como novos horizontes. Faz com que nos comprometamos muito mais com o povo do Ceará”, ressaltou o tenente-coronel da Polícia Militar, Vilson Bezerra.  “O governador atende uma demanda reprimida há mais de 20 anos”, afirmou o tenente-coronel do Corpo de Bombeiros, Nildson de Oliveira.

Correção de distorções

Pela nova Lei, muitos policiais receberão mais de uma promoção neste primeiro momento, para corrigir distorções. Na legislação em vigência atualmente, apenas 29 pessoas seriam beneficiadas em 2015, por exemplo.

A última grande promoção nos quadros da Polícia Militar ocorreu em 2006, com 1.561 beneficiados. Já neste primeiro momento, 8.075 policiais serão favorecidos – e toda a tropa ao longo do tempo. A Mensagem de Lei será avaliada pelos deputados estaduais e, caso aprovada em votação, passa para sanção do governador Camilo Santana.

Melhorias na segurança pública

Camilo Santana destacou ainda a reestruturação de importantes programas para a segurança pública do Estado, como a reformulação do Ronda, a criação do Batalhão de Divisas e a interiorização do Raio.

“As primeiras equipes do Raio já estão sendo treinadas e teremos 60 delas trabalhando apenas no Interior. Estamos construindo o Batalhão de Divisas, a partir de junho, para combater o tráfico, e dos 974 novos PMs que foram formados na última terça-feira mais de 600 vão ser lotados no Interior”, frisou Camilo Santana.

(Ceará 247)

AV. BEIRA-MAR, DE FORTALEZA, GANHARÁ GERENCIAMENTO DE VAGAS VIA CELULAR

Ceará 247 – Um novo modelo de gerenciamento de estacionamento rotativo via SMS e app para smartphone, a ser implantado na avenida Beira-Mar, será apresentado pela Prefeitura de Fortaleza em entrevista coletiva na tarde desta quinta-feira (23), no auditório da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC).

A medida, uma das iniciativas do Plano de Ações Imediatas de Transporte e Trânsito (Paitt), pretende aprimorar o serviço à população, possibilitando que motoristas estacionem seus veículos com praticidade e segurança, além de controlarem os processos e gastos pela tela do celular. A nova tecnologia começara a funcionar em fase de testes a partir de segunda-feira (27), nas 123 vagas de Zona Azul situadas na avenida, entre a a rua Júlio Ibiapina e av. Desembargador Moreira.

Participarão do evento o superintendente da AMC, Vitor Ciasca; o diretor de trânsito do órgão, Arcelino Lima; a arquiteta e urbanista da Secretaria de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), Lara Lima; e a responsável pelo Núcleo de Gestão de Estacionamento Regulamentado (Nuger) da Autarquia, Hariádynne Vasconcelos.

(Com informações da Prefeitura de Fortaleza)

Juiz Sérgio Moro deve ser afastado da Lava Jato após farsa contra cunhada de Vaccari

No último dia 16 de abril, um dia após a prisão do então tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, a imprensa anunciou a prisão da cunhada dele, Marice Correia de Lima, e também que ela já estaria sendo considerada “foragida”.

cunhada 3

No mesmo dia, o advogado de Marice divulgou nota afirmando que ela estava participando de um congresso no Panamá e que decidiu voltar ao Brasil assim que soube do pedido de prisão.

cunhada 5

Quatro dias depois, a mesma imprensa anuncia que o juiz Sergio Moro decidiu prorrogar por mais cinco dias a prisão de Marice porque ela teria mentido.

cunhada 6

Como se vê na imagem acima, Moro tomou essa decisão dizendo que as imagens de uma câmera de um caixa-eletrônico mostrando uma mulher parecida com Marice depositando dinheiro na conta da esposa de Vaccari não deixavam “qualquer margem para dúvida” de que se trataria “da mesma pessoa”, ou seja, da irmã de Vaccari, de modo que Marice teria “mentido” ao dizer que não fez depósitos na conta da irmã.

O que se supõe que ocorreu: a Polícia verificou os extratos da conta da esposa de Vaccari, detectou um depósito em caixa-eletrônico e pediu as imagens da câmera que todo caixa-eletrônico tem filmando o movimento em torno de si.

Tudo muito fácil. E, de fato, Marice e Giselda Rousie de Lima, irmã dela e esposa de Vaccari, são extremamente parecidas nos traços faciais. Porém, só uma análise muito açodada – ou mal-intencionada – dessas imagens faria alguém dizer que “não deixam qualquer margem para dúvida”.

Para encarcerar uma pessoa, o mínimo que se espera das autoridades é que procedam com responsabilidade e critério. Do juiz que conduz as investigações, muito mais. Deste, espera-se absoluta isenção, serenidade e paciência. Por isso se chama juiz, não promotor, que tem a missão de acusar, não de analisar os dois lados da moeda.

A declaração de Moro sobre não haver “qualquer dúvida” de que a mulher filmada fazendo depósito no caixa-eletrônico seria a cunhada de Vaccari revela um juiz sem critério, sem isenção, sem serenidade, enfim, sem condições de conduzir essa investigação.

Uma análise superficial das fisionomias de Marice e Giselda basta para mostrar que, apesar de terem traços faciais parecidos, é muito fácil notar as diferenças. Comparemos as imagens das duas mulheres.

cunhada capa

cunhada 1

É fácil notar que, além do corte e da cor diferente dos cabelos de ambas, elas têm porte físico bastante diverso. Marice é mais alta e esguia, tem cabelos avermelhados e curtos, enquanto que Giselda é mais baixa, usa óculos, tem corte e cor de cabelo diferente e é mais “cheinha”.

Após o advogado de Marice declarar que a foto da mulher no caixa-eletrônico não é de Marice e, sim, da irmã dela, Moro aparece na imprensa se fazendo de inocente em relação à sua escandalosa falta de critério para dar uma declaração peremptória como a de que a imagem daquele mesmo caixa-eletrônico não deixaria “qualquer margem para dúvida”.

Folha de São Paulo

23 de abril de 2015

Juiz agora questiona vídeo que levou à nova prisão da cunhada de Vaccari

Após prorrogar a prisão da cunhada do ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto e afirmar que uma das provas contra ela “não deixava margem para dúvidas”, o juiz Sergio Moro pediu para que a polícia esclareça o principal motivo que levou Marice Correa Lima a continuar presa: o vídeo de uma agência bancária.

Moro quer saber quem de fato aparece nas imagens, feitas em março, que mostram uma pessoa realizando depósitos na conta da mulher de Vaccari, Giselda de Lima.

Os procuradores a identificaram como Marice, e a acusaram de ter mentido em depoimento à polícia sobre nunca ter feito depósitos na conta de sua irmã Giselda.

[…]

Porém, segundo o advogado de Marice, Claudio Pimentel, quem aparece no vídeo é a própria Giselda, que se parece muito com a irmã.

Como se vê na reportagem acima, Moro está dando uma de joão-sem-braço.

O juiz quer que “a polícia esclareça o principal motivo que levou Marice Correa de Lima a continuar presa”? Ora, o principal motivo é que ele prorrogou a prisão dela sob o argumento de que as imagens do caixa-eletrônico não deixariam “qualquer margem para dúvida”.

Moro “quer saber quem de fato aparece nas imagens”? Ora, mas ele não disse que tais imagens “não deixam qualquer margem para dúvida”?

Moro está fazendo o país inteiro de palhaço. Está fazendo a Justiça de idiota. Está transformando a Justiça em Injustiça. Esse episódio que protagonizou fez cair de vez a sua máscara. Ele não tem mais condições de conduzir a Operação Lava Jato.

Em qualquer país sério, um juiz que colocasse na cadeia uma pessoa sem o mínimo amparo em provas, seria afastado do caso. Marice foi presa justamente por conta dessa imagem do caixa-eletrônico.

Será que Polícia, MP e Moro são tão incompetentes que não se deram conta de que a esposa de Vaccari e a cunhada dele são parecidas? Como pode um juiz federal ser tão irresponsável a ponto de qualificar como acima de dúvidas imagens tão duvidosas como a do caixa-eletrônico?

Quando se diz que há violações graves dos direitos civis de pessoas no âmbito da operação Lava Jato, não é brincadeira. Esse episódio é a prova que faltava de que o processo está sendo conduzido por juiz, policiais e procuradores que querem aparecer e que agem sob viés político.

Marice, cunhada de Vaccari, bem como o próprio podem ser considerados presos políticos. O PT, a defesa de Vaccari e a de Marice deveriam levar esses fatos a fóruns internacionais. Deveriam denunciar ao mundo que há uma ditadura judicial no Brasil.

Via http://www.blogdacidadania.com.br

Ceará é o 12º em número de acidentes de trabalho no País

O Ceará registrou nos últimos três anos um total de 40 mil acidentes de trabalho. Somente em 2013, foram 13,8 mil acidentes, uma média de 38 trabalhadores acidentados por dia. Os dados foram levantados pelo Ministério da Previdência Social.

De acordo com os dados, 68 trabalhadores cearenses morreram no ambiente de trabalho em 2013 e 296 ficaram incapacitados permanentemente para exercer suas atividades. Os dados colocam o Ceará em 12º no ranking nacional de acidentes de trabalho e em terceiro lugar no Norte e Nordeste, perdendo apenas para Pernambuco e Bahia.

No Brasil, foram registrados 718 mil acidentes de trabalho com 2.737 mortes. 14.837 trabalhadores ficaram incapacitados de forma permanente. A construção civil ainda é um dos setores da economia responsáveis pelos maiores índices de acidentes e doenças relacionadas ao trabalho.  61.800 trabalhadores sofreram algum tipo de acidente nos canteiros de obras, durante o ano de 2013.

(Marcelo Raulino, Ceará Agora)

Grande Fortaleza tem maior índice de empregados domésticos sem registro

O número de empregados domésticos na Região Metropolitana de Fortaleza representa apenas 6,6% do total de ocupados, o menor valor  já alcançado na série da Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED), realizada desde 2009. Formado especialmente por mulheres (92,6%), o emprego doméstico –  empregadas nos serviços gerais,  babás, cuidadoras de idosos, dentre outras –  teve queda de mil de 2013 para 2014. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (23) pelo Serviço Nacional do Emprego e Instituto de Desenvolvimento do Trabalho (Sine/IDT).

A pesquisa revela que, apesar dos direitos trabalhistas conquistados, o número de empregadas domésticas sem carteira assinada continua “bastante expressivo” na RMF (44,9%), a maior proporção de domésticas sem registro entre as regiões pesquisadas, seguida das regiões metropolitanas de Salvador (40,2%), Recife (26,6%), São Paulo (20,3%) e Porto Alegre (19,9%). Além disso, a maioria das profissionais continua sem seguridade social e com baixo padrão de rendimento, o que pode estar contribuindo para a redução do emprego doméstico como alternativa de inserção no mercado de trabalho.

De acordo com a pesquisa, o fato de estarem no Nordeste os maiores índices de emprego doméstico sem carteira assinada, pode estar associado, entre outros fatores, ao baixo padrão de rendimento dos trabalhadores locais em relação aos demais centros urbanos do país.

Apesar da diminuição do número de empregados domésticos, houve crescimento na proporção de trabalhadoras com carteira assinada na RMF: em 2009, elas representavam 14% do total de empregadas domésticas, percentual que aumentou para 23,3%, em 2014. Além disso, no último ano, 77,6% das profissionais da RMF residiam em Fortaleza e 22,4%, nos demais municípios da região, indício de que as oportunidades de trabalho doméstico estão bem concentradas na capital cearense, segundo a PED.

Conquistas
Os dados da pesquisa também mostram que a expansão do registro em carteira ocorreu com maior intensidade nos últimos dois anos, fato que pode estar associado aos avanços da legislação trabalhista nesse período. Em 2013, por exemplo, foi aprovada Emenda Constitucional que assegurou mais enfaticamente os direitos dos empregados domésticos com relação ao salário-mínimo, da extensão das jornadas de trabalho, e pagamento de horas extras. Já no ano seguinte, foi sancionada a Lei que estabeleceu multa para os empregadores que não registram o vínculo de trabalho das empregadas domésticas.

(G1 Ceará)

Google passa a ‘esconder’ sites descalibrados com o mundo móvel

As páginas na internet não preparadas para smartphones e tablets estão prestes a escorregar para bem longe do topo de pesquisas feitas no Google. A gigante da tecnologia passa a considerar se um site é amigável a dispositivos móveis como um dos critérios para escondê-lo ou ranqueá-lo entre os primeiros resultados da pesquisa. A novidade vale a partir desta terça-feira (21).

“Essa mudança afetará as pesquisas móveis em todas as línguas ao redor do mundo e irá ter significantes impactes nos nossos resultados de busca”, informou o Google, em fevereiro. Ela é uma resposta da empresa à tendência cada vez maior de a navegação na rede migrar do computador de mesa para dispositivos móveis.

Desce
“Conforme mais pessoas usam dispositivos móveis para acessar a internet, nossos algoritmos têm de se adaptar a essa camada de uso”, comunica o Google. Os algoritmos da ferramenta de busca do Google consideram critérios para privilegiar certas páginas e não outras como relevância, disponibilidade (estar constantemente fora do ar não é bem visto) e balanceamento entre o conteúdo o buscado e o exibido pelo site (os “robozinhos” do Google são capazes de detectar se uma página exibe informações consistentes ou se apenas as reproduzem para se sobressair).

Passa a fazer parte dessa avaliação o chamado “design responsivo”, ou seja, a calibragem de uma página para ser mostrada nas telas de smartphones e tablets. Conta também a performance de conexão site. Se ela é leve o suficiente para carregar considerando as velocidades da internet móvel, menores que as do acesso fixo. O Google já realizou mudanças como essa em seu algoritmo para, por exemplo, “esconder” sites que ofereciam o download pirata de conteúdos.

Agora, a alteração tem forte potencial de mudar a vida de empresas com forte atuação no mundo digital. “Imagina uma loja de comércio eletrônico que não tenha um site móvel e precise do tráfego orgânico do Google. Esse site vai cair no ranking e isso pode gerar impacto na receita dessa empresa”, afirma Vinícius Agostini, gerente de marketing da Exceda, empresa que turbina a performance de serviços conectados.

Sobe
O caminho do Google até a completa adoção do chamado “design responsivo” como critério de ranqueamento foi construído aos poucos. No ano passado, começou a mostrar aos internautas quais eram os sites calibrados para o mundo móvel.

Para tornar a navegação mais próxima da rotina dos smartphones, a busca passou a informar não só páginas mas também aplicativos que pudesse contemplar as pesquisas. Ainda que seja um desafio, a mudança pode se tornar uma oportunidade. “Com essa mudança, se você fizer uma busca por ‘controle financeiro’, o Google vai mostrar apps que tratem desse tema”, afirma Agostini. Essa opção só vale se o usuário já tiver o aplicativo instalado. “Agora, o Google vai priorizar páginas de serviços q são bons para o meio que a pessoa está usando”, completa o executivo.

(G1 Tecnologia e Games)

Marcos Holanda é o novo presidente do BNB

A primeira grande definição dos cargos de segundo escalão do governo Dilma Rousseff já foi acertada: o professor de economia Marcos Holanda vai assumir a presidência do Banco do Nordeste (BNB), informa a edição deste sábado (18) do jornal O Globo.

A escolha técnica da presidente Dilma Rousseff foi indicação do senador Eunício Oliveira (PMDB) e substituirá Nelson de Souza, que era da cota do Partidos dos Trabalhadores. Marcos Holanda já foi secretário na época do governo Lúcio Alcântara.

O nome de Holanda foi apresentado à presidente Dilma junto com outros indicados: o ex-secretário de Finanças de Fortaleza, Aloisio Carvalho, o ex-secretário da Controladoria e Transparência da Prefeitura de Fortaleza, Marlon Cambraia, e o ex-governador do Estado, Lúcio Alcântara, indicação política de Eunício Oliveira.

(Ceará News 7 e O Globo)

Corredor Expresso da Bezerra de Menezes, em Fortaleza, começa a operar neste sábado

Tem início neste sábado a implantação da 1ª etapa do Corredor Expresso Fortaleza, que vai modificar 26 linhas de ônibus da Avenida Bezerra de Menezes. Para marcar o começo das operações, o prefeito Roberto Cláudio e secretários municipais visitam o local às 9h, seguindo em ônibus a partir do novo terminal do Antônio Bezerra. Nesta primeira fase, serão utilizados os abrigos instalados no corredor para embarque e desembarque.
De acordo com a Prefeitura, o objetivo de Roberto Cláudio é conhecer a nova operação dos ônibus que passam a transitar pelo corredor, que possui 8,2 quilômetros (km) de extensão e vai beneficiar mais de 130 mil passageiros. Os cearenses que utilizam o transporte público no local, aliás, precisam estar atentos às modificações de fluxo, tendo em vista que a Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) alertou para a alteração de itinerários, criação de novas linhas e absorção de linhas por outras já existentes.
Agentes da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) irão realizar fiscalização para evitar que os veículos de passeio adentrem as faixas 1 e 2 do corredor, além de orientar os pedestres a utilizarem a faixa para chegar aos abrigos instalados no local.
(Diário do Nordeste)

Receita Federal divulga calendário de restituições do Imposto de Renda 2015

Brasília. As restituições do Imposto de Renda Pessoa Física 2015 começam a ser pagas no dia 15 de junho. O Ato Declaratório da Receita Federal com o calendário foi publicado ontem (17), no Diário Oficial da União. Como em todos os anos, serão sete lotes regulares ao longo de 2015.

Os recursos são programados para o dia 15 de cada mês, até dezembro. Nos meses em que a data cair em um fim de semana ou feriado, o pagamento será feito no primeiro dia útil subsequente. É o caso de agosto, quando o dinheiro será liberado no dia 17. Em setembro e novembro, no dia 16.

O valor a restituir será colocado pela Receita à disposição do contribuinte na agência bancária indicada na declaração do Imposto de Renda.

Prioridade

As restituições terão prioridade de pagamento pela ordem de entrega. Também terão prioridade no recebimento o contribuinte com idade igual ou superior a 60 anos, a pessoa com necessidades especiais e com doença grave.

O prazo para a entrega da declaração começou em março e termina no dia 30 de abril. A multa por atraso de entrega é estipulada em 1% ao mês-calendário, até 20%. O valor mínimo é R$ 165,74. Um passo a passo com cada etapa da entrega está disponível na página da Receita. Basta o usuário clicar em cada ponto da figura para obter mais detalhes.

A Receita Federal postou uma série de 11 vídeos no site Youtube para tirar dúvidas sobre o preenchimento e a entrega do Imposto de Renda. Chamada de TV Receita Responde, a série tem como objetivo explicar de forma simples os principais assuntos relacionados à declaração do IRPF.

Saiba mais

Calendário:

1º lote, em 15 de junho de 2015;
2º lote, em 15 de julho de 2015;
3º lote, em 17 de agosto de 2015;
4º lote, em 15 de setembro de 2015;
5º lote, em 15 de outubro de 2015;
6º lote, em 16 de novembro de 2015; e
7º lote, em 15 de dezembro de 2015.

(Diário do Nordeste)

Ceará é o segundo em tentativas de golpe pela internet; Bahia lidera no Nordeste

Em 2014, a Região Nordeste foi a campeã do País em índice de tentativas de fraudes pela Internet. Neste ranking, o Ceará aparece em segundo, superado apenas pela Bahia. O índice de tentativas de golpes virtuais no Ceará saltou de 8,08%, em 2013, para 9,16% no ano passado. Os dados são do Mapa de Fraude no Brasil 2014, da ClearSale, empresa especializada em soluções antifraudes para transações comerciais de diversos segmentos.

O Nordeste havia registrado um índice de 6,09% de fraudes em 2013. Em 2014, a quantidade de ataques saltou para 7,18%, na região. Conforme o estudo, o número representa que a cada R$ 100 movimentados no comércio eletrônico da região, R$ 7,18 são tentativas de fraudes, causando prejuízos aos empresários que atuam no setor e às pessoas, que são vítimas dos falsários.

Conforme o gerente de Inteligência da ClearSale, Omar Jarouche, as regiões Norte e Nordeste foram as principais responsáveis pelo aumento de golpes. “As tentativas de fraude, analisando a média brasileira, apresentaram leve crescimento de 2013 para 2014. Se no ano retrasado a cada R$ 100 em compras, R$ 3,70 eram em tentativas de fraude, no último período o valor subiu para R$ 3,98. E esse aumento pode ser apontado, entre outras causas, pelo comportamento das regiões Norte e Nordeste. A primeira passou de 5,71%, para 6,48%; enquanto a segunda foi de 6,09% para 7,18%”, disse Jarouche.

Tipos de crimes

Em geral, os crimes são cometidos com a utilização de cartões de crédito clonados. Softwares maliciosos, na maioria dos casos, costumam utilizar os dados das vítimas diversas vezes até conseguirem finalizar a compra, nas fraudes registradas.

“Existem três tipos de golpe, que podem variar de caso a caso. O primeiro, o mais comum, é a falsidade ideológica com cartão de crédito. Ocorre quando existe um uso indevido, isto é, sem o consentimento do titular do cartão. Frequentemente são utilizados dados roubados para a compra. Muitas vezes profissionais utilizam dados e cartões de terceiros para adquirir produtos ou serviços sem pagar por eles. Todos os dados desse relatório consideram somente este tipo de fraude. A segunda maneira é o “phishing”, ação feita por hackers, que agem para adquirir informações pessoais sigilosas, como senhas e dados bancários, através de mensagens e e-mails falsos. A terceira ocorre por meio de páginas falsas na internet, seja de um banco ou uma loja virtual, onde são oferecidos produtos com preços atrativos ou promocionais. As ofertas normalmente são enviadas por e-mail e o site é praticamente idêntico ao da loja verdadeira, o que faz com que as pessoas efetuem falsas compras”, diz.

Vale destacar que em todos os nove estados do Nordeste foi registrado aumento nas fraudes em relação ao ano de 2013. A Bahia continua como o maior índice da Região, fechando 2014 com 9,39% de fraudes, ante 8,20% percebidos no ano anterior. O Ceará permanece no segundo lugar, com 9,16%.

Segmentos

Entre os segmentos com maior procura dos fraudadores, o de aparelhos celulares terminou o ano em primeiro, com 18,09% dos casos. Completam a lista produtos de informática, com 8,16% das ocorrências; aparelhos e jogos de videogame, registrando 7,10% das ações; itens automotivos, com 6,81%; e produtos de beleza, com 6,42% das fraudes. Segundo Jarouche, a recente alta da oferta de crédito via cartões de crédito, e o acesso crescente à internet, e de dispositivos com conexão à rede, como smartphones, pode ser explicada, entre outras coisas, a manutenção do Nordeste como região mais vulnerável. “Desde 2013, Ceará e Bahia se revezam entre as primeiras posições entre os menos seguros”, afirma.

(Levi de Freitas – Diário do Nordeste)

Saúde pública clama por socorro no interior do Ceará

Iguatu. Os hospitais polos regionais no Interior do Ceará enfrentam dificuldades financeiras para se manter em funcionamento. A crise vem se agravando a cada mês ante a falta de repasses de recursos suficientes pelo governo estadual e federal.

O prefeito de Iguatu, Aderilo Alcântara, solicitou oficialmente que o governo do Estado que assuma a gestão da unidade. A proposta, apresentada por meio de ofício, foi entregue, recentemente, ao secretário de Saúde do Estado, Carlile Lavor, que ainda não se pronunciou.

Na prática, o gestor municipal apresentou duas propostas: o Estado assumir a gestão administrativa e financeira do Hospital Regional de Iguatu Dr. Manoel Batista de Oliveira ou ampliar o repasse de verba mensal para a instituição. “Estamos aguardando uma resposta da Secretaria da Saúde do Estado”, disse Alcântara.

Na próxima segunda-feira está prevista a realização de uma audiência na Promotoria de Justiça de Defesa da Saúde Pública, com a participação da promotora Isabel Porto, do prefeito Aderilo Alcântara, assessores e representantes da Secretaria da Saúde do Estado. A audiência foi motivada pelo Ministério Público Estadual (MPE) da comarca de Iguatu.

A crise financeira, as reclamações da população sobre a falta de médicos e dos próprios prefeitos da região Centro-Sul que encaminham pacientes para o hospital polo de Iguatu já motivaram audiências no Ministério Público Estadual. Na semana passada, foi realizada a mais recente audiência com a presença de alguns prefeitos e secretários de Saúde dos municípios, sob a coordenação do promotor de Justiça, Flávio Pinheiro de Souza. Os gestores municipais reafirmaram a impossibilidade de ampliar o repasse de verba para o Hospital de Iguatu.

“A saúde está um caos, não se consegue a transferência de pacientes para o hospital regional de Juazeiro, que está lotado, e há uma fila de mais de 40 pacientes esperando por cirurgia traumatológica. Chegamos a uma situação insustentável”, disse Alcântara. O prefeito lembrou que solicitou da Sesa, em 2014, recursos mensais de R$ 70 mil para a contratação de um anestesista e de um traumatologista, mas não foi atendido.

Em janeiro passado, prefeitos da região se encontraram com o secretário Carlile Lavor para mostrar as dificuldades que a unidade enfrenta e solicitar a ampliação de repasse de verba por parte do Estado. De lá para cá, mais duas audiências foram realizadas com o titular da Sesa.

Aprece

O prefeito de Piquet Carneiro (que integra a microrregião de Iguatu), e presidente da Associação dos Municípios do Estado do Ceará (Aprece), Expedito José do Nascimento, confirmou que vem sofrendo cobranças de outras regiões sobre problemas semelhantes no setor de Saúde. “O governo precisa tratar todas as cidades e regiões com igualdade, sem privilégios”, defendeu. “Estou tentando uma audiência com o governador para tratar desse tema”.

Ainda em janeiro passado, prefeitos e secretários de Saúde de cidades que têm hospitais polos reuniram-se, na sede da (Aprece) com o secretário de Saúde do Estado. O esforço comum é a busca de solução para resolver a crise financeira que se agravou nas unidades hospitalares. As despesas são elevadas e as receitas escassas, numa conta que não fecha e traz enormes dificuldades para os gestores.

Há 36 hospitais polos no Ceará, segundo a Sesa. Dois na Capital e 34 no Interior. São unidades públicas municipais ou filantrópicas que recebem recursos do governo do Estado e das prefeituras para ampliar a assistência à população na própria microrregião. As unidades polos ficam em Cascavel, Caucaia, Maranguape, Maracanaú, Baturité, Aracoiaba, Canindé, Itapipoca, Aracati, Quixadá, Quixeramobim, Russas, Limoeiro do Norte, Sobral, Acaraú, Tianguá, Tauá, Crateús, Camocim, Icó, Iguatu, Brejo Santo, Crato, Várzea-Alegre, Juazeiro do Norte e Barbalha. Alguns municípios têm mais de uma unidade.

Foram construídos pelo governo do Estado para atender a macrorregiões, o Hospital Regional do Cariri, em Juazeiro do Norte, e o Hospital Regional Norte, em Sobral, além do de Quixeramobim. Há projeto também para construção de uma quarta unidade em Limoeiro do Norte.

Região Central

As duas maiores cidade do Centro do Estado, Quixadá e Quixeramobim, enfrentam realidades diferentes. Enquanto o prefeito de Quixeramobim, Cirilo Pimenta, busca agilizar o início do funcionamento do Hospital Regional do Sertão Central, cujas obras foram concluídas no fim do ano passado, o prefeito de Quixadá, João Hudson Bezerra procura agilizar a ampliação do Hospital Municipal Eudásio Barroso. Os dois clamam da escassez de recursos mas não têm interesse em entregar a gestão dos seus hospitais ao Estado.

Desistência

O prefeito de Limoeiro do Norte, Paulo Duarte, depois de reuniões com o governo do Estado, desistiu de deixar o status de hospital polo regional para municipal e aguarda novas parcerias com a Secretaria de Saúde do Estado. O município investe cerca de R$ 700 mil por mês no Hospital Deoclécio Lima Verde.

A assessoria de Comunicação da Sesa informou que repassa por mês R$ 309 mil para o hospital de Iguatu, que atende a dez municípios (Acopiara, Cariús, Jucás, Catarina, Irapuan Pinheiro, Mombaça, Piquet Carneiro, Saboeiro, Quixelô e Iguatu). Já o Aderilo Alcântara afirma que recebe mensalmente R$ 400 mil do governo federal e a Prefeitura repassa para o hospital cerca de R$ 700 mil.

Mais informações
Hospital Regional de Iguatu
Fone: (88) 3510. 1250
Secretaria da Saúde do Estado
Av. Almirante Barroso, 600
Praia de Iracema
Fortaleza, Ceará
Fone: (85) 3110. 5220

(Honório Barbosa – Diário do Nordeste)

Bruno Sidrim: Cearense grava episódios como figurante da nova temporada de Game Of Thrones

Apesar de ter conseguido tirar fotos, Bruno afirmou que não dá pra ter muito contato com os atores e atrizes da série durante as gravações FOTO: ARQUIVO PESSOAL

O arquiteto cearense Bruno Sidrim estava de férias na Croácia em setembro de 2014 quando, andando pelas ruas da cidade de Dubrovnik, viu equipes de produção da sérieGame Of Thrones, da qual é fã, montando o cenário e resolveu perguntar sobre as vagas de extra. Depois de passar por um “teste”, conseguiu a vaga dos sonhos de muita gente e fez parte, durante cerca de 15 dias, do elenco de figurantes da produção encabeçada pela rede norte-amerciana HBO.

Durante o “teste” que, segundo ele, foi mais uma prova de figurino, a produtora perguntou se Bruno era forte mesmo e pediu que ele a levantasse no colo. Depois de ter feito o que a moça pediu, o arquitetoexperimentou a roupa e ganhou a vaga pela qual lutou por quase um dia inteiro em Dubrovnik. As gravações da quinta temporada já tinham passado por Sevilha, na Espanha, e por Belfast, no Reino Unido, causando uma verdadeira batalha entre moradores da região para fazer parte das gravações como extra.

O arquiteto disse não ter ficado com nada do que usou durante as gravações FOTO: ARQUIVO PESSOAL

“Eu participei de cenas com o TommenBaratheon (interpretado por Dean-Charles Chapman), Cersei Lannister (personagem de Lena Headeye) e Margery Tyrell (interpretada por Natalie Dormer), mas não não se pode ter muito contato com eles durante as gravações”, comentou o cearense fã de GoT que ganhou50 euros por dia para ficar à disposição da série.

O arquiteto disse que não ficou com nada do figurino que usou nas gravações. “É tudo numerado, catalogado, e fica fichado no seu nome; se some, eles sabem logo que você levou”, comentou ele sobre a organização do set de gravações.

Bruno apareceu no primeiro episódio da quinta temporada da saga, que começou no último domingo, e deve reaparecer no 10º capítulo, mas não garante que conseguirá se ver. “Nunca dá pra ter certeza, eles cortam muita coisa na edição”, pontuou.

Segundo ele, não é possível saber exatamente dos rumos da série, porque as gravações são bastante fragmentadas, mas quem, como ele, conhece o enredo, imagina o que esteja acontecendo na trama a partir do que viu no set.

Entre os amigos, o clima é de brincadeira a apoio ao trabalho. “Os amigos que curtem a serie, esses sim brincam muito com o fato, e gostam de tirar um sarro, mas também dão a maior força!” finalizou Bruno.

(Diário do Nordeste)

Depois dos Zumbis, Menina Fantasma toca o terror no metrô de Fortaleza

Silvio Santos está apostando tudo para quebrar a concorrência. Sucesso de seus programas, as tais pegadinhas assustadoras fazem tremendo sucesso. Uma das mas comentadas foi o terrível encontro de uma menina fantasma dentro do elevador. Um teste para nervos forte, corações a mil. Primeiro a luz apagava, quando acendia, lá estava aquela figura que provocava calafrios. Aí, o Seu Silvio colocou no ar uma outra pegadinha, dessa vez com um bando de zumbis, que em bando invadiam o metrô de Fortaleza. Aquela gritaria, muito susto e até indignação do secretário de Cidades do Ceará, Ivo Gomes, que não aprovou a tal filmagem.

Mas o dono do SBT não esmoreceu. E agora colocou a terrível Menina Fantasma para assombrar o metrô de Fortaleza. Em um vagão, poucas pessoas, geralmente uma só, claro, melhor assim. Aí, as luzes piscam e… susto! Lá está a Menina Fantasma, que é interpretada pela atriz Anna Lívia Padilha, 15 anos.

Confira aqui uma pequena mostra do que será exibido no domingo, 19.

(Eliana Souza, Estadão Online)

Terceirização não passa no Senado, afirma Renan Calheiros

Brasília – O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), afirmou que, na forma como se encontra, o Projeto de Lei 4.330 terá dificuldades para ser aprovado no Senado. A proposta regulamenta a prática da terceirização de mão de obra no país, liberando a subcontratação em qualquer segmento.

“Qualquer projeto que ameace os direitos sociais ou represente retrocesso nas relações de trabalho enfrentará grandes dificuldades no Senado. Aqui não passará”, afirmou Calheiros.

Renan garante que terceirização não passará no Senado

O senador defende que o projeto estabeleça limites às possibilidades de subcontratação. “Como poderia o PMDB votar uma medida que afeta os direitos sociais tendo sido a força propulsora da Constituinte de 1988, que produziu a Constituição cidadã e seu admirável artigo quinto?”, disse o parlamentar.

Apesar do questionamento do peemedebista, seus colegas de partido são os maiores apoiadores do PL na Câmara. Nesta semana, os deputados federais aprovaram o texto-base da proposta e começaram a analisar seus destaques — alterações pontuais que são votadas separadamente. A apreciação foi adiada para quarta-feira que vem, por falta de acordo entre os líderes no encaminhamento da votação.

A emenda mais polêmica proíbe que empresas possam terceirizar atividades principais, liberando a prática apenas em atividades de apoio, como ocorre hoje pelo entendimento da Justiça do Trabalho. A aprovação deste destaque frustraria os empresários, pois a liberação da terceirização em atividades-fim é considerada o principal avanço do PL para o setor. Na última terça-feira, os parlamentares aprovaram emenda que retirou as empresas públicas do projeto.

Ontem, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (P<CW-15>MDB-RJ), disse que os destaques serão votados na semana que vem com ou sem consenso. “Se a gente puder ter consenso, ótimo. Mas o voto resolve o dissenso. Não dá para achar que todas as matérias que vão ser votadas na Casa tenham que ser votadas por consenso. Se fosse assim não precisava ter o Parlamento. A gente tem que buscar combinar na medida do possível, e o voto resolve”, afirmou o deputado.

Para ele há um debate de “cunho ideológico” que está interferindo na votação. “Você tem um projeto que está sendo debatido há 11 anos e tem um debate de cunho ideológico que, de uma certa forma, contamina o processo e isso é natural”, declarou.

Processo paralelo tramita no STF

Enquanto os parlamentares se debruçam sobre o PL 4.330 no Congresso, uma batalha paralela é travada no Supremo Tribunal Federal (STF). Uma ação que tramita no tribunal trata da legalidade na terceirização das atividades-fim nas empresas. É um recurso da empresa produtora de celulose Cenibra, que foi condenada por terceirizar atividades de corte e plantio da madeira.

Enquanto o processo não vai a plenário, 39 entidades já se cadastraram para figurar como “amicus curiae” no processo. Esta figura jurídica representa entidades que são interessadas no resultado da ação, por isso elas se habilitam para intervir no processo e fazer sustentações orais no curso do processo.

Várias entidades que representam empresas pediram para intervir no processo para argumentar a favor da terceirização. Do lado oposto, organizações sindicais e ligadas ao Direito do Trabalho solicitaram a entrada no processo para atuar contra a liberação.

A Procuradoria-Geral da República deu parecer contrário à liberação da subcontratação na atividade-fim pelas empresas. O órgão considera que este tipo de terceirização constitui uma fraude trabalhista.

(O Dia Online)

Rita Lee: tributo à rainha do rock brasileiro chega a Fortaleza

Rita Lee e Mel Lisboa

Baseada na obra homônima de Henrique Bartsch, o musicalRita Lee – Mora Ao Lado” mistura realidade e ficção para contar a trajetória da cantora desde a infância até os dias de hoje, passando, claro, por cerca de 40 sucessos que marcaram fases em formações como Teenager Singers, Tutti Frutti e Mutantes, além da carreira solo e as parcerias com Roberto de Carvalho.

Intérprete da estrela ruiva no espetáculo, Mel Lisboa declarou que foi o papel mais desafiador de sua carreira em três aspectos: a atriz precisou aprender a cantarprofissionalmente e tocar instrumentos, encarar a responsabilidade de representar uma personalidade tão popular, emblemática e importante para a música popular brasileira e ainda enveredar pelas várias nuances da sua vida privada, permeada de polêmicas e, ao mesmo tempo, ousadia. “O desafio está em fazer tudo isso junto”, diz.

Estreia em musicais

Fora a missão de encenar uma personagem tão complexa e rica de possibilidades, Mel conta que foi a sua estreia nesse gênero teatral. “Nunca tinha feito musicais. A preparação foi apenas de dois meses e meio. Foi muito intenso. Tive que parar tudo que estava fazendo para me dedicar integralmente. O convite surgiu há uns cinco anos atrás, quando ainda era um projeto embrionário. O Márcio Macena tinha a idéia de transformar o livro ‘Rita Lee Mora Ao Lado – Uma biografia alucinada da rainha do rock’ em musical e, quando pensou em alguém para fazer a Rita, pensou em mim e me fez o convite”, recorda a atriz.

A transformação na cantora também foi visual. Além de tingir as madeixas de ruivo, Mel precisou emagrecer quatro quilos. Aliás, sua caracterização como Rita Lee impressiona. Não só o público como a própria Mel Lisboa nunca imaginou ter tantas semelhanças físicas com a artista em sua juventude.

Com o aval de Rita

Aliás, o que a lenda viva do rock n’ roll, afastada do show bizz por opção própria, tem pensado da performance de sua sósia Brasil afora? A atriz admite que, a princípio, teve receio da reação de Rita, mas o reconhecimento e o aval da sua musa inspiradora lhe deram segurança para emendar mais um ano de turnê da peça. “Durante o processo, estive pessoalmente com ela apenas uma vez, quando fui ao lançamento do livro dela com o Laerte. Infelizmente, não consegui fazer um laboratório com ela. A Rita é bastante reclusa e eu não queria que ela se sentisse invadida. Mas ela foi nos assistir duas vezes e adorou!”, declara.

Disciplina

A dedicação foi tão exaustiva que Mel enfrentou um calo nas cordas vocais e, por isso, vive uma rotina de cuidados . “Meu aparelho vocal é frágil, mas aprendi a usá-lo da forma mais saudável. O calo foi resolvido depois de muito trabalho junto a minha fono, Silvia Pinho. Mas não tive que operar e me recuperei bem.Tento ser disciplinada o máximo que posso, faço exercícios vocais todos os dias”, revela ela, que precisou abrir mão de outros trabalhos.

“Eu tive que sair de uma novela que estava fazendo pois não daria para conciliar com os ensaios. A novela gravava no Rio e os ensaios em SP, era impossível. Na vida pessoal, minha família teve que ter paciência comigo pois eu só sabia ler, ouvir, ver e falar de Rita Lee durante algum tempo”.

Premiada pelo papel

Tanta entrega, felizmente, resultou em um espetáculo que é sucesso de público e de crítica. “Eu recebi dois prêmios por esse trabalho: o Arte Qualidade Brasil e o prêmio da Revista Quem. Estão rolando os convites, mas eu ainda estou avaliando. Pretendo começar outro trabalho apenas no segundo semesttre. Preciso descansar um pouco, ficar com meus filhos”, adianta ela, desconversando sobre uma possível continuação da história nos cinemas como aconteceu com outros importantes nomes da música brasileira como Legião Urbana, Tim Maia e Cazuza . “Existir, existe, mas ainda muito no plano das idéias. Rita Lee, por enquanto, só nos palcos”.

Serviço:
Rita Lee Mora Ao Lado
O musical está em cartaz, neste sábado (18), às 18h e 21h, e domingo (19), 19h, no Teatro RioMar (Rua Desembargador Lauro Nogueira, 1500 Piso L3 – Shopping RioMar Fortaleza – Papicu)
Ingressos:
R$ 120,00 (plateia alta)
R$ 140,00 (plateia baixa B)
R$: 140,00 (plateia baixa A)
Informações:  (85) 4003-1212 e http://www.teatroriomarfortaleza.com.br
(Diário do Nordeste)

Iphan abre processo seletivo com vagas para arqueólogo

Você que é Graduação em Arqueologia ou possui pós-graduação (stricto sensu) específica ou com área de concentração em Arqueologia reconhecida pela CAPES), e tem experiência superior a 5 anos, após a conclusão do curso, pode se inscrever para o Processo Seletivo que o IPHAN – Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional está realizando.

São 48 vagas para o cargo de Arqueólogo, com remuneração de R$ 8.300,00, correspondente a jornada de 40h semanais.

Essas oportunidades estão distribuídas entre as cidades de Brasília, Rio Branco, Maceió, Manaus, Macapá, Salvador, Fortaleza, Vitória, São Luis, Campo Grande, Cuiabá, Belém, João Pessoa, Curitiba, Natal, Porto Velho, Porto Alegre, Florianópolis, Aracaju e Palmas.
Deseja garantir a participação? Então se inscreva mediante preenchimento da ficha disponível no site da organizadora Cetro Concursos (www.cetroconcursos.org.br), a partir das 8h do dia 23 de abril de 2015 até às 15h do dia 12 de maio de 2015. Lembrando a todos que a taxa de inscrição no valor de R$ 195,00, deve ser paga por meio de GRU.
As provas compostas de 50 questões Objetivas, e Avaliação Curricular, serão aplicadas na data provável de 14 de junho de 2015, nas seguintes capitais: Manaus, Belém, Teresina, Natal, Recife, Aracaju, Rio de Janeiro, Florianópolis, Brasília e Cuiabá.

Este Processo Seletivo é válido por dois anos, contados a partir da data de homologação do resultado final do certame, podendo ser prorrogado uma única vez por igual período, por conveniência administrativa.

Para mais informações acesse o edital completo disponível aqui.

Redação O POVO Online