FORTALEZA – Para receber a Copa do Mundo de 2014, Fortaleza optou por reformar o Castelão, o principal estádio cearense. Inaugurado em 1973, ele está em boas condições: tem camarotes climatizados, todos os 56 mil lugares numerados e bares panorâmicos, entre outras características das arenas consideradas “modernas”. Mas, mesmo assim, precisará de algumas obras, que estão orçadas em cerca de R$ 400 milhões.

Para se adequar às exigências da Fifa, o Castelão precisará ampliar o número de vagas de estacionamento e as instalações para a imprensa. A reforma deve começar no segundo semestre de 2010. E, durante o trabalho, os grandes clubes cearenses devem jogar no outro estádio da capital, o Presidente Vargas, no qual cabem cerca de 20 mil torcedores e que também passará por uma reforma, ao custo de R$ 54 milhões.

O Castelão, inclusive, foi um dos trunfos da candidatura de Fortaleza para receber a Copa de 2014. “Nosso estádio está muito próximo do aeroporto e dos hotéis. Temos dois hospitais de referência a quatro quilômetros do Castelão”, explicou o secretário estadual do Esporte, Ferruccio Feitosa.

No resto do projeto, o secretário Ferruccio Feitosa garante que 50% das obras necessárias em Fortaleza já estão em andamento. “São melhorias em transporte, trânsito, segurança, saúde, telecomunicações, energia e saneamento básico, que ocorreriam independentemente da Copa”, revelou.

Fonte: Jornal Estado de SP
Anúncios