Ingressos para o UFC Fortaleza já esgotam em dois setores

finale

Bastaram menos de 72 horas, desde o início das vendas das entradas para o UFC Fortaleza (TUF Brasil Finale 2), na última quinta-feira, 26,  para que os dois primeiros setores do Ginásio Paulo Sarasate se esgotassem. O lote de ingressos que já não estão mais à venda fazem parte dos mais elevados de todo o evento.

De acordo com o site Tickets for Fun, acabaram as vagas para as cadeiras Premium  e Especial, que custavam, respectivamente,  R$ 800 e R$ 600 (R$ 400 e R$ 300 a meia).
Conforme o site de vendas, todos os três tipos de ingressos disponibilizados para esses dois tipos de lugares estão esgotados. São eles assento marcado, inteira e meia-entrada.

Quem quiser sentir a emoção dos combates mais de perto ainda pode desembolsar R$ 1,2 mil para os assentos da Categoria Premium ou ainda ir para a arquibancada e ver de longe os ídolos Rodrigo Minotauro Nogueira e Fabrício Vai Cavalo Werdum duelarem.

Preços repercutem

A estudante de nutrição, Nayara Ney Cavalcante, não deverá ver seu ídolo por conta dos preços, consdierados elevados para o orçamento dela.  “Sou muito fã do Ronny Jason e tenho grande vontade de conhecê-lo e assistí-lo no octógono. Mas os ingressos estão caríssimos. Não tem a miníma possibilidade de um estudante se dispor de um gasto assim tão alto, deveria ser mais barato”, afirmou.

Já o assistente administrativo, Evanísio Lima, cedeu à paixão pelo esporte e garantiu o seu lugar no Paulo Sarasate, no dia 8 de junho. Mesmo assim ele chiou em relação ao preço da entrada, que só pode ser comprada no cartão de crédito de uma só vez. “Para efetuar a compra dos ingressos pelo site não encontrei nenhuma dificuldade, o que todos os fãs do UFC estão reclamando mesmo é do preço, muito caro, quem está comprando os ingressos são grandes admiradores do esporte, a realização do UFC em Fortaleza é uma oportunidade ímpar, que não dá para perder, principalmente porque a luta principal traz uma lenda do esporte Rodrigo Minotauro”.

De acordo com a analista de marketing, Marina Eloy, as taxas extras (R$ 45 para receber em domicílio e R$ 10 para pegar no ponto de troca) foram surpresas desagradáveis. “Escolhi a opção de imprimir em casa, achei um absurdo o fato de você ter que pagar para imprimir o ingresso na sua própria casa”, diz ela, que ficou esperando as 20 horas de quinta-feira passada para poder comprar a entrada. “Imaginava que o tráfego seria muito intenso, mas me surpreendi com a facilidade. Já ouvi relatos de outras pessoas que compraram, falando que essa opção já não estava mais disponível após um tempo, ficando assim as opções de pagamento mais caras para o recebimento”.Ela fala que precisou ligar para poder consertar uma falha no site. “O processo de compra foi rápido, porém ao concluir fui informada de um erro, ‘erro ao enviar a confirmação para o e-mail cadastrado’. Entrei em contato com o telefone presente no site, fui bem atendida, e a pessoa me informou que não sabia o por que deste erro, mas tinha a opção deu entrar no meu histórico de compras, e imprimir meus ingressos por lá, assim fiz, e já estou com os meus ingressos em mãos”.

Sobre os preços, ela desabafa:  “achei muito caro. O Paulo Sarasate não tem estrutura para receber um evento desta dimensão, o interior do ginásio é muito quente, e não temos opção de estacionamento”, disse Marina.

(Blog Vai Encarar, Diário do Nordeste)

Horas Extras: Regime trabalhista de bancário não se aplica a advogado

justiça

Não se aplica aos advogados de instituições financeiras o regime especial previsto para os bancários. Portanto, o sábado deve ser considerado como repouso semanal remunerado, não como dia útil não trabalhado. Com esse entendimento, a 5ª Turma do Tribunal Superior do Trabalho decidiu que um advogado do Banco do Brasil terá a aplicação do divisor 100 no cálculo das horas extras devidas.

Como ficou demonstrado que o advogado estava sujeito a uma jornada de quatro horas diárias e vinte horas semanais, o relator ministro Brito Pereira aplicou a Súmula 431, que prevê o divisor 200 quando o trabalhador estiver sujeito a jornada de 40 horas semanais.

“Decorre logicamente do verbete sumular que o divisor aplicável à hipótese é o 100, tendo em vista estar o trabalhador sujeito a uma carga horária de trabalho semanal com duração de vinte horas”, concluiu.

Cálculo de horas
Para calcular o valor das horas extras é necessário saber o valor do salário-hora do empregado. Para definir o valor da hora trabalhada é aplicado um divisor, calculado de acordo com a jornada. Nos termos do artigo 64 da CLT, para se chegar ao divisor, em regra, deve ser identificado o número médio de horas trabalhadas por dia útil na semana, multiplicando o resultado por 30 (um mês).

Por exemplo, se a jornada é de 44 horas semanais em seis dias de trabalho, o divisor a ser aplicado será o 220 (44/6×30). Por exemplo: se o salário mensal for de R$ 1.100, o cálculo do salário-hora será feito pela divisão desse valor por 220 (R$ 5 reais).

No caso dos autos, o empregado exercia a função de advogado e, conforme dispõe o Estatuto da OAB (Lei 8.906/94), a jornada de trabalho deveria ser de quatro horas diárias, totalizando 20 horas semanais. No entanto, sempre trabalhou além dessa jornada, razão pela qual ajuizou ação trabalhista para receber as horas extras após a quarta hora trabalhada.

O Banco do Brasil se defendeu e afirmou que a jornada alegada pelo advogado não correspondia à realidade, e que todas as horas extraordinárias esporadicamente prestadas já haviam sido pagas.

A 5ª Vara do Trabalho de Florianópolis deferiu as horas extras e determinou a aplicação do divisor 120 para se calcular o valor do salário-hora. Inconformado com essa decisão, o advogado recorreu ao Tribunal Regional do Trabalho da 12ª Região e afirmou que o limite máximo da jornada semanal da categoria é de vinte horas não havendo previsão legal para o trabalho aos sábados. Assim, o cálculo do divisor deveria ter como base mensal 25 dias, chegando ao divisor 100.

O TRT não deu razão ao trabalhador e manteve o divisor 120. Isso porque concluiu que o parâmetro a ser adotado ao caso deveria ser o correspondente à soma da jornada diária num período de um mês (30 dias). “Não há qualquer embasamento no pedido de que sejam desconsiderados os dias de repouso do mês, mesmo porque o sábado nem sequer é considerado repouso semanal remunerado, mas, sim, dia útil não trabalhado”, concluíram os desembargadores.

O advogado levou o caso para o TST e apresentou decisões de outros Tribunais Regionais com tese oposta à adotada pelo TRT-SC. O recurso foi conhecido por divergência jurisprudencial e, no mérito, o relator, ministro Brito Pereira, acolheu o apelo do trabalhador. O voto do relator foi seguido por unanimidade. Com informações da Assessoria de Imprensa do TST.

RR-610785-67.2004.5.12.0035

Revista Consultor Jurídico, 30 de abril de 2013

Bruno Cavalcante: Conheça o cearense que recusou convite para trabalhar no Facebook

bruno

O jeito de bom moço não esconde, Bruno Cavalcante é um bom moço. À primeira vista é um garoto como outro qualquer. Quem vê assim não pensa que em essência ele seria o que chamamos de exemplo de ‘nerd’. Viciado em programação, computadores, games e cultura pop, Bruno é um jovem cearense que mira o futuro vivendo o presente. E não abre mão de apostar no que acredita, sem sair de Fortaleza.

Trajetória

Começou a engatinhar na programação quando tinha 12 anos na época em que tentativa criar um jogo de RPG baseado em texto. Nos anos seguintes, criou alguns pequenos projetos, sempre publicando na internet, e claro, sempre relacionado à jogos eletrônicos. Se tornou programador “mesmo” (ênfase sua) aos 18 anos, quando trabalhou a sério com sistemas de programação.

Há cerca de 1 ano e meio atrás abriu sua própria empresa, a Astux, que desenvolve software, junto com mais 3 sócios. Após um de muita luta e determinação atraíram holofotes do mercado. Seus projetos chamaram a atenção de outras grandes empresas da área, e como ele mesmo define “estamos trabalhando em projetos muito empolgantes de diversos clientes, além dos nossos próprios, como é o caso da Alvanista”. Até agora essa curta trajetória, mas de sucesso, é considerada uma ótima condição no meio. E ao que parece será apenas o começo.

Alvanista

Mas o que é mesmo o Alvanista? Perguntei. Agora vem a sacada, o pulo da história, a questão da segmentação por nicho, o pensar além do pensar. Alvanista é uma rede social bem específica. Feita (por e) para amantes de jogos eletrônicos. Criado a partir de uma paixão pelos games, mas também por acreditar que este hobby é compartilhado por um número imenso de pessoas em todo o mundo e que as pessoas não se sentem tão à vontade para falar sobre isso em outras redes, especificamente.

Astux4

“Ah, eu acredito!”
O criador do Alvanista ver na possibilidade de atingir esse patamar – ou continuar tentando – como uma forma de inspirar outros jovens talentos e empreendedores brasileiros. Assim ele acredita que é possível criar outros projetos internacionais de sucesso aqui no Brasil. “Somos um país de grandes ideias e possibilidades, mas que só faltam um pequeno empurrãozinho para as colocarem pra frente” afirma Bruno ao relacionar sua Rede Social de Games justamente como exemplo. “Ah, eu acredito! E tornar a Alvanista uma referência internacional é muito empolgante, mas me motiva mais ainda a possibilidade de conseguir inspirar e motivar outras pessoas a investirem em seus projetos” explica com empolgação.

O mercado de jogos eletrônicos vem crescendo sistematicamente, ano após ano, e alguns de seus lançamentos superam até a bilionária indústria do cinema. Por isso Bruno vê ainda muitas oportunidades no mercado pois “acredita que muita gente irá ganhar muito dinheiro com isso nos próximos anos” é o que considera e espera ser uma dessas pessoas. Para concretizar o desejo na Astux, Bruno revela que existe a intenção de investir em projetos próprios de tempos em tempos – a Alvanista foi um desses casos, já de sucesso (fechou a pouco uma parceria com o gigante Wallmart). “Basta por as mãos na massa” adiciona.

Astux1

Facebook

Você sabia que Bruno Cavalcante recusou o Facebook? Verdade. E explico. Após analisar seus trabalhos na web, a cúpula do Facebook enviou um convite para que ele fizesse uma seleção para entrar na equipe. Sua resposta, como disse foi não. E ele tem as suas razões, poéticas ate. Ficou honrado com o convite, mas recusou por acreditar que empreender tem tanto a ver com determinação quanto timing.

Por isso vê em sua equipe (da Astux e na Alvanista) a dedicação e crença na própria força e inteligência, “são pessoas incríveis, e que me fazem querer melhorar cada vez só pra conseguir acompanhá-las. Além disso, são grandes amigos ” complementa com afeição. Portanto – neste momento – prefere não trocar essa equipe e seus respectivos projetos para ser um funcionário de outra empresa, mesmo sendo uma empresa do porte do Facebook.

Hobby e cultura
Ele é nerd, sim, mas curte e muito o MMA. E curte a ponto de assistir a quase todos os eventos. Foi até nas duas últimas edições do UFC no Rio de Janeiro. “Experiência fantástica, recomendo à todos os outros fãs que assistam presencialmente algum evento do UFC quando tiverem a oportunidade”, fala empolgado. Seu próximo encontro ao vivo cm o mundo do UFC e o MMA já está agendado. Bruno já tem ingresso garantido na Final do TUF 2, aqui em Fortaleza, em junho. Quem diria, nerd também gosta de uma porrada, divago.

O bom cinema também é um de seus passatempos prediletos. Seu filme favorito é“Tubarão” (1975), de Steven Spielberg, o primeiro blockbuster da história. Na verdade o filme que criou essa alcunha de “arrasa-quarteirão”. De livros, o primeiro que cita é um clássico do terror, “Drácula de Bram Stoker” (1897), mas também lembra com carinho das clássicos aventuras de Júlio Verne.

Astux3

Sonho e futuro
“Quando criança, ficava frustrado por não ter exemplos de pessoas de grande sucesso na minha área (programação, projetos para a internet) próximas a mim, ou na minha cidade. Meu sonho é que, através de projetos como a Astux e aAlvanista, consigamos ser um exemplo e uma inspiração para que as pessoas pensem grande e criem projetos para tornar o mundo melhor, ou mais divertido”.

Para o futuro, Bruno pretende continuar trabalhando para melhorar a Alvanista, e em outros (ótimos) projetos para seus clientes da Astux. “Me satisfaz muito poder ajudar uma pessoa a tornar o seu projeto para a internet em realidade, e isso EU posso fazer.Muito prazer, eu sou Bruno Cavalcante”.

(Daniel Herculano, Tribuna do Ceará)

Bancário e quatro bandidos morrem durante assalto ao BB de Miguel Alves/PI

banco_bahia_radarnoticias.com.br
FOTO ILUSTRATIVA

Ademyston Rodrigues Alves, gerente do Banco do Brasil na cidade de Miguel Alves, a 113 quilômetros de Teresina, foi morto durante um assalto a agência do BB nesta terça-feira (30). Segundo o coronel Sá Júnior, relações públicas da Polícia Militar, o gerente faleceu durante a fuga dos bandidos.  Houve troca de tiro com a polícia e quatro assaltantes foram mortos. Dois criminosos estão foragidos dentro de um matagal.

Segundo o comandante de Operações Especiais da Polícia Militar, coronel José Albuquerque, sete homens armados entraram na cidade atirando e invadiram o banco.

“As informações que temos é que o bando fugiu em um veículo levando todo o dinheiro roubado. Houve troca de tiros com a polícia e quatro pessoas morreram”, informou Albuquerque.

O presidente do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco), Menadro Pedro, afirmou que durante a fuga os assaltantes levaram duas pessoas como reféns e uma desta era o gerente do banco. “Eles tentaram fugir pela estrada que dar acesso ao município de Porto, quando foram surpreendidos pela polícia. Houve troca de tiro e os bandidos tentaram fugir por um barranco. O gerente estava no banco de trás do carro e assim que tentou sair do carro um dos assaltantes atirou na cabeça dele”, relata o delegado.

Sá Júnior afirmou ainda que os dois criminosos que estão escondidos dentro da mata fugiram a pé. “O matagal fica em direção as cidades de Barras ou de Porto, os municípios  que fazem limite com Miguel Alves. Cerca de 20 policiais fazem o cerco e acreditamos que em breve eles serão capturados”, diz.

Ainda de acordo com o relações públicas, a ação da polícia foi rápida porque o serviço de inteligência da PM fez um levantamento dos  municípios em situação de vulnerabilidade e enviou uma equipe do Bope para fazer a segurança da região. “Homens do Bope estavam perto da cidade onde o assalto aconteceu e assim que foram informados da ação dos bandidos fizeram uma interceptação”, conta o coronel. 

Durante entrevista ao G1 Piauí, José Albuquerque, disse atambém que equipes do Batalhão Operação Especiais (Bope) e do Ronda Ostensiva de Naturezas Especiais (Rone)  foram enviadas para cidade.

A assessoria de comunicação do Banco do Brasil ainda não confirmou a morte do gerente da agência bancária, Ademyston Rodrigues Alves. Até as 13h30 desta terça-feira (30), a assessoria disse apenas que uma equipe da agência foi encaminhada para o município e aguarda notícias.

(Gilcilene Araújo, G1 Piauí)

Empresário é assassinado em Itapajé durante troca de tiros com gerente de banco

asalto

Um empresário foi assassinado a tiros na manhã desta terça-feira, 30, no município de Itapajé, a 142 km de Fortaleza. Segundo informações do Comando de Policiamento do Interior (CPI), a morte teria ocorrido durante troca de tiros provocada por discussão com o gerente de uma agência do Bando do Nordeste, que ficou ferido. 

Segundo o subtenente Gaudêncio Freitas, do Ronda do Quarteirão, o empresário Israel Bastos e o gerente José Nilton Pereira Filho estavam em um estabelecimento comercial no momento do incidente. 

Ambos foram encaminhados ao Instituto Doutor José Frota (IJF), em Fortaleza, mas Israel não resistiu aos ferimentos. De acordo com informações do IJF, José Nilton está consciente e passa por exames no hospital durante esta tarde.

(O Povo Online)

“Paula Loira”: Garota de programa é assassinada em bar no Centro de Fortaleza

tiros

Uma garota de programa foi assassinada na noite desta segunda-feira (29), no Centro de Fortaleza.

De acordo com a polícia, a vítima identificada por “Paula Loira” estava em um bar, no cruzamento da Avenida Duque de Caxias com Rua Floriano Peixoto, quando os acusados chegaram em uma motocicleta e atiraram contra ela.

Segundo a polícia, Paula aplicava golpes de “Boa noite, Cinderela” e era envolvida com drogas. A Divisão de Homicídios vai investigar o caso.

(Roberta Tavares, Tribuna do Ceará)

Universidade Federal do Ceará abre vagas para curso de língua espanhola

espanhol

O departamento de Letras Estrangeiras da Universidade Federal do Ceará está com inscrições abertas, até o dia 6 de maio, para o curso de extensão “Introdução à Língua espanhola”. Ao todo, são oferecidas 90 vagas. Podem se inscrever interessados em adquirir noções básicas do idioma. O curso é gratuito. 

Os alunos serão divididos em três turmas, e aulas vão ser ministradas por estagiários do Curso de Letras, com a orientação da professora Lívia Baptista. As inscrições devem ser feitas na área 1 do Centro de Humanidades, no Campus do Benfica, das 8h às 12h e das 14h às 17h. Para inscrição, é pede-se a doação de 2 kg de alimentos não-perecíveis.

A formação será de 8 de maio a 17 de julho, às segundas e quartas-feiras, em três turmas: das 15h30min às 17h, das 17h às 18h30min e das 18h às 19h30min. Mais informações sobre o curso podem ser obtidas por meio do telefone 3366.7612.

(G1 CE)

MSN para de funcionar hoje; saiba migrar para Skype e veja história

G1 Tecnologia

A partir desta terça-feira (30), o comunicador instantâneo Windows Live Messenger, ou MSN Messenger, deixará de funcionar. Com isso, quem ainda não aderiu, tem apenas um dia para começar a migração obrigatória para o Skype, ferramenta de mensagens e chamadas telefônicas via internet, da Microsoft.

Lançado em 1999, o MSN Messenger se tornou o comunicador instantâneo mais popular do mundo. O Brasil era um dos principais mercados do programa da Microsoft, com 30 milhões de contas ativas no país até janeiro, conforme a empresa.

Veja abaixo a história do MSN Messenger:

Vida e morte do MSN Messenger: veja a história do comunicador da Microsoft (Foto: Arte/G1)

 

Confira o que funciona em Fortaleza durante o feriado do Dia do Trabalho

trabalho

Para quem vai ficar em Fortaleza no feriado do Dia do Trabalhador (1º de maio), o Portal Tribuna do Ceará listou o que funciona ou não. Confira:

Bancos

O Sindicato dos Bancários do Ceará (SEEB/CE) informou que as agências não funcionam durante o feriado. Fica normalizado o auto atendimento nos caixas eletrônicos e pela internet.

Serviços de Água e Luz

A Cagece informou que vai funcionar em regime de plantão garantindo serviços de água e esgoto. A Coelce também disse que vai manter equipes de plantão em pontos estratégicos em todo o Estado, a fim de agilizar o atendimento emergencial. Para comunicar ocorrências, solicitar serviços ou informações, a população pode ligar gratuitamente para o número 0800.285.0196 (Coelce) e 0800.275.0195 (Cagece).

Comércio e shoppings

De acordo com o Sindilojas, o comércio fica fechado, o funcionamento das praças de alimentação é facultativo e os Cinemas funcionam de meio dia às 22h.

Supermercados

A Associação Cearense de Supermercados (Acesu) informou que de acordo com uma decisão tomada em convenção, os supermercados da capital não vão abrir durante o feriado.

Postos de combustíveis

Os postos de combustíveis funcionam normalmente neste feriado, mas o Sindpostos disse que a decisão de abrir ou não depende de cada posto.

Correios

Os correios informaram por meio de sua assessoria que em todo o estado as agências vão permanecer fechadas. Voltando à atividades normais na quinta-feira (2).

(Arimatéia Moura, Tribuna do Ceará)

Caixa realiza Feirão da Casa Própria em Fortaleza

feirão

A Caixa Econômica Federal realiza, a partir desta terça-feira (3o) até 16 de junho, o 9º Feirão da Casa Própria. O evento acontecerá em treze grandes cidades do país. A edição deste ano começa por São Paulo (SP) e Fortaleza (CE).

A previsão inicial é que o número de imóveis, oferecidos ao longo dos quatro finais de semana de realização do evento, seja superior a 400 mil. A última edição do Feirão registrou um público de mais de 404 mil visitantes, com volume de mais de R$ 12,2 bilhões em negócios assinados e encaminhados.

As primeiras cidades a receber o Feirão deste ano serão São Paulo (SP) e Fortaleza (CE), entre os dias 3 e 5 de maio. Brasília (DF), Rio de Janeiro (RJ), Curitiba (PR), Salvador (BA) e Uberlândia (MG) terão o evento entre os dias 17 e 19 de maio. De 24 a 26 do mesmo mês, chega a vez de Florianópolis (SC), Porto Alegre (RS) e Belo Horizonte (MG). As últimas cidades serão Belém (PA), Recife (PE) e Campinas (SP), entre os dias 14 e 16 de junho.

Crédito Imobiliário cresce 39% em 2013:

Até o dia 20 de abril deste ano, a Caixa assinou 409 mil contratos habitacionais, no valor total de R$ 36,1 bilhões em financiamentos. O volume representa um crescimento de 39% em relação ao mesmo período do ano passado, quando contratou R$ 25,9 bilhões.
 
O valor médio diário em financiamentos atingiu R$ 481 milhões e o número de contratos assinados, por dia, chegou a 5.464. Para imóveis novos, foram destinados 66% de todo o montante contratado no período, o que corresponde a R$ 23,8 bilhões.
 
Somente pelo Programa Minha Casa Minha Vida (PMCMV), já foram contratados, desde o seu lançamento até abril de 2013, mais de 2,5 milhões de unidades habitacionais. Destas, cerca de 1,4 milhão de moradias estão concluídas.
 
Atendimento:

Para requerer o crédito para casa própria, no Feirão, basta levar documento de identidade, CPF e comprovante de renda. Os interessados também podem obter informações em todas as agências da Caixa e pelo Serviço de Atendimento ao Cliente do banco (0800-726-0101), disponível 24 horas por dia, inclusive nos finais de semana. E ainda obter simulações do crédito imobiliário no endereçowww.caixa.gov.br
 
O prazo do financiamento imobiliário é de até 35 anos e as taxas de juros, dependendo das condições de renda e valor do imóvel, são a partir de 4,5% ao ano.

(Portal CNews)

Prefeito Roberto Cláudio recua e veta Ponte Esteiada no Parque do Cocó

pontex

O prefeito Roberto Cláudio (PSB) resolveu vetar parcialmente o Projeto de Lei Complementar que inclui a ponte estaiada sobre o Rio Cocó, na capital. A ponte é uma promessa do governador Cid Gomes, de modo a eliminar a emenda que prevê a construção de uma avenida paisagística nos entornos do Cocó.

Após uma semana de intensos protestos tanto na Câmara Municipal de Fortaleza e inclusive pressões de movimentos sociais, o prefeito cedeu a pressão e recuou o projeto com o veto. De acordo com a Procuradoria Geral do Município, já são muitas as pendências judiciais referentes àquela região, inclusive de delimitação do próprio Cocó.

Ainda de acordo com a Procuradoria, caso o prefeito não vetasse a construção da via, poderia ser causado um prejuízo ambiental muito maior à estrutura do Parque.

A aprovação da emenda, apresentada conjuntamente pelas comissões de Meio Ambiente e Legislação, foi questionada logo no dia seguinte à votação, que ocorreu na última terça-feira (23), pela própria base aliada do prefeito.

A base do Governo na Câmara municipal, pediu que a emenda fosse aprovada em nome do Governo, apesar de sua autoria não ser do Executivo Municipal, que fez questão de esclarecer que ela não integra o projeto original que altera as vias do Sistema Viário do Município.

Sem jeito!

A situação criou um clima de constrangimento entre os vereadores da base aliada, já que muitos se sentiram induzidos a votar a favor da emenda, enquanto outros disseram pensar que a autoria fosse do Executivo. A emenda garantia que seria criada uma via separando a Área de Relevante Interesse Ecológico (Arie) das Dunas do Cocó.

A via paisagística seria construída no limite sul do Loteamento Jardim Fortaleza, entre a Avenida Sebastião de Abreu e prolongamento da Rua Almeida Prado.

Já a bancada do governo municipal na Câmara Municipal, se apressou em justificar que deixou claro a todos os vereadores que a emenda não era do prefeito, mas sim das comissões da Casa. Nos bastidores da Câmara Municipal, o sentimento de vereadores da base aliada era a favor de o prefeito vetar a emenda articulada.

O vereador Paulo Diógenes (PSD) chegou a defender, no plenário da Câmara, que o prefeito vetasse a emenda, enquanto os vereadores do PV, que fazem parte da base aliada, Adail Júnior e Joaquim Rocha, votaram contrários à emenda na votação da redação final do projeto.

(Portal CNews)

Grupo aprovado em concurso da Assembleia Legislativa do Ceará aguarda nomeação há mais de 1 ano

Um grupo de pessoas que foi aprovado no concurso público da Assembleia Legislativa, em 2012, ainda não foi nomeado pela Casa. As vagas foram abertas a partir da Lei 14.987 de 2012, que criou 100 novos cargos no quadro funcional da Assembleia. Destas vagas, apenas 63 foram preenchidas.

Uma das 37 pessoas que aguardam a nomeação é Talita Tobaruela, que denunciou a situação através da ferramenta VC repórter, do Diário do Nordeste. “Os deputados não querem nem falar com a gente. A gente liga e não tem retorno. É um descaso muito grande. A gente está de mãos atadas”, afirma.

Novas nomeações devem ocorrer em maio

De acordo com o membro da comissão organizadora do concurso, Lindolfo Cordeiro, o número de vagas para convocação imediata é de apenas 63. “As outras 37 vagas são para preenchimento de cadastro de reserva e para cargos que serão criados posteriormente”, explica. 

Já a Diretoria Geral da Assembleia disse que um ato que nomeia 12 novos funcionários já está nas mãos do deputado José Albuquerque, presidente da Casa, e deve ser assinado até a próxima terça-feira (30). As novas vagas surgiram em decorrência de 11 pedidos de demissão de funcionários concursados e do falecimento de uma pessoa.

(Diário do Nordeste)

Polícia realiza buscas e apreensões nas sedes da TUF, Cearamor e JGT

ceara

Para evitar grandes problemas no Clássico-Rei, no próximo domingo, no Estádio Presidente Vargas, o Ministério Público do Estado do Ceará  realiza nesta terça feira (30) buscas nas sedes das torcidas organizadas de Ceará e Fortaleza.

A operação “Campo Limpo” pretende cumprir mandados de busca e apreensão na sede das torcidas Cearamor, TUF e JGT. Os trabalhos contam com o apoio das Polícias Civil e Militar.

Os mandados foram expedidos pela Justiça na última sexta-feira (26). A operação pretende apreender possíveis armamentos ou artefatos que possam eventualmente ser utilizados durante a primeira semifinal do Estadual.

Na mesma ocasião estão sendo cumpridos mandados de citação e intimação dos presidentes das três torcidas. Eles se referem a uma liminar concedida a partir de uma Ação Civil Pública (ACP) elaborada depois dos inúmeros episódios de violência envolvendo torcidas organizadas.

(Diário do Nordeste)

Cantora Claudia Leitte dá canja em barzinho em Fortaleza

Foto: Reprodução/Instagram
Foto: Reprodução/Instagram

A cantora baiana Claudia Leitte surpreendeu a alguns sortudos na noite da última segunda-feira em Fortaleza.

A loira deu uma canja no show da Banda Mano Brás, que tocava num barzinho da capital cearense.

“Hoje é segunda, teoricamente um dia de folga, mas Claudia Leitte é apaixonada pelo que faz e resolveu cantar pra galera! Esquenta para o show de amanhã aqui em Fortaleza”, contou Márcio Pedreira, marido da cantora, na rede social.

Cláudia escreveu em sua rede social: “Não existe possibilidade de resistir à música! Canja com a banda Mano Brás”, disse ela na legenda da foto postada.

A cantora apresenta nesta terça-feira ,30,véspera de feriado seu show Largadinho na Arena Fortaleza, depois das 21h.

(O Povo Online)

IMX, de Eike Batista e Odebrecht vencem licitação do Maracanã

Maracanã - Foto: Carlos Eduardo Cardoso / Agência O Dia
Maracanã – Foto: Carlos Eduardo Cardoso / Agência O Dia

O consórcio integrado pelo grupo IMX, do bilionário Eike Batista, venceu a licitação para a administração do Estádio do Maracanã pelos próximos 35 anos. O Consórcio Maracanã, que conta ainda com a Odebrecht e a AEG, obteve o primeiro lugar, com 98,26 pontos, deixando para trás o consórcio Complexo Esportivo e Cultural do Rio de Janeiro, composto pela Construtora OAS, a Stadion Amsterdam e a Lagardère Unlimited , que obteve 94,4624 pontos.

O resultado, no entanto, só será ratificado depois da abertura da documentação de habilitação do consórcio classificado em primeiro. Isso ocorrerá no dia 9 de maio. “Somente após o julgamento dos documentos e esgotada a fase de recursos será anunciado o vencedor da licitação”, informou a Casa Civil do Rio, por meio de nota.

O consórcio de Eike Batista tinha apresentado a proposta de maior valor financeiro para obter a concessão do estádio. Foram oferecidos R$ 181,5 milhões, em 33 parcelas de R$ 5,5 milhões anuais.

Já o grupo rival na disputa propôs o pagamento de R$ 155,1 milhões, divididos em 33 parcelas de R$ 4,7 milhões por ano. O edital prevê que o consórcio vencedor terá que pagar, pelo menos, R$ 4,5 milhões por ano pela concessão do estádio que vai sediar a final da Copa do Mundo 2014.

O valor financeiro teve peso de 40% da proposta, enquanto a parte técnica representou 60%. O concessionário do Maracanã terá que investir ainda pouco mais de R$ 594 milhões em adequações no complexo esportivo, que incluem a derrubada do estádio de atletismo Célio de Barros e do Parque Aquático Julio Delamare, e a posterior construção desses equipamentos em um local próximo.

O governo do Rio estima que o consórcio vencedor poderá ter retorno do investimento em até 12 anos. A projeção é que o concessionário possa ter receitas anuais de R$ 154 milhões, diante de despesas que podem beirar os R$ 50 milhões.

(Jornal do Brasil Online)

Jason Collins: “Tenho 34 anos e jogo na NBA. Sou negro. E sou gay”

Collins, "o atleta gay", segundo a SI
Collins, “o atleta gay”, segundo a SI

Em entrevista à prestigiada revista “Sports Illustrated”, o jogador de basquete Jason Collins quebrou um tabu e tornou-se o primeiro atleta das quatro grandes ligas norte-americanas – além da NBA, na qual atua, fazem parte do grupo a MLB (beisebol), a NFL (futebol americano) e a NHL (hoquei no gelo) – a assumir publicamente a homossexualidade.

Collins tem 34 anos e atua como pivô. Conhecido pelo estilo de jogo viril, ele foi companheiro dos brasileiros Leandrinho e Fab Melo, no Boston Celtics, e Nenê, no Washington Wizards, durante a última temporada. O jogador afirmou que não tinha como objetivo ser um pioneiro na questão do homossexualismo nos esportes:

“Eu não tinha a intenção de ser o primeiro atleta assumidamente gay em uma grande liga norte-americana. Mas já que sou eu, fico feliz por iniciar o debate”, declarou à revista.

Segundo Jason Collins, sua opção sexual era um segredo para todos na NBA. Apenas seu irmão, Jarron, que também atua como pivô na liga, sabia de sua condição:

“Quando eu era mais jovem eu namorei mulheres e até fiquei noivo. Eu pensei que eu tinha que viver ‘do jeito certo’. Eu pensei que eu precisava me casar com uma mulher e criar filhos com ela. Eu continuei dizendo a mim mesmo que o céu estava vermelho, mas eu sempre soube que era azul”, recordou.

Ataque à maratona de Boston motivou revelação

Collins apontou o recente atentado à maratona de Boston como um dos fatores que lhe fizeram decidir por assumir-se como gay. Segundo ele, o episódio lhe fez ver que nem sempre se pode esperar o momento ideal para se assumir:

“A recente bomba na Maratona de Boston reforçou a noção de que eu não deveria esperar que as circunstâncias de revelação fossem perfeitas. As coisas podem mudar em um instante, então por que não viver a verdade?”, questionou.

Com o debate em torno dos direitos dos homossexuais respaldado pelo presidente Barack Obama durante sua cerimônia de posse, parte da sociedade americana demonstrou estar preparada para superar preconceitos. Para o pivô, atualmente sem equipe, esse momento torna mais fácil sua situação:

“Eu vou contra o estereótipo gay, e é por isso que eu acho que um monte de jogadores ficarão chocados: Esse cara é gay? Mas eu sempre fui um jogador agressivo, mesmo no Ensino Médio. Tenho 34 anos de idade. Sou negro. Sou gay”, desabafou.

Ídolos do basquete apoiam decisão

Diversos jogadores da NBA vieram a público através das redes sociais demonstrar apoio incondicional à atitude de Jason Collins. O astro Kobe Bryant, ala-armador do Los Angeles Lakers, disse estar orgulhoso:

“Orgulho de Jason Collins. Não esconda quem você é por causa da ignorância dos outros”, afirmou o ícone no Twitter.

Seu companheiro de Los Angeles Lakers, o armador canadense Steve Nash, também comemorou a revelação:

“O tempo chegou. Máximo respeito”, afirmou.

Outro a elogiar a postura de Collins foi o armador Baron Davis, que teve passagens por Golden State Warriors, Los Angeles Clippers, Cleveland Cavaliers e New York Knicks:

“Estou tão orgulhoso por meu irmão Jason Collins estar sendo real”, postou no Twitter. 

(Jornal do Brasil)

Baile de formatura une negros e brancos pela 1ª vez na Geórgia

Estados Unidos –  Pela primeira vez na história de uma escola do estado da Geórgia, nosEUA, alunos brancos e negros puderam dançar juntos no baile de formatura do Ensino Médio. A festa da turma da Wilcox County High School, sábado, foi realizada quase 60 anos após a Suprema Corte dos Estados Unidos ter proibido a segregação racial nas escolas do país.

Casais puderam dançar juntos na festa da Wilcox County High School | Foto: Representação

Casais puderam dançar juntos na festa da Wilcox County High School | Foto: Representação

Em 1954, a decisão judicial ordenou que todos os estados americanos acabassem com a separação racial nos colégios. A Geórgia só aderiu seis anos depois, sob ameaça de o governo federal fechar todas as escolas locais. Mas embora as crianças negras e brancas tenham passado a dividir as salas de aula, os bailes continuaram separados, financiados pelos pais dos alunos.

Segundo o jornal ‘Huffington Post’, este ano um grupo de quatro amigas — duasnegras e duas brancas — resolveram juntar dinheiro através de uma campanha pelo Facebook para fazer um baile integrado. Rapidamente, as meninas conseguiram cerca de 30 mil “curtidas”.

A ideia de Stephanie Sinnot, Mareshia Rucker, Quanesha Wallace e Keela Bloodworth deu tão certo que o distrito escolar anunciou que a partir do próximo ano o baile de formatura integrado será adotado oficialmente por todas as escolas. 

(O Dia Online)

Netinho: Tumores diagnosticados no fígado do cantor são benignos

netinho_01

Netinho foi diagnosticado com adenomas hepáticos benignos, de acordo com comunicado oficial enviado por sua assessoria de imprensa, na manhã desta segunda-feira, 24. O cantor, que está no hospital Aliança, em Salvador, desde quarta-feira, 24, foi internado para fazer uma biópsia após encontrar tumores no fígado e acabou tendo que passar por uma cirurgia devido a uma complicação ocorrida durante o procedimento. Ele está na UTI e não tem previsão de alta.

“O cantor baiano Netinho foi diagnosticado com adenomas hepáticos benignos. Internado desde a manhã da última quarta-feira (24), Netinho foi submetido a uma biópsia e, durante o procedimento, teve uma das veias rompida, precisando passar por um processo cirúrgico. Ele encontra-se na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Aliança – em Salvador – e tem o quadro estável. Há duas semanas, Netinho sentiu fortes dores e foi internado. A equipe médica que atende o cantor, liderada pelo clinico geral Dr. Jackson Noya, está empenhada para que o cantor possa se recuperar o mais rápido possível. Ainda não há previsão de alta. Enquanto isto, ele tem recebido a visita e o carinho de familiares. Netinho mandou agradecer o carinho dos fãs e disse que assim que for para o quarto responderá todas as mensagens”, diz o comunicado.

Mais cedo, um assessor de Netinho já havia tranquilizado os fãs ao declarar ao EGO que abiópsia descartou a possibilidade de o tumor ser maligno. “Estive com ele no último sábado, 27, e tive a informação de que o resultado da biópsia deu negativo. Ele está acordado e consciente”, disse.

Esta não é a primeira vez que Netinho é hospitalizado. Uma semana antes de sua segundo internação, no dia 17, ele deu entrada no mesmo local após sentir fortes dores na coxa durante um ensaio com sua banda, e foi diagnosticado com psoíte, inflamação de um músculo do abdômen chamado psoas.

(Ego, Rede Globo)

Tráfico de pessoas abastece grandes empresas de moda em São Paulo

Trafico-De-Seres-Humanos-Na-Novela

Há duas semanas, mais seis imigrantes bolivianos flagrados em condição análoga à escravidão foram resgatados pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), de uma oficina clandestina de costura na cidade de São Paulo. Com mais essa abordagem do MTE, no ano de 2013, contabiliza-se quarenta imigrantes resgatados na capital paulista submetidos à mesma forma de exploração no trabalho. Procedentes geralmente do Peru, Bolívia e Paraguai, os imigradntes trabalham em locais insalubres, trancafiados e sem ventilação na região central da cidade, principalmente nos bairros do Pari, Brás e Bom Retiro.

A jornada de trabalho diária alcança de 14 a 16 horas sem acesso aos direitos trabalhistas vigentes no Brasil. Segundo o MTE, a cidade de São Paulo possui entre 8 e 10 mil oficinas de costura clandestinas, ocupadas em média por entre quinze e vinte costureiros. Os casos que se tornaram recorrentes na mídia somente nos últimos anos fazem parte de uma contínua exploração, que existe há mais de vinte anos na capital paulista.

Especialistas ouvidos pelo jornal do Brasil de Fato, a prática exploratória ganhou outro artifício nos dias atuais, envolvendo o crime de tráfico de pessoas para abastecer uma rede de exploração, beneficiária a famosas grifes de moda e do varejo nacionais e internacionais instaladas no Brasil.

Retornando de uma viagem recente à Bolívia, onde discutiu o assunto com parlamentares bolivianos, o deputado Claudio Puty (PT-PA), presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito do Trabalho Escravo, revela que investigações apontam o envolvimento de grandes empresas da moda na exploração trabalhista ilegal de imigrantes no país.

“Apuramos em São Paulo que empresários brasileiros, bolivianos e coreanos estão à frente das oficinas que exploram esses trabalhadores, no entanto, seriam os intermediários de grandes empresas que pagam R$ 0,20 pela confecção de uma peça de roupa e vendem em grandes lojas de marcas por R$ 100 ou mais”, destaca.

Esquema

Na Bolívia, Peru e Paraguai, empresas de costura que atuam de fachada seriam as principais aliciadoras para fornecer mão de obra à rede de exploração nas oficinas clandestinas em São Paulo. “Essas empresas ministram cursos de costureiro preparando as pessoas para serem trazidas ao Brasil”, revela Roque Renato Pattussi, coordenador do Centro de Apoio ao Migrante (Cami).

Um contrato verbal no país de origem, entre aprendizes e donos das firmas de costura, acordaria um salário de 150 dólares por mês em São Paulo, além da garantia de alimentação e moradia sem custo ao trabalhador. Assim, uma vez instalados nesses locais de trabalho na chegada em São Paulo, os imigrantes estariam contidos à cadeia de produção de grandes marcas da moda e do ramo do varejo.

“Na maior parte dos casos, os maiores beneficiários são os grandes magazines”, acusa Elias Ferreira, advogado e secretário- geral do Sindicato das Costureiras de São Paulo. Elias relata que muitas dessas companhias de moda, que usufruem da indústria têxtil, sabem da existência do trabalho escravo na cadeia de produção de seus produtos.

“Fazendo o papel investigativo, localizamos as oficinas clandestinas, informamos ao Ministério Público, Ministério do Trabalho e Polícia Federal e muitas vezes averiguamos que as empresas sabem, porém há casos em que há o desconhecimento do fato”, constata.

Para Pattussi, não há duvida: a legião de imigrantes vindos dos países fronteiriços com o Brasil tem endereço certo. “São trazidos às oficinas clandestinas de costura em São Paulo, que em sua grande maioria estão ligadas à cadeia de produção das grandes lojas”, enfatiza.

Tráfico de pessoas

Além do trabalho análogo à escravidão nas oficinas de costura clandestinas, a rede de exploração forja ainda outro crime: o tráfico de pessoas. Aliciados com a promessa de moradia, alimentação e salário, os imigrantes contraem dívidas com passagens, visto e toda permanência em São Paulo, sendo muitas vezes mantidos nesses espaços em decorrência de servidão por dívida.

Diante dessas circunstâncias, o tráfico de pessoas seria o alicerce para garantir um contingente de bolivianos, peruanos e paraguaios para mão de obra nas oficinas envolvidas no esquema de exploração.

“O crime de traficar pessoas nesse caso se constitui como uma condição, um meio que serve ao contexto de exploração do trabalhador no ramo têxtil de São Paulo”, elucida Juliana Armede, advogada e coordenadora dos programas de enfrentamento ao Tráfico de Pessoas e do Combate ao Trabalho Escravo da Secretaria de Justiça do Estado de São Paulo.

Os diversos casos acompanhados pela advogada na Secretaria de Justiça apontam que o esquema de exploração de imigrantes costureiros na cidade fomenta o delito. “De maneira concreta, nós identificamos na cidade de São Paulo que o tráfico de pessoas, no âmbito latino-americano, sobretudo envolvendo os bolivianos, está destinado diretamente às oficinas clandestinas”, assegura Juliana.

Os responsáveis

Daslu, Sete Sete Cinco, GEP, Zara, Marisa, C&A, Pernambucanas, Collins, são algumas das empresas famosas nacionais e internacionais do ramo da moda que já tiveram seus nomes atrelados ao trabalho escravo.

O grupo espanhol Inditex, proprietário da marca Zara, registrou lucro recorde em 2012. Apesar da crise econômica na Europa, a empresa faturou 2,361 bilhões de euros. No ano passado, a companhia de moda espanhola abriu 482 novas lojas espalhadas em diversos países. Seu dono, Amancio Ortega, está entre os cinco homens mais ricos do mundo.

Segundo Juliana, as empresas cuja cadeia de produção esteja envolvida com trabalho escravo também teriam que ser responsabilizadas pelo tráfico de pessoas, como componente do processo de exploração trabalhista ilegal. “É necessário que responsabilize a empresa que ratifica a exploração, sobretudo, de um tráfico de pessoas do ponto de vista trabalhista”, menciona.

Todavia, não se pode garantir que mesmo as empresas já flagradas com trabalhadores em condição análoga à escravidão, em sua cadeia de produção, não repita mais o crime. A fiscalização constante do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), Polícia Federal e do Sindicato das Costureiras de São Paulo, tem feito as oficinas clandestinas mudarem para outras localidades, não garantindo sua eliminação.

“Devido à inspeção do poder público e de entidades de classe, muitas dessas oficinas migraram para Carapicuíba, Osasco, Itaquaquecetuba e Campinas. Ir para o interior de São Paulo é uma maneira de se esconder melhor e dificultar possíveis denúncias dos trabalhadores envolvidos, além de dificultar o contato dos imigrantes com outras pessoas, como acontece facilmente no centro de São Paulo”, denuncia Pattussi.

Márcio Zonta, Brasil de Fato

Artigo do ‘The Guardian’ ironiza caxirola ao denominar instrumento de ‘chocalho glorificado’

copa 2014

Em artigo publicado na manhã deste domingo (28), no jornal britânico “The Guardian”, o jornalista John Grace ironiza a invenção musical de Carlinhos Brown para o mundial de 2014. “Se você achou que as vuvuzelas eram ruins, espere até ouvir a caxirola, um pedaço de plástico verde e amarelo trazido a nós pelo Ministério do Esporte brasileiro”, antecipa o texto intitulado “Caxirola: Poupe-nos do Som da Copa do Mundo 2014 do Brasil”.

A publicação define ironicamente o instrumento como um “chocalho glorificado” e o compara a um similar utilizado na Inglaterra em 1966 e que acabou banido dos estádios por ser considerado uma arma em potencial, devido ao seu formato. É válido ressaltar que, na tarde deste domingo, durante o clássico BaxVi, os torcedores do Bahia atiraram ao gramado as caxirolas que foram entregues durante o início da partida em protesto contra o placar do jogo.

O artigo também retoma o caso das vuvuzelas durante a Copa do Mundo na África do Sul, que devido ao incômodo que gerou entre torcedores e jogadores foi banida dos estádios em todas as competições europeias da Uefa. “E então chegamos à caxirola, prova concreta de que nenhum momento de expressão momentânea deve deixar de ser explorada comercialmente”, finaliza.

(Portal Bahia Notícias)

Caxirola: a vuvuzela brasileira da Copa do Mundo de 2014

Caxirola_Fonte_Nova_Fifa

Criado pelo artista Carlinhos Brown, a caxirola será a versão brasileira da vuvuzela, instrumento que fez sucesso na Copa do Mundo da África do Sul em 2010.

Similar ao caxixi, uma espécie de chocalho usado na capoeira e com som próximo ao pau-de-chuva, a caxirola é feita de plástico verde e amarelo e pretende fazer barulho durante os jogos da Copa em 2014.

O lançamento para o público foi feito ontem, na partida entre Vitória e Bahia pelo campeonato baiano, porém a caxirola já havia sido certificada pelo Ministério do Esporte em setembro do ano passado.

Durante o jogo, no entanto, houve uma grande polêmica. Foram distribuídas 50 mil caxirolas para os torcedores que, insatisfeitos com o resultado do jogo (o Bahia perdia por 2 a 0), lançaram os instrumentos no campo.

Na apresentação da caxirola antes do jogo, o comentarista esportivo Juca Kfouri criticou a invenção ao cantor: “A vuvuzela foi um porre na Copa passada, mas era uma tradição na África do Sul. A caxirola é uma invenção bizarra, um plágio do caxixi, o chocalho que palha que complementar o berimbau. A presidenta endossa um troço que custará R$20, produzida por uma empresa norte-americana associada a Brown… Ou seja: vão induzir uma barulheira não usual em nossos estádios. E ganhar muito dinheiro”, disse Kfouri.

copa 2014

Brown defendeu o instrumento dizendo que o som que emana da caxirola é doce e “respeita os limites sonoros” porque “reproduz os sons da natureza, do mar”. 

Durante o lançamento oficial do instrumento na exposição “O Olhar que ouve” de Carlinhos Brown no Palácio do Planalto, a presidente Dilma Rousseff aprovou o instrumento afirmando que o instrumento é mais bonito que a vuvuzela.

“Eu tenho certeza que principalmente as crianças desse país vão ter uma experiência muito fantástica com a caxirola… Eu acredito que a caxirola faz parte não só do futebol, mas da imensa capacidade do nosso país de fazer um instrumento muito mais bonito que a vuvuzela”, disse a presidente.

A expectativa é que as vendas da caxirola comecem em maio para a Copa das Confederações. Espera-se que sejam vendidas até a Copa de 2014 100 milhões de unidades.

Link: http://portugues.christianpost.com/news/caxirola-a-vuvuzela-da-copa-do-mundo-de-2014-16191/

 

EQUIPARAÇÃO BNB X BB: Banco tem até 23/5 para posicionar-se e SEEB-CE cobra proposta de acordo

bnb

O Sindicato dos Bancários do Ceará cobra da direção do BNB posicionamento sobre os cálculos da ação de equiparação encaminhados pela 3ª Vara da Justiça do Trabalho de Fortaleza desde o dia 22/1/2013. O prazo de 120 dias concedido ao Banco pela Justiça expira em 23/5/2013. Os valores calculados pelo Sindicato abrangem 1.178 beneficiários cujas bases de dados foram fornecidas.

Por outro lado, terminou no último dia 10/4, o prazo para o BNB fornecer as informações necessárias para que o Sindicato possa efetuar os cálculos dos 460 beneficiários que integram a lista inicial da ação.

O SEEB/CE não entende a demora do Banco em apresentar posição sobre os cálculos, uma vez que a metodologia utilizada para se chegar aos valores já é conhecida da equipe técnica do Banco desde a primeira proposta para acordo apresentada pelo Sindicato em 11/01/2010. Essa metodologia não apresenta controvérsias em relação ao principal questionamento do BNB envolvendo o pagamento de horas extras. O Sindicato alerta que, por decisão judicial, o Banco tem que se posicionar no prazo, sob pena de serem considerados válidos os valores expostos pela entidade sindical.

Retomada das negociações – A última negociação formal entre o Sindicato e a direção do BNB ocorreu em 25/04/ 2011, quando a equipe técnica do Banco, sob a concordância da então Superintendente de Desenvolvimento Humano, comprometeu-se a apresentar nova proposta para acordo corrigindo os cálculos antes efetuados em relação ao período de 01/12/92 a 31/08/94, isto é, aos últimos 21 meses da equiparação em que o regime de remuneração de horas extras dos comissionados passou a ser igual entre o BNB e o BB. Até hoje esses novos cálculos não foram apresentados pelo Banco.

No dia 12/09/2012, tão logo assumiu a nova direção administrativa e de TI do BNB, o Sindicato tentou restabelecer as negociações realizando uma reunião com o recém nomeado Superintendente de Desenvolvimento Humano. Na ocasião, foi novamente cobrada a correção dos cálculos pelo Banco, conforme compromisso firmado em 25/04/2011.

Atualmente, o Sindicato dos Bancários empenha-se em retomar as negociações antes do prazo de 23/5 estabelecido pela 3ª Vara do Trabalho de Fortaleza para o BNB se pronunciar sobre os cálculos apresentados pelo Sindicato, pois considera que o momento é oportuno para se tentar um acordo.

Ao mesmo tempo, os beneficiários da ação, incluindo aqueles que continuam na ativa e ocupam hoje a maioria das funções de gestão do BNB, movimentam-se subscrevendo abaixo-assinado, que circula nas dependências da Instituição, solicitando a imediata retomada das negociações, alegando, entre outras razões, que “os valores calculados pelo Sindicato são compatíveis com a capacidade de pagamento do BNB que se apresenta em cenário de franca expansão”.

Em matéria publicada 17/4/2013, na imprensa local, o diretor financeiro do BNB prevê crescimento de 40% do lucro líquido da Instituição no exercício de 2013, em relação ao exercício de 2012. Com esse desempenho o Banco deverá atingir lucro líquido de R$ 700 milhões ao final do corrente ano.

(Sindicato dos Bancários do Ceará)

Caixa: SEEB-CE ajuíza ação referente ao pagamento de promoção por mérito

caixa

O Departamento Jurídico do Sindicato dos Bancários do Ceará está ajuizando ação judicial referente ao pagamento das diferenças salariais decorrentes das promoções por mérito (Deltas) que deixaram de ser realizadas pela Caixa Econômica Federal entre os anos de 2001 e 2009.

Até 1998, esteve em vigor a norma interna OC DIRHU, como era denominado internamente o Plano de Cargos, Salários e Benefícios da Caixa (PCS), que normatizava as condições de trabalho dos empregados e previa os chamados Deltas – parâmetros de promoções para os admitidos até o ano de vigência da norma.

Porém, a partir de 2001, a Caixa deixou de realizar avaliações de desempenho e, por tabela, deixou de conceder as promoções por mérito, descumprindo a própria norma interna, já que sempre instituiu regras de promoção baseadas em critérios de merecimento e/ou antiguidade. Destacando que as ascensões funcionais decorrentes de negociação coletiva em 2001, 2002, 2006 e 2007 não se confundem com promoções por merecimento, já que possuem caráter geral e sem qualquer natureza específica quanto à avaliação de desempenho individual.

Segundo Ana Virgínia Porto, advogada do Sindicato, essa situação gerou uma defasagem salarial, além de estagnar a carreira dos bancários – mesmo, em 2008, a Caixa tendo voltado a realizar promoções, implementando uma mobilidade dentro da estrutura de planos de cargos e salários.

“A defasagem inicia nesse período de 2001 até 2007. Apesar da última lesão ter sido supostamente em 2007, a ação não está prescrita porque a defasagem do salário vai repercutir para o resto da vida no aspecto financeiro do bancário. Se o salário de 2007 não foi reajustado, o reajuste de 2008 foi aplicado sob um salário defasado e isso vai se repetindo.”, explica a advogada.

O Sindicato, então, está cobrando na Justiça o período em que cada empregado ficou prejudicado pela não realização do processo de avaliação e, consequentemente, a não aplicação das promoções. A entidade convoca os interessados na ação a procurar o Departamento Jurídico da entidade portando carteira de trabalho, RG, CPF, os contracheques dos últimos cinco anos e o histórico do cargo.

Vale ressaltar que não existe nenhum custo inicial, seja o bancário sindicalizado ou não. O Departamento funciona na sede da entidade (Rua 24 de Maio, 1289 – Centro), no horário das 8h às 12h e das 13h às 17h.

Conquista – O restabelecimento da promoção por mérito só aconteceu após a greve de 2008. O retorno do benefício foi o resgate de um direito dos empregados que a Caixa deixou de cumprir, mas que a força da greve fez com que a empresa voltasse atrás.

(Sindicato dos Bancários do Ceará)

Sesc Ceará renova convênio com SEEB-CE e oferece desconto aos bancários

sesc

O Sindicato dos Bancários do Ceará renovou a parceria com o Serviço Social do Comércio (Sesc). A parceria permite o acesso dos bancários às dependências do SESC e a participação nas atividades das filiais do Estado do Ceará: Fortaleza, Centro, Iparana, Sobral, Iguatu, Crato e Juazeiro do Norte. O bancário obterá a carteira na categoria de conveniado e pode designar como dependentes os filhos, os pais e o cônjuge. Por ocasião do atendimento, será exigida a apresentação da carteira.

O SESC desenvolve seus serviços na área de Assistência, Cultura, Educação, Esporte, Lazer e Saúde. São diversas atividades voltadas para a instrução de todas as faixas etárias, visando um desenvolvimento autônomo e crítico, além do compromisso com um serviço de qualidade a preços acessíveis. Além desses serviços, os sindicalizados e dependentes diretos terão direito ao restaurante, na Rua 24 de Maio.

Os bancários, como conveniados, terão direito a participar, dentre outras atividades, da temporada de férias, desenvolvimento físico-esportivo, clínica odontológica, restaurantes, bibliotecas, cinema, teatro, núcleo de educação infantil, clínica de saúde, trabalho social com idosos e turismo social. Também tem direito de usufruir os benefícios os aposentados sindicalizados. O convênio valerá até o dia 10 de abril de 2014.

Os beneficiados pelo convênio pagarão os valores devidamente fixados na Tabela de Preços vigente e disponível, nos caixas dos SAC’S nas Unidades do SESC pela utilização dos serviços nas atividades contempladas no convênio dentro dos prazos e das condições estabelecidas pelo SESC.

Serviço: O horário de funcionamento do SESC é das 8 às 18h. Para mais informações sobre o convênio, ligue para a Secretaria de Organização do SEEB/CE e fale com Girlane. O telefone é (85)3252 4266.

(Sindicato dos Bancários do Ceará)

Bancários do BB no Ceará rejeitam proposta de greve para dia 30/04

logo

Em assembleia realizada na noite desta quinta-feira, 25/4, os bancários do Banco do Brasil no Ceará rejeitaram a proposta de greve de 24 horas para o dia 30/4, próxima terça-feira. A participação cearense no movimento nacional será feita com uma manifestação no mesmo dia 30, no Centro de Fortaleza. O protesto é a resposta da categoria para o descaso do banco com uma série de problemas enfrentados pelo funcionalismo. Entre as reivindicações está a revisão do plano de funções, sobre o qual a direção do BB se recusa a negociar mesmo tendo retirado direitos dos trabalhadores.

“Apesar do Sindicato ter explicado os motivos pelos quais defendia a importância da greve, que é uma construção nacional da categoria para tentar forçar o banco a mudar sua postura intransigente, os bancários do Ceará resolveram, diante do quadro local, não aderir a greve”, explica Gustavo Tabatinga, diretor do Sindicato dos Bancários do Ceará. A greve só não foi deflagrada pela diferença de um voto. 

Como forma de contribuir para o movimento nacional contra os desmandos da gestão do BB, os bancários decidiram realizar um ato de protesto, às 9 horas do mesmo dia 30/4, na agência Praça do Carmo, no Centro de Fortaleza. Os participantes da assembleia também aprovaram a proposta de uma operação padrão, onde os trabalhadores não devem vender produtos e serviços na terça-feira.

O presidente do Sindicato dos Bancários do Ceará, Carlos Eduardo Bezerra, destaca a importância da mobilização e da participação dos bancários no movimento. “Mostrando nossa força, nossa unidade e nossa organização, podemos forçar o banco a negociar e escutar nossas reivindicações. O que não podemos é ficar inertes diante de uma gestão fascista e nefasta como é a do Banco do Brasil”, afirma.

O Sindicato convoca todos os funcionários para participarem do protesto no dia 30/4, na agência Praça do Carmo, para reforçar a luta da categoria contra a postura abusiva, autoritária e antissindical do banco.

O porquê da mobilização – A atual gestão do BB é marcada por políticas que têm desrespeitado, indignado e adoecido os bancários: cobrança de metas abusivas, assédio moral, demissões por ato de gestão e descomissionamentos irregulares – só para citar alguns dos problemas.

No final de janeiro deste ano, a direção do banco tomou mais uma medida prejudicial aos funcionários: implantou de forma unilateral um novo plano de funções comissionadas, que, entre outros aspectos negativos, reduziu salários e alterou verbas remuneratórias. Um ataque direto ao bolso e aos direitos do trabalhador.

Diante do quadro de total insatisfação dos funcionários, obrigados a enfrentar novos e mais problemas no cotidiano das agências, o movimento sindical encabeçou uma onda de protestos em todo o Brasil para pressionar o banco a rever o plano de funções.  Desde fevereiro foram realizadas várias manifestações e paralisações. Nada adiantou: o banco continuou a ignorar as reivindicações dos bancários e a negar negociações.

Depois de muita pressão, o BB marcou negociação com os sindicatos para o dia 9/4. Entretanto, em mais uma atitude de desrespeito com a categoria, o banco desmarcou a reunião em cima da hora – ignorando a presença de dirigentes sindicais de todo o País que estavam em Brasília para a negociação – e ainda negou a possibilidade de quaisquer alterações no plano de funções.  A Contraf-CUT e os sindicatos, então, resolveram convocar greve nacional de 24 horas no dia 30 de abril, entendendo que a direção do banco só dá atenção às reclamações dos funcionários através da linguagem da greve. 

(Sindicato dos Bancários do Ceará)

Ceará: Encontro Estadual dos Bancários do BB, Caixa e BNB será sábado, 4/5

bb

Acontece no sábado, dia 4/5, a partir das 9h, no Praiano Palace Hotel (Av. Beira Mar, 2800), o Encontro Estadual dos Bancários do Banco do Brasil, da Caixa e do BNB, em Fortaleza. Os bancários cearenses dos três bancos terão na pauta do evento debates sobre conjuntura nacional, temas específicos e escolherão os delegados para os Congressos Nacionais desses bancos.

A programação constará de debates sobre temas para a minuta da Campanha Nacional 2013 e questões específicas. Estão convidadas lideranças nacionais representantes das Comissões de Empresa dos bancos públicos e o Ademir Wiederkehr, secretário de imprensa da Contraf-CUT.

Ao final, os participantes elegerão os delegados cearenses que irão participar do 29º Congresso Nacional dos Empregados da Caixa (Conecef), do 24º Congresso Nacional dos Funcionários do BB, em São Paulo e do 19º Congresso dos Funcionários do BNB, em Teresina (PI).

“É  importante a participação de todos os bancários do BB, da Caixa e do BNB, pois essa é a hora de apresentarmos nossas reivindicações aos Congressos Nacionais desses bancos. Com a participação de todos vamos construir uma pauta forte para a Campanha Salarial da categoria de 2013”, convoca o presidente do Sindicato dos Bancários, Carlos Eduardo Bezerra.
24º Congresso dos Funcionários do BB – A Contraf-CUT, assessorada pela Comissão de Empresa dos Funcionários do Banco do Brasil, realiza o 24º Congresso Nacional dos Funcionários do BB, nos dias 17, 18 e 19 de maio, no Hotel Holliday Inn, em São Paulo.

29º Congresso Nacional dos Empregados da Caixa – A Contraf-CUT, assessorada pela Comissão Executiva dos Empregados (CEE-Caixa), realiza o 29º Congresso Nacional dos Empregados da Caixa (Conecef), nos dias 17, 18 e 19 de maio, no Hotel Holiday Inn, em São Paulo.

19º Congresso dos Funcionários do BNB – A Contraf-CUT, assessorada pela Comissão Nacional dos Funcionários do BNB (CNFBNB), realiza o XIX Congresso Nacional dos Funcionários do BNB, nos próximos dias 24 e 25 de maio, em Teresina (PI).

(Sindicato dos Bancários do Ceará)

Botequim dos Bancários do Ceará é inaugurado em grande estilo

botequim-bancarios_

Sucesso. Essa é a palavra ideal para se definir a inauguração do projeto cultural Botequim dos Bancários. A noite de estreia aconteceu na sexta-feira, 26/4, com uma programação diversificada e música para todos os gostos.

A abertura da programação ficou por conta dos bailarinos do Balé Popular de Fortaleza, que fizeram uma brilhante apresentação de tango. Em seguida, o Garçom Joaquim – interpretado pelo humorista Aristides Neto – seguiu apresentando as atrações.
No quadro Conversa de Botequim, o jornalista Nelson Augusto entrevistou a cantora cearense Nayra Costa, ex-participante do programa The Voice Brasil, que falou sobre sua trajetória musical – filha de uma empresária do ramo musical, ela canta profissionalmente desde os 14 anos – e de seus projetos para o futuro.

Em seguida, apresentou-se o Talento Bancário Gildomar Marinho, do BNB. Ele inscreveu-se através do site do Sindicato no Bancult – um banco de talentos que está cadastrando bancários, sindicalizados ou não, para, oportunamente, apresentarem-se no Botequim dos Bancários. O cadastro continua aberto e pode ser feito através do endereço http://www.bancariosce.org.br/bancult.php. Durante sua apresentação, Gildomar interpretou inclusive músicas de sua autoria. Maranhense, mas atualmente morando em Fortaleza, o violinista, compositor e cantor é licenciado em Música pela UECE. Seu trabalho tem raízes nas suas incursões pelo interior do Nordeste e moldado nos palcos e bares do Ceará e Maranhão. Atualmente está lançando o CD Tocantes, seu terceiro trabalho fonográfico.

Já o cantor Zé Maria Guedes, bancário aposentado da Caixa Econômica Federal, interpretou músicas românticas, principalmente do repertório de Altemar Dutra. Por último, a banda O Verbo levantou os bancários e seus familiares e convidados com o som de grandes ícones do pop rocha nacional, como Skank, Lulu Santos, Engenheiros do Hawaii, Cazuza, entre outros.

Ao final, três bancários que haviam se cadastrado previamente no site da entidade foram contemplados com um vale “Conta 0800”.

“Ficamos por vários meses pensando em como faríamos um projeto que fizesse com que os bancários, bem como o público geral de Fortaleza, fosse atraído para o Sindicato. E escolhemos esse formato porque ele também se configura como uma forma diferente e criativa de revitalização do centro da cidade. O Botequim dos Bancários foi entregue à cidade de Fortaleza e aos bancários, que além de curtirem bons momentos em um ambiente agradável, ainda terão a oportunidade de apresentar seus talentos e de poder expressar o seu valor e a sua cultura”, afirma Tomaz de Aquino, secretário de Cultura do SEEB/CE.

“Nós inauguramos mais um espaço cultural e de convivência para Fortaleza. Esperamos seja um lugar que abrigue não só os bancários, mas o público em geral. O Botequim dos Bancários representa o pensamento de toda a diretoria deste Sindicato de reativar com força total a história da entidade no campo cultural”, comemora Tomaz.
O Botequim dos Bancários acontecerá sempre na última sexta-feira de cada mês, das 18h30 às 21h30, na sede do Sindicato.

Acompanhe os meios de comunicação do Sindicato, pois em breve estaremos divulgando as atrações da segunda edição.

(Sindicato dos Bancários do Ceará)

Açúcar destinado a presos é vendido em supermercado na Barra do Ceará

açucar

Dois pacotes de açúcar com selo da Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado foram vendidos no último domingo (12) no Estrela Supermercado, na Barra do Ceará. O rótulo informava que os produtos não poderiam ser comercializados. A compra foi feita pelo técnico de informática Leo Campos, que fez a denúncia da irregularidade através da ferramenta VC repórter, do Diário do Nordeste. O internauta só percebeu os rótulos quando abriu as compras, ao chegar em casa.

Selo da Sejus informa que os produtos não podem ser comercializados. Foto: Larissa Sousa

Os pacotes ainda não foram abertos, segundo o cliente. “Apesar de ter pagado pelo produto, quero saber para quem eu posso devolver”, afirma.  

A reportagem foi ao estabelecimento nesta segunda-feira (29) e encontrou ainda cerca de 12 pacotes do açúcar disponível na prateleira. O Estrela Supermercado informou que não percebeu os pacotes  com o selo do Governo do Estado e garantiu que os produtos já foram retirados das gôndolas.

De acordo com Gilberto Queiroz, gerente daÔmega Distribuidora, empresa alimentícia que faz distribuição para o supermercado e órgãos públicos, um funcionário novato enganou-se e colocou 10 fardos (cada fardo com 10 pacotes) do alimento dentro do caminhão que levava a carga do estabelecimento. 

Pacotes do açúcar disponíveis na prateleira. Foto: Larissa Sousa

Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado do Ceará (Sejus) afirmou, em nota, que notificou a Distribuidora Ômega, “empresa licitada para a distribuição de alimentos nas Unidades Penitenciárias, para que no prazo de 24 horas ela apresente a justificativa para a entrega indevida do produto citado no Estrela Supermercado, localizado na Barra do Ceará, bem como das providências a serem tomadas pela mesma”.

(Diário do Nordeste)

Câmara de Juazeiro do Norte aprova férias de 90 dias para vereadores

ferias

A Câmara Municipal de Juazeiro do Norte aprovou férias de 90 dias por ano para os vereadores. A justificativa do projeto, de autoria de Ronnas Motos (PMDB) e Claudionor Mota (PMN), é que os parlamentares precisam se dedicar a suas bases eleitorais.

Dessa forma, os vereadores terão férias remuneradas em janeiro (30 dias), fevereiro (15 dias), julho (30 dias) e dezembro (15 dias). O projeto teve 16 votos a favor, dois contra, uma abstenção e duas ausências.

(Portal CNews)

Fortaleza X Ceará: Clássico-Rei terá as duas torcidas nas semifinais do Cearense

ceara

Os dirigentes do Fortaleza Ceará decidiram dar acesso às duas torcidas nas partidas do próximo domingo (5) e do dia 12 de maio. Os confrontos são válidos pela fase semifinal do Campeonato Cearense, no estádio Presidente Vargas, às 16h.

“Tricolores e alvinegros nos clássicos das semifinais, torcida dupla nos 2 jogos, sócio torcedor somente do mandante”, publicou o diretor de Marketing e Relações Públicas do Fortaleza, Fábio Mota.

Fabio Mota adiantou também os preços das entradas para as partidas. Os ingressos para a arquibancada custarão R$ 40,00 (inteira) e a cadeira social R$ 100,00 (inteira).

(Diário do Nordeste)

Cura para HIV/Aids pode ser anunciada por cientistas em alguns meses

aids

Cientistas dinamarqueses estão no aguardo de um experimento que, se der certo, significa a cura  para o vírus HIV, causador da Aids.

Estão sendo conduzidos ensaios clínicos pelos pesquisadores, onde uma nova estratégia está sendo testada. Nessa estratégia, o vírus é despojado do DNA humano, onde se multiplica e é destruído permanentemente pelo sistema imunológico do paciente.

 O método tem como objetivo envolver a libertação do vírus HIV de “reservatórios” que estes formam no DNA das células, levando-o para a superfície das mesmas.

Uma vez “exposto” na superfície da célula, vírus pode ser eliminado de forma natural pelosistema imunológico, capaz de criar uma vacina contra ele.

Teste em humanos

Atualmente os cientistas estão realizando testes em humanos, na esperança de provar que ele é eficaz. Os testes já estão sendo realizados de forma bem sucedidos em laboratório.

Os estudos in vitro, aqueles nos quais são usadas células humanas em laboratório, a nova técnica foi tão bem sucedidada que, no começo do ano, que os pesquisadores receberam um prêmio do Conselho de Pesquisa dinamarquês, cerca de R$ 5 milhões para darem prosseguimento na pesquisa, desta vez em humanos.

De acordo com Dr. Ole Sogaard, pesquisador sênior do Hospital da Universidade de Aarhus, na Dinamarca, que lidera o estudo, os primeiros sinais são promissores. “Estou quase certo de que teremos sucesso. O desafio será fazer o sistema imunológico dos pacientes reconhecer o vírus, depois de exposto, e destruí-lo.

Isto depende da força e da sensibilidade dos “sistemas imunes individuais”, afirmou. 15 pacientes estão participando dos ensaios e, se eles forem considerados curados do HIV, o tratamento será testado em uma escala mais ampla.

(Diário do Nordeste)

Praça do Liceu do Ceará está sendo ocupada por moradores de rua

A Praça Gustavo Barroso, em frente à escola Liceu do Ceará, no bairro Jacarecanga, é endereço certo de pessoas em situação de rua que fixaram residência em seus bancos e sombras. Durante o dia, é fácil avistar dezenas destes espalhados pelo equipamento público. Eles lavam roupas, louça, cozinham e tomam banho, a água vem da praça mesmo. Os panos quaram no chão do logradouro, assim como os pratos que são postos por lá, e enxugam com o vento.

morador de rua

Os bancos do logradouro viraram a residência de grupo de pessoas, que lava roupa, cozinha, toma banho e dorme na praça, aos olhos de quem passa no local. O mau cheiro também tomou conta do lugar Foto: Marília Camelo

Em uma casa sem paredes e sem teto, o banheiro também segue a mesma linha, além de não ter vaso sanitário e, consequentemente, descarga. Tudo é feito ali mesmo, aos olhos de quem passa pelo local. Além de presenciar a cena, o mau cheiro que sobe é insuportável e fica por lá dias e dias.

Os moradores do entorno já não utilizam mais o equipamento de lazer, tendo em vista a sensação de insegurança do local, que se tornou insalubre. Os comerciantes que têm estabelecimentos há mais de 15 anos ao redor da praça reclamam.

“Notamos a queda nas vendas, pois é extremamente desconfortável sentar para comer ou simplesmente folhear uma revista quando tem alguém que fica observando sua bolsa, pedindo suas compras. A sensação é péssima. Além disso, o odor que vem de lá não é nada agradável”, relata a atendente da panificadora Sílvia Helena, 40, que trabalha há 17 anos no local.

Na opinião do autônomo José Oliveira, 45, a Praça do Liceu, como é mais conhecida a Praça Gustavo Barroso, não pertence mais ao cidadão. “Os assaltos por aqui são recorrentes. Passar pelo meio do espaço é algo que as pessoas não fazem mais, isso por medo de terem seus pertences tomados. E tanto faz se é durante o dia ou de noite”, lamenta Oliveira.

Cansados da situação, tanto alunos, quanto moradores e comerciantes reivindicam do poder público um policiamento fixo na praça.

Cuidados

Durante os sábados e domingos, ficam três policiais militares na praça. No entanto, a população relata que estes não são suficientes para a segurança. Reclamam também por guardas municipais, tendo em vista a manutenção do patrimônio público.

“É necessário que o poder público reforce a segurança, com guardas municipais e policiais, pois esta sensação de poder ser assaltado a qualquer minuto afeta a nossa saúde”, diz Sílvia.

Por meio da assessoria de comunicação, a Polícia Militar do Ceará (PM-CE) informou que a segurança daquela área, no bairro Jacarecanga, é feita por uma viatura do Ronda do Quarteirão, uma do Policiamento Ostensivo Geral, além de incursões do grupo de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (Raio).

O órgão acrescenta que existe a orientação, por parte do Comando Geral da PM, para que as rondas na praça sejam intensificadas, principalmente no horário de chegada e saída de alunos e professores.

A reportagem tentou contato com a Secretaria Executiva Regional (SER) I, mas não obteve sucesso.

(THAYS LAVOR, Diário do Nordeste)

Quadrilha rende vigilante e assalta carro-forte em Maranguape

Foto meramente ilustrativa
Foto meramente ilustrativa

Uma quadrilha formada por 6 pessoas rendeu um dos vigilantes de uma agência bancária da Caixa Econômica Federal no centro da cidade de Maranguape, na Região Metropolitana de Fortaleza, e assaltou um carro-forte na manhã desta segunda-feira (29).

Os bandidos chegaram em dois veículos no momento em que eram recolhidos os malotes e fizeram o vigilante como refém. Durante a ação, o grupo ainda chegou a atirar, mas ninguém foi atingido. 

Depois de liberarem o vigilante, os quatro homens fugiram em um carro modelo Golf de cor preta e um casal que estava no apoio dos assaltantes também conseguiu escapar em outro veículo modelo Vectra.

De acordo com a Polícia Militar, os policiais ainda estão em perseguição para conseguir capturar os acusados e ainda não se sabe o valor levado pela quadrilha.

(Diário do Nordeste)

Banco Central do Brasil seleciona estagiários em Fortaleza

estágio

O Banco Central está com inscrições abertas para processo seletivo para contratação de novos estagiários, entre os dias 02 a 16 de maio, com vagas para Fortaleza.

Os candidatos devem estar cursando um dos  seguintes cursos: Administração, Arquitetura, Biblioteconomia, Ciências Contábeis, Comunicação Social – Cinematografia, Comunicação Social – Jornalismo, Comunicação Social – Publicidade e Propaganda, Direito, Economia, Engenharia Civil, Engenharia Elétrica, Engenharia de Produção, Gestão Pública, História, Informática, Museologia, Pedagogia, Relações Internacionais, Secretariado Executivo e Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos.

No curso de Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos podem se inscrever estudantes do 2º ao 3º semestre.  Já os estudantes de Direito devem estar cursando entre o 6º e o 8º semestre. Nos demais cursos, podem realizar inscrição candidatos que estejam cursando  do 2º ao 6º semestre.

A seleção será dividida em 3 etapas: análise da inscrição, provas Objetivas de Língua Portuguesa, conhecimentos Gerais e noções de Informática e entrevista.  O valor da bolsa é R$ 364,00 mais acréscimo de R$ 6,00 por dia de auxílio transporte para os selecionados que forem estagiar durante 20 horas semanais.  Os estudantes que vão estagiar durante 30 horas semanais, irão receber bolsa no valor de R$ 520,00 mais auxílio transporte de R$ 6,00 por dia.

Para mais informações, os interessados devem acessar o link:http://www.ciee.org.br/portal/estudantes/pe/pseletivo/index_banco_central_brasil.asp

(Tribuna do Ceará)

Equipes resgatam 17 trabalhadores que estavam presos em mina de cobre no Chile

Os mineiros foram levados a um hospital, todos em boas condições de saúde Reprodução/24horas.cl
Os mineiros foram levados a um hospital, todos em boas condições de saúde
Reprodução/24horas.cl

Dezessete mineiros foram resgatados neste domingo (28) após ficarem presos desde a noite de ontem em uma mina de cobre no norte do Chile, informaram fontes policiais.

Os trabalhadores estavam na mina Las Luces, na região de Antofagasta, cerca de 1.100 Km ao norte de Santiago.

Os mineiros ficaram presos no interior da jazida após o incêndio de um guindaste, que encheu de fumaça o acesso à mina e as galerias subterrâneas.

As equipes de emergência encontraram os trabalhadores em dois refúgios, onde passaram a noite para se proteger da fumaça.

Os mineiros foram levados a um hospital, todos em boas condições de saúde, informou a polícia.

Ontem à noite foram ao local do incêndio equipes do Grupo de Operações Especiais (GOPE) de Carabineiros, de Bombeiros e do Serviço Nacional de Geologia e Mineração (Sernageomin).

As equipes de resgate mantiveram contato com os trabalhadores ao longo de toda a operação.

(R7 Notícias Internacionais)

Maníaco que esfaqueava bumbum de mulheres em SP é preso e confessa o crime

faca-de-sangue

O homem que atacava mulheres que passavam pela passagem subterrânea Engenheiro Oswaldo Crespo de Abreu, no bairro Shangai, foi preso pela Polícia Civil na tarde deste sábado (27) em Mogi das Cruzes, região metropolitana de São Paulo.

O suspeito prestou depoimento no 1º Distrito Policial e confessou o crime. Como não foi preso em flagrante, ele vai responder em liberdade por lesão corporal.

Quatro vítimas levaram uma facada nas nádegas quando atravessavam o túnel. O homem, que é ajudante de pedreiro e tem 39 anos, usava uma touca e andava de bicicleta.

Nenhuma delas teve ferimentos graves, mas o susto já faz com que algumas pessoas evitem passar pelo túnel.

Uma das vítimas, uma adolescente de 16 anos, contou que o maníaco a elogiou antes de esfaqueá-la. Segundo o boletim de ocorrência, ele teria dito “que bunda bonita”. Ela precisou ser socorrida e levou três pontos.

Os ataques começaram no início deste mês, segundo a delegada Valene Bezerra. Entre quinta e sexta-feira (26), foram dois registros. A polícia ainda aguarda o depoimento de outras vítimas.

(R7)

“Programa da Tarde” de Ana Hickmann e Britto Jr na Record vai acabar, diz site

Programa-da-Tarde

O “Programa da Tarde”, comandado por Britto Jr. e Ana Hickmann na Rede Record deve chegar ao fim em breve, de acordo com o site “F5”, da “Folha de S. Paulo”.

O motivo, segundo a publicação, seria o alto custo de produção aliado a uma audiência que não condiz com o investimento feito pela emissora.

A atração estreou, em setembro de 2012, com cerca de 7 pontos de audiência. Em seguida, ele se consolidou na casa dos 5. Cada poto equivale, em São Paulo, a cerca de 60 mil domicílios.

No entanto, nas últimas semanas, o programa tem apresentado uma queda significativa, chegando a bater na casa dos 3 pontos. Apesar das notícias, a Record ainda não se pronunciou oficialmente sobre o destino da atração.

(Papel Pop Conteúdo)

“Guerra dos Sexos” não repercute; nova versão ficou aquém da original dos anos 80

Quem-é-quem-de-Guerra-dos-Sexos

Clássico do horário das sete, “Guerra dos Sexos” (escrita nos anos 80 por Silvio de Abreu, com a colaboração de Carlos Lombardi, e dirigida por Jorge Fernando) teve o último capítulo de seu remake exibido nesta sexta (26.04) na tela da Globo. Ao contrário da trama original, desta vez, a história não vingou. Na reta final, ficou mais harmoniosa, apesar de uma gafe (citarem a Marginal Tietê e mostrarem a do rio Pinheiros) numa cena de Veruska (Mayana Moura).

Embora não tenha conseguido ao longo de sua exibição emplacar os 30 pontos de audiência (na Grande São Paulo) esperados para o horário, é complicado descrevê-la como um fracasso retumbante, como a superprodução “As Filhas da Mãe”, que Silvio escreveu e o mesmo Jorge Fernando dirigiu em 2001/02. Porém, está aí uma novela que não repercutiu, não gerava comentários.

Há vários palpites para a trajetória morna dessa nova versão. A começar pelo fato de que falar sobre os conflitos entre homens e mulheres em 1983/84 era uma coisa. Tocar no assunto na virada 2012/13, diante do novo status da mulher na sociedade, é outra. Antes o autor tivesse optado por “Cambalacho” (1986), com um tema sempre atual.

Silvio de Abreu (que repetiu a parceria com Jorge Fernando, mas contou com a colaboração de texto de Daniel Ortiz) pode ter pecado em tentar ser extremamente fiel ao original, sem as devidas atualizações (alguns desfechos diferentes apenas). Talvez, se outro autor tivesse conduzido o remake, algo completamente novo saltasse aos olhos, a partir do fio condutor.

Quando o próprio criador reedita uma história a chance de achar tudo importante e ter dificuldades para os devidos cortes e a reciclagem da história é grande. Um outro olhar, muitas vezes, consegue captar o necessário. Ivani Ribeiro era das poucas novelistas que sabiam como fazer isso muito bem – vide “Mulheres de Areia” e “A Viagem”, ambas com remakes exitosos.

O elenco, muito irregular (apesar dos bons nomes, talvez nos lugares errados), foi outro complicador. A maioria dos atores ficou à sombra dos que defenderam os personagens originalmente (quem acompanhou a primeira versão sabe bem disso).Alguns, como Edson Celulari (Felipe, papel que foi de Tarcísio Meira), estavam extremamente caricatos de início e demoraram para se encontrar em cena.

Mariana Ximenes (Juliana) parecia um tanto apagada. E Reynaldo Gianecchini (Nando) funcionou melhor com Glória Pires (Roberta). Glória, aliás, foi dos poucos destaques, assim como Drica Moraes (Nieta). Giane, no começo, lembrava o Pachoal, de “Belíssima” (2005/06). Aos poucos, também conseguiu compor melhor o personagem e terminou bem. Já Bianca Bindefendeu como pode o papel da vilãzinha Carolina (Lucélia Santos na primeira versão), no entanto, sem muita força.

Luana Piovani (Vânia) e Mariana Armelinni (Frô) foram outras que tiveram bons momentos. Bom lembrar que a Afrodite dos anos 80 – Cristina Pereira – roubou a cena, pois contava com a parceria afinada de Diogo Vilela, vivendo Kiko (depois eles repetiram a dobradinha em “Sassaricando”, 1987/88, confirmando a cumplicidade). Johnny Massaro (o Kiko versão 2000) ficou devendo, e muito.

Mas o problema maior talvez tenha sido a dupla central. Tudo bem que Irene Ravache se destacou em Passione (2010/11), do mesmo Silvio de Abreu, que quis recompensá-la. Só que o papel de Charlô, ficou evidente, não era pra ela. Mesmo ao lado de Tony Ramos (Otávio), não conseguiu chegar ao grau de comicidade que Fernanda Montenegro teve com Paulo Autran. Por mérito, os dois continuarão sendo os símbolos de novela que marcou época.

(Gustavo Baena, Sob Controle)

Dennis Carvalho chama Ana Paula Arósio de ‘desequilibrada’, afirma jornal

Atriz está afastada da televisão há quase três anos (Foto: AgNews)
Atriz está afastada da televisão há quase três anos (Foto: AgNews)

O diretor Dennis Carvalho , 66, disse que a atriz Ana Paula Arósio , 37, desistiu de ser a protagonista da novela “Insensato Coração”, em 2011, porque é desequilibrada, segundo a coluna “Zapping”, do jornal “Folha de S. Paulo”, publicada neste domingo (28).

“É desequilibrada, pirou e foi embora”, descreveu Dennis, que foi diretor da novela rejeitada pela atriz.

A atriz foi substituída por Paolla Oliveira, que teve que ser preparada para o papel em dois dias.

Na época, a saída da atriz, que deixou de comparecer às gravações em Florianópolis, e depois telefonou ao diretor dizendo que não iria mais, foi uma das grandes polêmicas dentro da Rede Globo. Desde então, ela não foi escalada para mais nenhum trabalho na emissora.

Dennis Carvalho dirige agora a nova novela das 19h, “Sangue Bom”, que estreia na próxima segunda (29).

(Yahoo Notícias)

Gracyanne Barbosa é destituída do posto de rainha de bateria da Mangueira

graci

Chegou ao fim o reinado de Gracyanne Barbosa a frente dos ritmistas da Estação Primeira de Mangueira. O anúncio da nova rainha de bateria foi feito neste domingo, 28, pelo novo presidente da escola, Chiquinho da Mangueira, que escolheu Evelyn Bastos para o cargo. A mulata, que é nascida e criada na comunidade verde-e-rosa, foi rainha do carnaval 2013 no Rio de Janeiro.

“Ela (Evelyn) foi anunciada nesse processo de mudanças. Foi uma escolha do presidente mesmo. Ela é nascida aqui na Mangueira, é cria da comunidade. Além disso tem um bom samba e conhece carnaval”, confirmou uma das assessoras de Chiquinho.

Além de Evelyn Bastos, o novo presidente anunciou também a volta de Carlinhos de Jesus como responsável pela comissão de frente e ainda a contratação da carnavalesca Rosa Magalhães, vencedora do enredo pela Vila Isabel em 2013.

Pelo seu perfil em uma rede social, Renata Santos (ex-rainha de bateria da escola), deu as boas-vindas para Evelyn: “E com vcs a nova Rainha de Bateria da Mangueira, Evelyn Bastos. Que Deus te ilumine e te proteja nessa caminhada.Parabéns. Mangueira é Nação é comunidade!”, escreveu Renata.

Em recente entrevistaa o EGO, Gracyanne falou sobre o seu possível desligamento do posto: independentemente de ser rainha de bateria, eu venho como musa, como destaque ou até mesmo empurrando carro alegórico. Depois de conseguir fazer o meu nome no carnaval carioca, posso me dar ao luxo de ser mangueirense de corpo e alma”, contou Gracy que está de férias em Paris.

Gracyanne Barbosa retomou o seu reinado na Mangueira em 2012 e teve um desfile bastante complicado e polêmico por causa do tamanho da sua fantasia. Terminei o desfile com a sensação de dever cumprido. Mas sempre fica a esperança de que, mesmo que a gente perca pontos, recupere com boas notas e consiga levar o campeonato”, comentou ela na ocasião.

Antes de retornar para a convivência com os mangueirenses, Gracyanne passou pela Unidos da Tijuca e pela Unidos de Vila Isabel. Atualmente ela também era madrinha da escola Unidos do Jacarezinho, que desfila pelo Grupo Série A.

(Portal Ego)

Chiquinho da Mangueira é eleito o novo presidente da Estação Primeira

Candidato Chiquinho da Mangueira foi apoiado pela cantora Alcione | Foto: Paulo Alvadia / Agência O Dia
Candidato Chiquinho da Mangueira foi apoiado pela cantora Alcione | Foto: Paulo Alvadia / Agência O Dia

Rio –  Atolada em dívidas que passam dos R$ 12 milhões e sem vencer desde 2002, a Estação Primeira escolheu seu novo presidente neste domingo, dia em que completou 85 anos de fundação. O deputado estadual Chiquinho da Mangueira, de 58 anos, foi o grande vencedor da eleição derrotando Raymundo de Castro e Percival Pires. Dos 925 votos, Chiquinho teve 482 contra 305 de Percival e 136 de Raymundo. Duas pessoas optaram por anular.

Após o resultado, o presidente eleito anunciou, de imediato, a contratação da carnavalesca Rosa Magalhães e do coreógrafo Carlinhos de Jesus. O novo comandante confirmou ainda a permanência do mestre-sala Raphael Rodrigues. A rainha de bateria também já foi definida: Evelyn Bastos, que foi Rainha do Carnaval 2013. A porta-bandeira ainda é dúvida, mas o nome mais cotado para assumir é o de Squel, que era da Mocidade.

“Esse era o momento esperado por todos. O mangueirense soube avaliar e viu que nossas propostas eram as melhores. Já temos todo uma estrutura montada para começar a tocar o Carnaval de 2014. Nossa prioridade agora é reformar a quadra que precisa urgentemente de melhorias. Além disso, vamos começar a planejar o pagamento das nossas dívidas, que são muitas”, afirmou Chiquinho.

O juiz da 36ª Vara Cível, Rossidélio Lopes da Fonte, que convocou a eleição há um ano, chegou à quadra no início da tarde e acompanhou toda a apuração. Durante todo o dia, o clima no entorno e dentro da quadra foi de tranquilidade, apesar de algumas discussões entre membros da comissão eleitoral. Policiais civis e 60 policiais militares reforçaram o policiamento no local.

Chiquinho, que assumirá o posto que era de Ivo Meirelles (que não compareceu para votar), comandará a verde e rosa nos próximos três anos. A votação foi realizada entre 9h e 17h.

Quadra sem luz e água

Além das pendências financeiras e do jejum de títulos, o novo comandante da tradicional agremiação terá outro enorme desafio: reabrir a quadra, que está interditada pelo Corpo de Bombeiros por falta de condições de segurança.

A luz do Palácio do Samba está cortada, assim como a água por falta de pagamento. O Carnaval de 2014 será outro tema que precisará ser tocado o quanto antes. Até o momento, a escola segue sem carnavalesco, porta-bandeira, mestre-sala e coreógrafo. Os únicos que devem continuar da gestão passada deverão ser o mestre de bateria, Ailton, e o intérprete Luizito.

Líder da chapa “Muda Mangueira de novo”, o deputado estadual foi o que teve mais apoio de mangueirenses ilustres. Além dos ex-presidentes Alcione Barreto, Elmo José dos Santos e Alvaro Luis Caetano, ele contou com a adesão das cantoras Alcione e Rosemary e dos compositores Hélio Turco e Nelson Sargento. Integrantes da Velha Guarda e de famílias tradicionais como Inês de Castro, filha do fundador Carlos Cachaça, também aderiram ao projeto de Chiquinho.

Policiamento foi reforçado para eleição na quadra da Mangueira | Foto: Paulo Alvadia / Agência O Dia

Policiamento foi reforçado para eleição na quadra da Mangueira | Foto: Paulo Alvadia / Agência O Dia

Após longa batalha judicial que durou mais de um ano, a eleição na verde e rosa escolheu o novo presidente, vice e 40 membros do conselho deliberativo e fiscal para o triênio 2013-2016. Em 85 anos de história, a escola já faturou 18 títulos. O último foi em 2002 com uma homenagem ao Nordeste.

Perfil

Deputado estadual pelo PMDB, Francisco de Carvalho, o Chiquinho da Mangueira, tem 58 anos e cumpre seu terceiro mandato na Alerj. Já esteve à frente da Secretaria Estadual de Esportes, da Suderj e da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer do Rio.

Formado em Educação Física pela Universidade Gama Filho, Chiquinho começou seu trabalho na verde e rosa em 1987, como um dos idealizadores e coordenadores da Vila Olímpica da Mangueira ao lado da cantora Alcione.

Participou ativamente das gestões dos últimos quatro mandatários da Estação Primeira. Na gestão de Ivo, ocupou o cargo de vice-presidente de Esportes e Desenvolvimento Social.

Bastante influente no mundo do Carnaval, costuma frequentar diversas escolas de samba do Grupo Especial e Grupos de Acesso. Na Liesa, tem o hábito de participar de todas as plenárias realizadas pela diretoria da entidade.

Em 2001, foi homenageado na Sapucaí no enredo “Da Vila Olímpica à Villa Rica, Chiquinho da Mangueira, um exemplo de vida”. 

(O Dia Online)

Integrante do grupo de skinheads e nordestino agredido eram amigos

Acusados de agredir nordestino, neonazistas são transferidos para a Polinter | Foto: Alexandre Vieira / Agência O Dia
Acusados de agredir nordestino, neonazistas são transferidos para a Polinter | Foto: Alexandre Vieira / Agência O Dia

Rio –  Agredido por sete neonazistas na Praça Arariboia, em Niterói, na Região Metropolitana, no sábado passado, o nordestino Cirley Santos, de 33 anos, afirmou neste domingo que esta não foi a primeira vez que fora perseguido e atacado pelo grupo de Tiago Borges Dias Pitta, que se identificou skinhead.

De acordo com o rapaz, a situação se agravou quando ele passou a gostar de músicas jamaicanas. “Tiago era meu amigo, mas quando passou a andar com esta gente, mudou. Há dois anos tentou me matar e puxou um canivete. Já estava marcado por ele”, lamentou a vítima, que distribuía currículos no momento em que foi surpreendido pelos agressores.

Ele teve uma das lentes de seus óculos quebrada ao ser agredido com um soco. Cirley foi socorrido por guardas municipais, que foram alertados pelos gritos do rapaz e pedestres. “Se fosse à noite, eles poderiam ter me matado”, disse com medo, Cirley.

SEIS MORAM NO RIO

Dos sete neonazistas presos, seis deles são de bairros do Rio e de classe média. Tiago, que é administrador, é o único da região. Ele mora no Mutuá, em São Gonçalo, segundo agentes da 77ª DP (Icaraí). O grupo foi transferido ontem para a Polinter e depois encaminhado para presídios do Complexo de Bangu. Um deles, ao ser fotografado na saída da delegacia, disse: “Deixa. Não tem mais jeito. Já estou ferrado mesmo”. 

Exceto Tiago, os demais acusados moram entre as Zonas Norte e Oeste do Rio. Carlos Luiz Bastos Neto, 33, é enfermeiro e reside no Catete. Ele teria feito prova em dois concursos públicos desde o ano passado, um deles para sargento do Exército, onde planejava trabalhar como enfermeiro intensivista.

Especialista diz que caso acende alerta

Especialista em segurança diz que o ataque de skinheads contra o nordestino de Niterói acende um sinal de alerta no Rio. Ex-capitão do Bope e antropólogo, Paulo Storani, avisa: “A ideia de skinheads ressurgiu. São jovens da periferia, que por modismo, querem chamar a atenção. Gera preocupação este grupo sair do Rio e aterrorizar em Niterói”, contou. Ele sugere que a polícia passe a ficar mais atenta e os monitore. 

(O Dia Online)

Casal é encontrado morto em piscina de hotel de luxo na Inglaterra

Down_Hall01

Um casal foi encontrado morto na piscina de um hotel de luxo em Essex, na Inglaterra. Os corpos foram descobertos na noite de sábado (27) no hotel Down Hall Country House, na cidade de Hatfield Heath, por um hóspede.  

Bombeiros e funcionários do hotel usaram técnicas de ressuscitação, mas os dois foram declarados mortos ainda no local.  

As informações são do tabloide britânico Daily Mail.  

O casal, que vestia roupas de banho quando foi encontrado, seria de Londres.

Os nomes do homem, que tinha cerca de 30 anos, e da mulher, na faixa dos 20, não foram divulgados.  

A polícia ainda não apontou as possíveis causas das mortes.  

O tradicional hotel funciona desde 1322 e costuma sediar grandes eventos, como casamentos de celebridades.

Uma diária custa a partir de 149 libras (R$ 460).  

(Portal R7 / Notícias Internacionais)

Cantor Netinho descobre que está com vários tumores no fígado

netinho_01

A coluna teve acesso ao laudo médico do cantor Netinho, internado desde semana passada na UTI do Hospital Aliança, em Salvador, na Bahia.

Depois de uma cirurgia na última quarta-feira, dia 24, foram descobertos vários pequenos tumores no fígado do cantor.

Segundo médicos, a biópsia será feita entre esta segunda e terça para diagnosticar se eles são malignos ou benignos. Toda a agenda de shows de Netinho no mês de maio foi cancelada.

Inicialmente, Netinho foi internado há cerca de 10 dias após sentir fortes dores na coxa direita, ficando seis dias internado. Na ocasião, o cantor foi diagnosticado com “lesão aguda no músculo ilíaco direito”.

Netinho, então, foi liberado na terça (23), mas precisou voltar ao hospital no dia seguinte porque sentiu fortes dores no abdômen.

Aí, então, médicos detectaram “problemas vasculares na região do abdômen”. Depois da descoberta dos tumores, a equipe médica mostrou-se bastante preocupada com o estado de saúde do cantor baiano.

Desde o último sábado, o Hospital Aliança não está mais autorizado a divulgar boletins médicos sobre o estado de saúde de Netinho. A coluna torce pelo pronto restabelecimento do querido cantor.

(Léo Dias, O Dia Online)

Empresário chama Bernardo, do Vasco, de “171” e cobra dívida

O meia Bernardo, do Vasco, é “171”. A afirmação foi feita por um empresário do ramo alimentício, chamado Andrews Moraes, em entrevista à Rádio Globo. Segundo Andrews, que tem empresas na Ilha do Governador, Zona Norte do Rio, Bernardo pediu, em janeiro de 2012, R$ 40 mil emprestados para quitar a casa que dera de presente à sua mãe. De acordo com o empresário, a dívida até hoje não foi paga.

“Ele chegou até a mim por um amigo em comum, que sabia que eu tinha esse dinheiro na conta e que sou amigo de vários jogadores. Ele veio até mim, pediu o dinheiro, chorou por 10 minutos na minha frente. Nós fomos até o banco e ele assinou os cheques na frente do meu gerente. Quando chegou a época de me pagar, ele não atendia mais o telefone’, afirmou Andrews.

Andrews disse que tentou, em vão, receber o pagamento. “Eu mandei o banco fazer o depósito dos cheques mesmo sem a autorização do Bernardo. Dias depois, o meu gerente me ligou dizendo que o Bernardo havia sustado os cheques dizendo que havia sido roubado”, explicou.

Marcelo Sadio/Divulgação/Vasco da Gama

Bernardo se lesionou na partida contra o Quissamã, pela sexta rodada da Taça Rio, segundo turno do Carioca

O empresário diz ter sido alvo de gozações por causa do calote que levou do jogador. Indignado, Andrews afirma que buscará na Justiça o ressarcimento. 

“Foi feita denúncia na Delegacia da Barra, onde Bernardo responde por estelionato. Ele foi intimado a depor sobre esse caso e agora os cheques estão nas mãos da Polícia. Cansei, vamos entrar com a ação. Infelizmente o Bernardo é caso perdido e, se o Vasco e os empresários não tomarem atitude, veremos um circo dos horrores acontecer”, disse.

No fim da última semana, Bernardo foi o pivô de um episódio polêmico. O jogador teria se envolvido com Dayana Rodrigues, uma das namoradas de Marcelo Santos das Dores, o “Menor P”, chefe do tráfico de drogas no Complexo da Maré, uma favela carioca. A morte do meia teria sido impedida pelo lateral esquerdo Wellington Silva, do Fluminense. Segundo informações da polícia, Bernardo, por medo, deixou o Rio de Janeiro.

O jogador tem contrato com o Vasco até dezembro de 2015, e no momento se recupera de uma grave lesão nos ligamentos do joelho esquerdo. Bernardo deve ser operado na próxima quarta-feira, e a previsão é de que retorne aos gramados apenas no fim deste ano.

(Gazeta Esportiva)

Vacina do sapo é usada como remédio, mas pode até matar

sapo

Remédio ou veneno? Uma substância extraída de um sapo da Amazônia vem sendo usada como um suposto remédio pra várias doenças. Só que na verdade pode até matar. A polícia investiga quem está por trás desse comércio proibido, como mostra agora o repórter Marcelo Canellas.

Maravilha curativa? “O kamboa é um depurativo da limpeza do sangue, da pele, corta tipo de diabetes, colesterol, problema de doenças infecciosas. Ele vai curando tudo”, explica o ambulante José de Sousa.

Ou um veneno mortal? “Ele tomou o negócio e, em um minuto ou dois, ele passou mal, foi para o banheiro, evacuou e enfartou no banheiro, lembra uma testemunha.

Uma substância retirada de um anfíbio da Amazônia – usada pelos índios em rituais xamânicos e pelos caboclos como remédio – foi proibida pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

Conhecida como vacina do sapo, ela é objeto de uma investigação policial que envolve contrabando, biopirataria e até a morte de uma pessoa.

Estivemos no oeste do estado do Amazonas, a caminho de Atalaia do Norte. No local não há quem ao menos não tenha visto os poderosos efeitos da vacina do sapo.

“Já vi, mas não tive coragem, porque a pessoa passa mais de vinte minutos fazendo efeito, o negócio lá”, diz o taxista Raimundo Falcão. Ele conta que já levou muita gente ao local.

O táxi nos leva a um aldeamento dos índios marubos. Eles acabam de chegar da mata. Eis o famoso kambô, kampô ou kamboa, como é chamado dependendo da região da Amazônia, cujo nome científico é philomedusa bicolor.

“Ele tem hábito noturno, então de dia parece que fica meio molinho. Os índios amarram as patas do bichinho e o esticam entre duas estacas.

O pajé raspa levemente o corpo do animal para extrair o veneno. Ao fim da retirada, os índios devolvem o bicho à mata. A substância pastosa é colocada numa palheta de madeira. Os marubos tomam a vacina desde cedo.
 
O pajé usa um pedaço de cipó incandescente para queimar a pele do garoto. Depois, aplica a secreção diretamente na queimadura. O veneno entra na corrente sanguínea e começa a agir. Sabendo que vai passar mal em poucos segundos, o garoto corre para a beira do rio. A irmã dele, Neidilene Marubo, tenta ajudá-lo. “Ele está se sentindo tonto. Sente a cabeça rodando e dá vontade de vomitar”, conta.

Em seguida, é ela quem toma a vacina. “Tenho medo, mas tem que tomar para tirar a preguiça e poder trabalhar”, diz Neidilene.

Eles acreditam em poderes mágicos. Tomando a vacina, os homens se tornam caçadores hábeis. As mulheres ganham destreza para o artesanato.

E todos sentem o mesmo desconforto. São poucos minutos e o efeito é quase imediato. Apesar desse sofrimento todo, os índios vivem assediados por gente que vem de longe em busca da secreção. Horácio Marubo de Oliveira revela: “Já veio gente de vários lugares, estrangeiros”.

“Nos preocupa muito na Funai a venda desse conhecimento agregado também, o conhecimento xamânico do povo marubo, como vocês estão aqui entrevistando eles”, afirma o coordenador regional do Vale do Javari Bruno Pereira.

A Funai já recebeu dezenas de denúncias: estrangeiros estariam comprando o veneno do kampô em várias partes da Amazônia.

Fantástico: O estado brasileiro teria como fiscalizar isso e impedir a retirada dessa substância?

Bruno: É como procurar uma agulha num palheiro. Qualquer turista com acesso a essa região pode chegar aqui facilmente e conseguir um mateiro, independente de ser índio ou não, e ter acesso ao sapo.

No Acre, o assédio é sobre os kashinawás. Quem os procura? “Eles são brancos, altos e outra língua, a pessoa não entende a língua deles. Vêm à procura da palheta com o veneno. E vêm outras pessoas pra traduzir a língua deles”, conta o agente de saúde Nonato Kashinawá.

Só na aldeia dele, já saíram muitas palhetas. “Venderam mais de cem palhetas já”.

Tudo por causa da fama nunca comprovada de remédio potente capaz de curar da dor de cabeça ao diabetes.

É justamente esse mistério que envolve as supostas propriedades medicinais da vacina do sapo que atrai pessoas de outras regiões do Brasil e até do exterior. A Polícia Federalmonitora o movimento de estrangeiros que estariam assediando índios e caboclos em busca da secreção extraída do animal.

Com a ajuda da Embrapa, que desenvolveu um método para identificar a secreção, os peritos conseguiram analisar o material apreendido. “Todas, até o momento, que chegaram com a suspeita, ela foi confirmada. Era a vacina, a secreção da philomedusa bicolor”, afirma o perito da PF César Silvino Gomes.

A investigação corre sob sigilo, mas a polícia já ouviu as primeiras testemunhas. “Algumas pessoas, inclusive estrangeiros, que estariam extraindo produtos oriundos do sapo. Há notícias de que essas pessoas estariam, inclusive, enviando ao exterior esse material”, conta a delegada Anne Vidal Moraes.

Qual a razão dessa procura? Quais seriam os efeitos medicinais de uma substância tão agressiva?

O biólogo do Instituto Butantan de São Paulo Carlos Jared esclarece: “Vacina do sapo! Eu sempre falo: não tem outro nome de falar, mas é totalmente errado. Porque não é vacina. E também não é sapo”.

O professor explica que o kampô é, na verdade, uma perereca. E que a secreção que ela libera é um veneno com centenas de componentes.
“Você tem um monte de contraindicações que seriam as substâncias do caldeirão da bruxa, que é a glândula de veneno da perereca. Tem substância que causa vômito, que causa diarréia, e outras tantas substâncias, que é exatamente o problema, que não se conhece. Esse caldeirão da bruxa é muito pouco conhecido”.

Cruzeiro do sul, Acre. Campus da Universidade Federal. Um pesquisador estuda o kampô há sete anos. O biólogo Paulo Sérgio Bernarde é fascinado pela philomedusa bicolor.
“Tem umas ventosas, almofadas digitais. Praticamente ele escala”, explica.

Para ele, a aplicação medicinal da vacina ainda é um mistério: “Nós não sabemos ainda, cientificamente, qual é o benefício da aplicação do veneno bruto em uma pessoa”.

O professor já tomou dez doses da vacina. “A primeira vez foi curiosidade científica. Eu tinha que experimentar”, explica Paulo Sérgio.

Ele está indo tomar sua décima primeira. E, desta vez, vai monitorar seus batimentos cardíacos.

“O batimento cardíaco está 76. Esse vai ser o melhor indicativo para gente ver a alteração durante o processo. Ele vai queimar a minha pele no ombro. Ele coloca bem no local dos pontos das queimaduras. Agora a reação vai ser praticamente imediata. A gente já percebe que tem alguma coisa estranha no corpo. Você sente um calor agora percorrendo o corpo, O batimento cardíaco foi para 117. Agora começou a outra parte também desagradável da aplicação, que é uma dor no estômago. Eu devo estar vermelho, o olho deve estar ficando vermelho, inchado. A dor  na região do estômago  está aumentando. Como se o corpo inteiro formigasse”, descreve o professor.

Só vinte minutos depois os batimentos cardíacos começam a cair. “Está 100, está voltando ao normal”.

Não deixa de ser muito estranho que as pessoas procurem tanto isso para passar tão mal. O professor completa: “Eu até brinco: nos primeiros cinco minutos você pensa que vai morrer, com dez minutos, você tem certeza!”

Em Pindamonhangaba, no interior de São Paulo, a morte veio de verdade. “Chamaram o resgate e ele morreu lá mesmo. Quando o resgate chegou ele já estava morto”, lembra uma testemunha.

O irmão deste homem morreu em 2008, minutos depois de receber a vacina. Quem aplicou foi um comerciante que trouxe uma palheta do Acre. “Diz que sarava colesterol, diabetes, até câncer. Na hora que ele teve a aplicação e começou a acelerar o batimento cardíaco dele”, conta.

O comerciante foi embora da cidade. Denunciado por curandeirismo, e com direito de permanecer em liberdade, ele ainda está sendo processado. Embora a necropsia não tenha detectado nenhuma substância estranha no corpo da vítima, a polícia acredita que foi a vacina que a matou.

“Não pelo veneno, mas sim pelos efeitos. Se ele tivesse uma pré-doença, uma pré-doença cardíaca, e ele tem o aumento significativo da pressão e do batimento cardíaco, isso pode levar a um infarto, que foi a causa indicada como morte”, explica o delegado Vicente Lagioto.

“O kambô é milenar e ocorreu uma morte. E a gente não reclama das mortes que acontecem todos os dias nos hospitais. Acho que a proporção é injusta falar que o kambô gerou uma morte”, diz um psicoterapeuta. Quem defende a aplicação da vacina do sapo como método da chamada medicina da floresta é o terapeuta Amir El Aouar.

“Eu não sou médico. Eu sou psicoterapeuta de formação na linha transpessoal, da psicologia transpessoal, que é uma coisa pouco conhecida no Brasil, mas largamente difundida no mundo afora”, explica Almir.

Ele nos recebe numa casa ampla, na Vila Madalena, Zona Oeste de São Paulo. “Eu não só recomendo como faço uso e sinto os benefícios. Justamente por sentir esses benefícios é que eu recomendo”.

Amir diz que elimina os riscos ao monitorar pessoalmente os pacientes: “A capacidade no âmbito psicoterapêutico e uma avaliação através de perguntas se a pessoa está usando determinado tipo de medicamentos, a gente já não corre o risco”.

E nos apresenta dois aplicadores de kampô, que vieram do Acre: Francisco e Francisca. Todos sabem que a Anvisa proibiu a venda da vacina do sapo, no que dizem estar de acordo.

“Ocorreu de venderem uma palheta de kambô a R$ 18 mil aqui. Já aconteceu isso, e a gente não admite esse tipo de coisa”, diz Almir.

E, para não infringir as regras da Anvisa, propõe demonstrar a aplicação em uma pessoa conhecida. A atriz Anna Fecker é nora de Francisco e Francisca. Ela já tomou a vacina várias vezes.

“O kambô vai buscar no seu organismo o que está errado e aí ele vai consertando, entendeu?”. Sob a supervisão de Amir, Anna toma uma dose.

“As pessoas confundem o passar mal com essa reação, que a é uma reação natural do tratamento”, esclarece o terapeuta.

Depois, o próprio Amir recebe a sua. “Sagrada medicina cura. Minha mão já começa a formigar. Sagrada medicina cura, desvela o ser e cura”, canta. Com o complemento do rapé e de um colírio feito com uma raíz da Amazônia.

Em Brasília, a Anvisa informa que, não apenas o comércio, mas o uso terapêutico de uma substância sem registro oficial é proibido.

“O que a legislação sanitária prega é que qualquer insumo que você não tenha conhecimento da procedência dele, que não tenha nenhuma garantia da eficácia terapêutica, a recomendação é de que não seja utilizado”, explica José Agenor Alvares da Silva, da Anvisa.

Perguntado se não tem receio de, ao recomendar a pacientes em São Paulo, ele possa estar cometendo alguma ilegalidade em função dessas proibições, Almir esclarece: “Na verdade, eu, particularmente, não recomendo que seja feito a aplicação aqui em são Paulo. Eu recomendo que ela seja feita no Acre”.

Para a polícia de São Paulo, qualquer terapia que use a vacina do sapo está fora da lei.

“Às vezes, para a população se vende assim: esse produto é natural, então eu posso tomar, isso não vai fazer mal para mim. E não é assim. Na natureza, essa substância tem uma função de veneno”, alerta o delegado Vicente Lagioto.

(Fantástico, Rede Globo)

Carlos Nogueira Agulha: Assassino de taxistas deixou carta: ‘Tudo por drogas’

asalto

Criminoso era matador em série de taxistas em São Paulo. A polícia ainda não tinha feito ligação entre as mortes. Até que o próprio bandido confessou tudo em uma carta.

Era dezenove de dezembro de 2012. O taxista Edson de Freitas é encontrado morto a poucos metros do próprio carro com uma perfuração de faca no peito. O bandido levou apenas dinheiro trocado. Deixou, no bolso de Edson, R$ 250.

O motorista era casado havia 21 anos, tinha quatro filhos e uma netinha, que na época tinha dois meses. Dona Givanilda demorou a acreditar que o marido não voltaria mais para casa.

“Não tem dor acho que pior do mundo do que essa.Você vê acontecer com todo mundo, e você acha que não vai acontecer com você. E de repente, num piscar de olho, a pessoa fala que aconteceu, diz a empregada doméstica Givanilda da Silva Freitas.

No mesmo dia, no começo da madrugada, o criminoso tinha atacado outro taxista.

O Rodrigo Vallone foi uma das vítimas do assassino. Mas ele escapou porque conseguiu pular do carro.

Fantástico: Rodrigo, o que aconteceu naquele dia?

Rodrigo: Eles não chegaram nem a dar a voz de assalto. Já me pegaram pelo pescoço e já me furaram. Conforme ele foi me furando, eu consegui colocar a mão entre a mão dele e pular fora do carro. 

Madrugada de cinco de fevereiro de 2013. Outro taxista é assaltado por dois jovens.

Eles levam o carro depois de esfaquear o motorista. A vítima, que sobreviveu, não quis gravar entrevista.

Nove dias depois, mais um crime violento na mesma região.

O alvo? O taxista Robson Alves de Morais. Uma testemunha, que não quer ser identificada, presenciou o assassinato. “O táxi entrou na rua em alta velocidade. O cara me pediu socorro. Ele gritou ‘ajuda!’.  Eu falei ‘é assalto?’. Ele falou, ‘é’. O bandido já ouviu a minha voz e saiu correndo. Eu tava correndo atrás dele, ele falava ‘vou ter que matar de novo, vou ter que matar de novo’”, lembra.

Imagens mostram o criminoso fugindo logo depois do ataque. A testemunha chamou a polícia e voltou pra socorrer o taxista.

Testemunha: Passou o dedo na perfuração e falou ‘eu vou morrer’, eu falei: não vai. O resgate está chegando. Senta aí. Ele entrou pra dentro do carro e sentou e ali foi agonizando, agonizando. Quando a polícia chegou, ele tinha pulsação ainda”, lembra.

O Robson Alves de morais tinha muitos amigos. Um deles era o Rodrigo, que também é taxista e ele foi a primeira pessoa que fez o reconhecimento do corpo do Robson no local do crime. “Eu tenho uma televisão no carro. Fico vendo as notícias de manhã e eu vi lá uma notícia de um taxista sendo assassinado. Reconheci o carro do meu colega”, conta Rodrigo Silva.

O último taxista foi atacado em uma rua que fica em alto de Pinheiros, um bairro de classe média alta na zona oeste de São Paulo. O assassino desceu por uma rua, mas ele deixou cair no chão a primeira pista que levou a polícia a identificá-lo: um carnê de uma loja de eletrodomésticos com o nome da namorada dele.

Thirza Lima Pescarini, de 19 anos, registrou o roubo do carnê – com informações falsas – num boletim de ocorrência. Ela foi chamada para prestar depoimento e não convenceu os policiais.

“Percebia-se claramente que ela estava mentindo, estava muito nervosa. Então, nós passamos a monitorá-la, diz o delegado Luiz Fernando Teixeira.

Enquanto a polícia investigava a morte de Robson e a história do carnê, uma reviravolta: o corpo do namorado de Thirza foi encontrado ao lado do prédio onde ele morava, também na zona oeste.

Pouco antes de morrer, Carlos Nogueira Agulha, de 20 anos, deixou várias cartas escritas à mão. Eram para a família, para a namorada e uma endereçada à polícia.

Nela, Carlos confessava ter atacado seis taxistas, apontava os locais dos crimes e pedia perdão.

Até agora, os policiais identificaram quatro vítimas. Na carta, o jovem tenta explicar seus crimes: “Tudo isso por causa de droga, diz ele. Assalto para roubar dinheiro, por droga, infelizmente feri alguém por droga”.

Carlos Agulha morava em um prédio junto com o tio, que não quis gravar entrevista. Mas contou que o rapaz sempre foi muito tímido e reservado e que o conteúdo das cartas que ele deixou pegou toda a família de surpresa.

Carlos era órfão e tinha dois irmãos mais velhos. Completou o ensino médio e trabalhava como carregador.

Segundo a polícia, Carlos Nogueira Agulha agia da mesma maneira, sempre na madrugada.
Ele parava um táxi na rua. Se sentava no banco de trás e pedia ao motorista para levá-lo a um endereço próximo. Atacava o taxista dentro do próprio carro, com uma faca ou um canivete.
E ia embora levando o dinheiro que conseguia encontrar.

Segundo as investigações, em pelo menos dois crimes, Carlos teve ajuda de um menor de idade. A polícia pediu à Justiça a apreensão dele.

Thirza Lima Pescarini foi indiciada por favorecimento pessoal, por ter negado reconhecer o namorado nas imagens da câmera de segurança, e por falsa comunicação de crime.

O Fantástico procurou a namorada de Carlos, mas ela não quis falar.

Dona Givanilda, que perdeu o marido, Edson, num dos ataques de Carlos em dezembro, agora cuida dos filhos sozinha.

“Você espera ‘cadê a pessoa?’ E nada. Ele era um pai. Um pai presente, de reunião, de escola, tudo era ele”, lamenta dona Givanilda. 

(Fantástico, Rede Globo)

SECA JÁ MATOU UM MILHÃO DE BOIS NA BAHIA

serrita

Bahia 247

A seca que é considerada uma das piores da história e acomete o Nordeste há dois anos já causou a morte de aproximadamente um milhão de bois na Bahia, conforme informações de matérias dos jornais Correio e A Tarde neste domingo.

Segundo a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado da Bahia (Faeb), estimativa é a de que apenas o rebanho perdido nos últimos três anos causou um prejuízo da ordem de R$ 800 milhões aos produtores baianos.

Com a morte dos animais, a produção de leite foi afetada, com queda avaliada em 70% na região. Por conta da seca, a cesta básica de Salvador teve a segunda maior alta acumulada do país nos últimos 12 meses, de acordo com o Dieese.

E, infelizmente, a previsão é de que a estiagem continue pelo menos até novembro próximo, de acordo om o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

Em combate aos prejuízos ao uso e consumo humano, o governo do Estado enfrenta o desafio de quadriplicar o ritmo de construção de cisternas e atingir a meta prevista no programa Água para Todos.

A média diária de construção de 46 por dia terá que saltar para 211 e chegar à marca de 58.144 equipamentos erguidos.

Atos extremos de lutadores amadores do MMA são perigosos para a saúde

Arte: RM / DA Press
Arte: RM / DA Press

Anderson Silva, Vítor Belfort, Minotauro e José Aldo Júnior arrastaram uma leva de jovens às academias. Os fãs do Ultimate Fighting Championship (UFC) não querem apenas ver seus ídolos no octógno. Querem também provar o gostinho do MMA, sigla em inglês para mixed martial arts. A luta, que como sugere o nome mistura uma série de artes marciais, nunca esteve tão popular na televisão e fora dela. São vários os clubes de luta e academias especializadas no treinamento de amadores, gente que está trocando a musculação por algo mais radical.

A vitória, entretanto, vem acompanhada de uma série de excessos. Água destilada é das descobertas mais recentes e veio emprestada da turma do fisiculturismo, que prioriza a água sem sais minerais em busca de uma desidratação e consequente valorização da estrutura muscular. Mas a água destilada é o de menos para quem recorre também a laxantes, diuréticos, roupas especiais para aumentar a temperatura corporal e sauna. Um dos métodos é ainda mais ousado: um banho de banheira de água quente com sal para desidratar ao máximo.

Tamanho esforço tem um único objetivo: baixar o peso antes da pesagem anterior às lutas. Para atingirem o peso da categoria em que pretendem lutar, os praticantes esquecem a dieta equilibrada que adotam durante o treinamento. Na reta final, vale tudo para ganhar. O comerciante e lutador amador Alexandre Magno, de 31 anos, já experimentou alguns dos métodos. Apaixonado por luta desde os 5 anos, quando começou no tae kwon do, o lutador de jiu-jítsu já se dedicou também ao MMA, boxe, muay thai e kickboxing. “Mas não faço a banheira porque os caras saem direto para o hospital para tomar soro.”

Ninja, como é chamado, já viu um colega ter o rim paralisado depois de insistir na desidratação em uma dessas banheiras com água quente e perder muitos sais minerais. “O MMA amador está sendo realizado de forma muito banal. O pessoal está tentando fazer a reidratação em casa, sem medicamento. Tem lutador que não se recupera. Às vezes, eles saem tão fracos da pesagem, depois de adotarem todos esses métodos de desidratação, que nem conseguem lutar no dia seguinte”, revela o lutador, que já usou diurético, laxante e até roupa de motoqueiro para se exercitar e suar bastante.

ALIMENTAÇÃO BOMBADA 
A nutricionista Gabriela Prando faz acompanhamento de lutadores amadores em um clube de luta em Belo Horizonte e, segundo ela, cada vez chegam mais jovens interessados na modalidade MMA. Para iniciar a prática e estar apto a entrar num campeonato, o interessado, além de precisar fazer uma série de exames preventivos, e ser acompanhado por um médico precisa despender uma média de quatro horas de treino diários. Os lutadores, no período normal de treinos, seguem uma dieta hipercalórica, de 5 mil a 6 mil calorias, com 65% de carboidrato, 20% de proteína e o restante de gordura insaturada, encontrada em castanhas, açaí e outros alimentos ricos em antioxidantes. Para comparar, a dieta de pessoas comuns é de cerca de 2 mil calorias diárias.

O problema é que os lutadores tendem a comer uma quantidade exorbitante de proteína, muito além do que é prescrito. “Nosso organismo não processa toda a proteína ingerida e o que vai além é excretado pela urina. Então, não adianta consumir além, mas eles acreditam numa lenda de que quando mais proteína ingerirem mais massa muscular terão e comem quatro vezes mais do que precisam”, explica a nutricionista Gabriela Prando, que se preocupa com a sobrecarga dos rins. Outro mito é em relação à água destilada, sem sais minerais. “Eles já estão no extremo e para perder três gramas apelam para tudo, um risco à saúde”, observa.

Todo o exagero está pautado na urgência de chegar ao peso da categoria abaixo daquela na qual a pessoa se enquadra. Ninja, por exemplo, pesa em torno de 80 quilos, mas luta na categoria que vai de 72 quilos a 76 quilos, com o quimono. “Preciso perder seis quilos para lutar. Aí fico o mais forte dessa categoria abaixo do meu peso normal. Isso é muito comum no meio. O lutador briga com a balança todo dia. Tudo para ganhar”, revela o lutador, que tem acompanhamento de cardiologista, nutricionista e até um treinador para o aspecto psicológico e come até 20 ovos por dia. “Não sei perder”, diz. Nenhum dos profissionais aprova as atitudes extremas, mas para ganhar, ele se arrisca.
“Fazemos o acompanhamento com os atletas durante o treino. Quando chega a véspera da luta eles esquecem de tudo. A gente não recomenda essa dieta de desidratação, mas depois da luta eles voltam como se nada tivesse acontecido. Vi um atleta perder sete quilos em uma semana. Ele fez jejum de tudo. É comum trocarem água por gelo e na pesagem ficam tão fracos que não conseguem ficar de pé. É muito contraditório porque para o organismo não há benefício algum. Eles lutam tanto para conseguir massa magra e a perdem toda nessa semana de jejum prolongado. É uma loucura”, observa Gabriela.

A maioria dos lutadores sabe que está fazendo algo ousado, tanto que muitos não falam sobre o assunto. Mas para Ninja, falta conhecimento dos riscos para a maioria deles, às vezes pressionados pelos treinadores. “Convivo há muitos anos com o pessoal do fisioculturismo, que sempre praticou essas técnicas de desidratação. Mas quando fui fazer, vi que o buraco era mais embaixo. Meu cardiologista fala que é arriscado. Posso ter complicações. Mas todo mundo gosta de ganhar. Sou a favor de ganhar e, por isso, menosprezo os riscos”, conta o lutador.

DIETA MMA
Idealizada pelo nutricionista esportivo americano Mike Dolce, a Dolce Diet tornou-se a dieta dos lutadores ao ajudar aqueles com problemas de peso a atingirem o índice da categoria em que disputam. Baseada na restrição quase total de carboidratos e no processo de desidratação do atleta, pode levar à perda de até 10 quilos em uma semana. Mas especialistas alertam para riscos não só para pessoas normais, mas também para os atletas.

Palavra de especialista: Impacto negativo
MÁRCIO LAURIA – ENDOCRINOLOGISTA E PROFESSOR DA FACULDADE DE MEDICINA DA UFMG

“Variações bruscas de peso em poucos dias se devem basicamente à perda ou ganho de água. Em geral, 60% do nosso peso corporal se deve à água. Obviamente, a perda brusca de peso pode desencadear um quadro de desidratação, com todas as suas consequências negativas para o metabolismo e para o funcionamento de órgãos como os rins e o coração. Todos esses processos utilizados atuam na mobilização do líquido corporal e provocam desidratação intra e extracelular. Processo semelhante é visto nas clínicas de emagrecimento rápido e milagroso. A recuperação do peso se deve à hiperhidratação com soluções que muitas vezes podem também trazer prejuízos para um organismo que estava tentando se adaptar àquela desidratação que lhe tinha sido imposta, sobretudo em pacientes com alguma doença de base não identificada, como um mal renal ou cardíaco. Se para o atleta profissional, que de uma certa maneira é teoricamente saudável e está sendo monitorado por alguém, isso traz riscos, que dirá para um atleta amador ou para um indivíduo comum, que não tem nenhum tipo de acompanhamento e provavelmente não terá nenhum benefício com isso.”

(Uai.com.br)

Dígitos e mais dígitos confirmam: Mark Zuckerberg é o cara!

mark

O presidente do Facebook, Mark Zuckerberg, obteve uma remuneração em ações 1,990 bilhão de dólares em 2012, segundo a informação enviada à Bolsa na sexta-feira.

O salário base de Zuckerberg foi de 503.205 dólares, mas ele recebeu 266.101 dólares de bônus pelo desempenho, incluindo um pagamento pela rede social ter superado um bilhão de usuários.

Além disso, 1,22 milhão de dólares adicionais foram pagos em dinheiro, principalmente por viagens privadas de avião realizadas por motivos pessoas. O pagamento do Facebook é justificado como garantia da segurança de seu fundador.

Para 2013, Zuckerberg propôs que seu salário seja reduzido de forma simbólica a um dólar, assim como outros diretores do setor, como o chefe executivo do Google, Larry Page.

Mais do que o salário, a fortuna de Zuckerberg – 13,3 bilhões de dólares -, procede da posse de ações que equivalem a 29,3% do Facebook.

A número dois do Facebook, Sheryl Sandberg, recebeu em 2012 um total de 26,1 milhões de dólares, valor pago fundamentalmente com ações.

O volume de negócios do Facebook aumentou ano passado 37% e chegou a 5,1 bilhões de dólares, mas o lucro líquido foi de apenas 53 milhões de dólares. As ações da empresa que entraram na Bolsa em maio a 38 dólares caíram a menos da metade pouco depois, mas esta semana fecharam a 26,85 dólares.

(Portal Mídia News)