O juiz da comarca de Ipaumirim deferiu na quinta-feira (28),  a denúncia oferecida pelo Ministério Público do Estado do Ceará, através do promotor de Justiça Adriano Perdigão Coutinho, no dia 05 de fevereiro, e condenou o vereador Vanderlan Jorge Leandro, por tráfico de drogas, em pena privativa de liberdade correspondente a 12 anos de reclusão.

O juiz declarou a perda do mandato eletivo, ao mencionar a prática delituosa incompatível com o exercício do múnus público. Além do vereador, também foram condenados mais cinco comparsas: Rilson Alves da Silva, Ronaldo José da Silva, José Róseo da Silva, Joel Euclides Maximiano dos Santos e José Evandro Alves da Silva.

Segundo o promotor de Justiça, após investigações do Ministério Público, em parceria com a Polícia Federal, no dia 26 de novembro de 2008, em cumprimento de mandado de busca e apreensão, policiais federais apreenderam no Sítio Boi, localidade Saco dos Lacerdas, distrito de Felizardo, em Ipaumirim, de propriedade do vereador Vanderlan Jorge Leandro, 637 quilos de maconha, na forma de tijolos prensados, recém colhida da roça plantada no local.

Em outra interceptação, policiais federais e militares apreenderam, em 18 de dezembro de 2008, numa outra propriedade de Vanderlan Leandro mais 1.500 quilos de maconha in natura, restante da droga remanescente da roça do vereador. O promotor de Justiça observou que se encontra provada a autoria delitiva, pelos depoimentos dos denunciados e das testemunhas tomados nos inquéritos policiais.

Fonte: Assessoria de Imprensa do Ministério Público

Anúncios