bnb

O Sindicato dos Bancários do Ceará cobra da direção do BNB posicionamento sobre os cálculos da ação de equiparação encaminhados pela 3ª Vara da Justiça do Trabalho de Fortaleza desde o dia 22/1/2013. O prazo de 120 dias concedido ao Banco pela Justiça expira em 23/5/2013. Os valores calculados pelo Sindicato abrangem 1.178 beneficiários cujas bases de dados foram fornecidas.

Por outro lado, terminou no último dia 10/4, o prazo para o BNB fornecer as informações necessárias para que o Sindicato possa efetuar os cálculos dos 460 beneficiários que integram a lista inicial da ação.

O SEEB/CE não entende a demora do Banco em apresentar posição sobre os cálculos, uma vez que a metodologia utilizada para se chegar aos valores já é conhecida da equipe técnica do Banco desde a primeira proposta para acordo apresentada pelo Sindicato em 11/01/2010. Essa metodologia não apresenta controvérsias em relação ao principal questionamento do BNB envolvendo o pagamento de horas extras. O Sindicato alerta que, por decisão judicial, o Banco tem que se posicionar no prazo, sob pena de serem considerados válidos os valores expostos pela entidade sindical.

Retomada das negociações – A última negociação formal entre o Sindicato e a direção do BNB ocorreu em 25/04/ 2011, quando a equipe técnica do Banco, sob a concordância da então Superintendente de Desenvolvimento Humano, comprometeu-se a apresentar nova proposta para acordo corrigindo os cálculos antes efetuados em relação ao período de 01/12/92 a 31/08/94, isto é, aos últimos 21 meses da equiparação em que o regime de remuneração de horas extras dos comissionados passou a ser igual entre o BNB e o BB. Até hoje esses novos cálculos não foram apresentados pelo Banco.

No dia 12/09/2012, tão logo assumiu a nova direção administrativa e de TI do BNB, o Sindicato tentou restabelecer as negociações realizando uma reunião com o recém nomeado Superintendente de Desenvolvimento Humano. Na ocasião, foi novamente cobrada a correção dos cálculos pelo Banco, conforme compromisso firmado em 25/04/2011.

Atualmente, o Sindicato dos Bancários empenha-se em retomar as negociações antes do prazo de 23/5 estabelecido pela 3ª Vara do Trabalho de Fortaleza para o BNB se pronunciar sobre os cálculos apresentados pelo Sindicato, pois considera que o momento é oportuno para se tentar um acordo.

Ao mesmo tempo, os beneficiários da ação, incluindo aqueles que continuam na ativa e ocupam hoje a maioria das funções de gestão do BNB, movimentam-se subscrevendo abaixo-assinado, que circula nas dependências da Instituição, solicitando a imediata retomada das negociações, alegando, entre outras razões, que “os valores calculados pelo Sindicato são compatíveis com a capacidade de pagamento do BNB que se apresenta em cenário de franca expansão”.

Em matéria publicada 17/4/2013, na imprensa local, o diretor financeiro do BNB prevê crescimento de 40% do lucro líquido da Instituição no exercício de 2013, em relação ao exercício de 2012. Com esse desempenho o Banco deverá atingir lucro líquido de R$ 700 milhões ao final do corrente ano.

(Sindicato dos Bancários do Ceará)

Anúncios