A prova de ciclismo de estrada na Olimpíada de Londres foi decepcionante para a Grã-Bretanha. O país tinha grandes esperanças de conquistar a primeira medalha no evento, mas os astros locais Mark Cavendish e Bradley Wiggins decepcionaram. Quem levou a melhor foi o veterano cazaque Alexander Vinokourov, que conquistou a medalha de ouro neste sábado. 

Vinokourov completou os 250 km da prova em 5h45min57. Logo depois apareceu o colombiano Rigoberto Uran Uran, dono da prata. O pódio ficou completo com o norueguês Alexander Kristoff.

O veterano cazaque, que completa 39 anos em 16 de setembro, chegou a encerrar a carreira em 2007, depois de ter testado positivo para doping sanguíneo e sido banido do esporte por um ano. Ele retornou às competições em 2009.

Vinokourov brilhou em uma prova na qual os britânicos foram a maior decepção. Atual campeão da Volta da França, Wiggins terminou no 100º lugar, com 5h47min14s. Já Cavendish, que venceu três etapas da última Volta da França, acabou na 29ª posição (5h46min37s).

O melhor brasileiro na prova foi Murilo Fischer, 33 anos, que terminou no 31º lugar. Magno Prado e Gregolry Panizo, outros dois brasileiros envolvidos na disputa, não completaram a corrida.

A corrida

O time britânico começou a ficar na frente do pelotão após uma hora de prova, aproximadamente. Entretanto, um grupo formado por ciclistas de diferentes nacionalidades escapou e manteve a liderança da prova, deixando a uma diferença de cinco minutos para o restante dos atletas.

Restando 100 km para o fim da corrida, o grupo que havia se distanciado do pelotão se dividiu em dois, enquanto a distância entre a fuga e o pelotão diminuiu e ficou por volta de um minuto. O time britânico, que se mantinha a frente do pelotão, seguiu reduzindo a diferença que, há menos de 80 km do fim da prova, já era de 45 segundos.

No final da corrida, o cazaque Alexander Vinokourov e o colombiano Rigoberto Uran Uran pularam na frente e começaram uma disputa particular. Por fim, valeu a experiência de Vinokourov, que comemorou a medalha de ouro.

Toda a prova contou com grande presença do público, já que o ciclismo é uma das únicas modalidades que podem ser acompanhadas gratuitamente. O circuito passou por locais conhecidos da capital inglesa, como Palácio de Buckingham, Museu de História Natural, Putney Bridge e Richmond Park, além de cruzar o rio Tâmisa por seis vezes.

Neste domingo, acontece a prova feminina, que, diferentemente da corrida de hoje, será disputada em 140 km. O Brasil estará na disputa com Clemilda Fernandes, Janildes Fernandes e Fernanda Souza.

 (Portal Terra)