O bicentenário do francês Louis Braille começou a ser comemorado, ontem, no Ceará. Ele nasceu em 4 de janeiro de 1809, ficou cego durante a infância e, em 1825, apresentou a primeira versão de um sistema de escrita e leitura em relevo: o braille, voltado para portadores de deficiência visual.

A comemoração, aberta ontem, com um café da manhã na biblioteca pública Governador Menezes Pimentel, vem sendo promovida por uma comissão formada por entidades da sociedade civil e poder público.

De acordo com a coordenadora da Associação dos Cegos do Ceará, Elinalva Alves, cerca de 14% da população cearense são de cegos e portadores de baixa visão. A coordenadora relata que o braille ainda não é empregado como deveria. “Você conta nos dedos quantos restaurantes têm cardápio em braille”, comenta.

A Comissão Estadual para o Bicentenário de Louis Braille, programou uma série de atividades até janeiro de 2010. Entre os dias 2 e 3 de abril, no auditório Emiliano Queiroz, do Serviço Social do Comércio de Fortaleza, será realizado um seminário, com a presença da jornalista cega Joana Belarmino, da Paraíba. Hoje pela manhã será realizada uma caminhada na avenida Beira Mar.

Fonte: O Povo

Anúncios