RIO DE JANEIRO (Reuters) – O Salgueiro venceu nesta quarta-feira o Carnaval 2009 do Rio de Janeiro, quebrando um jejum de 15 anos com um enredo dedicado ao tambor.

Em segundo lugar ficou a Beija-Flor, campeã de 2007 e 2008, à frente da Portela. Vila Isabel (4o), Grande Rio (5o) e Mangueira (6o) são as outras escolas que voltarão para desfilar no sábado das campeãs. O Império Serrano foi rebaixado para o Grupo de Acesso.

“O Salgueiro precisava dessa vitória, a comunidade precisava”, disse a jornalistas a presidente da escola Regina Duran logo após o anúncio do resultado na Praça da Apoteose.

O Salgueiro, que desfilou na Sapucaí na segunda noite do Grupo Especial, homenageou os tambores de distintos países e resgatou a temática afro, com batuque, magia e axé, em seu enredo “Tambor”. O tambor também foi apresentado como elemento de comunicação entre tribos nativas, e até mesmo com os deuses.

Uma das escolas de samba de maior torcida no Rio, o Salgueiro vivia um jejum de 15 anos. O último dos oito títulos da escola vermelha-e-branca da Tijuca foi conquistado em 1993, com o enredo “Peguei um Ita no Norte”. No ano passado, a escola foi vice-campeã.

O cantor, percussionista e compositor baiano Carlinhos Brown foi destaque em um carro que representava o trio elétrico, e a rainha de bateria, Viviane Araújo, esbanjou charme e sensualidade mais uma vez à frente do coração da escola.

No carro abre-alas, o grupo Intrépida Trupe simulava tocar imensos tambores com ousados movimentos de acrobacia, e a bateria do mestre Marcão conseguiu acompanhar com vigor o samba bem marcado da escola.

Um “buraco” no início do desfile, no entanto, não prejudicou a escola na avaliação dos jurados, que descontaram apenas um décimo no quesito evolução.

(Por Rodrigo Viga Gaier e Pedro Fonseca, Edição de Maria Pia Palermo)

Fonte: O Globo