A Universidade Federal do Ceará será a primeira universidade federal do Norte-Nordeste a abrigar um Instituto Confúcio. Também chamado de Hanban, abreviatura coloquial que designa o Instituto Nacional da China para o ensino de chinês como língua estrangeira. O acordo foi assinado em Brasília, no último dia 17 de julho, pelo Reitor da UFC, Prof. Jesualdo Pereira Farias, e pela Diretora Geral da sede do Instituto Confúcio em Pequim (China), Srª Xu Lin.  

A assinatura do documento fez parte de 40 acordos estabelecidos nas áreas de ciência, tecnologia, educação e cultura entre Brasil e China, na presença da Presidenta Dilma Rousseff e do Presidente da China, Xi Jinping.

Para 2015

A expectativa é que as atividades de ensino da língua e cultura chinesas na UFC tenha início em um ano. A partir de agora, a Coordenadoria de Assuntos Internacionais da UFC retomará as negociações para a escolha de uma universidade parceira chinesa, que participará da implantação do Instituto. O Instituto Confúcio está presente em 450 unidades parceiras espalhadas por todos os continentes. No Brasil já são 10, sendo sete em pleno funcionamento.

O perfil do Instituto Confúcio da UFC deverá caracterizar-se também por uma orientação natural para temas diretamente ligados à ciência, tecnologia e inovação, bem como às relações entre empresas e a Universidade. Quarta universidade federal brasileira a abrigar um Hanban, a UFC contará com professores chineses enviados pela sede do Hanban em Pequim. Além disso, o Instituto terá uma diretoria sino-brasileira.

(Tribuna do Ceará)

Anúncios