Rio – Caiu, agora não tem mais jeito. Depois de lutar muito, o Palmeiras foi castigado pelos gols perdidos e apenas empatou com o Flamengo por 1 a 1, no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. Com o resultado e a vitória do Bahia e o empate da Portuguesa, o Verdão está rebaixado para a Série B do Campeonato Brasileiro, restando ainda duas rodadas. Após sair na frente com gol de Vinícius, o Verdão sofreu o empate aos 43 minutos do segundo tempo justamente dos pés de Vágner Love, ex-jogador do clube, que acabou com um jejum de oito jogos sem marcar.

Com o resultado, o rebaixamento ficou muito perto com o apito final, uma vez que o Bahia venceu a Ponte Preta e não poderia mais ser alcançado. No entanto, a esperança permaneceu viva por mais duas horas, na dependência do resultado da Portuguesa, que pegaria o Grêmio, às 19h30, no Canindé. No entanto, com gols de Moisés e Léo Silva, a Lusa abriu boa vantagem, acabando com a expectativa verde, que ainda ameaçou ressurgir na recuperação dos gaúchos, que buscaram o empate. Resultado insuficiente para salvar o Palmeiras.

O jogo

Os jogadores do Palmeiras entraram em campo com o pensamento de lutar até o fim. Desesperado na briga contra o rebaixamento, a equipe tomou a iniciativa desde o começo, afinal precisava vencer e torcer por tropeços do Bahia e da Portuguesa. Sem ambições no Brasileirão, o Flamengo ficou esperando os erros dos visitantes para ameaçar em contra-ataques.

Com Maikon Leite aberto pelo lado direito, o Verdão criou as melhores jogadas por aquele setor. Em uma boa arrancada do atacante, aos 5 minutos, a bola foi cruzada na cabeça de Barcos. O argentinou cabeceou e a bola bateu na mão de Renato Santos, provocando a primeira reclamação dos palmeirenses. Melhor em campo, o Verdão voltou a ameaçar em chute de Tiago Real de fora da área, que passou raspando a trave. Pouco acionado, Vágner Love ameaçava pouco e só foi ter sua chance nos minutos finais. Antes, o Flamengo só havia assustado o goleiro Bruno em uma bomba de Amaral, de muito longe. No entanto, aos 45 minutos, Hernane fez boa jogada e rolou para Love. O atacante, cara a cara, chutou por cima do gol.

O domínio palmeirense diminuiu após o intervalo. Insatisfeito, Dorival Júnior colocou Welington Bruno no lugar de Cleber Santa. A mudança deu mais posse de bola ao Flamengo, que esbarrava na tarde infeliz de Vágner Love na frente. Para desespero de Gilson Kleina, o Palmeiras ainda perdeu Tiago Real machucado, obrigando o técnico a apostar em mais um jovem, o atacante Vinícius. E o azar virou sorte. Depois de Barcos cair na área e reclamar de mais um pênalti, o garoto chamou a responsabilidade. Em lance individual pelo lado esquerdo, o camisa 45 cortou o zagueiro e bateu rasteiro. O goleiro Paulo Victor espalmou errado e a bola entrou para manter a esperança verde viva.

A vitória poderia ter sido confirmada nos pés de Maikon Leite. O camisa 7 arrancou sozinho do meio de campo e chutou para fora na saída de Paulo Victor, desperdiçando uma chance impressionante. Nervoso, o Flamengo não conseguiu buscar o empate e ainda perdeu Paulo Sérgio expulso. Quando o resultado parecia garantido para o Verdão, um ex-palmeirense surgiu para aumentar o drama verde. Vágner Love recebeu nas costas da zaga e bateu cruzado para empatar. A bola ainda desviou em Román antes de entrar. Era o fim do jejum do atacante, que não marcava há oito partidas.

Flamengo 1 x 1 Palmeiras

Flamengo: Paulo Victor; Welington Silva, Renato Santos, González e Ramon; Amaral, Ibson (Matheus), Renato Abreu e Cleber Santana (Welington Bruno); Vágner Love e Hernane (Paulo Sérgio).
Técnico: Dorival Júnior

Palmeiras: Bruno; Artur (Obina), Maurício Ramos, Román e Juninho; Márcio Araújo, Correa, Tiago Real (Vinícius) e Mazinho (Bruno Dybal); Maikon Leite e Barcos.
Técnico: Gilson Kleina

Local: Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ)
Árbitro: André Luis de Freitas Castro (GO)
Gols: Vinícius (17 minutos do segundo tempo), Vágner Love (43 minutos do segundo tempo)
Amarelos: Amaral (Flamengo); Márcio Araújo, Correa, Barcos, Román (Palmeiras)
Vermelho: Paulo Sérgio (Flamengo)

(Portal Marca Brasil)