A gestão do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (PSD), mantém altos índices de reprovação neste início de 2012, ano em que a população escolherá o seu sucessor. Pesquisa Datafolha divulgada nesta segunda-feira pelo jornal Folha de S. Paulo mostra que 37% dos entrevistados consideram a administração municipal ruim ou péssima – contra 40% do levantamento anterior, realizado em dezembro de 2011. Apenas 22% aprovam a gestão e 39% a consideram regular.

A poucos meses do início da corrida eleitoral, 46% não votariam em um candidato indicado por Kassab, enquanto 37% se mostram indiferentes e só 14% votariam em um nome apontado pelo prefeito. A gestão Kassab recebeu uma nota média de 4,6 dos paulistanos. A avaliação do governo municipal só não é pior do que a registrada entre maio de 2006 e março de 2007, quando a aprovação à sua gestão não passou de 16%. 

Apesar dos péssimos números, o prefeito paulistano é cortejado por PT e PSDB para o pleito de outubro. Na quarta-feira passada, no dia do aniversário de São Paulo, Kassab recebeu elogios da presidente Dilma Rousseff (PT) e do governador Geraldo Alckmin (PSDB) durante uma condecoração. Porém, poucas horas antes das honrarias, o fundador do PSD foi alvo de uma manifestação contra o seu governo e teve sua comitiva cercada por cerca de 500 manifestantes em frente à Catedral da Sé.

(VEJA ONLINE)

Anúncios