galeriaFortaleza/CE – Uma iniciativa que possibilita o acesso a computadores e à internet na periferia de Fortaleza irá representar o Brasil em um intercâmbio de experiências de inclusão digital com a África do Sul e a Índia, no ano que vem. O caso da cooperativa Pirambu Digital foi o escolhido pelo público presente à 7ª Oficina para Inclusão Digital, realizada em Belém entre os dias 4 e 7 de novembro.

Participantes do projeto poderão receber representantes de iniciativas de sucesso desses países para troca de experiências e viajar até lá para conhecer de perto as soluções locais encontradas para promover a inclusão digital. O diretor administrativo-financeiro da cooperativa, Bruno Queiroz, comemorou principalmente a oportunidade de conhecer a tecnologia desenvolvida pela Índia, que segundo ele, é o maior exportador de softwares do mundo. “Ter a oportunidade de conhecer a experiência tecnológica da Índia vai ser muito importante para a cooperativa Pirambu Digital e para o Ceará. Representar o Brasil em uma visita dessas e recebê-los aqui vai ser uma experiência fabulosa para nós”, diz.

A Pirambu Digital oferece serviços de desenvolvimento de software, criação de sites, manutenção de computadores, criação de projetos de redes e implantação de projetos de inclusão digital, além de cursos de informática e inglês. Em contrapartida aos serviços utilizados, todos têm que desenvolver trabalhos sociais para a comunidade. Uma das iniciativas da Pirambu Digital é o chamado condomínio virtual, que oferece internet, computadores e treinamento para facilitar o acesso da comunidade à rede mundial de computadores. A cooperativa começou com um grupo de jovens do Bairro Pirambu, que se formaram pelo Centro Federal de Educação Tecnológica (Cefet), e resolveram voltar para sua comunidade e criar serviços de acesso às tecnologias da informação. A comunidade tem 350 mil habitantes e é conhecida pelos altos índices de violência e baixo desenvolvimento social.

Fonte: Agência Brasil.