you're reading...
Atualidades, Justiça & Legislação, Política

Escutas telefônicas mostram Demóstenes Torres a serviço do bicheiro Carlinhos Cachoeira

Escuta telefônica feita pela Polícia Federal com autorização da Justiça revela que o senador Demóstenes Torres prestava informações sobre projetos em andamento no Congresso ao chefe da máfia dos caça-níqueis, Carlos Cacheira, e até prometia trabalhar pela aprovação de propostas relativas à legalização dos jogos.

É a primeira vez que uma gravação da PF traz um diálogo entre o próprio senador e Cachoeira, preso no final de fevereiro pela operação Monte Carlo. Na conversa, Demóstenes o alerta de que texto de um projeto em discussão na Câmara transforma em crime a exploração de jogos como os operados por Cachoeira: “Então, inclusive, te pega!” – adverte o senador.

Cachoeira se mostra interessado no aspecto do projeto que transfere a decisão sobre a liberação dos jogos para os governadores dos Estados. Com grande influência sobre os políticos de Goiás, ele calcula que será mais fácil obter a legalização de sua atividade no Estado, do que a aprovação de uma lei em âmbito nacional no Congresso. E insiste com Demóstenes que o texto em apreciação pelos deputados é bom para o setor. “Acho que é bom fazer isso. Não pega ninguém, não. Pode mandar a brasa aí” – comanda o bicheiro. Demóstenes promete agir, embora não esteja convencido dos benefícios do projeto: “Se você quiser votar, tudo bem, eu vou atrás, agora…”

Abaixo, a transcrição de trecho da escuta legal da Polícia Federal:

Carlos Cachoeira: – Oi, doutor!
Demóstenes Torres: – Fala professor! Eu peguei o texto ontem da lei para analisar. É aquela que transforma contravenção em crime. Que importância tem a aprovação disso?
CC: É bom demais, uai! Ai também regulamenta as estaduais, uai!
DT: Não regulamenta, não! Eu vou mandar o texto para você. O que está aprovado lá é o seguinte: transforma em crime qualquer jogo que não tenha autorização. Qualquer jogo que não tenha autorização! Então, inclusive, te pega! Então, eu vou mandar o texto. Se você quiser votar, tudo bem, eu vou atrás, agora… A única coisa que tem é criminalizarão, transforma de contravenção em crime, não regulariza nada.
CC: Não! Regulariza sim, uai! Certeza! Tem a 4A e a 4D, foi votada na Comissão de Constituição e Justiça.
DT: Vou te mandar o texto, você vê se é esse aí. Porque foi aprovado um substitutivo. Então o que está valendo, o que vai ao plenário é o substitutivo. O substitutivo não regulamenta nada. Só transforma contravenção em crime. Mas, de todo jeito, eu mando aí para você analisar.
CC: Não, essa aí é boa também. Acho que é bom fazer isso. Não pega ninguém, não. Pode mandar a brasa aí!
DT: Tudo bem, mas e para depois? Para regulamentar? São duas etapas, invés de uma só. Vou fazer o que você quer, mas isso aí para mim não regulamenta nada.
CC: É o substitutivo do Inaldo Leitão, na CCJ. Até a 4A e a 4D, que regulamenta as loterias estaduais.
DT: Não tem isso, não. De todo jeito, eu vou pegar o texto integral, vou ler e vou te ligar mais tarde de novo. Falou?
CC: Falou, doutor. Obrigado!

Ouça aqui a íntegra da conversa

(CHRISTINA LEMOS – R7)

About these ads

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

VISITANTES TOTAIS

  • 8,662,572 visitas

VISITANTES ON-LINE

SAUDAÇÕES

Sejam tod@s muito bem vind@s!

O blog diálogos políticos é uma iniciativa da Secretaria de Formação do Sindicato dos Bancários do Ceará. Nosso objetivo é possibilitar o intercâmbio de informações entre as pessoas interessadas nos mais diversos temas da conjuntura brasileira.

MEDIADOR

. Geógrafo e Funcionário da Secretaria de Formação do SEEB/CE. Atua na CCP-Banco do Brasil e CCV-Caixa. Diretor da AESB e Delegado Sindical do SINTEC-CE.

MÚSICA

Direito a Liberdade de Expressão

"Todo o indivíduo tem direito a liberdade de opinião e de expressão, o que implica o direito de não ser inquietado pelas suas opiniões e o de procurar, receber e difundir, sem consideração de fronteiras, informações e idéias por qualquer meio de expressão". Art.19 da Declaração Universal dos Direitos do Homem, promulgada em 10 de dezembro de 1948.
free counters
%d blogueiros gostam disto: