festival125488
Os artistas se apresentarão nos próximos dias 30 de novembro e 1º de dezembro no novo Teatro São José.

As performances receberão nota conforme avaliação técnica da comissão julgadora. Das 30 composições escolhidas agora, 12 irão para a fase final. Os nomes dos finalistas serão divulgados ainda no dia 01/12, levando em consideração as melhores notas obtidas nos dois dias de apresentação.

Seis composições apresentadas na primeira lista divulgada foram desclassificadas em virtude de pedidos de impugnação por não terem atendido ao critério de ineditismo descrito no edital, estando previamente disponíveis em plataformas digitais. Considera-se música inédita pelo Edital do Festival a composição que ainda não tenha sido objeto de comunicação ou transmissão ao público, sob qualquer plataforma ou fixação de qualquer natureza.

Nas fases eliminatórias e na grande final, os autores das canções selecionados poderão contar com uma banda de apoio composta pelo Maestro Tarcísio Sardinha. Dentre os instrumentos base estão percussão, bateria, baixo, guitarra, flauta, sax, teclado e acordeon. Além disso, os participantes estão autorizados a realizar permutas entre os dias ou a ordem das apresentações caso as duas partes estejam de acordo e a organização seja avisada previamente sobre a troca.

A cantora e compositora Aparecida Silvino, compositora selecionada para a fase eliminatória, acompanhou o sorteio e elogia a iniciativa da Prefeitura de Fortaleza em promover políticas públicas voltadas para a música. “A minha expectativa é a melhor possível, acho que Fortaleza está fazendo história com esse Festival”, disse.

As 30 canções selecionados pelos jurados farão parte, durante o mês de novembro, da programação da Rádio Terra do Sol, rádio da Prefeitura de Fortaleza, que tem programação transmitida pela Internet, online no Portal da Prefeitura de Fortaleza ou por meio de aplicativo e nos sete terminais de ônibus da Capital.

Ordem de apresentações para o dia 30/11/2018

1º – AFETO – FRANCISCO ROGÉRIO SOARES COSTA SOUSA
2º – MENINO BONITO – ANTONIO LUIZ DRUMMOND MIRANDA
3º – XAMBIOÁ – ADOLAR MARIN JUNIOR E FLÁVIO COSTA
4º – CÉU AZUL – LUCAS ESPINOLA ARRUDA
5º – AS DEUSAS D’IRACEMA-DALWTON MOURA/RODGER ROGÉRIO
6º – SÃO TUPÃ DE XANGÔ – FERNANDO ROSA DE CARVALHO
7º – A CULPA – ALCIO BARROSO
8º – BEM PERTO DE MIM – APARECIDA SILVINO
9º – PAPEL – PEDRO ISMAEL FALCÃO BATISTA
10º – PEÃO E REI – SEBASTIÃO BARROSO SAMPAIO
11º – ORAÇÃO DE UM VELEIRO – YURI EDUARDO DA SILVA ALENCAR
12º – ARTISTA BRASILEIRO – JOÃO BARBOSA JÚNIOR
13º – BRASILEIA DESVAIRADA – GENÉSIO SAMPAIO FILHO
14º – MEU QUINTAL – EDMAR GONÇALVES DE ALENCAR
15º – OLOR DE FLOR EM FLOR – CARLOS EDUARDO TABOSA LOPES

Ordem de apresentações para o dia 01/12/2018

1º – LUZIA – PAULO ARAUJO, CLARA BARROS E DANIEL CONTI
2º – SUA CANÇÃO – MARCOS MAIA E PAULO ROSSGLOW
3º – CANÇÃO EM SOL MENOR COM NONA- LAURA FINOCCHIARO
4º – SETE MERGULHOS NO MAR-ANDRESSA NASCIMENTO – EUTERPE
5º – PIXOTE – SYMARA TÂMARA FERNANDES CARLOS
6º – É NÓS – RAIMUNDO GONÇALVES CASSUNDÉ
7º – NOSSA PRAIA – RAIMUNDO EDSON SANTOS TÁVORA FILHO
8º – LICURI É UM CÔCO – SÉRGIO DI RAMOS
9º – LIVRE – JOHNNY SANTOS DA SILVA
10º – O SAMBA DA HORA – HERMÚSIO SOARES FILHO (CIRIBAH)
11º – SAMBA DA FÉ – BÁRBARA SENA CARVALHO
12º – DESPACHO – ROBERTO FLAVIO ALMEIDA
13º – OLHOS DESESPERADOS – EDINHO VILAS BOAS
14º – VOLTA DO MUNDO-JOÃO VITOR SOARES E IVALDO GUIMARAES
15º – DEITA – ANASTÁCIA DE AZEVEDO ALVES

Sobre o Festival de Música de Fortaleza

No total, foram inscritas 361 músicas, de autores de 17 unidades da Federação, sendo 16 Estados mais o Distrito Federal. O número de autores cearenses inscritos representou 78% do total. Os estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Maranhão também tiveram significativo número de concorrentes.

Todas as apresentações serão abertas ao público. O vencedor do Festival da Música de Fortaleza ganhará um contrato no valor de R$ 30 mil para uma apresentação no Réveillon 2019 de Fortaleza. O segundo e o terceiro lugar ganham R$ 10 mil e R$ 5 mil, respectivamente.

Segundo o prefeito Roberto Cláudio, “a ideia é transformar o festival em uma política pública, com edições permanentes. É uma grande oportunidade de colocar no mesmo cenário músicas de diversos estilos e jovens compositores se relacionando com músicos mais antigos. É a celebração de um talento próprio do cearense e dos autores nacionais que nós precisamos estimular”, destacou.

De acordo com o coordenador de Comunicação Social da Prefeitura de Fortaleza, jornalista Moacir Maia, “a seleção contou uma comissão julgadora de alto nível técnico, que avaliou a composição e a expressão de uma das mais ricas linguagens culturais existentes. É importante que a gente consiga dar visibilidade ao festival que já nasceu grande, tendo em vista o número de inscritos e a qualidade das composições”.

Fonte: Prefeitura de Fortaleza