imagem971_2

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) registrou um lucro de R$ 12,46 bilhões no ano passado, conforme dados divulgados pelo Ministério do Trabalho. Desse total, R$ 6,23 bilhões serão distribuídos para os trabalhadores, conforme a lei nº 13.446, de maio de 2017. Os depósitos começaram hoje e os trabalhadores terão o acesso ao valor recebido somente em 31 de agosto. 

Com isso, 90,7 milhões de trabalhadores devem receber depósitos em 258 milhões de contas. A distribuição de resultados elevará o rendimento das contas a 5,59%. Desse total, 3,81% correspondem a a remuneração de Taxa Referencial mais 3%. Além disso, outros 1,72% serão adicionados com a distribuição de lucros. 

Ate 31 de dezembro de 2017, os trabalhadores tinham R$ 361,8 bilhões nas contas. Em média, cada conta receberá R$ 38. Os lucros serão depositados apenas para cotistas que tinham saldo na até 31 de dezembro. Quem sacou recursos em 2018, poderá realizar o saque do dinheiro depositado. 

Além disso, os trabalhadores poderão sacar recursos do FGTS para comprar órteses e próteses. O saque será possível a cada dois anos. Entretanto, o trabalhador deficiente terá que comprovar uma deficiência de dois anos. Será necessário a apresentação de atestado médico que mencione a necessidade da órtese ou prótese.

(Antônio Temóteo, Correio Brasiliense)

Anúncios