99-taxi-como-funciona

Por Raphael Silva

Principal competidor da Uber no Brasil, a 99 (antes chamada de 99 Taxis) foi vendida à Didi Chuxing por uma quantia especulada em torno de R$ 960 milhões. A empresa chinesa, que já obtinha participação minoritária na brasileira, passa agora a comandar a companhia integralmente.

Em julho de 2017, a Didi injetou cerca de R$ 320 milhões na 99, um dos maiores investimentos em startups brasileiras da história. À época, o presidente da chinesa, Cheng Wei, chegou a afirmar que “China e América Latina são os principais mercados emergentes do mundo, com grandes oportunidades para essa nossa indústria de mobilidade urbana” para justificar o aporte financeiro.

A compra vem pouco depois de a Didi receber US$ 4 bilhões em investimentos de fundos como Mubala Development Company, dos Emirados Árabes Unidos, e Softbank, do Japão. Hoje, a marca chinesa já tem preço de mercado avaliado em US$ 56 bilhões.

Assim como a 99, a Didi deu início à sua trajetória como um aplicativo de táxis, mas hoje oferece diversos outros serviços de mobilidade, como carros e até ônibus particulares. Aluguel de carros, test drive e transporte corporativo também estão entre as opções do portfólio.

*Fonte: Telesintese

Anúncios