Os times cearenses Ceará, Ferroviário, Fortaleza, Horizonte e Icasa decretaram luto oficial de três dias diante da tragédia envolvendo a delegação da Chapecoense, na madrugada desta terça-feira (29), em La Ceja, na Colômbia.

Assim como diversos clubes pelo mundo, o Fortaleza ressaltou por meio de nota que todos estão sofrendo com o que aconteceu.

“O Fortaleza Esporte Clube vem por meio desta em nome de sua Diretoria, funcionários e torcida demonstrar nosso mais profundo pesar aos atletas, dirigentes, profissionais da Associação Chapecoense de Futebol e da imprensa. Que todos os membros da delegação encontrem paz ao lado do pai celestial. Neste momento de tanta dor, a Nação Tricolor se solidariza com as famílias das vítimas”, declarou o clube.

Além da declaração, o clube anunciou que devido a tragédia a apresentação do novo técnico do clube deve ser adiada. “Em luto, o Fortaleza informa que a apresentação do novo executivo César Sampaio e os debates entre os candidatos da Diretoria Executiva e do Conselho Deliberativo foram adiados ainda sem novas datas”, concluiu.

Por meio da sua assessoria de imprensa, o Ceará Sporting Club também confirmou o luto. “O Ceará Sporting Club lamenta profundamente a tragédia com o avião envolvendo a delegação da Associação Chapecoense de Futebol e demais membros da crônica esportiva que os acompanhava. Nossa solidariedade aos familiares e amigos”, ressaltou.

Além de Ceará e Fortaleza, outros times cearenses também se manifestaram sobre a tragédia envolvendo o clube de Santa Catarina. Por meio das redes sociais, Ferroviário, Horizonte e Icasa declararam luto e desejaram força aos amigos e familiares.

Gilmar dal Pozzo

Nesta segunda-feira (28), o Ceará anunciou que o novo técnico para a temporada 2017 do clube será o treinador Gilmar Dal Pozzo. O técnico foi o comandante da Chapecoense no dia 11 de setembro de 2012 substituindo Itamar Schülle. Conseguiu levar a equipe ao vice-campeonato Brasileiro de 2013 Série B.

O Acidente

Pelo menos 75 pessoas morreram e seis foram resgatadas com vida após o acidente de avião em um voo fretado que transportava a equipe da Chapecoense, na madrugada desta terça-feira (29). A aeronave, da companhia boliviana LaMia, tinha 81 pessoas a bordo, sendo 72 passageiros entre membros da equipe e jornalistas, e nove membros da tripulação.

A aeronave deveria ter pousado em Medellín às 21h33 (0h33 pelo horário de Brasília), mas perdeu contato com a torre de controle quando sobrevoava o município de La Ceja. O avião, que havia feito escala no aeroporto de Viru Viru, em Santa Cruz (Bolívia), relatou “falhas elétricas”.

De acordo com a lista de passageiros divulgada pela companhia aérea boliviana Lamia, pelo menos quatro jogadores e um ex-técnico de futebol já tiveram passagem pelos principais times do CearáLucas Gomes (atacante: jogou no Icasa em 2014), William Thiego (zagueiro: atuou no Ceará em 2012), Josimar Tavares (volante: jogou no Fortaleza em 2008) e Everton Kempes (atacante: atuou no Ceará em 2010) estavam no avião no momento do acidente.

(Tribuna do Ceará)

Anúncios