imagem_materia
Edson Rodrigues/Agência Senado

O senador José Pimentel (PT-CE) apresentou à Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) da Casa requerimento pedindo realização de audiência pública para debater o plano de reestruturação do Banco do Brasil, que prevê fechar 402 agências, transformar outras 379 em postos de atendimento e implementar plano de demissão voluntária para aposentar 18 mil trabalhadores.

O senador solicita a presença do presidente do banco, Paulo Caffarelli, para esclarecer os objetivos dessa reestruturação. Para Pimentel, tratam-se de “mudanças radicais na estrutura do Banco do Brasil”, por isso, ele acredita “ser de grande importância o debate com o presidente da instituição”.

Segundo Pimentel, a reestruturação refletirá na redução da oferta de crédito, especialmente à micro e pequena empresa e aos agricultores. “Essa decisão do banco, em reduzir agências e funcionários, lembra as ações entreguistas da época do governo do presidente Fernando Henrique Cardoso, que promoveu a redução de agências, na década de 1990”, disse.

(Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado)

Anúncios