Deputado Chico Lopes debaterá fechamento de agências do Banco do Brasil

chicolopes

Requerimento nesse sentido foi preparado pelo deputado federal Chico Lopes (PCdoB-CE) que, além da preocupação com demissão em massa de bancários, como na era FHC, alerta para o retrocesso em uma das maiores instituições financeiras do mundo e para o risco de consequências negativas para o consumidor, com o fechamento de tantos pontos de atendimento.

“A desculpa de que muitas operações bancárias são feitas através da Internet não convence neste caso. Essa realidade do atendimento virtual já acontece há muito tempo, e mesmo assim o Banco do Brasil montou a rede atual de agências, porque avaliou que elas eram necessárias, para poder prestar seus serviços com capilaridade, chegando até onde a população está”, questiona Chico Lopes, para quem a medida reflete, na verdade, o entendimento do novo Governo Federal sobre precarizar os serviços públicos, diminuir a qualidade de atendimento para, em um futuro breve, defender a privatização da instituição financeira.

“Apesar da evolução da tecnologia, são muitos os serviços que só podem ser feitos em agências, como o atendimento personalizado, cara a cara com o seu gerente, orientando sobre investimentos, economia, seguros, financiamento imobiliário, previdência”, reforça o deputado Chico Lopes, cuja atuação na Comissão de Defesa do Consumidor, questionando as tarifas bancárias, foi responsável pela padronização e redução dessas tarifas, pelo Conselho Monetário Nacional e pelo Banco Central.

“Não se pode aceitar que os vários retrocessos provocados pelo governo Temer, que já quer cortar recursos da educação, da saúde, da assistência social, da Previdência, cheguem também a uma empresa forte e respeitada como o Banco do Brasil. Quem vai pagar a conta, se essas agências forem realmente fechadas, são os servidores do banco e os clientes”, alerta.

Consumidor tem direito de escolher forma de atendimento

“Nem todo mundo tem acesso à Internet e aos celulares com aplicativo de banco. Muita gente prefere atendimento presencial, como idosos e outras pessoas que não têm costume com tantas coisas de tecnologia. O Brasil é imenso, e tem muitas realidades regionais e da população que precisam ser levadas em conta antes de uma decisão como essa”, acrescenta Chico Lopes.

“Já nas grandes cidades, muita gente também prefere não ter aplicativo de banco no celular ou no notebook, por uma questão de segurança. Qual é o sentimento do cliente do Banco do Brasil, um banco que muitos escolhem justamente pela facilidade de ter muitas agências em todo canto, ao saber que mais de 400 delas serão fechadas?”, pergunta o deputado.

“Além de uma questão trabalhista e de desenvolvimento nacional, essa é uma questão de defesa do consumidor. Por isso vamos levar o tema à Comissão, com pedido de audiência pública, para que o banco seja chamado a dar esclarecimentos e para que a sociedade possa se mobilizar contra essa medida tão injusta e que não serve a ninguém, só ao novo neoliberalismo do Brasil de Temer”, conclui Chico Lopes.

Fonte: Assessoria do deputado federal CHico Lopes (PCdoB-CE)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s