Ceará: Edital Cultura LGBT é lançado no Dragão do Mar

lgbt

Para atender a uma “demanda histórica”, a Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult) lançou nesta quarta-feira, 19, convocatória pioneira na área LGBT. O primeiro Edital para Apoio a Projetos de Promoção à Memória, à Visibilidade e à Afirmação das Manifestações Culturais de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros (I Edital Cultura LGBT), garante R$ 400 mil para apoio a projetos no Ceará.

O evento de lançamento do edital contou com a participação de representantes da Coordenadoria de Políticas LGBT do Governo do Estado, do Fórum Cearense Cultura LGBT e do Instituto Dragão do Mar. Na ocasião, o coletivo As Travestidas apresentou, no teatro do Dragão, o espetáculo “Três Travestis”. Os participantes apontaram a importância do fomento a projetos culturais que promovam a memória, a criação e a circulação, dentro da temática Cultura LGBT.

“O Edital Cultura LGBT tem entre os seus objetivos fomentar, incentivar e apoiar produções artísticas e culturais que promovam a cultura e a não-discriminação por orientação sexual e identidade de gênero”, explica o secretário da Cultura do Estado, Fabiano dos Santos Piúba.
O certame apoiará 24 projetos de artistas, grupos, companhias e coletivos do Ceará, cada um recebendo entre R$ 10 mil e R$ 35 mil. Cinquenta por cento dos recursos são destinados a propostas do interior do Estado.
São aceitos projetos de diversas linguagens artísticas, como artes visuais, audiovisual, dança, literatura, música, teatro, além de manifestações populares. As iniciativas devem contemplar o eixo “Memória Cultural LGBT” ou “Produção, circulação e difusão das manifestações artísticas de cultura LGBT”. Inscrições são feitas exclusivamente pelo site editais.cultura.ce.gov.br até o dia 21 de novembro.
Saiba mais

O edital visa a contribuir na implementação de políticas culturais voltadas para a população LGBT e demais grupos da diversidade sexual; reconhecer, valorizar e fomentar a difusão, circulação e intercâmbio das produções, manifestações e expressões artísticas e culturais desta população, que tenham como foco principal a promoção dos direitos humanos e o combate ao preconceito, a homofobia, a lesbofobia, bifobia e transfobia; garantir a afirmação de direitos culturais para LGBT; preservar e disseminar as experiências pessoais e coletivas como forma de promoção da visibilidade das identidades e a preservação da memória da Cultura LGBT.

Redação O POVO Online

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s