untitled-design-1

O deputado estadual Capitão Wagner (PR), que enfrenta o prefeito Roberto Cláudio (PDT) na disputa pela Prefeitura de Fortaleza, perderia para a soma de abstenções, votos brancos e votos nulos. O candidato obteve 400.802 votos (31,15%), mas a abstenção em Fortaleza foi de 288.362 (17,04%) eleitores, enquanto que 82.342 votaram nulo e 35.443, em branco.

A soma dos votos não considerados válidos e das abstenções é de 406.147, o que representa 24% do total do eleitorado da capital cearense, de 1.692.67, conforme os dados do Tribunal Superior Eleitoral.

Em 2012, Elmano de Freitas (PT) e Roberto Cláudio (na época do PSB) conseguiram no primeiro turno votações parecidas, com 318 mil (25,44%) e 291 mil (23,32%) votos, respectivamente. Ambos obtiveram menos votos que a soma das abstenções, nulos e brancos, que chegou a 361.009 mil.

No primeiro turno de 2012, a abstenção foi de 258 mil (16,02%) eleitores. Na época, 39.510 (2,92%) eleitores votaram em branco e 63.499 (4,69%) anularam o voto.

Nas eleições de 2008, a abstenção foi de 14,06%, o que corresponde a 208.990 mil eleitores que deixaram de votar. O total de votos nulos foi de 64.231 (5,03%) e em branco, 29.496 (2,31%).

Luizianne Lins (PT) foi reeleita em primeiro turno, com 593.778 votos , que equivaleu a 50,16% dos votos válidos. A soma de abstenções, nulos e brancos naquele pleito foi 302.717 mil.

Voto nulo
O voto nulo, que é usualmente considerado uma forma de protesto, não anula eleição. Isso porque tanto os nulos quanto os brancos não são levados em conta na apuração que dá o resultado da eleição.

(O Povo Online, por Amanda Araújo)

Anúncios