Mulheres estão morrendo de tanto trabalhar, afirma pesquisa

mulher-estressada-com-o-trabalho

Via Folha Vitória

A Universidade de Ohio publicou uma pesquisa recente que mostra que horas de trabalho a mais estão matando as mulheres. Para os pesquisadores, doenças crônicas com alta letalidade aumentam de maneira assustadora em mulheres que trabalharam por mais de 30 anos por 40 horas ou mais por semana.

Os responsáveis pela pesquisa afirmam que, comparando grupos de mulheres que trabalharam em excesso com as que não fizeram, nas primeiras é muito maior a quantidade de doenças crônicas graves e a mortalidade. Nas mulheres que trabalharam mais de 50 horas por semana durante décadas o câncer, diabetes, doenças do coração e artrite.

Os homens

O estudo realizado pela universidade americana também levou em consideração o excesso de trabalho nos homens e, de acordo com os pesquisadores, os que trabalham mais de 50 horas por semana não sentem efeito tão graves. Para Allard Dembe, isso se deve ao fato de que as mulheres exercem muitas funções ao mesmo tempo e os homens não. O resultado a longo prazo e sendo feito de forma intensiva tem efeito devastador.

Além do trabalho

Outro fator que deve ser levado em consideração é o fato de que as mulheres, além de sobrecarregadas no trabalho, ainda acumulam tarefas domésticas, cuidado com as crianças e tendem a sofrer com doenças graves que se desenvolvem devido ao estresse elevado.

Outras notícias

União Europeia anuncia novo controle de fronteiras que vai atrapalhar a vida dos brasileiros que pretendem entrar nos países do bloco. A ideia é dificultar a vida de quem chega ao continente sem visto ou autorização prévia de residência. As medidas estão sendo anunciadas por conta da crise dos refugiados que preocupa o mundo todo. Clique aqui para ler a notícia completa.

A quantidade de brasileiros barrados nos aeroportos europeus é o maior desde 2011. 2016 está sendo um ano complicado para cidadãos brasileiros que tentam chegar ao continente europeu e eles já são a terceira nacionalidade em quantidade de impedidos em aeroportos. A crise é apontada como um dos principais fatores de encorajamento para a saída de brasileiros do país. Clique aqui e leia a notícia.

Com informações do Blasting News!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s