Revista Entrevista, da UFC, recebe prêmio de melhor revista laboratorial impressa do Brasil

capa_revista_entrevista_28-300x437

Após vencer a premiação regional do Expocom e se tornar a melhor revista do Nordeste, a edição nº 34 da Revista Entrevista seguiu para a etapa nacional e conquistou o primeiro lugar para o projeto coordenado pelo professor Ronaldo Salgado. A edição vencedora foi da turma de 2015.1. A revista foi premiada em São Paulo, durante o XXXIX Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação, que oferece aos estudantes da área a oportunidade de apresentar artigos e trabalhos práticos à comunidade acadêmica.

A aluna Larissa Wenya apresentou a revista durante o congresso, o que foi, para ela, “uma responsabilidade imensa” por estar representando a sua turma e um “projeto grandioso”. A equipe da edição vencedora foi composta por Larissa Wenya, Letícia Alves, Igor Cavalcante, Ana Beatriz Farias, Messias Borges, Felipe Autran, Camila Soares, Lucas Barbosa e Giulianne Batista.


A equipe de nove alunos era formada por Felipe Autran, Igor Cavalcante, Letícia Alves, Larissa Wenya, Messias Borges, Ana Beatriz Farias, Camila Soares, Lucas Barbosa e Giulianne Batista, orientados pelo professor Ronaldo Salgado. (Arquivo pessoal)

Sob a orientação de Ronaldo Salgado, que foi criou o projeto em 1992, os nove estudantes entrevistaram com a proposta de um jornalismo “ético e humanizado”, como afirma o professor, cinco personalidades eleitas pela turma. O sapateiro e artista Seu Alves, que pintava os muros e calçadas da av. Engenheiro Santana Júnior com frases de sabedoria popular e recados; o jornalista Plínio Bortolotti, diretor institucional do Grupo de Comunicação O POVO; a botânica e pesquisadora aposentada Verônica Nepomucemo; o professor e criador do projeto Oficina de Quadrinhos da UFC, Geraldo Jesuíno, e a líder da comunidade indígena Jenipapo-Kanindé, Cacique Pequena, foram os entrevistados na edição nº 34.


Os nove alunos entrevistaram cinco personalidades. Entre elas, o jornalista Plínio Bortolotti. (Foto: Raquel Amapos)

Competição
A Entrevista competiu com outras quatro revistas: a Ceos, da Escola Superior de Propaganda e Marketing (RS), a Contexto, da Faculdade Martha Falcao (AM), a Jenipapo, da Universidade Católica de Brasília (DF) e a Contraponto, da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (RJ). Dentre estas, apenas a Entrevista possuía o formato baseado em entrevistas imersivas.

Larissa relata que, após a vitória no congresso regional, passou a receber contato de participantes e entrevistados de edições anteriores, que os parabenizaram e vibraram pela vitória, mostrando que “a edição nº 34 venceu, mas a conquista era da revista inteira, do projeto em si”. Ela espera que, a partir da premiação, as próximas turmas se sintam incentivadas a inscreverem as novas edições no prêmio, pela importância do projeto.

“Eu me sinto feliz e orgulhoso não por mim, mas pelos estudantes que participaram. Como eu sempre digo, a revista não é minha, ela é do curso de jornalismo e dos alunos que trabalham de forma séria e profissional”, declara o professor Ronaldo Salgado, coordenador do projeto.
O projeto
Assim como Larissa, ao longo de 24 anos de história, diversos alunos passaram pelo processo imersivo de elaborar uma revista com conteúdo específico de entrevistas. O professor Ronaldo Salgado relata que em 1992, quando o projeto surgiu, ele lecionava a disciplina de laboratório impresso e se deparou com uma turma de 16 alunos que estavam “prestes a sair do curso e não tinham feito qualquer trabalho prático, estando ávidos pela experiência”. Ele desenvolveu o projeto a partir do trabalho de Cremilda Medina na Universidade de São paulo (USP) e propôs um livro de estrevistas com a ideia do “diálogo possível” que é abordado pela autora. Logo nas primeiras reuniões, a ideia do livro foi substituída pela revista e, a partir daí, começou a tradição da Entrevista.

Em 24 anos de projeto, algumas turmas não chegaram a concluir a revista, por problemas de logística e greves, por exemplo. Durante o afastamento para o mestrado do professor, a revista também encontrou dificuldades para se manter, e, apenas uma edição chegou a ser publicada. A Entrevista passou a ser feita ininterruptamente quando  ele retornou à sala de aula, para a 19ª edição até o atual semestre, que produz a 37ª.

O professor Ronaldo Salgado está prestes a se aposentarr e afirma que tem conversado com a coordenação do curso sobre a continuidade da revista, assumindo o compromisso de conversar com seu substituto e lhe orientar para tal, caso o colegiado decida manter o projeto.

(MARIAH COSTA, O Povo)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s