Fortaleza é o segundo maior mercado de blindagem automotiva do Brasil

288

Violência crescente no estado é um dos principais reflexos do aumento na procura por proteção automotiva. De acordo com fabricantes nacionais de blindagem e empresas especializadas no setor, capital cearense está atrás somente de São Paulo.

O aumento do número de assaltos e a sensação de insegurança fazem a população investir em proteção pessoal, como a blindagem automotiva. Em Fortaleza, a procura pelo segmento aumentou 150% nos últimos quatro anos, de acordo com empresas especializadas da cidade. Estima-se que a capital cearense blinde 150 novos carros por mês, ocupando o segundo lugar no ranking nacional do segmento e ficando atrás apenas da cidade de São Paulo.

Para blindadores do Ceará, a crescente procura por esse tipo de proteção é reflexo da violência em todo o estado. De acordo com o levantamento do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, realizado em outubro de 2015, Fortaleza é a capital brasileira com o maior número de crimes violentos, 77,3 para cada 100 mil habitantes. Em todo o estado, foram 20.740 homicídios nos últimos sete anos. Segundo o último estudo realizado pelo Mapa da Violência, o número de mortes por armas de fogo no Ceará quadruplicou entre 2002 e 2012, subindo de 815 (2002) para 3.161 (2012), num total de 16.675 no acumulado dos anos. O estado perde apenas para o Maranhão.

“Nos últimos três anos, a blindagem aumentou muito no estado. Mesmo com a crise econômica, Fortaleza fechou 2015 com dois mil novos carros blindados na cidade”, explica Rosalvo Carneiro, diretor da Locker Blindagens. Carneiro ressalta também a profissionalização do mercado, que investiu em qualificação de mão de obra. “Hoje a estrutura melhorou tanto na capacidade técnica das empresas, quanto na qualidade dos funcionários que instalam os produtos”, finaliza.

Também houve uma mudança no público que procura esse tipo de produto. Para Eduardo Mendonça, diretor da DUO Blindagens, a classe média é o grande consumidor do mercado atualmente. “Muitas pessoas deixaram de trocar o carro para investir em blindagem”, coloca. Mendonça afirma ainda que em 2015 a crise econômica fez cair um pouco as vendas em Fortaleza, cerca de 20% com relação a 2014. “Esperamos este ano recuperar essas vendas”, avalia o empresário.

Para Fábio Santos, sócio-diretor da SER Glass, líder em vidros blindados para automóveis no Brasil, as pessoas estão priorizando a segurança em detrimento de itens antes mais cobiçados, como opcionais de luxo. “O Brasil lidera o ranking mundial de blindagem automotiva, com cerca de 20 mil carros em 2015 e previsão de aumento para este ano. Pelos altos índices de violência urbana, as pessoas preferem ter a tranquilidade de colocar suas famílias dentro de um ambiente seguro, às vezes comprando um carro com um valor menor para poder investir em blindagem. Ninguém quer parar no sinal a noite e se sentir com medo”, explica.

Com o avanço da área, novas tecnologias são lançadas para dar conforto aos ocupantes do veículo. Hoje, o mercado conta com vidros blindados com 10 anos de garantia, mantas de proteção que reduzem consideravelmente o peso dos veículos e, consequentemente, diminuem o desgaste do motor e das peças, dando mais vida útil aos carros.

“O aumento da procura por blindagem automotiva também fez com que a concorrência aumentasse. Com o mercado mais acirrado, procuramos inovar e trazem novas tecnologias para garantir mais segurança e conforto aos passageiros. O mercado brasileiro de blindagem automotiva hoje é referência para o mundo”, afirma o diretor da SER Glass.

Via http://www.segs.com.br/

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s