Três cidades brasileiras acabam de ser incluídas na Rede de Cidades Criativas da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). Belém (PA) foi selecionada na categoria Gastronomia; Salvador, na categoria Música; e Santos (SP), na categoria Filme. O anúncio foi feito pela diretora-geral da Unesco, Irina Bokova, no dia 11 de dezembro, em Paris.

A Rede foi lançada em 2004, com o objetivo de aproximar cidades que adotam soluções criativas para promover o desenvolvimento sustentável, a inclusão social e a produção cultural. Outras duas cidades brasileiras já estavam na Rede desde 2014: Florianópolis (SC), em Gastronomia; e Curitiba (PR), em Design. O Brasil conta agora com cinco representantes na Rede.

Neste ano, foram selecionadas mais 47 cidades de 33 países. Com isso, a Rede passa a reunir 116 municípios em todo o mundo, distribuídos em sete categorias: Artesanato e Arte Folclórica, Design, Filme, Gastronomia, Literatura, Música e Artes de Mídia.

A Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, que foi adotada pela comunidade internacional em setembro de 2015, aponta a cultura e a criatividade como fatores-chave para o desenvolvimento urbano sustentável

Ao aderir à Rede, as cidades assumem o compromisso de firmar parcerias para promover indústrias culturais, compartilhar melhores práticas, incentivar a participação popular e integrar a cultura nas estratégias de desenvolvimento econômico e social.

Papel da cultura
“A Rede de Cidades Criativas da Unesco representa um imenso potencial para afirmar o papel da cultura como facilitador do desenvolvimento sustentável. Gostaria de reconhecer as novas cidades e seus países que enriquecem a Rede com a sua diversidade”, disse Irina Bokova, na última sexta-feira, neste ano em que a Unesco celebra o décimo aniversário da Convenção sobre a Proteção e Promoção da Diversidade das Expressões Culturais.

A Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, que foi adotada pela comunidade internacional em setembro de 2015, aponta a cultura e a criatividade como fatores-chave para o desenvolvimento urbano sustentável. A atuação da Rede está alinhada à nova agenda global.

A próxima reunião da Rede de Cidades Criativas da Unesco está prevista para setembro de 2016, em Östersund (Suécia).

(Via ONU Brasil)

Anúncios