Comissão Brasileira de MMA revela escândalo de fraude em exames de atletas

rafael-favetti-presidente-da-cabmma-1450208012470_615x300
Adriano Albuquerque / Divulgação CABMMA

Presidente da Comissão Atlética Brasileira de MMA (CABMM), Ricardo Favetti revelou escândalo de fraude em exames médicos de atletas, na terça-feira (15), ao site norte-americano especializado na modalidade MMA Fighting.

Não foram citados os nomes dos lutadores ou das academias e eventos envolvidos no esquema – Favetti esperará até levar o caso às autoridades nacionais para fazê-lo. Ele assegurou, contudo, que não há ninguém do UFC a perigo.

“A Comissão estava fazendo uma investigação secreta contra fraudes em exames médicos prestados por atletas em muitas academias. Chegamos a um ponto em que podemos estar lidando com uma gangue criminosa”, alertou ao site.

“Contatamos hospitais e laboratórios – nem eles sabiam que estavam envolvidos. Estavam desesperados”, prosseguiu. “Somos a primeira comissão atlética no mundo a fazer algo como isso. Checamos todos os exames, falamos com cada doutor e laboratório. Estamos confiantes sobre o caso”.

Os eventos de MMA no Brasil não costumavam cobrar muitos exames antes dos eventos – isso até a criação da CABMMA, que regulamentou alguns processos.

Desde então, conta a reportagem, deu-se início à fraude. Os lutadores reclamavam dos custos para realizar todos os testes exigidos.

Segundo Favetti, os envolvidos no caso serão imediatamente suspensos pela Comissão. Terão oportunidade de se defender, mas “se as suas defesas não forem satisfatórias, e vamos ser sinceros: é claramente uma fraude, serão desfiliados”.

“Vamos anunciar os nomes muito em breve, e eles serão provavelmente banidos do esporte”, acrescentou o presidente da CABMMA.

“Nós pedimos diversos exames, como os de HIV e hepatite. Nossa equipe médica suspeitou de algo errado quando muitos deles, de diferentes lutadores e eventos, mostraram-se muito similares a outros, apresentados por outros atletas de outas franquias. Iniciamos a investigação”.

“Eles pensavam que nunca encontraríamos nada sobre isso porque usavam diferentes lutadores em diferentes eventos. Na cabeça deles, não poderíamos achar nada, nunca. Não esperavam que falássemos com todos os laboratórios e todos os médicos”.

(Uol SP)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s