fogo620

O Sindicato dos Médicos do Ceará (Simec) pede o cancelamento do Réveillon de Fortaleza, condenando os gastos com a festa diante da crise da saúde. A presidente do sindicato, Dra. Mayra Pinheiro, falou sobre o assunto em entrevista à Rádio O POVO CBN, na manhã desta sexta-feira, 18.

“A saúde deve ser prioridade, assim como na vida pessoal nós só fazemos festa quando nossos entes queridos têm resolvidas suas questões relativas a doenças e medicação. O município deve ser conduzido da mesma forma. Não é justo o prefeito ostentar o maior Réveillon do País quando você tem hoje falta de medicamentos nas farmácias”, justificou Mayra.

(O Povo Online)

Anúncios