ovinos-y-caprinos92422257893157

O município de Tauá, no sul do Ceará, é o primeiro do Estado beneficiado com um Centro de Terminação de Animais, destinado aos produtores de carneiro na região. O espaço impulsionará a produção de leite, carne e pele de ovinos e caprinos na região, além de atuar no melhoramento genético, na padronização dos lotes e na venda coletiva.

Segundo Marcos Sant’Ana, coordenador Geral de Programas Sub-Regionais da Secretaria de Desenvolvimento Regional do Ministério de Integração Nacional, a unidade foi instalada em Tauá porque o município é considerado um dos principais polos produtores de carneiro no estado. A carne de carneiro da região já é matéria-prima de pratos sofisticados em diversos restaurantes de Fortaleza.

“O foco é padronizar a oferta de produtos das cadeias, com ampliação da produtividade e promoção do consumo, além de questões técnicas como melhorias nutricionais, da sanidade e do padrão genético dos rebanhos”, destaca Sant’Ana.

Para incentivar a produção e o consumo da carne de carneiro, o Ministério da Integração Nacional está realizando oficinas de integração nos polos de produção, a fim de identificar as necessidades do setor nos diferentes territórios trabalhados. O objetivo é potencializar a atuação do programa e gerar mais empregos e renda para a população local.

Em oficina realizada nos dias 10 e 11 de novembro, em Tauá, foi identificada a necessidade de organizar a rede estadual de assistência e de fortalecer o associativismo e o cooperativismo, além de garantir o acesso à água de produção, sem a qual não é viável desenvolver a criação de animais na região semiárida.

O Centro de  Terminação de Animais é resultado da parceria entre Ministério da Integração Nacional, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) Caprinos e Ovinos, governo do Ceará, prefeitura de Tauá e Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE).

(G1 Ceará)

 

Anúncios