Numa assembleia inédita, realizada na manhã desta quarta-feira, 28/10, a ampla maioria dos bancários da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil, presentes na assembleia convocada pelo Sindicato dos Bancários do Ceará, aprovou as propostas apresentadas pelos bancos e encerram a greve, que hoje completa 23 dias.

A assembleia, iniciada às 8h30 desta quarta-feira, foi realizada na sede do Sindicato e reuniu 202 bancários do Banco do Brasil e 232 empregados da Caixa. Pela aprovação da proposta e encerramento da greve no Banco do Brasil votaram 183 bancários e nenhum voto pela continuidade da greve. Já na Caixa, foram 204 votos pela aprovação da proposta e fim da greve, com sete votos contrários.

A assinatura da Convenção Coletiva de Trabalho será no dia 4 de novembro, devendo os Acordos Aditivos dos bancos públicos ser assinados na mesma data, em São Paulo.

“A categoria foi orientada pelo Comando e pelo Sindicato pela aprovação da proposta desde a última segunda-feira, e em decisão soberana da assembleia houve a rejeição. A avaliação foi feita de que a manutenção da greve no Ceará se tornou isolada do restante do País e o dia de greve de ontem, 27, conseguimos incluir na compensação. Agora vamos nos concentrar na assinatura dos Acordos e efetivar os direitos, que são fruto da luta dos trabalhadores”, disse Carlos Eduardo Bezerra, presidente do Sindicato dos Bancários do Ceará.

(Sindicato dos Bancários do Ceará)

Anúncios