O Espaço Cultural Airton Queiroz receberá, de 22 de outubro a 20 de dezembro, a 18ª edição da Unifor Plástica, que conta com a participação de 21 artistas cearenses de várias gerações e apresenta obras em tipos variados de linguagem, tais como fotografia, desenho, escultura, vídeo, grafite e outros.

A proposta da exposição é desenhar um panorama plural da visualidade artística regional, abordando a noção de lugar, corpo e cidade para os artistas. “Fiquei muito feliz pelo projeto, pois me possibilitou conhecer um pouco mais dos artistas em Fortaleza. Pude ver os portfólios, visitar os sites, os estúdios. A exposição quer mostrar isso, a visualidade em Fortaleza. Ela envolve pintura, fotografia, vídeos e outras diversas linguagens, demonstrando essa riqueza de diversidades”, revela o curador Ivo Mesquita.
Fotografia
Fotografia “Quixeramobim”, de Gentil Barreira

A grande gama de artistas a serem contemplados inclui nomes como André Parente, Hélio Rôla, Euzébio Zloccowick, Marina de Botas, Narcélio Grud, Ivo Lopes e o projeto de grafite Acidum, liderado por Robézio Marques e Tereza Dequinta. Também serão exibidas, durante a exposição, algumas obras do acervo da Fundação Edson Queiroz, com o trabalho dos artistas Chico Albuquerque, Eliseu Visconti, Flávio de Carvalho, Leda Catunda, Alfredo Volpi e Vicente do Rêgo Monteiro.

Serviço
XVIII Unifor Plástica
Abertura: 22 de outubro de 2015, às 20h
Visitação: 23 de outubro a 20 de dezembro de 2015
Local: Espaço Cultural Airton Queiroz (Av. Washington Soares, 1321, Bairro Edson Queiroz)
Aberto ao público
Mais informações: 3477-3319

(G1 Ceará)