Ceará247 – O vereador Deodato Ramalho (PT) foi eleito nesta quinta-feira (1) para presidir os trabalhos da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que vai investigar denúncias de má prestação de serviço aos fortalezenses por parte da Companhia Energética do Ceará (Coelce). A vice-presidência será ocupada por Luciram Girão (PMDB). Junto a eles estão Joaquim Rocha (PV), Márcio Cruz (Pros), João Alfredo (Psol), Eulógio Neto (PSC) e Robert Burns (PTC).

O início dos trabalhos da CPI, de acordo com Deodato, está marcado para a próxima terça-feira (6), quando serão delimitados os passos iniciais que serão dados, inclusive, no que se refere à documentação que será requisitada da Coelce. “Vamos definir a fixação dos nomes das pessoas que serão ouvidas para que possamos fazer a instrução, portanto, dessa CPI, e no prazo estabelecido pelo Regimento Interno possamos fazer a conclusão dos trabalhos”, disse Deodato.

Já o vice-presidente Luciram Girão falou da importância do trabalho que será desenvolvido pelos vereadores. “A sociedade fortalezense espera uma posição desta Casa. Vamos trabalhar em união. Posso dizer que confie na Comissão que ela vai esclarecer e trabalhar em função dos fortalezenses”, declarou.

Relator da CPI, Joaquim Rocha (PV), ressaltou que a Comissão deve trabalhar com lisura e dentro da legalidade. “Vamos conduzir nosso trabalho dentro da legalidade e lisura. Nossa intenção não é de aparecer, e sim, mostrar à população de Fortaleza que nosso trabalho é orientar a Coelce o erro que ela tá cometendo, até pela insatisfação da população”, frisou.

(Brasil 247)