Ceará247 – O prefeito de Fortaleza, Roberto Claudio, e outros 62 gestores de municípios cearenses assinaram ficha de filiação ao PDT, em evento ocorrido na noite desta segunda-feira (28), em Fortaleza, com as presenças do presidente nacional da sigla, Carlos Luppi, e do ministro do Trabalho, Manoel Dias. Com a chegada das novas lideranças, o PDT se torna o partido com maior número de prefeituras em todo o Estado, comandando 74 dos 184 municípios cearenses.

O presidente estadual do partido, deputado federal André Figueiredo, abriu o evento declarando que a chegada de Roberto Cláudio é um “sonho que se concretiza” e que o PDT estará mais forte para “ajudar o governador Camilo Santana em sua gestão, dando continuidade ao trabalho que Cid Gomes fez”. O governador Camilo Santana (PT), que esteve presente, elogiou o trabalho do chefe do executivo municipal e reforçou a parceria do Governo com a Prefeitura.

Com a palavra, Roberto Cláudio afirmou que a decisão de se filiar ao PDT foi baseada em “união, coerência e um projeto nacional”. “O PDT era um dos caminhos mais naturais (…). Temos afinidades de olhares, pensamento e de visão de futuro para o País e para o Estado. O Ceará irá dar uma contribuição ao PDT para construir um projeto de nação sério”, destacou o prefeito.

Mais uma vez, Ciro Gomes declarou estar preocupado com os rumos do País e com a “manipulação golpista” que vem tentando desestabilizar o governo Dilma. “A democracia brasileira ainda não completou 30 anos e já sofre ameaças. O remédio para governo ruim não é interromper a autoridade que só o povo tem de fazer”, afirmou, chamando de “moralismo de goela” quando “gente podre, picareta e ladrão aponta o dedo”.

Cid Gomes
Ainda sem data marcada para ingressar no partido, o ex-governador Cid Gomes comandou boa parte da solenidade, convidando os prefeitos a subir ao palco e receber suas fichas de filiação. Em diversos momentos Cid falou já como pedetista, utilizando expressões como “nosso presidente” e “nosso partido”.

(Ceará 247 / Brasil 247)

Anúncios