A partir deste sábado, dia 26, quem sonha com uma vaga de escriturário do Banco do Brasil (BB), no Rio de Janeiro, deve ficar mais atento. É que a chegada desse dia sinaliza a proximidade de publicação do edital da próxima seleção. Isso porque nessa data expira o prazo de validade do último concurso para o estado, e o BB, conforme entidades sindicais já manifestaram, não pode ficar sem um cadastro de reserva válido. Além disso, a posição oficial do banco, passada pela gerente executiva de Gestão de Pessoas, Ana Rosa Cristina Garcia, é de divulgação do documento logo após esse prazo vencer.

Procurado, o Banco do Brasil não informou uma data de publicação do edital. Fonte ligada à empresa disse, porém, que está quase tudo pronto para a liberação do documento, e que as provas objetivas estão marcadas para dezembro. Essa seleção terá vagas imediatas e em cadastro, cuja oferta não foi divulgada. A Fundação Cesgranrio será a organizadora, e a estrutura do concurso será a mesma da seleção para 15 estados e o Nordeste.

A suspensão dos concursos federais em 2016 em nada afeta o BB, que é da administração indireta. Os candidatos serão avaliados por meio de 70 questões objetivas e redação. A primeira versará sobre Atualidades do Mercado Financeiro, Língua Portuguesa Raciocínio Lógico-Matemático, Cultura Organizacional, Domínio Produtivo da Informática, Inglês, Atendimento, Técnicas de Vendas e Conhecimentos Bancários. Além do Rio, estão confirmados os estados do Amazonas (parte do estado), Espírito Santo, Minas Gerais (parte), Rio Grande do Sul e Santa Catarina (parte).

Esse edital, segundo Ana Rosa Garcia, poderá sair com vagas também para Alagoas, Bahia, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais (Belo Horizonte), Pará, São Paulo e Tocantins, já que o prazo de validade para essas localidades expira em 8 de maio de 2016. O cargo exige o nível médio e tem remuneração de R$3.280, somando salário de R$2.227,26, ajuda-alimentação de R$572, vale-refeição de R$431,16 e vale-cultura de R$50. Os funcionários têm direito a participação nos lucros ou resultados, vale-transporte, auxílio-creche, auxílio a filho com deficiência, plano odontológico, assistência médica (planos de saúde), previdência privada e participação no Programa de Qualidade de Vida no Trabalho. O regime é o celetista.

Via http://www.techtudo.net

Anúncios