A partir desta terça-feira, 30, a unidade de Fortaleza da Rede Sarah de Hospitais de Reabilitação passa a integrar a Rede Universitária de Telemedicina (Rute).

Coordenada pela Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) e integrada ao programa Telessaúde Brasil Redes, a Rute tem a proposta de conectar os hospitais públicos universitários e de ensino, realizando uma integração com os profissionais por meio de videoconferências, análise de diagnósticos e web conferência entre os hospitais.

Outras seis unidades do projeto também serão inauguradas em todo o País nesta terça. Com isso, a Rute passará a ter 115 unidades em operação.

A rede estimula ainda a integração entre os profissionais de saúde por meio de Grupos de Interesse Especial (do inglês, Special Interest Group – SIGs). Atualmente existem 60 SIGs que promovem debates, discussões de casos clínicos, aulas e diagnósticos à distância. Alguns grupos são coordenados pelo Ministério da Educação (MEC), Saúde (MS) e Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG).

Em 2013, em ação inédita no Brasil, a Rute realizou a transmissão de quatro cirurgias em 4K (resolução quatro vezes superior à full HD), em tempo real e simultaneamente, para os Estados Unidos. Estudantes, profissionais e pesquisadores assistiram à cirurgia de coração e discutiram com especialistas em tempo real.

Redação O POVO Online

Anúncios