Bastaram 50 dias para o clima de festa do Ceará, campeão da Copa do Nordeste, dar lugar à crise no Campeonato Brasileiro da Série B. Na tarde deste sábado, o Bahia, vice-campeão do torneio regional, conseguiu a revanche e venceu os cearenses, por 1 a 0, na tarde deste sábado. O duelo, válido pela sétima rodada, foi realizado na Arena Fonte Nova, em Salvador.

A vitória encerrou a sequência de dois jogos sem vitórias do Bahia, que chegou aos 14 pontos e encostou na zona de acesso. Por outro lado, o Ceará fica em situação complicada e o técnico Silas Pereira balança no cargo. São cinco jogos sem vitórias, com quatro derrotas, que deixam os cearenses na zona de rebaixamento, na penúltima posição, com quatro pontos.

O Bahia teve o controle do jogo nos dois tempos. A diferença foi que, na primeira etapa, o time da casa encontrou dificuldades para finalizar. De quebra, o Ceará foi perigoso nos contra-ataques. E até poderia ter saído na frente, aos 36 minutos. O atacante Roger Gaúcho tabelou com Vinícius, que finalizou para grande defesa do goleiro Douglas Pires.

Na segunda etapa, os baianos foram muito mais incisivos e conseguiram transformar o domínio em chances de gol. A única vez em que a rede balançou foi aos 14 minutos. O volante Wilson Pittoni cruzou para a área e a defesa do Ceará saiu atrasada para fazer linha de impedimento. Melhor para o atacante Maxi Biancucchi, que desviou de cabeça para marcar. O placar não mudou mais.

Na próxima sexta-feira, às 19h30, o Bahia volta a campo para enfrentar o Sampaio Corrêa, no Estádio Castelão, em São Luís. Enquanto isso, o Ceará encara o Santa Cruz, no dia seguinte, às 16h30, na Arena Castelão, em Fortaleza.

FICHA TÉCNICA

BAHIA 1 X 0 CEARÁ

BAHIA – Douglas Pires; Tony, Titi, Robson e Marlon (Yuri); Wilson Pittoni, Tiago Real, Bruno Paulista e Rômulo (Léo Gamalho); Maxi Biancucchi (Feijão) e Kieza. Técnico Sérgio Soares.

CEARÁ – Tiago; Buiú (Roniery), Gilvan, Charles e Fernandinho; Baraka, Ricardo Conceição (Wescley), Uillian Correia e Ricardinho; Roger Gaúcho e Vinícius (Rodrigo Silva). Técnico Silas Pereira.

GOLS – Maxi Biancucchi, aos 14 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Vinícius Gonçalves Dias Araujo (SP)

CARTÕES AMARELOS – Titi, Léo Gamalho (Bahia); Buiú (Ceará)

RENDA R$ 489.930,00

PÚBLICO – 19.325 pagantes

LOCAL – Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)

(Estadão Conteúdo)