Dois tipos de drogas consideradas novas no mercado do tráfico cearense foram apreendidas pela Polícia Civil, no último sábado, na Praia de Iparana, em Caucaia. Trata-se do ácido gama hidroxibutirato (GHB), mais conhecido como Gisele ou ecstasy líquido, e a Ketamina ou “special k”, uma droga sintética fabricada a partir de um anestésico de uso veterinário e humano. As drogas, que causam reações nervosas como euforia, excitação, vertigem, alucinações e sensação de felicidade, costumam ser utilizadas em festas rave da região Sul do País. O material estava com dois homens que foram presos no último sábado em flagrante por tráfico de drogas. A dupla também portava outras substâncias entorpecentes e anabolizantes. Segundo as investigações da Polícia Civil, os suspeitos pretendiam utilizar parte do material para abastecer uma festa rave realizada numa barraca da Praia do Futuro, em Fortaleza, também no sábado. As investigações aconteciam há três meses e a identificação dos suspeitos ocorreu há cerca de 15 dias.

Magno Brito de Carvalho, de 31 anos, que é ex-agente da Infância e da Juventude, e Alexsandro Otaviano da Silva, 25, foram capturados por volta das 9h30min, no momento em que se preparavam para seguir para a festa, segundo a Polícia. Nenhum dos dois possui antecedentes criminais. Eles foram presos por agentes da Divisão de Combate ao Tráfico de Drogas (DCTD) e da Divisão Antissequestro (DAS). “O Magno utilizava a carteira do Juizado da Infância para entrar nas festas sem pagar nada. Estava acima de qualquer suspeita”, contou o diretor-adjunto da DCTD, delegado Sérgio Pereira. Conforme ele, a dupla já havia vendido as drogas em uma festa no Rio Grande do Norte, na semana passada. No sábado, a pretensão era comercializar as substâncias na Praia do Futuro. “Conseguimos nos antecipar e os prendemos antes disso. Na noite da prisão, os celulares deles não paravam de tocar. Muita gente perguntando se eles não iriam ‘levar o material’ pra festa”, disse Sérgio.

Fonte: O POVO

Anúncios