O Ceará registrou nos últimos três anos um total de 40 mil acidentes de trabalho. Somente em 2013, foram 13,8 mil acidentes, uma média de 38 trabalhadores acidentados por dia. Os dados foram levantados pelo Ministério da Previdência Social.

De acordo com os dados, 68 trabalhadores cearenses morreram no ambiente de trabalho em 2013 e 296 ficaram incapacitados permanentemente para exercer suas atividades. Os dados colocam o Ceará em 12º no ranking nacional de acidentes de trabalho e em terceiro lugar no Norte e Nordeste, perdendo apenas para Pernambuco e Bahia.

No Brasil, foram registrados 718 mil acidentes de trabalho com 2.737 mortes. 14.837 trabalhadores ficaram incapacitados de forma permanente. A construção civil ainda é um dos setores da economia responsáveis pelos maiores índices de acidentes e doenças relacionadas ao trabalho.  61.800 trabalhadores sofreram algum tipo de acidente nos canteiros de obras, durante o ano de 2013.

(Marcelo Raulino, Ceará Agora)

Anúncios