A CAIXA Cultural Fortaleza realiza, entre 29 de abril a 21 de junho, a exposição A Magia de Miró, que reúne os desenhos e gravuras sobre o universo onírico do pintor surrealista Joan Miró, morto em 1983. Serão 69 obras do artista espanhol e 23 fotografias em preto e branco tiradas por Alfredo Melgar – que também responde pela curadoria da exposição – onde Miró aparece como personagem principal.

As ilustrações da mostra correspondem a diferentes épocas, entre 1962 e 1983, e remetem ao processo criativo de Miró, que pintou e desenhou sobre qualquer superfície que permitisse exibir sua criatividade e conhecimento. O resultado é o traço colorido e inconfundível do gênio e ícone do surrealismo, que buscava a máxima intensidade com o mínimo de esforço e, assim, explicava a presença relevante dos espaços vazios em suas telas.

Alguns dos desenhos expostos são esboços ou notas, peças únicas, muitas delas realizadas em papel, com desenhos em várias superfícies, como lixa e papelão, feitos com lápis e giz de cera ao longo dos últimos cinco anos de sua vida.

Nas fotografias feitas por Alfredo Melgar, conde de Villamonte e fotógrafo em Paris, Miró aparece em diversos momentos de criação e de descontração em seu ateliê, revelando um plano mais íntimo e pessoal do catalão. A mostra já passou pelas Caixas Culturais de São Paulo, Curitiba, Rio de Janeiro, Recife e Salvador.

Joan Miró: Nascido em Barcelona, em abril de 1893, é um dos mais renomados artistas da história da arte moderna. Miró estudou com Francisco Galí, que o apresentou às escolas de arte moderna de Paris, transmitiu-lhe sua paixão pelos afrescos de influência bizantina das igrejas da Catalunha e o introduziu à fantástica arquitetura de Antonio Gaudí. Em suas pinturas e desenhos, tentou descobrir signos que representassem conceitos da natureza num sentido poético e transcendental.

Alfredo Melgar: Alfredo Melgar Alexandre nasceu em Madri, em 1944. Foi médico e professor da Cruz Vermelha, atuou como voluntário dos campos de refugiados do Oriente Médio e viajou pela América, África, Ásia e Europa trabalhando, alternadamente, como médico e fotógrafo. De volta à Espanha, em 1980, fundou a editora e galeria de arte Alfredo Melgar, produzindo portfólios de pintura, música e poesia. De 2003 a 2008 foi presidente da Associação Espanhola de Gestores do Patrimônio Cultural (AEGPC). Hoje, Melgar vive em Madrid, realizando trabalhos de edição, produção e direção de exposições e eventos culturais.

Serviço:
Exposição: “A Magia de Miró”
Local: CAIXA Cultural Fortaleza (Galerias 1 e 2, no 2º andar)
Endereço: Av. Pessoa Anta, 287, Praia de Iracema
Data: 29 de abril a 21 de junho de 2015 (Abertura e visita guiada para convidados e imprensa, no dia 28, às 19 horas)
Horário: de terça-feira a sábado, das 10h às 20h e aos domingos das 10h às 19h
Classificação indicativa: Livre

(Ceará News 7)