São Paulo – Danilo Gentili se envolveu em mais um debate polêmico com a presidente Dilma Rousseff. Agora, o humorista lançou uma campanha em que combate uma ação do Governo Federal chamada Humaniza Redes.

‘Comprei um Playstation do meu bolso e vou sortear pra quem mais xingar as redes sociais que o governo criou para combater ‘o ódio’ na internet’

Foto:  Reprodução

“A nossa querida presidente, presidenta, nunca sei falar direito, criaram agora o ‘presidanta’. Ela criou uma página na internet para caguetar quem estiver zoando lá. Mais de 55 mil assassinatos no Brasil e o Twitter que está violento, é com isso que vão se preocupar”, critica Danilo, sobre o Pacto Nacional de Enfrentamento às Violações de Direitos Humanos na Internet.

“Espalhar mentiras na internet é crime. Então, se você quiser espalhar mentiras, se eleja a um cargo político”, continuou. “Como assim você para tudo para criar uma internet sem ofensas, isso não existe. É como a Petrobras sem ladrão”, continua o apresentador do “The Noite”.

Desumaniza redes

Ao iG, Danilo falou nesta segunda-feira sobre o perfil Desumaniza Redes e contou que comprou pessoalmente um prêmio para os participantes. “Comprei um Playstation do meu bolso e vou sortear pra quem mais xingar as redes sociais que o governo criou para combater ‘o ódio’ na internet”, conta.

Até o fechamento desta matéria, o perfil do governo contabilizava 7,5 mil seguidores enquanto o criado por Gentili marcava 23,5 mil.

Censura

“Essa conversa de dividir pra conquistar já deu no saco e está muto manjada. Eles sempre criam algum termo bonitinho em nova língua mas que no mundo real significa ‘censura’ pura e simples. Essa bobagem autoritária está toda sendo paga com o meu e o seu dinheiro. Usam nosso dinheiro para dizer pra gente o que podemos ou não falar”, argumenta o apresentador.

“Dessa vez criaram ‘humanizar’. Claro, eles são os ‘humanizadores’ e, se você der qualquer opinião contrária à agenda politica deles, torna-se o oposto disso, ou seja, ‘desumano’. E, dessa forma, vão marginalizando e criminalizando opiniões contrárias à ideologia e à agenda política deles. Então, se esses canahas são os humanos, temos que ter orgulho em ser desumanos – e manter a liberdade para isso, sempre”, defende Danilo.

Para finalizar, Danilo propõe fazer o contrário do que pede a campanha oficial. “Até desenho criminalizando opinião eles já fizeram para explicar para retardados a censura. Com esses autoritários não tem que dialogar, só ‘desumanizar’ mesmo”.

(IG)

Anúncios