Gaudêncio Lucena X Ciro Gomes

Ceará 247 – O governador do Ceará, Camilo Santana (PT), está sendo vítima de uma página falsa, na rede social Facebook. Essa semana, o portal Radar Online, publicou uma nota intitulada: “Santana contra Cunha“. A imagem que ilustrava a nota era um print screen doFacebook fake de Camilo. A página “Camilo Santana Governador do Ceará 13“, não é a que o chefe de estado usa para divulgar o trabalho. A coluna não teve o cuidado de verificar a origem e publicou como se fosse uma declaração pessoal de Camilo Santana.

A página verdadeira de Camilo Santana é “Camilo Governador“. Na página, o governador do Ceará publica suas atividades institucionais como chefe do executivo cearense.

Uma das personalidades que usa muito as redes sociais para fazer disputa política é o ex ministro e ex governador Ciro Gomes. Ainda esta semana, Ciro usou, mais uma vez, a rede social Facebook para expor sua opinião sobre os inimigos políticos. Nessa quinta-feira, 25, feriado no Ceará, compartilhou uma atualização – linguagem usada da rede – do vice-prefeito de Fortaleza,Gaudêncio Lucena (PMDB), que por sua vez também compartilhou o artigo de um jornalista cearense com o seguinte título: “Cid Gomes, a Casa de Brasília e o jeitinho a favor de amigos e parentes“. Ao contrário do que aconteceu com o governador Camilo Santana, na página de Ciro são expressas, de fato, a opinião dele.

Em resposta a Gaudência Lucena, Ciro, compartilhou em sua página, um postreferindo-se ao senador Eunício Oliveira (PMDB): “Enquanto isso Eunic$$o e sua,quadrilha da,qual este cidadão faz parte vai faturar quase UM BILHÃO DE REAIS junto à assaltada PETROBRAS. Atenção autoridades, só uma empresa desta quadrilha conseguiu um contrato SEM LICITAÇÃO e claramente SUPERFATURADO de TREZENTOS MILHOES DE REAIS! O nome da empresa é MANCHESTER! E a ouvidora da PETROBRAS fez ouvidos moucos para as denúncias!”

A publicação contou com 78 curtidas e 11 comentários apoiando a acusação de Ciro. Também no último dia 21 de março, Ciro compartilhou outra atualização de Gaudêncio, que, usou também seu perfil na rede para repercutir o artigo de uma revista nacional, cujo o título era: “O degradante espetáculo de Cid Gomes, o ministro que não foi. Nessa vez, como na última, Ciro defendeu o irmão Cid se referindo diretamente ao vice-prefeito de Fortaleza. ‘Este picareta gaudencio é da mesma quadrilha’, escrevei Ciro. Essa publicação rendeu 150 curtidas e mais de 30 comentários”.

Ciro tem usado sua página pessoal para defender o irmão e confrontar os inimigos políticos, sobretudo, peemedebistas. Lá, ele convida seus “amigos” para participarem da página criada por aliados de Cid: “Eu exijo a renúncia de Eduardo Cunha”, que está atualmente com mais de 23 mil curtidas.

(Brasil 247)