Os colombianos Hermes Audrey Lara Alferez e Pablo Andes Pedraza Torres e o brasileiro Sirdes Mendes Cavalcante Júnior foram condenados por tráfico de drogas e associação para o tráfico. Hermes cumprirá 12 anos. Os outros dois tiveram as penas fixadas em 11 anos.

A decisão é do juiz Flavio Vinicius Bastos Sousa, titular da 3ª Vara de Delitos de Tráfico de Drogas de Fortaleza. De acordo com o magistrado, a autoria dos crimes “é certa e a materialidade dos delitos está comprovada pelo auto de apreensão e laudo toxicológico definitivo”. As penas serão cumpridas em regime fechado e os réus não poderão apelar em liberdade.

Segundo os autos (nº 0786808-34.2014.8.06.0001), policiais receberam denúncia anônima informando que Sirdes e os colombianos vendiam entorpecentes em um veículo. Em 18 de setembro de 2014, o carro foi abordado na avenida nº 1, bairro Castelão, na Capital. Sirdes era o condutor e levava a dupla como passageiro.

Na ocasião, os policiais apreenderam 5 kg de cocaína e 14 kg de um pó branco utilizado na droga. Os acusados foram presos em flagrante. Em juízo, Hermes confessou o crime, mas os outros dois negaram.

Ao analisar o caso no último dia 11, o juiz destacou que, para caracterizar o tráfico, são suficientes “os depoimentos testemunhais, aliados às demais circunstâncias da prisão dos réus e documentos anexados aos autos”.

Também considerou que os acusados se associaram para praticar o crime porque o brasileiro alugou casa para os colombianos (onde estes moravam e guardavam a droga), além de transportá-los para distribuir o entorpecente. A decisão foi publicada no Diário da Justiça Eletrônico do último dia 16.

FONTE: TJ-CE

Anúncios