O governador de Goiás Marconi Perillo tem ideias estranhas sobre memória do esporte nacional. Sua intenção, em carta oficial publicada nesta semana, é rebatizar o Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Goiânia, de Autódromo Governador Ary Valadão… Basicamente, um político biônico que atuou no Estado durante a Ditadura Militar…

Resta à Assembleia Legislativa daquele Estado impedir um ataque contra a memória do esporte a motor brasileiro. Afinal, quem é esse tal Ayrton Senna que nada fez pelo país além de conquistar três títulos mundiais de Fórmula 1 em 41 vitórias, fora todos os projetos de assistência a jovens em condições carentes que financiou durante sua vida e deixou como legado para o Instituto Ayrton Senna.

Enquanto isso, Marconi Perillo justifica a homenagem ao governador Valadão. “Manteve posições firmes e coerentes. Mostrou coragem e foi digno em seus posicionamentos para mostrar à população goiana os meandros da política rasteira dos nossos adversários”, afirmou Perillo na intenção de homenagem. Basicamente, é a troca de um tricampeão pelo afago a um aliado político do governador.

Via http://www.correiodopovo.com.br

 

 

Anúncios