A Direção Nacional da Contraf-CUT, reunida nesta quinta-feira (5), na sede da entidade, aprovou a realização do 4º Congresso para os dias 20, 21 e 22 de março. O evento ocorrerá em São Paulo, em local ainda a ser definido.

A exemplo do congresso anterior, a pauta será a seguinte:

1. Eleição da diretoria executiva nacional, conselho fiscal e conselho diretivo;
2. Definição de linha política e organizativa da Contraf;
3. Reforma Estatutária;
4. Outros assuntos.

As assembleias das entidades filiadas para a eleição de delegados e delegadas deverão ser realizadas até o dia 12 de março, de acordo com os critérios definidos pela Executiva da Contraf-CUT, conforme previsto nos incisos I e II, do artigo 42 e parágrafos do estatuto social da entidade.

Também foram escolhidos os cinco integrantes da Comissão Organizadora do 4º Congresso, segundo estabelece o estatuto, ficando constituída por Carlos Cordeiro, presidente da Contraf-CUT; Ivone Silva, vice-presidenta da Contraf-CUT e secretária-geral do Sindicato dos Bancários de São Paulo; Adriana Nalesso, vice-presidenta do Sindicato do Rio de Janeiro; Magaly Fagundes, presidenta da Fetraf-Minas Gerais; e Mauro Salles Machado, diretor do Sindicato de Porto Alegre.

“Chamamos os bancários e os dirigentes sindicais para fazer um bom debate nos sindicatos e nas federações, participando ativamente de todo o processo congressual e organizando a luta dos trabalhadores com muita ousadia, unidade e mobilização”, afirma Carlos Cordeiro.

História de lutas e conquistas

A Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro, fundada em histórica assembleia no dia 26 de janeiro de 2006, em Curitiba, possui nove anos de muitas lutas e conquistas. Com muita luta, a entidade ampliou o espaço de ação da extinta Confederação Nacional dos Bancários (CNB-CUT) e do antigo Departamento Nacional dos Bancários (DNB-CUT), assumindo a representação dos trabalhadores do ramo financeiro. Os avanços são inegáveis, mas ainda há muito por fazer.

O primeiro presidente da entidade foi o funcionário do Itaú, Luiz Cláudio Marcolino, que também presidiu o Sindicato dos Bancários de São Paulo. O 1º Congresso da Contraf-CUT aconteceu no dia 25 de abril de 2006, em Nazaré Paulista (SP). Vagner Freitas, empregado do Bradesco e hoje presidente nacional da CUT, foi eleito presidente.

O 2º Congresso da Contraf-CUT aconteceu nos dias 14 e 15 de abril de 2009, em São Paulo, que elegeu o bancário do Itaú e ex-secretário-geral Carlos Cordeiro para presidente.

Já o 3º Congresso da Contraf-CUT ocorreu nos dias 30 e 31 de março e 1º de abril de 2012, em Guarulhos (SP), onde Carlos Cordeiro foi reeleito presidente.

A Contraf-CUT coordena o Comando Nacional dos Bancários, que representa mais de 90% de todos os funcionários de bancos públicos e privados do Brasil.

A entidade é também referência internacional para os trabalhadores de todo mundo. É filiada à UNI Global Union, o sindicato mundial que representa cerca de 20 milhões de trabalhadores dos setores de serviços. Carlos Cordeiro é o atual vice-presidente da UNI Américas Finanças, que organiza os bancários do continente americano.

Fonte: Contraf-CUT

Anúncios