O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (Pros), afirmou ontem que pretende “desburocratizar” a concessão de licenças ambientais e alvarás para construção. “Seremos muito fiéis às legislações ambientais, mas não por isso deveremos ser burocráticos”, declarou em discurso na Câmara Municipal de Fortaleza, durante a abertura do ano legislativo.

Entre as medidas para “desburocratizar a cidade de Fortaleza”, RC deseja tornar cada vez mais virtual o processo de licenciamento e concessão de alvarás.

De acordo com o líder da oposição na Câmara, o vereador Ronivaldo Maia (PT), a liberação de licenças ambientais “até que não é demorada”. Segundo o petista, a titular da Secretaria de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma), Águeda Muniz, “é voltada a alguns interesses da cidade”. Maia não citou quais seriam esses interesses.

Roberto Cláudio também anunciou outras propostas na área ambiental. O chefe do Executivo municipal quer que, em 2015, o problema do lixo urbano tenha a mesma atenção que o da mobilidade teve ao longo de 2014. Segundo o prefeito, contra os grandes geradores de lixo na cidade, “a resposta virá pela força da lei”.

No mesmo pronunciamento de ontem, o prefeito Roberto Cláudio também disse que pretende enviar à Câmara mensagem para disciplinar as fiações aéreas. “Hoje, esse se tornou um gravíssimo problema, que deixou de ser apenas estético para ser de segurança viária”, disse RC.

Conforme o prefeito, a quantidade de postes derrubados na cidade ao longo dos anos não é fruto do acaso, mas resultado da sobrecarga causada pelo uso desordenado de concessionárias.

Polêmicas

Desde o início de sua gestão, Roberto Cláudio tem protagonizado diversas polêmicas com setores ambientais da Capital, como a construção dos viadutos Celina Queiroz e Antonio Martins Filho, localizados no entroncamento das avenidas Antônio Sales e Engenheiro Santana Júnior. Outra polêmica foi a da retirada de árvores para a construção do binário das avenidas Santos Dumont e Dom Manuel.  

Em novembro passado, Águeda Muniz foi eleita pela Cooperativa da Construção Civil do Estado do Ceará (Coopercon-CE) a “personalidade do ano”.

À época, o presidente da entidade, Marcos Novaes, afirmou que a escolha deveu-se ao dinamismo que a arquiteta havia produzido na liberação de licenças ambientais.

 

SERVIÇO 

Câmara Municipal de Fortaleza

Onde: Rua Thompson Bulcão, 830, bairro Patriolino Ribeiro

Telefone: 3444 8300

Saiba mais

Ontem, também tomaram posse novos vereadores. Vicente Pinto (PT) assume a cadeira do agora secretário estadual de Cultura Guilherme Sampaio (PT), Cristiana Brasil (PTdoB) assume durante a licença de seu colega de partido John Monteiro (PTdoB), Ruthmar Xavier (PR) e Luciram Girão (PMDB) substituem os agora deputados estaduais Capitão Wagner (PR) e Walter Cavalcante (PMDB) e Marcus Teixeira (PMDB) assumiu no lugar de Vitor Valim, eleito deputado federal.

Salmito aproveitou seu discurso para defender novamente a ida da Câmara para o Centro. Para ele, a atual sede “tornou-se pequena para a vontade da população de participar”. Ele garante que, até fim do mês, será feita consulta à comunidade do Centro sobre a proposta, que conta com o apoio do prefeito.

A eleição de Eduardo Cunha para a presidência da Câmara de Deputados também ecoou hoje no Legislativo municipal.A vereadora Toinha Rocha (Psol) afirmou ser uma “má notícia” a escolha de Cunha (PMDB). Como resposta, ouviu Carlos Mesquita, correligionário de Cunha, declarar que “o candidato do PMDB teve quase 300 votos e o candidato do partido dela teve oito”. De acordo com o peemedebista, “se a gente vive em um país de democracia, a gente tem que se quedar à maioria”.

(Renato Sousa, O Povo)