O carnaval como uma festa do povo, na rua e gratuita já é conceito absorvido pela maioria da população que frequenta o Ciclo Carnavalesco de Fortaleza. Apesar de ser realizada em espaços públicos da cidade, a folia tem custos. Este ano a Prefeitura conta com o patrocínio da cerveja Skol e do Banco do Nordeste (BNB) para viabilizar a folia.

Segundo a Secretaria da Cultura de Fortaleza (Secultfor), a Skol investiu R$ 600 mil a serem aplicados na contratação dos artistas convidados, que até o momento estão custando em torno de R$ 1,4 milhão. Em contrapartida a imagem da cerveja está presente em toda a sinalização, publicidade e divulgação do evento. A bebida também é vendida por ambulantes cadastrados pela Prefeitura.

Para Rafael Neves, gerente regional de Marketing da Ambev, o patrocínio tem o poder de associar a marca ao estilo das pessoas e da festa. “A Skol patrocina eventos culturais que traduzem algumas de suas características principais como alegria, descontração e diversão. Além disso, é uma marca que valoriza as pessoas que estão abertas aos convites da vida, que têm a mente aberta e, por isso vivem a vida de maneira mais intensa, ou seja, vivem redondo!”. Ele também afirma que Fortaleza é uma das principais praças da marca nas regiões Norte e Nordeste. “Então a Skol não pode estar de fora do Ciclo Carnavalesco de 2015”.

Além da verba investida, a empresa realiza ações durante o ciclo, como o “Viva Redondo no Samba Skol”, um desafio aos blocos de pré-carnaval para elaborarem um samba enredo utilizando as palavras-chave “Viva Redondo” e “Aperte On”, referências da marca. Os foliões devem votar e escolher o melhor samba. Além de carros temáticos, serviço de “cordeiros” para a proteção dos ritmistas e o apoio aos 200 ambulantes credenciados pela Prefeitura para a venda de bebidas.

A Ambev apoia também os blocos Unidos da Cachorra, Camaleões do Vila e Bons Amigos. Para Fernando Bustamante, um dos coordenadores do Unidos da Cachorra, que desfila no circuito da Praia de Iracema, o apoio é essencial. “É muito complicado sair com um bloco que só na bateria tem mais de 150 músicos”, afirma. 

NÚMEROS 

1,09

milhão foi quanto a Prefeitura arrecadou em patrocínio

 

SERVIÇO 

Programação do Ciclo Carnavalesco de Fortaleza:
Site: http://goo.gl/dzoRDf 

Saiba mais

Ao contrário do que acontecia até o ano passado, com períodos distintos de pré-carnaval e carnaval, este ano a Prefeitura de Fortaleza unificou os festejos no Ciclo Carnavalesco, que acontece desde o dia 16 de janeiro até dia 17 de fevereiro (terça-feira de carnaval).

A Secultfor lançou um edital para o período. Foram contemplados 59 blocos para os desfiles de rua e 35 agremiações para o circuito da avenida Domingos Olímpio.

Cada bloco contemplado no edital recebeu R$ 2 mil por saída. As agremiações recebem R$ 16 mil cada, e mais R$ 2 mil para realizarem dois ensaios abertos. Além do fomento direto aos grupos, a Secultfor informou que a Prefeitura investiu em torno de R$ 4 milhões na estrutura física e de pessoal do ciclo.

(Luciana Castro, O Povo)

Anúncios