O senador petista José Pimentel (CE) deverá ser indicado pela bancada do PT para ocupar a 1ª vice-presidência do Senado, em chapa a ser encabeçada por um nome do PMDB. A eleição para o comando da Casa no biênio 2015-16 será feita em 1º de fevereiro.

Por ter a segunda maior bancada no Senado na nova legislatura (13 parlamentares), cabe ao PT a segunda posição na hierarquia da Mesa Diretora. O PMDB, com 19, indica o candidato a presidente da Casa.

Segundo uma fonte ligada ao PT, a bancada do partido vai se reunir neste sábado, 31, véspera da eleição, para decidir o nome a ser indicado, que tende a ser o de Pimentel, atual líder do governo no Congresso.

No biênio 2013-14, o Senado foi presidido por Renan Calheiros (PMDB-AL), que disputa agora a recondução ao cargo. O 1º vice-presidente foi Jorge Viana (PT-AC).

Vontade antiga

A articulação de Pimentel para assumir a 1ª vice-presidência do Senado vem desde 2011, ano em que ele começou o mandato. Na época, o cearense disputou o posto com a colega de partido Marta Suplicy (SP), conflito que dividiu a bancada. 

Marta alegava a perspectiva de disputar a prefeitura de São Paulo e o simbolismo de haver uma mulher na mesa do Senado no momento em que outra assumia a presidência da República.

A solução encontrada pelos petistas foi fazer um acordo de rodízio para o biênio 2011-12: Marta ocuparia a 1ª vice-presidência no primeiro ano e Pimentel no seguinte. O que acabou não acontecendo.

Chegada a hora de ceder o lugar, Marta quis continuar onde estava, criando novo problema na bancada. O PT decidiu então manter a senadora na 1ª vice-presidência e Pimentel na liderança do governo no Congresso. Naquele biênio, o Senado foi presidido por José Sarney (PMDB-AP).

Renan tem concorrente

Na atual disputa, Renan Calheiros é candidato natural para novo mandato de presidente. No entanto, o senador Luiz Henrique (PMDB-RS) comunicou a Renan na última terça-feira que deseja o cargo, e vem pedindo apoio de senadores de outras legendas. 

A decisão da bancada peeemedebista sobre o nome a ser indicado sairá em reunião marcada também para sábado, 31. 

SERVIÇO 

Saiba mais informações sobre o Senado acessando o site:

www.senado.gov.br

(Bruno Pontes, O Povo)

Anúncios